Live de Flavio Dino, Ciro Gomes, Martha Rocha e Brizola Neto

Gleisi: PT pode apoiar Flávio Dino (PCdoB) para a presidência em 2022

Por Redação

27 de janeiro de 2020 : 10h33

A presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, afirmou ao jornal Valor Econômico, nesta segunda-feira, que o PT poderá apoiar o candidato do PCdoB, Flávio Dino, para a presidência da República.

Caso isso realmente ocorra, será a primeira vez que o PT apoiará um candidato de outro partido para a presidência.

A decisão do PT pode ser encarada como sinal de reciprocidade: desde que a eleição direta voltou a existir no Brasil, em 1989, o PCdoB sempre apoiou candidatos do PT para a presidência da República. Foi assim com Lula em 1989, 1994, 1998, 2002 e 2006, com Dilma Rousseff em 2010 e 2014 e com Fernando Haddad em 2018.

Agora o PT tem a oportunidade de retribuir essa aliança orgânica entre os dois partidos com o apoio para Flávio Dino na eleição presidencial de 2022.

Seria um movimento simbólico: é importante lembrar que em 2022 o PCdoB também comemorará o seu centenário (1922-2022).

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

56 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Netho

29 de janeiro de 2020 às 16h14

Ao UOL, Lula explicitou uma afinidade com o ex-capitão:
““O Bolsonaro está agora provando que é possível fazer notícia sem precisar dor jornais, da televisão. Ele faz por ele mesmo. Aliás, O Trump já fez escola”.”.
O ex-metalúrgico soprou levemente o apólogo da tortura que privilegia sua “comunicação” pelo Twitter em substituição às chamadas “coletivas de imprensa”.
Assim fala o ex-metalúrgico que se rendeu aos justiceiros curitibanos:
“Eu ainda respeito a imprensa, marco toda semana uma entrevista”.
Durante sua octaéride no Alvorada, o ex-presidente, em lugar de democratizar institucionalmente o oligopólio midiático, não fez outra coisa além de reforçar o poder oligopólico da midiocracia nativa.
Inclusive não disponibilizando recursos às rádios comunitárias que acabaram morrendo à míngua.
O cárcere fez muito mal ao ex-presidente.
Agora deu de mostrar-se parceiro do ex-capitão na crítica à imprensa nativa.
A cada dia que passa, o ex-metalúrgico desidrata a própria biografia, que já desbotou com sua submissão ao Judiciário da Casa Grand, na contramão de Evo Morales que fez do asilo político a principal munição contra a elite boliviana endinheirada e latifundiária.

Responder

Hans

28 de janeiro de 2020 às 15h28

O PT é mais tóxico que a água da Cedae. Sei que tem gente que consome a água contaminada do RJ mesmo assim. Até por falta de escolha. Mas na política nós temos escolha! E a mais estúpida delas é dar corda para o PT. Bolsonaro será reeleito desse jeito. Acordem pessoas!

Responder

Hans

28 de janeiro de 2020 às 15h24

Bolsonaro curtiu.
Moro está tendo orgasmos múltiplos.
Que esquerda intelijenti!!
Selo Weintraub de qualidade!
🤦🏻‍♂

Responder

Psilocibes Cubensis

27 de janeiro de 2020 às 22h26

Parabéns Miguel e Ciro , vocês criaram fanáticos que votariam nulo num segundo turno entre Flávio Dino e Bolsonaro , por pura pirraça infantil.
Orgulhosos?

Responder

    Miramar

    28 de janeiro de 2020 às 23h59

    Rapaz, eu não sei qual é a sua idade, mas eu voto desde 1989. Quer dizer, não precisei nem do Miguel nem do Ciro para virar um fanático. Aliás, em matéria de fanatismo eu não chego nem perto dos Bolsonaristas ou da Petezada. Quanto ao Flávio Dino, eu não teria nenhum problema de votar nele em um segundo turno, a menos que ele abra espaço no palanque (e no governo) pro povinho do PT. Nesse caso é nulo. Como eu já disse, quem se borra de medo do Bolsonaro não sou eu.

    Responder

Justiceiro

27 de janeiro de 2020 às 15h04

Vamos lá:

1) quem disse que Gleisi apita alguma coisa no PT?

2) Quem disse que Lula vai aceitar tamanha afronta; uma candidatura sem o PT sendo cabeça de chapa?

3) Quem disse que um zé ruela desses tem chances?

4) se o gorducho for candidato Bosonaro – reeleito em primeiro turno -, agradece.

Responder

    Miramar

    27 de janeiro de 2020 às 15h18

    Sou obrigado a concordar…

    Responder

    Pedro Accioli

    29 de janeiro de 2020 às 17h51

    Concordo com vc cara!!!

