Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Comandante Ciro

As 3 mais recentes bizarrices cometidas por presidenciáveis

Por Pedro Breier

14 de agosto de 2018 : 00h54

Estamos em pleno golpe, Lula está preso sem provas, Bolsonaro arregimentou um número improvável de seguidores.

Os tempos são, sem sombra de dúvidas, sombrios. Mesmo assim, ou justamente por isso, é saudável darmos umas risadas de vez em quando. Nada melhor que a campanha eleitoral para tal fim, já que os momentos cômicos costumam surgir em profusão durante a sangrenta batalha por votos.

Pois nas últimas horas fomos agraciados com nada menos do que três sacadas geniais de postulantes ao cargo máximo da nação – todas involuntárias, obviamente. Ei-las:

1. Marina Silva, a mestra na arte de falar sem dizer nada:

Não encontrei esse tweet no perfil da Marina. Algum assessor deve ter se dado conta da estupidez dos caracteres acima e apagado, mas felizmente alguma boa alma tirou o print. Até o Estadão já tinha tirado uma casquinha. Lembro dela ter falado isso – ou algo muito parecido – no debate da Band. Marina lembra muito o candidato fictício Adolfo Borges, interpretado pelo Daniel Furlan. Reparem:

A seguir o candidato detalha as suas propostas:

 

Daria um belo vice na chapa da Marina, não?

2. João Amoêdo e seus meritocráticos R$ 425 milhões

Chega a ser engraçado – além de trágico – um cidadão que possui quase meio bilhão de reais fazer um comentário dando a entender que amealhar uma fortuna dessas seja algo possível para todos no maravilhoso sistema “meritocrático” capitalista. Bem disse o Paulo Candido, em seu Facebook: “No NOVO Mundo Encantado dos Banqueiros, basta estudo, trabalho honesto, dedicação e responsabilidade para juntar 400 milhões. Se você ainda não tem 400 milhões é porque não estudou, não se dedicou, é desonesto ou irresponsável. Depois reclamam quando a gente diz que banqueiro nem é gente”.

3. Cabo Daciolo jejuando e orando em um monte (com um tablet)

Este vídeo foi postado ontem pelo “servo do Deus vivo”. Ele foi para um monte orar e jejuar, armado apenas com um tablet e um celular velho. Daciolo explica: “Estou no monte, onde estou orando, jejuando. Essa guerra está no plano espiritual. (…) A estratégia que Deus nos deu é ficar no monte orando. Por que Daciolo? Porque vão tentar me matar. Eles querem me matar. Mas aqui não toca, só com a autorização divina”.

É lógico que o cidadão que acabou com a confidencialidade do plano ultra-secreto da URSAL seria ameaçado de morte. Oremos para que Daciolo escape dessa e possa estar presente no próximo debate.

 

 

Pedro Breier

Pedro Breier nasceu no Rio Grande do Sul e hoje vive em São Paulo. É formado em direito e escreve n'O Cafezinho desde 2016, sendo atualmente um dos editores do blog.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Pascoal Jacinto da Silva

14 de agosto de 2018 às 20h09

Pensei que uma das 3 fosse Ciro Gomes falar que é contra Fernando Haddad ir aos debates e responsabilizar o PT pela situação a que chegamos. O golpe foi dado pelo que o PT fez de bom.

Responder

    ari

    14 de agosto de 2018 às 20h20

    Apesar de nunca ter visto nada nesse cara a não ser um discurso bonito, ainda esperava que ele ajudasse o povo a ganhar as eleições. Infelizmente, depois das declarações de hoje na Carta Capital, desisto. Quem quiser que o compre

    Responder

      CezarR

      14 de agosto de 2018 às 23h51

      Eu esperava a mesma coisa do PT e do Lula, mas se apequenaram na cela em Curitiba, vergaram-se ao tamanhico do Judge Morow.

      Responder

    Arthur Vasconcelos

    14 de agosto de 2018 às 20h21

    Ue mas o candidato não é o Lula ?

    Responder

    Brasileiro da Silva

    14 de agosto de 2018 às 21h05

    Bizzarrice seria o Vice que não é vice ir em um debate de presidenciáveis.

    Responder

      Sergio Sete

      15 de agosto de 2018 às 09h11

      E levar a vice-vice como auxiliar….

      Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?