A audiência pública sobre a reforma tributária

Bolsonaro é recebido com protestos no Rio

Por Redação

06 de maio de 2019 : 10h09

Aos poucos, a população vai se organizando contra os desmandos do governo. Primeiramente, por pautas específicas, que afetam diretamente as famílias. Esta é sempre a primeira etapa. Em breve, terá início a segunda etapa, das lutas organizadas por pautas maiores. E aí começará, de fato, a derrocada do governo de Jair Bolsonaro.

Vídeo de manifestação contra Bolsonaro, nesta segunda-feira, no Rio de Janeiro.

Posted by O Cafezinho on Monday, May 6, 2019

***

No O Dia

Grupo protesta contra corte na Educação durante visita de Bolsonaro ao Colégio Militar

Presidente Jair Bolsonaro participa de solenidade que marca 130 anos do Colégio Militar, na Tijuca, nesta segunda-feira. Enquanto elogiava instituição, do lado de fora ato conta com alunos, pais e professores de instituições federais afetadas por cortes na Educação

Por RAFAEL NASCIMENTO

Publicado às 09h26 de 06/05/2019 – Atualizado às 09h59 de 06/05/2019

Rio – Manifestantes protestam contra o corte de verbas de instituições federais durante a visita do presidente Jair Bolsonaro ao Colégio Militar na Tijuca, na Zona Norte do Rio, na manhã desta segunda-feira. O ato conta com alunos, pais e professores dos colégios Pedro II (CPII), Instituto Federal de Ciência e Tecnologia (IFRJ), Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (Cefet-RJ), Fundação Osório e o Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Cap-UFRJ).

O presidente participa de solenidade que marca 130 anos do Colégio Militar, na Tijuca. Além dele, estão presentes o governador do Rio, Wilson Witzel, e o prefeito da cidade, Marcelo Crivella. Mesmo com o som alto do evento no colégio, é possível ouvir os manifestantes que protestavam contra Bolsonaro em frente ao Colégio Pedro II, na calçada oposta ao da unidade escolar militar. O protesto critica o corte de 30% da verba das universidades e institutos federais, anunciado na semana passada pelo Ministério da Educação (MEC).

Grupo protesta em frente ao Colégio Militar, onde Bolsonaro participa de cerimônia de 130 anos da instituição. Manifestação é contra o corte de verbas em instituições federais – WhatsApp O DIA (98762-8248)
Na cerimônia, Bolsonaro chegou a levantar uma criança, quando apareceu a cicatriz provocada pela facada e intervenções cirúrgicas que realizou após o atentado.O presidente depositou flores no túmulo do fundador do Colégio Militar, Tomás Coelho.

Enquanto o protesto critica o corte de verbas das instituições federais, que já enfrentam problemas e podem parar, Bolsonaro elogiava o Colégio Militar.

“Os colégios Militares são exemplo de ensino e excelência para a educação brasileira. Queremos mais crianças e jovens estudando nesses bancos escolares. Respeito, disciplina e amor à pátria são fundamentos importantes desses colégios. As escolas militares honram todos os brasileiros, destacando-se nas avaliações de educação básica., algumas liderando o ranking nos estados”, falou. O presidente também disse que pretende implantar um Colégio Militar em cada capital do país e que será construída no Campo de Marte, em São Paulo, ” o maior Colégio Militar do Brasil.”

“Precisamos promover uma educação que prepare nossos jovens para desafios da quarta revolução industrial. Queremos que nosso país ocupe o lugar que merece no mundo, é o que desejo para todos vocês. Dessa forma mudaremos o destino do Brasil. Nós confiamos em vocês, o Brasil confia em vocês”, encerrou, citando também seu slogan durante a campanha.