    Responder

Miramar

27 de janeiro de 2020 às 14h19

Aliás, gosto muito do Flávio Dino, mas em um eventual segundo turno entre ele e Bolsonaro, se ele deixar a ala ralé do PT (a maioria absoluta dos dirigentes e todos os militantes) subir em seu palanque, meu voto será novamente e orgulhosamente nulo.

Responder

    Alan C

    27 de janeiro de 2020 às 14h41

    Hoje dá pra dizer que quem se aliar com o PT não tem a menor chance em eleição presidencial.

    Mas como ainda faltam 3 anos de caos total na economia e no resto, até 2022 tem muita água pra passar por debaixo da ponte.

    Responder

      Miramar

      27 de janeiro de 2020 às 15h13

      Discordo de você nesse ponto. Se a economia continuar morna, e não houver nenhum grande cataclisma político ou econômico, Bolsonaro será um adversário muito difícil de bater. Infelizmente, a maioria da população caiu no canto de cigarra mentiroso de que a diminuição do desemprego depende da ausência de garantias e dignidade mínima nas condições de trabalho. Some-se a isso o fato de que a maioria associa oposição a Bolsonaro ao PT, e temos um quadro quase certo de reeleição. Infelizmente. Poucos percebem que dá para manter uma saudável e higiênica distância tanto do Bolsonarismo (extrema direita boçal) e petismo (“esquerda verdadeira”).

      Responder

        Alan C

        27 de janeiro de 2020 às 15h28

        É, pensamos diferente sim…

        Cataclisma político e econômico já há, acontece que a bozolândia tem maioria absoluta nas câmara e senada e tb na grande mídia, só que o povo vai sentir cada vez mais os efeitos da crise e a incompetência para combate-la.

        Se os 3 anos forem como o primeiro o caos estará instalado e o bozo vai ter pouca chance de reeleição, isso se ele tentar reeleição, é provável que nem tente.

        Além do mais, ele tem um baita abacaxi na mão de nome Sérgio Moro. Se demitir cria um monstro, se deixar no ministério o bozo tem alguém maior que ele no seu governo, um cara que dá declarações públicas contrariando o próprio presidente, acredite, na bozolândia tem disso rsrsrsrs…

        Responder

          Miramar

          27 de janeiro de 2020 às 15h47

          Talvez você esteja certo. Mas parece claro que o Bolsonaro percebe que se distanciar do Moro mais o prejudica que o contrário. E o Moro claramente percebe e utiliza isso.

          Alan C

          27 de janeiro de 2020 às 15h56

          Nenhum governo pode dar certo desse jeito.

          Abdel Romenia

          27 de janeiro de 2020 às 20h16

          Olha o esperneio das bibas….Kkkkkkk

          Jà fizeram a doaçào para comprar a caminhonete nova do Crilipa…?

          Alan C

          27 de janeiro de 2020 às 22h03

          Calma andressa, tá furiosinho pq??? Calminha camundongo, rs.

    Nelsonz

    27 de janeiro de 2020 às 20h40

    Votar nulo e não votar!! Não e nada alem de se omitir com a covardia dos q apoiam um dos lados sem por a cara pra bater!! Sinto pena de pessoas pequenas assim. Prefiro mil vezes um bolsominion q tem coragem de assumir lo do q covardes como vc. O mais importante não e a gritaria dos maus, mas o silêncio dos bons!! E na boa intenção covarde desses pseudo bons q floresce todo o mal!! Os nulos, brancos e abstenções são a merda q aduba o mal na raiz. Sou eleitor em minas e votei no Anastasia porque pelo menos sabia o não ia fazer!! Nunca tinha voltado no PSDB!! Mas eu pelo menos tenho coragem e dou coerente comigo mesmo q acha q sempre se tem uma escolha!!

    Responder

      Miramar

      27 de janeiro de 2020 às 23h43

      Rapaz, covardia é quando uma pessoa faz ou deixa de fazer alguma coisa em virtude do medo. Quem se borra de medo do Bolsonaro é você, não eu. Para mim Bolsonaro é apenas um mal governante sem apreço pelos valores democráticos. Exatamente como os petistas. Quanto ao seu voto em Anastasia contra Zema, parabéns. Eu teria feito o mesmo.
      Reafirmo apenas que, excetuando o Suplicy para cargos exclusivamente no legislativo, eu não voto no PT nem para evitar a hecatombe nuclear planetária. Da mesma maneira que não voto em um aprendiz de fascista como Bolsonaro para evitar o PT. Meu direito. Existem outras opções felizmente.

