Entrevista de Haddad ao SBT

Sabatina de Ciro Gomes na Abimaq

Por Miguel do Rosário

17 de julho de 2018 : 18h24

O pré-candidato do PDT participou nesta terça-feira de uma sabatina com empresários da Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), onde explicou os principais pontos de sua campanha de governo.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

11 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Fausto Neto R.

18 de julho de 2018 às 08h36

Era só tirar o PT que o “mercado” solucionaria todos os problemas.
Brasil, um pais de TOLOS.

Responder

Flávio Ferreira

18 de julho de 2018 às 07h29

Não custa nada ser mais comedido. Gratuito o xingamento. O MP é de Estado, se eles não sabem representar bem o papel por um descontrole institucional, isto não deve dar azo a baixar o nível.

Responder

Pedro

18 de julho de 2018 às 01h18

Um ditador. À partir do minuto 59 passa a atacar o promotor que ofereceu denuncia contra a mesmo por injúria racial, com impropérios e ameaças rasteiras. Mas não foi o próprio ciro quem xingou um negro de capitão do mato? Ou porquê ele, Ciro, é de esquerda, pode? Assim como lula podia fazer piadas homofóbicas (alguém se lembra quando vosso guia disse que Pelotas/RS só exportava viado?) e todo mundo ria! Ciro, como todas as vezes, morre pela boca grande e pela empáfia.

Responder

    Flavio

    18 de julho de 2018 às 04h01

    O problema de gente como você é que fala muito e entende pouco do que fala. O Ciro não xingou um negro de capitão-do-mato, ele o qualificou como capitão-do-mato. O Holliday já está acostumado a ser chamado disso, acha normal ser chamado disso, além do que a profissão de capitão-do-mato era um cargo estatal, bem remunerado e reconhecido pela sociedade àquela época. Capitão-do-Mato é acima de tudo um elogio ao Holliday.

    Dito isto, o objetivo de lembrar à comunidade negra e o Brasil que o Holliday é o que é foi alcançado: dividir do partido DEM. A partir daquele momento, o DEM do Nordeste e do RJ que já se sentiam desconfortáveis de terem um correligionário anti-negro em SP, chutou o a canela do DEM-SP e passou para o lado do Ciro. Naquele momento o Ciro isolou o DEM-SP do resto do Sudeste e Nordeste abrindo caminho para ser apoiado nacionalmente.

    E o Ciro falou mal do MP sim, um bando almofadinhas que ferraram a economia do Brasil com essa historia de se aliarem aos EUA para quebrarem o segmento de Engenharia Civil, Petroleiro e Naval.

    Por isso, meu caro, não fale asneiras.

    Responder

    Alberto Lima

    18 de julho de 2018 às 06h09

    Quando Ciro Gomes chama o Fernando Feriado de capitão do mato ele não verdade quer chamar de….
    …. capitão do mato.

    Só isso!
    Não mentiu.

    Responder

Nilson Moura Messias

17 de julho de 2018 às 22h44

A melhor parte da sabatina: Ciro Gomes, chama um juiz ou desembargador de filho da puta, digas se de passagem, acertadamente!

Responder

    Miguel do Rosário

    18 de julho de 2018 às 08h22

    Não. É um promotor. Foi um erro, para mim. Esse é o ponto-fraco de Ciro, sua incontinência verbal.

    Responder

Alan Cepile

17 de julho de 2018 às 21h07

Sempre firme, a única saída pra vencer a direita, o resto é choradeira tosca do brasil247.

Responder

    Jorge

    17 de julho de 2018 às 21h40

    Eu vejo o Ciro como um ponto de paz entre as partes, o que país precisa para o momento, é um político que deixaria a direita não agitada como caso o Lula, Psol ganhassem. E deixaria a esquerda tranquila.

    Responder

baltazar pedrosa

17 de julho de 2018 às 20h35

Mesmo dando toda visibilidade ao Ciro Gomes,ele não sairá da mesma posição, se tiver dez postulantes a concorrerem a presidência, ele ocupará a oitava posição,pois pangaré é isso mesmo,é tal e qual coca cola quente,só tem pressão.Há três anos, Ciro aparece nos mais variados programas de rádio e televisão, com uns jornalistas sempre favoráveis ao seu discurso breve e enfadonho,que fez o plano real,que na sua gestão como governador, não ficou um mês com deficit,sempre manteve a balança comercial superavitária e por aí vai reverberando mentiras,mesmo assim não sai dos 3%.

Responder

    JC

    17 de julho de 2018 às 23h20

    Há 3 anos ele criticou a escolha do Joaquim Levi pra Fazenda. Também disse que Eduardo Cunha seria uma tragédia. Que Dilma não interaria o mandato. Que FHC costeava o alambrado do golpe. Que Temer era o vice mais saidinho que ele já viu e que era um sujeito muito menor pro tamanho do cargo. Que Dilma era uma mulher honrada a pesar de tudo. Que a instabilidade gerada pelo processo de impeachment seria desastrosa e sem precedentes. Que ela deveria terminar o mandato pelo bem do país. Que, acompanhando o que disse seu irmão, o congresso era um bando de achacadores.

    Você só filtrou aquilo que não evidenciava os acertos de todas as previsões que ele fez sobre os rumos que o Brasil estava tomando nesses mesmos 3 anos atrás.

    Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com