De acordo com o Centro de Operações Rio (COR), a Rua São Francisco Xavier tem uma faixa interditada em frente ao Colégio Militar. Com o bloqueio, há grandes retenções na Rua São Francisco Xavier desde a Marechal Rondon; na Rua Barão de Mesquita; e na Rua General Canabarro e na Avenida Maracanã.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

52 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

saulo

07 de maio de 2019 às 15h19

Lucio, As vezes fico sem palavras para comenta, referente a esse momento atual, pois nota-se que as pessoas estão demorando bastante, para perceber o que realmennte está acontecendo, graças a uma mídia calhorda qual afirma que a dez anos atras. O Brasil era o iniferno na terra, mas a corrupção continua aí, através de uma família rachid-miliciana, na perda de direitos, crescimento da miséria e do desemprego, mas acredito que o povo ainda vai acordar, por enquanto as lutas estão baseadas no mundo das idéias, sejam elas falsas ou verdadeiras, mas a verdade sempre predomina, logo aparecera alguém para desvirtuar tudo que falei, porém, “a luta continua”.

Responder

    lucio

    08 de maio de 2019 às 07h11

    saulo,
    dentro do brasil só tem uma pequena categoria para a qual as politicas bolsolixo sao convenientes: os latifundiarios-exportadores. TODOS os outros que o apoiam sao otario masoquistas que nao entendem absolutamente nada e se dividem em:
    – gente historicamente nazista-classista ideologicamente (aqueles que comentam aqui, deveriam ter sido exterminados no fim da ditadura, como foi feito na italia e alemanha depois da 2gm, só assim o nazismo nao volta nunca mais)
    – empresarios ignorantes que nao entendem que o pepino vai no cu deles tambem
    – ridiculos pobres que procuram só tirar onda se identificando com o vencedor do momento
    a luta precisa ir ás ruas, imediatamente, constantemente, pesadamente

    Responder

      Paulo

      08 de maio de 2019 às 22h14

      Só os “latifundiários exportadores”? Ué, mas o Capitão não brigou com a China e com os países árabes?

      Responder

saulo

07 de maio de 2019 às 10h16

Analizando a maneira como o gaverno dirige o país, logo surgirão protestos maiores em todo Brasil. Afinal de contas com uma agenda conservadora dessa, que só serve para a elite, infelizmente mal do fascimo é esse “não é o que não pode ser que não é o que não pode ser que não é ” pobre de direita, quando começar a doer mesmo no bolso, aí a idéia muda.

Responder

    lucio

    07 de maio de 2019 às 12h19

    saulo,
    acontecesse um corte desse tamanho na educaçao na europa, milhoes de pessoas nas ruas já teriam destruido tudo, o governo já caido e o seu chefe preso com acusaçoes que dao prisao perpetua. isso seria democracia.

    Responder

Fernanda da Silva Carvalho

06 de maio de 2019 às 19h51

Toda a minha solidariedade aos q ainda têm estômago e paciência pra responder laranjinha. Aff!!!
Lindo de ver os estudantes indo pra rua exercer sua cidadania e defender seus direitos!
Espero q a balbúrdia, essa sim, de atacar a Educação covardemente pague o seu preço e isso enfraqueça esse governo cruel e traidor do próprio povo q o elegeu (me inclui fora dessa!). Esses são algozes e vítimas, q com seu egoísmo e ignorância sofrerão junto com o mesmo povo do qual se julga superior. A não ser q alguém aqui seja um milionário q não precisa sonhar com uma aposentadoria decente ou uma universidade pública para seus filhos e netos, sim vc tb será prejudicado, sabidão!
Prefiro dar atenção aos q conseguem enxergar o óbvio! Aos demais, vergonha alheia por tomarem no c* agradecendo. De repente tem a mesma fixação do seu ídolo…
Ops! Tb respondi… é difícil falar da obra sem dar atenção ao artista. Afinal, sem o voto dos raivosos, esses cortes nem teriam acontecido. Genial! O povo aplaudindo o ataque aos próprios direitos…

Responder

lucio

06 de maio de 2019 às 16h20

nao tenho mais palavras para definir estes merda de comentaristas nazistas desse blog. as medidas de bolsobosta vao atingir eles tambem pesadamente no bolso!
vcs animais bastardos falidos nao tem mulher, familia, filhos? preferem pagar escolas e faculdades particulares carissimas hein?
ou vcs tem a cabeça só para dividir as orelhas ou recebem grana de “alguem”.
vcs escolhem.