      Responder

        Alan C

        28 de janeiro de 2020 às 11h34

        Anastasia e Zema eu daria um belíssimo voto nulo! rsrs

        Responder

          Alexandre Neres

          28 de janeiro de 2020 às 13h43

          Foi o que fiz. Mesmo considerando que Anastasia é bem melhor do que aquele matuto que espertamente reverberou as ideias do bozo, tem alguma formação política, não dava pra engolir o cupincha do Aecin depois de sua participação vergonhosa no golpe, levando-se em conta que editou inúmeros decretos suplementares em Minas, ou seja, pedalava e era hipócrita.

Miramar

27 de janeiro de 2020 às 14h11

Se o Flávio Dino levar a sério o que essa pateta diz, ele vai demostrar que , a despeito das suas boas intenções, ele é tão idiota quanto o conjunto dos militantes petistas, cuja função social se resume a entregar panfletos, segurar bandeiras levar umas cacetadinhas da PM de vez em quando e defender o São Lula na Internet.

Responder

    psolelua

    27 de janeiro de 2020 às 15h05

    Por contra a alta função social sua qual seria ?

    Responder

      Miramar

      27 de janeiro de 2020 às 15h15

      Cidadão em um regime democrático. Obrigado por perguntar.

      Responder

        psolelua

        27 de janeiro de 2020 às 17h35

        E os petistas não são ?

        Responder

          Miramar

          27 de janeiro de 2020 às 23h45

          Enquanto indivíduos são. Enquanto militantes são uma massa amorfa e sem identidade. Como os bolsonaristas.

          psolelua

          28 de janeiro de 2020 às 07h44

          Entendi, e sua identidade qual seria ?

          Gilmar Tranquilão

          28 de janeiro de 2020 às 20h20

          Só uma! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

fabio maia

27 de janeiro de 2020 às 13h36

Quero ver o cirão da massa falar de hegemonismo agora!!!!! Vai se isolar completamente se não conversar, e cair de braços dados com o botafogo!!!

Responder

    Miramar

    27 de janeiro de 2020 às 14h07

    Nós, os eleitores do Ciro, não queremos que ele se envolva com a ralé do PT.

    Responder

Ivan

27 de janeiro de 2020 às 13h10

Como tem gente inocente neste fórum… PT e PCdoB fazem uma aliança eterna, então vcs acham que a Gleisi, perguntada se o PT apoiaria Dino, diria a verdade ou diria algo meio óbvio pra cumprir protocolo??

O que Lula disse sobre alianças assim que saiu da cadeia? Lembram??

Que povo sem memória…

Responder

Proletário

27 de janeiro de 2020 às 11h42

Tchau Ciro. Gleisi comeu seu fiofó mais uma vez.
Vc não ganha nem com reza brava.
Viva Gleisi. Viva Lula!!!

Responder

    Saint

    27 de janeiro de 2020 às 13h47

    Quanta ingenuidade o senhor acreditar nas palavras da Gleisi…
    O Ciro Gomes jamais defendeu a autonomia do Banco Central,conforme proposta do candidato do PT
    em 2018.
    Amadureça e respeite um político nacionalista ,que não compraz com a malversação dos bens públicos.

    Responder

      Saint

      27 de janeiro de 2020 às 14h26

      Sainnt, a “verdadeira esquerda” petista é formada por pessoas esquizofrênica. Gostam de enganar a turminha do PCO e dos coitados que seguem o Stédile enquanto fazem sexo grupal com os bancos.

      Responder

        Miramar

        27 de janeiro de 2020 às 14h28

        Desculpe Saint, fui responder seu comentário e acabei escrevendo seu nome. Mas a opinião é a mesma.

        Responder

        Ivan

        27 de janeiro de 2020 às 14h46

        Por falar em Stédile, alguém viu o tal exército dele caso bozo fosse eleito?

        Alguém viu??

        Responder

          Miramar

          27 de janeiro de 2020 às 15h01

          Secou a fonte, Ivan.

          psolelua

          27 de janeiro de 2020 às 17h37

          Alguém viu o Ciro deixar a política caso Bolsonaro fosse eleito ?

    Miramar

    27 de janeiro de 2020 às 14h23

    Prezado senhor Proletário, me faça um favor. Repita suas palavras na frente do Ciro em alguma ocasião, e coloque o vídeo com a reação dele no YouTube. Muito obrigado.

    Responder

      psolelua

      27 de janeiro de 2020 às 17h39

      Conhecendo o democrata Ciro dará um soco no nariz dele.

      A caminhonete já foi penhorada, será a casa dessa vez ?

      Responder

        Miramar

        27 de janeiro de 2020 às 23h47

        Pergunte ao juiz.
        Quanto ao Ciro deixar a política, é melhor descumprir uma promessa feita no calor da hora do que deixar um petista feliz.

