Lançamento do livro “Lawfare: uma introdução”, com Lula

O anti-Bolsonaro: com áudio vazado, Bolsonaro transforma Flávio Dino em seu principal adversário para 2022

Por Theo Rodrigues

21 de julho de 2019 : 11h21


“O pior é esse do Maranhão. Não tem que ter nada com esse cara”. Com esse áudio de uma conversa com o ministro Onyx Lorenzoni, vazado na sexta-feira, o presidente Jair Bolsonaro transformou o governador do Maranhão, Flávio Dino, em seu principal adversário na corrida presidencial para 2022.

Comunista e católico filiado ao PCdoB, Dino é conhecido por ter sido o político que acabou com a dinastia de 50 anos da família Sarney no Maranhão. Liderando a oposição no estado, foi eleito governador em 2014 e reeleito em 2018. Agora, o mais provável é que Dino busque voos mais altos como a disputa presidencial de 2022.

Em recente entrevista, Dino avaliou assim essa possibilidade de ser candidato presidencial:

“Em havendo algum tipo de articulação nacional, no campo da esquerda, no campo popular democrático, isso resulta numa convergência ampla em torno de determinados nomes que consigam de um modo unificado representar o nosso pensamento. E, se eu tiver a possibilidade de ser um desses nomes, é claro que poderei desempenhar esta tarefa”.

Hoje, em seu Twitter, o governador do Maranhão postou a seguinte mensagem em resposta ao áudio de Bolsonaro:

“Sul, Sudeste, Nordeste, Norte, Centro-Oeste. Não somos rivais. Sei que a imensa maioria da nossa Nação quer união, justiça social e paz. Não podemos aceitar a imposição de ódios, preconceitos, agressões. O Brasil é de todos nós”.

Com esse tweet, Dino reforçou a narrativa que está construindo para 2022: a de que o Brasil precisa de uma grande união e não de alguém que fomente polarização, divisão, intolerância e ódio.

Dino vem se destacando como o governador com os melhores resultados no país. De acordo com o site G1, da Globo, em 2017 Dino estava em primeiro lugar no ranking de governadores que cumpriram suas promessas de campanha. Já o Congresso em Foco, site especializado na política brasileira, realizou em junho de 2019 pesquisa com as principais lideranças do parlamento. Nessa pesquisa, Dino apareceu em primeiro lugar no ranking dos melhores governadores do país na opinião dos parlamentares.

Esse talento é reconhecido por políticos de diferentes partidos. “Flávio Dino é um dos melhores quadros do Brasil”, disse Ciro Gomes, do PDT, em seu Twitter. Já Gleisi Hoffmann, presidente do PT, ironiou a declaração de Bolsonaro: “Dizer que Flávio Dino é o pior governador não é exatamente ruim, afinal, o parâmetro da gestão de Bolsonaro é a elite. Já Dino, os que mais precisam”.

Os resultados de seu governo, de fato, são expressivos. Apesar do Maranhão não ser exatamente um dos estados mais ricos, Dino paga o mais alto salário de professor do país. “Comungo da ideia de que a Educação é a única forma de enfrentarmos o maior problema do Brasil, que é a desigualdade: poucos com muito e muitos com quase nada”, diz o governador.

Defensor de um projeto político baseado em um programa de desenvolvimento nacional capaz de fazer a economia crescer e gerar empregos, Flávio Dino surge como o anti-Bolsonaro por excelência. Resta apenas saber se os demais partidos de seu campo político (PT, PDT, PSB, REDE e PSOL) estão dispostos a apoiar essa união nacional em torno de seu nome contra Bolsonaro em 2022.

Theófilo Rodrigues é cientista político.

Theo Rodrigues

Theo Rodrigues é sociólogo e cientista político.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

39 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Marcel

31 de agosto de 2019 às 02h06

Poderia ser um excelente nome para vice numa chapa com o Ciro em 2022.

Responder

maria do carmo

22 de julho de 2019 às 21h33

Estou aguardando moderacao de meu comentario.

Responder

Rick

22 de julho de 2019 às 16h20

Flávio Dino é um ótimo nome pra 2022! Deve se apenas trabalhar mais a sua imagem para o resto do país, especialmente pelos seus excelentes feitos pelo estado do Maranhão. Não só derrotou a ditadura dos Sarneys como também fora reeleito! É sinal que a gestão dele está rendendo ótimos frutos. Quero vê-lo derrotando esse boquirroto fascista miliciano inútil baba ovo do império americano em 2022, que até agora não está fazendo nada a não ser jogando o Brasil ladeira abaixo, correndo o risco de ser pior do que a Argentina ou até mesmo a “comunista” Venezuela!

