Fórum Reforma Tributária BandNews

Lula recebe título de Cidadão de Paris

Por Redação

04 de outubro de 2019 : 18h55

Iniciativa foi da prefeita da capital francesa, que destaca compromisso de ex-presidente com a redução das desigualdades no Brasil.

Publicado por Redação RBA
03/10/2019 16:57

São Paulo – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi agraciado com o título de Cidadão de Honra da cidade de Paris. A votação ocorreu na tarde desta quinta-feira (3). O Conseil de Paris, espécie de Câmara dos Vereadores da capital francesa, afirma que a luta de Lula pelos direitos humanos, a justiça social, a proteção do meio ambiente, são “valores guardados pela cidade de Paris e que colocaram o político em perigo pelo seu engajamento”.

E considera que, diante do que ocorre com o ex-presidente “todos os defensores da democracia no Brasil são atacados”. Assim, “pela luta constante da cidade de Paris pelos direitos humanos, expressa seu desejo em conceder a homenagem”.

“Trata de uma honraria muito importante, só atribuída 17 vezes desde sua instauração em 2001, a personalidades presas ou em perigo por suas opiniões políticas”, afirma a historiadora francesa Maud Chirio. O ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, a médica indiana Taslima Nasreen e a advogada iraniana Shirin Ebadi são algumas das personalidades que obtiveram a proteção da cidade de Paris e o reconhecimento como perseguidos políticos que não se beneficiaram de um processo justo. “É um símbolo forte para a democracia no Brasil”, define Maud.

O líder indígena da região do Xingu, Cacique Raoni, é o único outro brasileiro já premiado com essa homenagem, em 2011. Raoni foi atacado pelo presidente Jair Bolsonaro em seu discurso na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em setembro.

Política proativa

A iniciativa foi da prefeita de Paris, a socialista Anne Hidalgo, que em comunicado ressaltou o compromisso de Lula com a redução das desigualdades sociais e econômicas no Brasil permitiu que quase 30 milhões de brasileiros saíssem da extrema pobreza e acessassem direitos e serviços essenciais. “Lula se destacou por uma política proativa de combate às discriminações raciais especialmente marcadas no Brasil”, acrescentou a prefeita, dizendo que “por meio de seu compromisso político, todos os defensores da democracia no Brasil são atacados”.

“O Comitê dos Direitos Humanos da ONU pediu às autoridades brasileiras que assegurassem os direitos civis e políticos de Lula, principalmente o de ser candidato. Mas ele teve esse direito negado, apesar de chefes de Estado europeus, de parlamentares franceses e de juristas internacionais denunciarem a inconsistência das provas apresentadas pela acusação”, diz o texto da prefeitura.

A agência de notícias AFP lembra que Lula, que completará 74 anos em 27 de outubro, governou o Brasil de 2003 a 2010 e cumpre condenação a oito anos e 10 meses de prisão desde abril de 2018. Condenado por uma investigação da Operação Lava Jato atualmente questionada, Lula continua reivindicando sua inocência.

O noticioso francês reforça que o ex-presidente de esquerda sempre afirmou ser vítima de uma conspiração política que tinha por objetivo impedi-lo de voltar ao poder quando era o favorito na eleição presidencial de outubro de 2018, que resultou na vitória do candidato de extrema-direita Jair Bolsonaro.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

12 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Gilmar Tranquilão

06 de outubro de 2019 às 20h11

Bolsominions comendo os cotovelos de raiva kkkkkk

Responder

LUPE

06 de outubro de 2019 às 13h52

Caros leitores

Eu fico admirado e pasmo
o Cafezinho permitir o bando
(ou é uma só pessoa?)
de “comentaristas”, dólares, instituto,
virem tentar ofuscar o óbvio:
Lula,
cidadão de Paris,
uma homenagem raríssima
de ser concedida,
faz por merecer.

Neste post
os “comentaristas”
colaboradores (de quem?):

– Martha Aulete
– Chauke etc
– Paulo,

entre outros…..

Responder

Ulisses

06 de outubro de 2019 às 10h27

Os amigos do Queiroz e caixa dois estão em polvorosa e dizendo que nunca mais vão a Paris.

Responder

João Ferreira Bastos

05 de outubro de 2019 às 11h31

Confirmado !!!

O dono do avião que traficou 39 kgs de cocaina, receberá o titulo de cidadão de Rio das Pedras

Responder

fabio maia

05 de outubro de 2019 às 10h39

Mas era p ter apoiado Ciro, acreditar em papai noel( eleições 2018) e deixado o preso pros leoes

Responder

    Redação

    05 de outubro de 2019 às 11h37

    O que uma coisa tem a ver com outra?

    Responder

Martha Aulete

05 de outubro de 2019 às 10h09

E no Brasil é o “nivelar por baixo” a educação, a arte e a cultura. Sobretudo durante os 13 anos dos governos populistas e Kitsch do PT.

Os Ministros petistas –sindicalistas — são, e foram, assim:
meio-analfa, meio-picareta, meio-charlatão, meio vigarista, meio barango, meio canalha, meio Kitsch, meio mentiroso, meio traíra, meio cafona, né?

Responder

    Ulisses

    06 de outubro de 2019 às 10h24

    Tenta também morder o cotovelo, assim desopila o fígado do rancor e da inveja. E vamos avançando para trás com bolsonaro e patetas. De volta ao século xvi

    Responder

      Maria do Rosário Roitman

      09 de outubro de 2019 às 21h26

      Você deve ser um imbecil. O Século XVI foi a século mais brilhante do mundo: o início do Renascimento, manezão! Curió ignorantão petista. Você deve amar a Religião desgraçada, cujo nome é Petismo. E adorar lamber e chupar o entre-dedo sujo do pé de lula!

      Responder

Chauke Stephan Filho

04 de outubro de 2019 às 23h35

Paris é a capital do Franquistão.

Responder

Paulo

04 de outubro de 2019 às 19h19

Mais uma que se soma ao Exército Brancaleone pró-Lula livre… e desta vez embalada no discurso de Macron, provavelmente…

Responder

    marcos

    05 de outubro de 2019 às 20h05

    a familia addams de rio das pedras nao vai durar muito

    Responder

Deixe uma resposta