Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Foto: Humberto Pradera

Partidos de oposição emitem nota em defesa da democracia, dos direitos e do país

Por Redação

04 de março de 2020 : 10h36

No PSB

03/03/2020

Presidentes e líderes dos partidos de oposição reuniram-se, nesta terça-feira (3) em Brasília, e emitiram nota conjunta com críticas ao governo de Jair Bolsonaro e em defesa da democracia, dos direitos e do país. Participaram da reunião os presidentes Carlos Siqueira (PSB), Gleisi Hoffmann (PT), Carlos Lupi (PDT), Juliano Medeiros (PSOL), Luciana Santos (PCdoB), José Luiz Penna (PV), Thaís Oliveira (Unidade Popular-DF). À tarde, presidentes e líderes participaram na Câmara Federal de um ato com representantes da sociedade civil.

Confira a íntegra do documento:

NOTA CONJUNTA DOS PARTIDOS DE OPOSIÇÃO
(PSB, PT, PDT, PSOL, PCdoB, REDE, PV, UP)

EM DEFESA DA DEMOCRACIA, DOS DIREITOS E DO PAÍS

A situação política, econômica e social do país é cada dia mais grave. O presidente da República afronta sistematicamente a Constituição e a Democracia. Atua para desestabilizar as instituições, ao incitar manifestações contra o Congresso e o STF e ao apoiar a insubordinação nas polícias militares.

A economia continua estagnada. A política de austeridade voltada aos interesses do sistema financeiro drena recursos da sociedade. O real se desvaloriza, não há investimentos públicos nem privados, as projeções do PIB são minguantes.

A vida do povo piora com os cortes nos programas de proteção social. Milhões aguardam na fila do Bolsa Família e da Previdência. Não há reposta eficaz para o desemprego. O trabalho é cada vez mais informal e precário. A fome voltou a atormentar as famílias.

Diante desse acúmulo de crises, que compromete o desenvolvimento do país, sacrifica a vida do povo e ameaça a própria democracia, os partidos políticos que assinam esta nota decidem:

  • Resistir à agenda neoliberal, de destruição dos direitos do povo e do estado brasileiro;
  • Definir uma pauta de atuação conjunta no Congresso Nacional em defesa do país;
  • Apoiar, incentivar e participar dos atos e manifestações dos movimentos sociais, sindicais e populares convocados para os dias 8, 14 e 18 de março;
  • Estabelecer um fórum permanente dos partidos de oposição para avaliar a conjuntura e definir ações e manifestações conjuntas;
  • Construir atos nacionais unificados em defesa dos direitos do povo, da democracia e da soberania, com todas as forças democráticas;
  • Construir uma política unificada de comunicação, fortalecendo a presença nas redes sociais.

BRASÍLIA, 3 de março de 2020

Partido dos Trabalhadores
Partido Socialista Brasileiro
Partido Democrático Trabalhista
Partido Socialismo e Liberdade
Partido Comunista do Brasil
Rede Sustentabilidade
Partido Verde
Unidade Popular

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

18 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

04 de março de 2020 às 17h19

Concordo com o diagnóstico dos partidos de esquerda mas observo que, isoladamente, eles não vão conseguir nada. A manifestações com bandeira vermelha, do arco-íris, com mulheres esquisitas e abortistas ninguém fora da bolha vai comparecer. Seria preciso alguém mais de centro, e dotado de grande credibilidade, que pudesse galvanizar essa insatisfação difusa, esse incômodo onipresente na maior parcela da sociedade brasileira…

Responder

    Evandro Garcia

    04 de março de 2020 às 17h54

    Foi o que o Mangabeira Unger disse na excelente entrevista que concedeu.

    Responder

    yuri canastra

    04 de março de 2020 às 18h20

    Huck, Maia, Doria, Frota…é sò escolher….kkkkkkkkkkkkkkkkk

    Responder

    Ronei

    04 de março de 2020 às 18h21

    Resumindo,

    uma tentativa de camuflagem para nào passar vergonha demais, sò um pouco….kkkkkkkkkkkkkk

    Responder

Ivan

04 de março de 2020 às 15h17

Este tipo de diálogo fechado, num auditório bonito, não conversa com o povo, esses partidos não entenderam isso ainda.

Responder

yuri canastra

04 de março de 2020 às 12h42

Nào sei vcs mas eu estou com uma saudade tremenda da democracia do mensalào e do petrolào que esas gente promoveu.

Responder

    Alexandre Neres

    04 de março de 2020 às 13h27

    Observem os erros de português e a acentuação. Agora me digam: quem se esconde por detrás deste pseudônimo?

    Responder

      Alan C.

      04 de março de 2020 às 15h32

      Eu.

      Responder

        Alan C

        04 de março de 2020 às 16h05

        Andressa, já te falei que quando quiser se passar por mim tire o ponto, deixa de ser asno.

        Responder

          Alan C

          04 de março de 2020 às 16h58

          Eu mesmo.

          Alan C

          04 de março de 2020 às 17h53

          Agora o asno aprendeu

Alexandre Neres

04 de março de 2020 às 11h31

Estamos diante do maior ataque e usurpação de direitos já vistos no país e olhe que temos tradição no assunto. Iniciativas louváveis como esta não doem nada.

Responder

    Evandro Garcia

    04 de março de 2020 às 15h34

    É fascismo demais no Brasil que ninguém aguenta, é óleo de ricino demais…chega companheiros vamos pra luta….bora !!!

    Responder

      Alan C

      04 de março de 2020 às 16h07

      Nossa Gleisi, vc acha mesmo?

      Responder

        Marcio

        04 de março de 2020 às 17h02

        Concordo companheiro…..é milicianos a cada esquina, negros queimados vivos em praças públicas, homossexuais castrados com facão…chega não aguento mais vou me autoeziliar, vou morar em Paris com Jean Willys e Chico Buarque… Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        Responder

          Marcio

          04 de março de 2020 às 17h03

          autoexiliar

        Gilmar Tranquilão

        04 de março de 2020 às 17h16

        Tecla SAP pro bozotário por favor Cafezinho! uhauauhau

        Responder

chichano goncalvez

04 de março de 2020 às 10h46

Faltou o representante do Partido mais velho do pais, que esta fazendo neste mes, em 25 de março para ser mais preciso, 98 anos de fundação, e tem representantes em todos os paises do planeta, estou falando do Partido Comunista Brasileiro

Responder

Deixe um comentário