Live extra do Cafezinho (21 h): o significado do encontro de Lula e Ciro

Brasil já ocupa o 2º lugar no mundo em mortes diárias por mihão de Covid; 1º lugar ainda é da Suécia

Por Redação

21 de maio de 2020 : 09h38

Segundo o site Our World in Data, o Brasil vem escalando rapidamente posições no ranking de mortes diárias.

No ranking de mortes diárias por milhão, o Brasil já ocupa a pouco gloriosa marca de segundo lugar no mundo (considerando países com mais de 1 milhão de habitantes), quando se usam médias de três dias. Está atrás apenas da Suécia.

Quando se usam médias de 7 dias, que ajudam o gráfico a ficar mais suave, o Brasil cai para a terceira posição, mas já encostando nos Estados Unidos e mostrando forte tendência de alta (enquanto os EUA mostra tendência de baixa).

O país com maior número de mortes diárias por Covid, por milhão de habitantes, todavia, ainda permanece a Suécia, que o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, usou como “modelo”.

Bem, o gráfico mostra que a Suécia vem reduzindo significativamente seu número de mortes. É um país com menos de 10 milhões de habitantes, baixa densidade demográfica e com um dos melhores sistemas de saúde do planeta. Tomou a decisão errada de não adotar as mesmas medidas rígidas de isolamento social de seus vizinhos e está vendo sua economia encolher tanto como a deles, mas com um número de mortes muito maior.

O caso do Brasil é, evidentemente, muito mais grave, por causa da sua população de 210 milhões.

Hoje, em médias de 7 dias, as mortes diárias na Suécia, EUA e Brasil, por milhão de habitantes, são, respectivamente, de 5,2, 4,0 e 3,8.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe uma resposta