Live do Cafezinho: como trazer a classe média de volta para campo progressista?

Foto: reprodução / redes sociais.

Flávio Bolsonaro presta depoimento ao MP do Rio

Por Redação

08 de julho de 2020 : 18h23

Flávio Bolsonaro prestou depoimento nesta terça-feira ao Ministério Público do Rio de Janeiro na investigação sobre “rachadinha”.

A oitiva foi feita por videoconferência pelos promotores do Grupo de Atuação Especializada no Combate à Corrupção (Gaecc), que investiga o caso desde março de 2019.

O senador foi chamado para depor pela primeira vez em janeiro de 2019 e é investigado por peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa, junto com Fabrício Queiroz, que está preso.

A defesa do senador pediu para prestar depoimento dias atrás, uma mudança na estratégia até o momento.

Antes disso, o senador não compareceu à convocação e passou a entrar com habeas corpus questionando a investigação e pedindo seu arquivamento.

Desde janeiro de 2019, os advogados de Flávio, liderados por Frederick Wassef, tentaram parar as investigações.

A nota da defesa de Flávio Bolsonaro diz:

“O senador Flávio Bolsonaro foi ouvido, nesta terça-feira (7), pelo Ministério Público do Rio de Janeiro. O depoimento atende a pedido feito pela defesa, que quer restabelecer a verdade. O conteúdo da audiência, no entanto, está em segredo de Justiça e será preservado. Com todos os fatos esclarecidos, a esposa do parlamentar, Fernanda Bolsonaro, não prestará depoimento. A defesa do senador reafirma que Flávio Bolsonaro não praticou qualquer irregularidade e que confia na Justiça”.

Nota da defesa de Flávio Bolsonaro.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Henrique Martins

09 de julho de 2020 às 09h20

Soube que Bolsonaro está fazendo exames cardíacos duas vezes por dia para prevenir a arritmia cardíaca em função do uso da hidroxicloriquina.
DESGRAÇADO!
E o povo brasileiro vai ter esse direito?

Responder

    Hilux12

    09 de julho de 2020 às 11h33

    Claro, mesmo sendo muito rara a aritmia cardiaca no uso da cloroquina è receitada por medico com acompanhamento medico.

    Na Italia quem se cura em casa do virus pega de graça na farmacia.

    Responder

Aureliano

09 de julho de 2020 às 01h22

Fora de Pauta

QUEM TEM TEM MEDO

O sujeito finge que não, mas está desesperado
BOLSONARO FAZ DOIS EXAMES POR DIA PARA MONITORAR EFEITOS COLATERAIS DA CLOROQUINA

https://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/bolsonaro-faz-exames-cardiacos-duas-vezes-por-dia-para-monitorar-efeitos-colaterais-da-cloroquina/

Figurinha ridícula! Será que ele está ganhando dinheiro para fazer propaganda da cloroquina? Se está, deveria sair algemado do Palácio do Planalto para a cadeia imediatamente. Se não está, também.

Bolsonaro me lembra aqueles vendedores de “remédio” que apareciam geralmente aos sábados, dia da feira, na cidadezinha onde eu morava. Eles vendiam uma única droga que servia para prisão de ventre, espinhela caída, sinusite, dor de dente,dor de “estômbago”, blenorragia, cancro mole, hemorroidas e inflamação na garganta. A única relação direta que eu vejo entre todas essas doenças é entre blenorragia e inflamação na garganta.

E ainda diziam para o bando de trouxas que os cercavam e estavam em dúvida: “se vocês não se lembram do nome da doença, podem levar que a droga também serve”.

Responder

Jerson7

08 de julho de 2020 às 19h18

Esquerdetes quebrando os chifres mais uma véz em 3,2,1….

Responder

    Monza 87

    09 de julho de 2020 às 10h09

    O desespero dos bolsominions rsrsrsrs

    Responder

Deixe uma resposta