        Responder

          Andressa

          28 de janeiro de 2020 às 18h23

          Nem petista daria uma resposta dessa sobre Lula…kkkkkkkkk

    Hans

    28 de janeiro de 2020 às 15h31

    Gleisi é cínica e mentirosa. Sabemos que ela só faz o que o chefe manda. A única coisa que gente da laia dela vai conseguir é reeleger Bolsonaro. 🤦🏻‍♂

    Responder

      Gilmar Tranquilão

      28 de janeiro de 2020 às 20h21

      Tinha esquecido desse nome andressa!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Responder

Andressa

27 de janeiro de 2020 às 11h38

Sào noticias jogadas no ar para ver a reaçao dos eleitores e depois ver o qeu fazer.

Daquì um tempo sai outro nome e por aì vai…

Responder

Francisco

27 de janeiro de 2020 às 11h14

Touché!

Com a eleição municipal mais importante dos últimos 50 anos, a 7 meses de iniciar-se a campanha, obriga-os retornarem ao desgastado ponto da hilária ‘exigência de autocritica’ ou inventarem outra digressão ou ‘fogo de dispersão’.

Quanto ao anti-petismo gerado pelo consórcio jurídico-midiático, para entender-se o prazo de validade de seu efeito, basta analisar o resultado quantitativo do segundo turno em 2018 e considerar a situação de então, caso houvesse mais uma ou duas semanas de campanha, mesmo que interditada pela mídia que não permitiu que houvessem debates e contraditórios nas notícias veiculadas?

Uma ideia falsamente combatida é certo retornar ainda mais fortalecida e o PT não passa de uma ideia, daí não conseguirem destruí-lo, por mais esforços e recursos que empreguem para criminaliza-lo.

Enfim, entendem tanto de PT, eles e os ‘mui amigos’, quanto o IMPRECIONANTE ministro bolsonarista entende de EDUCASSÃO.

Responder

Wellington

27 de janeiro de 2020 às 10h50

Vem Dininho, comer a raçaozinha…Bau Bau, Bau !! Kkkkkkk

Responder

    Renato

    27 de janeiro de 2020 às 11h03

    Dino, o novo poste do ex-presidente , terá a decência de colocar a máscara de Lula ou fará de conta que seu eventual governo não seguirá as ordens de Painhoão ?

    Responder

      Wellington

      27 de janeiro de 2020 às 11h37

      Tem que colocar sim, fàz parte do ritual….kkkkkkkkkkkkk

      Responder

      fabio maia

      27 de janeiro de 2020 às 13h34

      O poste é o governador melhor avaliado do país. Seu comentário não passa de racismo regional!!!!

      Responder

        Wellington

        27 de janeiro de 2020 às 18h40

        Kkkkk você cobra para fazer os outros rir ou é de graça…? Kkkkkk

        Responder

        Hans

        28 de janeiro de 2020 às 15h35

        Avaliado por quem, querido? Você acha mesmo que o Centro-Sul do país se importa com o que pensa a população de um Estado periférico e um dos mais pobres da federação?
        Estamos diante de um fato! Minha opinião ou a sua não importam.
        Acorde para a realidade!

        Responder

    Raja

    27 de janeiro de 2020 às 13h47

    Bau bau bau me fez lembrar do Celso Daniel.

    Responder

      Batista

      27 de janeiro de 2020 às 14h17

      Qual, Celso Daniel, o exumado a cada eleição para servir de cabo eleitoral dos partidos golpistas e enganar trouxas e desinformados, ou o dos dois inquéritos efetuados pela polícia ‘petista’ do Geraldo Alckmin, o segundo presidido pela chefe da polícia, delegada Sato, escolhida pela ‘família de sangue de Celso Daniel’, e que chegaram ao mesmo resultado: crime comum, cometido por quadrilha de sete elementos, todos presos e confessos.

      Tem tapado que não raciocina e portanto acredita, e tem quem não acredita, mas sabe que tem tapado que acredita, daí da-lhe exumar a cada eleição o ‘cadáver eleitoral’, pouco importa se ético ou não, afinal de contas quem engoliu Bolsonaro, engole qualquer negócio, por mais podre que seja, né, não?

      Responder

      Wellington

      27 de janeiro de 2020 às 14h46

      Vale tudo, menos que puxar de novo a faca no outro candidato.

      Responder

Alan C

27 de janeiro de 2020 às 10h43

Dino é um excelente nome, mas tem que ver se esse apoio é realmente verdadeiro ou apenas uma jogada política do PT para desviar o foco pro PCdoB.

Quanto ao Flávio Dino, vamos ver como ele vai trabalhar o antipetismo, pois o carimbo do Lula estará estampado na testa dele.

Responder

    Hans

    28 de janeiro de 2020 às 15h37

    Coitado dele! Se sendo do partido comunista já é mal visto, associado ao PT então vai ser retratado como o próprio demônio! Gente iludida é f*!

    Responder

Deixe uma resposta