Responder

    Sergio Araujo

    06 de maio de 2019 às 18h32

    Acabou o dinheiro Gringo,

    ninguem vai mexer nos juros do tesouro direto, nem nas aposentadorias no exterior e o euro vai continuar acima de 4 $ um bom tempo…esquenta nào, vòce tà de boa.

    Responder

      lucio

      08 de maio de 2019 às 06h59

      7 bi da educaçao “acabou o dinheiro”… 540 bi de divida empresarial com inss perdoada tem dinheiro, nao é seu “genio”?

      Responder

LUPE

06 de maio de 2019 às 14h52

Caros leitores

Só cai e sai
quando não estiver mais interessando
aos nossos superpoderosos
inimigos estrangeiros

Por enquanto,
ainda contam com ele
para continuar a entrega do patrimônio nacional
a preço de banana,
para fazer a Reforma (Destruição) da Previdência, etc..

Se for o caso de se tornar um incômodo,
desinteressar aos nossos suoerpoderosos inimigos
principalmente os estrangeiros ,

estes acionam a superpoderosa ferramenta que dominam e controlam,
a Grande Mídia
(e as redes sociais).

Aí fazem um troço tipo a Lava Jato que fizeram ,
e dão um ponta pé n………. dele.

Não precisa nem ser um Golpe fora da lei,
inconstitucional,

como fizeram com Dilma.

Motivos para um impeachment
legal , dentro da Constituição,

esta figura já deu .

Mais que suficientes…………….

Responder

Admar

06 de maio de 2019 às 12h38

Ha Luz no fim do Túnel! Estudantes se juntarão aos Caminhoneiros, Desempregados, Aposentados, Servidores Públicos, Concurseiros, PMs insatisfeitos com essa Reforma da Previdência, Pobres de Direita que descobriram terem sido enganados e haverão grandes manifestações contra o Desgoverno do Cabeça Oca. Não precisará da mobilização das Mídias e nem Centrais Sindicais, ia esquecendo dos Paneleiros e Coxinhas Arrependidos!!!

Responder

    degas

    06 de maio de 2019 às 13h48

    Sim, sim. E, finalmente, Bolsonaro sairá do governo.

    No final de 2022.

    Responder

      Jeferson

      06 de maio de 2019 às 15h26

      E se as viúvas do condenado ficarem de mimimi, ele só sai em 2026, para a entrada do Sérgio Moro “o verdadeiro herói do povo brasileiro “.

      Responder

        Pedro Vieira

        06 de maio de 2019 às 16h40

        Herói de merda para seus fieis admiradores!
        Esse tal de moro já estar na fila dos próximos a serem expulsos do atual desgoverno do abutre”

        Responder

          Justiceiro

          06 de maio de 2019 às 17h36

          E depois de Sérgio Moro virá Doria.

          KKKKKKKKKKKKKKKk

          Podem cortar o pulso ou fugir pra Venezuela.

          Admar

          07 de maio de 2019 às 11h35

          Ex-eleitores do Aébrio do Pó e agora Bolsominions, estão levando ferro e sentem prazer nisto! só Freud entende!????

          lucio

          07 de maio de 2019 às 12h11

          todo fascista odeia a sociedade porqué de criança foi estuprado analmente

Paulo

06 de maio de 2019 às 12h00

Quem derruba o governo é a economia. Se ela for bem, dão os parabéns; se ela for mal, chamam para o pau…

Responder

    Paulo

    06 de maio de 2019 às 12h05

    Só não se pode dar ao Governo Bolsonaro a muleta da não-Reforma da Previdência para ele se amparar, em caso de fracasso do seu neo-liberalismo verde-amarelo. Admito a Reforma, mas nem de longe essa que aí está. Tem que ser revista de A a Z!