Responder

Olavo

22 de julho de 2019 às 12h53

Outro poste?? Flávio Dino? Maranhão? Kkkķkkkķ acho que o Boboulos tem mais votos que o poste balofo…

Responder

Admar

22 de julho de 2019 às 11h44

Bolsominions membros da seita “QI de Minhoca” veem seu líder o Cabeça Oca despencando nas pesquisas e sabem que Bozonalro sempre foi um Blefe da extrema direita(generais frustrados) são quem dão as cartas por baixo do tapete cheio de sujeiras e podridão!!!

Responder

Luiz Felipe

22 de julho de 2019 às 10h16

Ah…
Pelo amor de Deus!!!
Flávio Dino concorrendo com chances a presidência??
De onde surgiu essa bobagem?

Responder

degas

22 de julho de 2019 às 10h14

Não sei quem tem mais chance, o playboy invasor do MTST ou o boquirroto balofo do Maranhão.

Chance de perder para o Cabo Daciolo, quero dizer.

Responder

Jarbas

22 de julho de 2019 às 05h20

Vamos fazer o Brasil virar um Maranhao, Dino 2022

Responder

Paulo

21 de julho de 2019 às 23h22

Caramba! Nego tem comentário aprovado em 3 minutos e eu espero 48 horas? Se é que serão aprovados…

Responder

Paulo Juaci de Almeida Brito

21 de julho de 2019 às 23h13

Sonhar não tira pedaço!…Fico aqui imaginando Flávio Dino para Presidente do Brasil e o PT, talvez o próprio Lula, para Vice!…Seria uma chapa imbatível!…

Responder

Vladimir

21 de julho de 2019 às 22h53

Flavio Dino derrotou o clã Sarney no Maranhão. Foi reeleito. Quanto ao incompetente e trapalhão Bolsonaro, nem precisa oposição. Ele mesmo está se destruindo. Economia zero e muita bobagem.

Responder

    Renato

    21 de julho de 2019 às 23h09

    Grandes m.er.d.a . No Rio , Sérgio Cabral foi eleito ; reeleito e ainda elegeu o sucessor . Quanto à economia zero; vai demorar para limpar as cagadas que o Pete deixou. Foram dezesseis anos de cagada. Em duzentos dias nao dá pra limpar !

    Responder

Marcio

21 de julho de 2019 às 20h31

O quadrilhào vermelho vive da exploraçào da miserai do NE…sabemos muito bem onde e como arranjam votos por là.

Responder

carlos

21 de julho de 2019 às 19h52

Pelo menos o povo analfabeto do sul maravilha não vão dizer que ele é analfabeto, pois se trata de um cara com curso de doutorado em direito, primeiro lugar no concurso do MPF, e abandonou a carreira e optou por seguir a carreira política, pelo lado cultural temos um candidato culto contra um semi analfabeto, que não conhece o nordeste e acha que o Maranhão é Paraíba, a região e composta de 9 estados, prá ver se ele aprende, ceara, Piauí, rio grande do norte, Paraíba, Maranhão, Pernambuco, Alagoas, Bahia e Sergipe

Responder

Justiceiro

21 de julho de 2019 às 19h16

“Esse talento é reconhecido por políticos de diferentes partidos(…)”

*************************

Ai o cara dá como exemplo Gleisi e Ciro Gomes.

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Responder

    Marcio

    21 de julho de 2019 às 19h27

    Sò porque nào perguntaram pro Boulos !! Kkkk

    Responder

Justiceiro

21 de julho de 2019 às 19h13

KKKKKKKKKKKKKKKKK

Vai sonhando, paraíba. Vai sonhando até que o calango, lá da cadeia, faz o mesmo que fez com a Manuela.

Imagine o Brasil votando num bosta desses lá do Maranhão. Já bastou o Sarney,

Responder

Carlos Marighella

21 de julho de 2019 às 16h31

Excelente opção, fala inglês, é letrado e sabe mais do que fritar hamburger.

Responder

    Rentao

    21 de julho de 2019 às 18h52

    Fala inglés?? Gala inglês igual a Lula ou Dima ??

    Responder

      Gilmar Tranquilão

      21 de julho de 2019 às 19h25

      mas será que lula ou dilma fritam hamburger??? kkkkkkkkkkkkkkkkk

      Responder

        Marcio

        21 de julho de 2019 às 19h28

        Sem duvida alguma nào sào capazes….as dotes deles sào outras.

        Responder

          Gilmar Tranquilão

          22 de julho de 2019 às 10h52

          embaixador que frita ovo kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        Renato

        21 de julho de 2019 às 22h29

        Lula ; pra variar; roubou os hamburgers e Dilma deixou queimar ! kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        Responder

Marcelo A

21 de julho de 2019 às 16h30

Me desculpem, mas acho LOUCURA lançar Flávio Dino em 2022.

Não porque ele não tenha condições ou não seja um excelente quadro, mas porque acho de um devaneio utópico sem tamanho.

