Coletiva de Rodrigo Maia (ao vivo) sobre medidas contra a crise

Brasil tem 14 mil obras paralisadas

Por Miguel do Rosário

17 de fevereiro de 2020 : 09h30

Segundo o TCU, o Brasil tem mais de 14 mil obras paradas, somando mais de R$ 200 bilhões.

O desperdício de dinheiro público e a falta de compromisso com a infra-estrutura do país são algumas das características mais negativas do subdesenvolvimento.

Parte desse problema é a completa desarmonia entre poderes.

Por isso, torçamos para que essa iniciativa do CNMP dê resultados!

***

No CNMP

CNMP lança programa interinstitucional para a retomada de obras paralisadas no Brasil

Na segunda-feira (17), o Comitê Executivo Nacional para Apoio à Solução das Obras Paralisadas lançará o Programa Integrado para Retomada de Obras – Destrava, que tem o objetivo de buscar soluções para a retomada de obras paralisadas no Brasil, por meio da atuação integrada entre os órgãos de controle e Poder Judiciário.

A solenidade de lançamento, que será realizada no Centro Cultural Oscar Niemeyer, em Goiânia, contará com a participação do presidente do CNMP e procurador-geral da República, Augusto Aras; do procurador-geral da Justiça de Goiás, Aylton Flávio Vechi; do presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Dias Toffolli; e do governador do Estado de Goiás, Ronaldo Caiado.

Segundo levantamento do Tribunal de Contas da União (TCU), em 2018, havia 14 mil obras paralisadas por todo o País, somando mais de 200 bilhões de reais. O programa abrange tanto a perspectiva nacional, focada em obras de grande porte, quanto a regional, voltada a obras de creches e de suporte à educação infantil.

Integra o Comitê Executivo do Destrava o membro da Presidência do CNMP, secretário da Escola Superior do Ministério Público da União e promotor de Justiça no Estado de Goiás, Carlos Vinicius Ribeiro. Além do CNMP, são integrantes do Comitê Executivo Nacional para Apoio à Solução das Obras Paralisadas o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o Tribunal de Contas da União (TCU), a Associação dos Membros do Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), o Ministério da Infraestrutura (Minfra); Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE); a Advocacia- Geral da União (AGU) e a Controladoria Geral da União (CGU).

Projeto-piloto em Goiânia

O projeto-piloto do Destrava em Goiânia tem previsão de ser concluído no primeiro semestre de 2020. Essa primeira frente de trabalho será voltada a obras de creches e de suporte à educação infantil.

Segundo dados do Inep e do TCU, em Goiás, mais de 70% das crianças de até três anos estão fora de creches e pré-escolas. No final de 2019, 56 obras estavam paradas ou inacabadas, em 47 municípios.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

16 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

ratoeira

17 de fevereiro de 2020 às 13h40

A Abreu e Lima foi (justamente) pensada para garantir o refino de diesel no Pais….ta là o resultado da Patria Educadora Lulofreriana.

Quem tem a sorte de ir para Porto de Galinhas e passear na praia de Muro Alto consegue admirar esse monumento simbolo da grandeza bolivariana.

Precisa dizer mais…?

Responder

Roberto

17 de fevereiro de 2020 às 13h20

Essa foto ai é de alguma obra na China. ah esses comunistas.

Responder

Martins

17 de fevereiro de 2020 às 13h18

cade o Lula?

Responder

    Andressa

    17 de fevereiro de 2020 às 13h20

    Tà inaugurando o trem bala com a Dilma. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Responder

Paulo

17 de fevereiro de 2020 às 13h09

Desemprego e destruição são as marcas desde desgoverno protofascista.
Enquanto isso bozo esta preocupado em ouvir o que o Trump diz e mudar embaixada para jeruzalem.
Oh Pai, até quando.

Responder

    Paulo

    17 de fevereiro de 2020 às 21h44

    Esse não sou eu.

    Responder

chichano goncalvez

17 de fevereiro de 2020 às 12h41

A culpa de tudo é a direita sempre participando de governos, até nos governo do PT tinha muita gente da direita, subornando, corrompendo (quem quer ser corrompido, é claro!), e tambem tem culpa o povinho que vota nos corruptos: vejam a quantos anos os seus Eliseu Quadrilha (Padilha) Jose Otavio Germano, Yeda Cruzeira, Tamer, Serra, Aecio( para citar apenas alguns, caso contrario não teria espaço aqui, teria que se usar a internet do mundo todo) estão participando de governso. Outra coisa, para que supremo, se a operação Zelotes que denunciou os ricos ladrões, está mais parada que agua de poço. E o Zé Povinho, só protesta se derem um cachorro quente pra ele, como foi no golpe.

Responder

Capitãozinho do Mato

17 de fevereiro de 2020 às 12h34

O biroliro já disse que vai pagar tudo vendendo Monza 87 pela OLX.

Responder

Hilux12

17 de fevereiro de 2020 às 11h21

“Trem-bala entre Rio e São Paulo ficará pronto para Copa de 2014”, diz Dilma

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

dario

17 de fevereiro de 2020 às 09h48

Podemos usar o dinheiro que deixou nos cofres publicos o quadrilhao vermelho, o que acham ??

O Brasil morreu.

Responder

    Gilmar Tranquilão

    17 de fevereiro de 2020 às 09h58

    Já foi usado pra comprar o congresso e 39 Kg de cocaína kkkkkkkkkk

    Responder

      Luiz Schmitz

      17 de fevereiro de 2020 às 10h21

      Pelo jeito, vai ser como na Argentina. Rapam o cofre e botam a culpa nos outros, como sempre. Ah, e com apoiadores, nem que sejam bois! Pelo menos lá voltaram atrás!

      Responder

        Andressa

        17 de fevereiro de 2020 às 11h12

        Quem rapou o cofre no Brasil ?

        Responder

          samantha

          17 de fevereiro de 2020 às 11h19

          Mesmo tendo dinheiro é desperdiçado, roubado, mal gasto e tudo acaba se tornando um prejuizo.

          Os bilhoes gastos com a copa do mundo exclusivamente para fazer propaganda foram jogados no lixo (os que nào foram para propinas), os estadios se tornanram monumentos inuteis e carissimos para manutençào.

          O nosso parça Serginho Cabral por exemplo achou fantastico ter a copa no Rio mas nos hospitais cariocas continua entrando gente mais ou menos sadia e saindo no palitò de madeira.

          O Angelino Queiroz (PT) ex governador do DF tambèm adorou e quem sabe quantos outros…

          Andressa

          17 de fevereiro de 2020 às 13h31

          O que fizeram com a copa (tambem comprada a som de propina sabendo da grana que ia rolar) é feito a decadas com tudo que é obra publica, uma hora a conta chega e vem com juros, encargos, etc…

          O Brasil faleceu.

Evandro Garcia

17 de fevereiro de 2020 às 09h42

O problema è a incapacidade absoluta do brasileiro de planejar, organizar e executar.

Por contra na capacidade de fazer tudo com as nadegas e desviar dinheiro publico é excelência mundial.

Responder

Deixe uma resposta