    Responder

      Sergio Araujo

      06 de maio de 2019 às 12h11

      Atè hoje nào entendì…o que seria esse tal de neo-liberalismo…??

      Alguèm explica…

      Responder

        LUPE

        06 de maio de 2019 às 15h08

        Caro Sergio Araujo, “comentarista”

        Neo liberalismo
        é o que os teus patrões,
        que te pagam em dólares
        para você vir ao Cafezinho fazer “comentários”,

        fazem não só no Brasil,
        mas,
        MUNDO A FORA.

        Seguinte , eles dizem

        “Me “vende ” ,
        a preço de quase nada ,
        as tuas empresas estatais ,

        que a Mídia que eu controlo
        já disse nos jornais,
        já disse nas TVs ,
        já disse nas revistas do tipo Veja ,

        QUE estatais SÃO uma m…………
        só dão “cabides de emprego”, só fazem mal ao País, são um estorvo”

        Aí os traidores da Pátria
        (que nem você) ,

        os lesa Pátria que nem aquele presidente dos anos 90 ,
        e o outro presidente mais recente

        fazem CONTRATOS
        escabrosos
        e,
        em troca de dezenas de milhões de dólares,
        entregam tudo..

        Mas, dizem “eles”
        (e o povo, vendo a Mídia, acredita) >>>>>>>>>>>> A CULPA É DO PT ! ! ! !

        Responder

          Alan C

          06 de maio de 2019 às 16h08

          kkkkkk porra Serjolinha, podia ter passado sem essa heim, tomando presta atenção do Lupe!!!

          huauhauhauha

          Sérgio Araújo

          06 de maio de 2019 às 16h24

          Sou fã do Lupete, com o passar dos dias ele tá se afinando !! Rsrs

          A princípio não sou a favor das privatizações Lupete, nem dá Petrobras.

          Outro alguém com argumentos reais, (sem papagaiadas ideológicas) ?

          Pois me parece um termo estereotipado sem significado.

      Sergio Araujo

      06 de maio de 2019 às 12h21

      Por isso nào irà se reeleger (caso seja candidato), a economia jà era para os proximos 10 anos pelo menos.

      Fazer porcarias para ganhar a eleiçào e a gente ter que pagar os estragos para os proximos 30 anos atè eu faço, rapidinho.

      Torço para que nada façam, alèm do minimo indispensavèl pois quando os famosos “politicos preparados” inventam de fazer alguma coisa jà pode saber que vem merda.

      Responder

    NeoTupi

    06 de maio de 2019 às 12h48

    Isso vale para a economia doméstica, aquela onde o dinheiro aparece no bolso das pessoas. Em 1974, o Brasil estava crescendo 9%, havia crescido 14% no ano anterior, só que esse crescimento só produziu riqueza para uma parcela relativamente pequena da população. Resultado: a oposição (só havia MDB na época) fez barba, cabelo e bigode nas eleições parlamentares daquele ano.
    Com o rumo desse governo, parte com raposas tomando conta dos galinheiros, parte prejudicando as exportações por ideologia fundamentalista, não tem chance da renda da maioria das famílias melhorar até 2022, pelo contrário. O quadro está desenhado: desemprego e subemprego alto, salário mínimo menor, empregos precários com renda menor, confisco parcial de aposentadorias, falta de consumidores para empreender, custo de vida alto (gasolina a R$5, custo do diesel repassado para o frete que aumenta preços em geral, autorização de reajustes de planos de saúde maior que inflação, tarifaços, corte de subsídios, etc). O pior é que tem a Argentina ao lado provando que tudo isso não deu certo e aqui insiste em seguir a mesma trilha.
    Poucos vão ganhar muito, a classe média tradicional vai lutar para sobreviver em condições de arrocho (é a maior fonte de renda dos muitos ricos e maior pagadora de impostos, pois quando os muito ricos conseguem impor-se nos governos, empurram a conta para a classe média pagar, já que o sacrifício imposto à classe pobre se esgota rapidamente porque quase não dinheiro para tirar dela); muita classe média baixa vai cair para a pobreza, e pobres vão comer o pão que o diabo amassou.
    Os comunistas clássicos deveriam soltar foguetes com esse governo, pois cria todas as condições necessárias para a revolução proletária.

