Fórum Reforma Tributária BandNews

Crédito: Facebook Ciro Gomes

Duda Salabert e Ciro em BH

Por Redação

18 de setembro de 2019 : 18h34

A professora Duda Salabert participou de um debate com Ciro Gomes na Câmara Municipal de Belo Horizonte. No evento, Salabert filiou-se oficialmente ao PDT.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Netho

18 de setembro de 2019 às 19h42

Seria conveniente e oportuno cuidar das filiações partidárias para não ter de incensar e depois eructar as falanges e quintas-colunas financiados por Jorge Paulo Lemann.
Junto com mais 5 brasileiros, Lemann e seus companheiros bilionários dispõem de uma renda concentrada equivalente à metade da população brasileira, segundo a Oxfam, o INESC, o IJF e o livro intitulado A SOCIEDADE JUSTA E SEUS INIMIGOS.
A deputada Tabata Amaral apoiou e votou a favor da Previdência do Posto Ipiranga, porém não deu um pio a favor da regulamentação do IMPOSTO SOBRE GRANDES FORTUNAS, que se encontra capitulado no artigo 153, inciso VII, mas não regulamentado desde sua inclusão na Carta de 88 há 31 anos atrás.
A arrecadação do IGF – IMPOSTO SOBRE GRANDES FORTUNAS seria igual à arrecadação da CPMF.
A grande e crucial diferença é que apenas incidiria sobre os MILIONÁRIOS E BILIONÁRIOS.
Para se ter uma ideia básica e elementar, caso apenas aqueles brasileiros e brasileiras que possuíssem mais de R$ 5.000.000,00 fossem tributados pelo IGF, a arrecadação equivaleria ao valor que está sendo arrancado a fórceps das aposentadorias e pensões de todos os beneficiários do Regime Geral da Previdência Social.

Responder

Marcos Videira

18 de setembro de 2019 às 19h35

Penso que Ciro está absolutamente correto em reunir e ampliar a participação popular na Política.
Nós precisamos acreditar em algo que supere esse horror que nos retrocede no processo civilizatório.
Acredito que o Projeto Nacional de Desenvolvimento defendido por Ciro é a alternativa Política que nós estamos procurando.

Responder

Deixe uma resposta