Para começar, Dino é de um estado muito pequeno do Nordeste, o Maranhão, o que o torna uma figura pouco conhecida e expressiva na política nacional.

Além disto,em tempos de polarização e de políticos se elegendo com o discurso “anti-comunista”, nós vamos ter a coragem de lançar um candidato do PCdoB? É sério isso? Será que não enxergam que isso dará toda a munição do mundo para a direita, para os robôs e para estes movimentos neo-fascistas usarem desse argumento, de que Dino é comunista, etc etc etc. Sendo que o povo sequer sabe o que de fato ser comunista significa.

Precisamos de um nome mais próximo do centro e da centro-esquerda, desvinculado do PT, branco, homem, preferencialmente do sudeste ou com um vice do sudeste e do setor produtivo/financeiro. É isso aí, se quisermos ganhar eleições de novo.

Responder

Onofre Junqueira

21 de julho de 2019 às 15h30

Da qui a uma semana Dino voltará para o ostracismo do qual Bolsonaro o tirou !

Responder

Felipe

21 de julho de 2019 às 14h55

Mas tem que tomar cuidado para não cair na armadilha de ficar preso dentro da “bolha” igual a oposição está fazendo. Isso porque no jogo da polarização, o Bozo já mostrou que sai ganhando. Sua maquina de fake news pode muito bem usar o antipetismo pra colar algum “ista” no Governador. Isso fora o PIG que dificilmente engoliria ele na presidência. O ideal é que se pense naquela parte da população que reprova o governo do Bozo, mas que não aceitaria um “petista” novamente no poder. O trabalho precisa ser bem direcionado.

Responder

Marcio

21 de julho de 2019 às 14h49

Lambe sal de bandidos é bandido.

Partido Comunista em 2019…isso diz tudo sobre o atraso decenal Brasil.

O tempo e a seleção natural estão livrando o mundo dessa desgraça é só ter paciência.

Responder

    Zenildo

    21 de julho de 2019 às 22h57

    Ué, na China o Partido Comunista tem 80 milhões de membros e está no poder no país que mais se desenvolve no mundo

    Responder

      Lupe

      22 de julho de 2019 às 05h17

      Nao esqueca de mencionar que o partido comunista chines manda matar qquer um que queira protestar contra, puro fascismo la. Nao esqueca tambem dos milhoes que morreram de fome antes do governo la finalmente perceber que mercado aber e capitalismo é o caminho. de comunista eles só tem o fascimo e a ditadura na china, de resto é tudo capitalismo.

      Responder

      Marcio

      22 de julho de 2019 às 07h07

      Vai lá, tá perdendo tempo aqui.

      Responder

Alan C

21 de julho de 2019 às 13h03

Calma, falar em 2022 em 2019 é só um devaneio. Muita coisa pra acontecer ainda.

Responder

Valdeci Elias

21 de julho de 2019 às 13h02

O Golpe vai ser vencido, por uma eleição em 2022.

Responder

Herbert

21 de julho de 2019 às 12h55

Seria um bom candidato. Flávio Dino é um homem inteligente e foi juiz federal por doze anos e vem se destacando como um grande político. Agora, como bem disse você, resta saber se os outros partidos de oposição,entre eles o PT, estarão dispostos a apoiá-lo. Vamos aguardar.

Responder

Admar

21 de julho de 2019 às 12h50

O Governo dele no Maranhão com resultados positivos são grandes credenciais!!!

Responder

    Rentao

    21 de julho de 2019 às 15h19

    Que resultados positivos?? O Maranhao comtinua miserável.

    Responder

      adriana

      21 de julho de 2019 às 23h01

      Temos vários estados completamente falidos no país. A economia no país está péssima sem solução à vista, governo federal uma piada. Pelo menos no Maranhão, com todas as dificuldades, o governo está fazendo alguma coisa de positivo. Tanto é que Flavio Dino conseguiu a reeleição, vencendo os grandes grupos econômicos que apoiaram José Sarney.

      Responder

        Renato

        22 de julho de 2019 às 10h51

        É mesmo ; militonta? No Rio de Janeiro Sérgio Cabral foi eleito ; reeleito e ainda elegeu o sucessor e isso quer dizer muita coisa ; vide a situaçao do estado. E Maranhão continua uma miséria !

        Responder

      Rick

      22 de julho de 2019 às 16h12

      Essa miséria é a herança de meio século de cagadas do clã Sarney, e vc acha que um governador vai resolver isso num passe de mágica em apenas um mandato e meio? Com Flávio Dino o MA teve muitos avanços mas a merda que os Sarneys fizeram é muito grande! Acorda pra realidade!

      Responder

      Rick

      22 de julho de 2019 às 16h27

      Saiba que essa miséria é herança de meio século da ditadura dos Sarneys! E fique sabendo também que Flávio Dino é governador, não mágico!

      Responder

Deixe uma resposta