    Responder

      Paulo

      06 de maio de 2019 às 22h19

      1) “Em 1974, o Brasil estava crescendo 9%, havia crescido 14% no ano anterior, só que esse crescimento só produziu riqueza para uma parcela relativamente pequena da população. Resultado: a oposição (só havia MDB na época) fez barba, cabelo e bigode nas eleições parlamentares daquele ano”.

      É um caso curioso: naquela época de “esperar o bolo crescer para então poder distribuí-lo”, como dizia o então guru econômico Delfin Netto, Ministro da ditadura e hoje queridinho das esquerdas (especialmente do lulismo), tínhamos crescimento econômico, mas não tínhamos liberdades democráticas. Hoje, temos essas liberdades, mas não temos crescimento.

      2) “Poucos vão ganhar muito, a classe média tradicional vai lutar para sobreviver em condições de arrocho (é a maior fonte de renda dos muitos ricos e maior pagadora de impostos, pois quando os muito ricos conseguem impor-se nos governos, empurram a conta para a classe média pagar, já que o sacrifício imposto à classe pobre se esgota rapidamente porque quase não dinheiro para tirar dela); muita classe média baixa vai cair para a pobreza, e pobres vão comer o pão que o diabo amassou”.

      Esse é um dado que não compreendo na equação política da direita atual, confesso. A classe média sempre foi vista, estrategicamente, como anteparo entre os miseráveis e os ricos. Aquela parcela de cidadãos potencialmente conservadora e usual fornecedora de ideólogos da direita, cuja existência seria fundamental para dar uma ilusão de ascensão social aos formadores de opinião, e, assim, cooptá-los para as bandas do conservadorismo. Agora, parece que foi abandonada. Não sei qual é o plano, mas espero que haja um! Ou só sobrarão ricos e pobres (muitos, miseráveis)…

      Responder

        Sérgio Araújo

        07 de maio de 2019 às 07h20

        Já é assim,

        a classe média não existe.

        Responder

          Paulo

          07 de maio de 2019 às 21h52

          Existe, sim! Já disseram por aqui que quem ganha mais de 4 salários (ou até menos, não me lembro) seria de classe média…

Olavo

06 de maio de 2019 às 11h01

Povo??? Com bandeirinha vermelha??? Sei… O povo de verdade está com o capitão, apoiando as medidas que combatem a corrupção, roubos e o gasto desenfreado. Bando de desocupados em plena segunda-feira de manhã, já fazendo balbúrdia e tumulto, por conta do fim de regalias e desperdício do dinheiro público nas Universidades Federais.

Responder

    Pedro Vieira

    06 de maio de 2019 às 11h12

    E você estar trabalhando?
    Se tivesse não teria tempo para falar besteiras!
    Deve ser mais um alienado da globo!
    Sem comentários!

    Responder

      Olavo

      06 de maio de 2019 às 11h45

      Diferente de vc militonto, eu trabalho sim e muito. Nunca precisei de esmolas do estado, e nem pixulecos de políticos corruptos. Globo??? É só isto que vc tem pra falar, Melhore os seus argumentos, tá fraco, peça ajyda aos outros robôs. Proximo!!!

      Responder

    Alan C

    06 de maio de 2019 às 11h21

    Quais medidas mesmo??

    Responder

      Olavo

      06 de maio de 2019 às 11h48

      Reformas da previdência, tributária e combate ao crime. Isto se a bancada da chupeta parar de fazer balbúrdia e gracinha nas comissões.

