Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Reuters

1º PIB sob Bolsonaro registra forte queda

Por Redação

30 de maio de 2019 : 10h20

Este é o primeiro PIB sob o governo de Jair Bolsonaro, e retrata uma situação desastrosa.

O PIB do primeiro trimestre do ano caiu 0,2%.

O desastre de Brumadinho foi uma das causas, mas não só isso. Houve queda na indústria, no agronegócio e nos investimentos.

O governo, até o momento, não ofereceu um projeto para a retomada da economia brasileira, incluindo um plano seguro e sustentável para nossa indústria de extração de minério.

No site do IBGE

PIB tem resultado negativo de 0,2% no 1º trimestre de 2019

Editoria: Estatísticas Econômicas

30/05/2019 09h00 | Atualizado em 30/05/2019 09h00

No primeiro trimestre de 2019, o Produto Interno Bruto (PIB) recuou (-0,2%) em relação ao quarto trimestre de 2018, na série com ajuste sazonal. (…)

Ainda no primeiro trimestre de 2019, a taxa de investimento foi de 15,5% do PIB, acima da observado no mesmo período de 2018 (15,2%).

PIB recua 0,2% em relação ao trimestre imediatamente anterior

No primeiro trimestre de 2019 o PIB recuou 0,2% em relação ao quarto trimestre de 2018, na série com ajuste sazonal. Foi o primeiro resultado negativo nessa comparação desde o quarto trimestre de 2016 (-0,6%). A Agropecuária (-0,5%) e a Indústria (-0,7%) recuaram, enquanto os Serviços subiram 0,2%.

Nas atividades industriais, a queda foi puxada pelas Indústrias Extrativas (-6,3%), Construção (-2,0%) e Indústrias de Transformação (-0,5%). Já a atividade de Eletricidade e gás, água, esgoto, atividades de gestão de resíduos cresceu 1,4%.

Nos Serviços, os resultados positivos vieram de Outros serviços (0,4%), Intermediação financeira e seguros (0,4%), Administração, saúde e educação pública (0,3%), Informação e comunicação (0,3%) e Atividades imobiliárias (0,2%). Já as quedas foram em Transporte, armazenagem e correio (-0,6%) e Comércio (-0,1%).

Pela ótica da despesa, a Formação Bruta de Capital Fixo (-1,7%), enquanto o Consumo do Governo (0,4%) e o Consumo das Famílias (0,3%) tiveram taxas positivas.

No setor externo, as Exportações de Bens e Serviços caíram (-1,9%), enquanto as Importações de Bens e Serviços cresceram 0,5% em relação ao trimestre anterior.

(…)

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Tchutchuca do bozo

30 de maio de 2019 às 20h04

A cara do Trump diz tudo

“Mas que mula”

Responder

Paulo

30 de maio de 2019 às 20h04

0,2% é uma “forte queda”? Não que seja desejável…

Responder

Ioiô de Iaiá

30 de maio de 2019 às 10h27

Só falta o fascistone protestar contra o governo dele mesmo dizendo: “E o governo não toma uma providência”…

Responder

Gilmar Tranquilão

30 de maio de 2019 às 10h24

a culpa deve ser do lula, do ciro, da marina, do fhc, do sarney, do itamar kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

sapoha parece q nem tem governo, tá vago, quem chegar primeiro pega kkkkkkkkkk

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?