      Responder

        Jose

        06 de maio de 2019 às 12h01

        Bozominium, nem todo mundo esta de joelhos chupando laranja Queiroz como você. Alem disso, pobres de direita como voce tem o cool nas maos do bozonarismo e voce como todos chupadores de laranja irao pagar com perda de seus direitos humanos.

        Responder

          Olavo

          06 de maio de 2019 às 12h37

          Vc só tem isto pra falar? Que falta de argumentos… Mas esperar o que de um simples gado de manobra.

        Alan C

        06 de maio de 2019 às 12h10

        Reforma da previdência é uma cópia mal feita da proposta do #ForaTemer, a do crime é um cópia e cola de várias propostas que já existem, a tributária sequer existe.

        Pergunto de novo: QUAIS MEDIDAS????

        Pra gerra emprego, por exemplo, tem??

        Responder

          Sergio Araujo

          06 de maio de 2019 às 12h23

          A sua qual seria Alanzinho ?

          Alan C

          06 de maio de 2019 às 13h05

          Tb quero saber

          Olavo

          06 de maio de 2019 às 12h34

          Difícil tentar o diálogo com vcs da esquerda. O pior cego é aquele que vê mas não consegue enxergar. Segue sua vida de gado, se faz bem que mal tem né…

          Alan C

          06 de maio de 2019 às 13h06

          Não sabe…

    lucio

    06 de maio de 2019 às 16h07

    vai comprar fralda geriatrica á espera da sua dipartida, fdp

    Responder

Sergio Araujo

06 de maio de 2019 às 11h00

Quem està explorando politicamente esse moleques que nào sabem nem o porque estào aì ?

Responder

    Alan C

    06 de maio de 2019 às 12h12

    O bozo!

    Responder

      Sergio Araujo

      06 de maio de 2019 às 12h35

      “çei…”

      Responder

    lucio

    06 de maio de 2019 às 16h10

    30% de corte, estendido para a educaçao toda… vc tem filho em escola, seu imbecil criminoso???

    Responder

      Sérgio Araújo

      06 de maio de 2019 às 16h28

      Não,

      os meus sabem ler e escrever.

      Responder

Ivan

06 de maio de 2019 às 10h48

De certa forma a população já estava “organizada”, só não o fez da maneira correta, haja visto que mais de 40 milhões de eleitores não compareceram ao segundo turno, se mantendo neutras frente a falta de boas opções naquele momento.

Responder

    JESSE OLIVEIRA GUIMARAES

    06 de maio de 2019 às 11h34

    Este foi o grande problema, quase diria crime. Aqueles que se omitiram, permitiram que um despreparado tomasse conta do do poder, em grande parte por anti petismo.

    Responder

Pedro Vieira

06 de maio de 2019 às 10h38

Sou literalmente a favor da manifestação, porém tenho certeza absoluta que entres os manifestantes vários deles o colocaram como presidente do Brasil e hoje devem tá lamentando suas escolhas!
Independentemente favorável a todas e quaisquer manifestações contra este abutre, alias tenho dó do pobre animal por o compará-lo a esta espécie, tão suja em figura humana!
Que sirva de exemplo de vida para as próximas eleições, deixamos de eleger um grande educador para eleger um abutre em figura humana.

Responder

    Julio

    06 de maio de 2019 às 11h28

    Os alunos do CPII que votam, na sua grande maioria, não desperdiçariam elegendo um traste como o Bolsonaro. Falo isso como ex aluno, que sabe que o colégio é plural, possuindo gente de classe média alta, pobre, negro, branco, gays e héteros convivendo em harmonia.

    Responder

      Pedro Vieira

      06 de maio de 2019 às 11h34

      Parabéns pelas orientações familiares e escolares!

      Responder

degas

06 de maio de 2019 às 10h38

“Aos poucos, a população vai se organizando contra os desmandos do governo.”

Parece que é bem aos poucos mesmo.
E essa população é uma que está sempre uniformizada, com bandeirinha vermelha …

Responder

Deixe uma resposta