Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Presidente do CFM assume que recomendou cloroquina sem aval científico

Por Redação

09 de outubro de 2021 : 14h25

O presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Mauro Ribeiro, assumiu que liberou o uso da cloroquina contra a Covid sem ter evidência científica e “fora das normas” estabelecidos pela própria entidade que preside. Sua afirmação foi feita durante conversa com o representante do Conselho Regional de Medicina de Goiás. O vídeo circula nas redes sociais.

“Existem estudos observacionais para a hidroxicloroquina, mas não existe nenhuma evidência científica que comprove alguma eficácia da hidroxicloroquina”, disse.

“Mas nós, numa decisão fora das nossas normas, acabamos liberando o uso da hidroxicloroquina. Fizemos uma análise grande do que existe na literatura e não tem nenhum trabalho que sustente a hidroxicloroquina como recomendável para o tratamento da Covid. No entanto, o Conselho Federal de Medicina liberou o uso”, admite.

Em seguida, o presidente do CMF declara seu apoio a Jair Bolsonaro. “Todas as nossas reivindicações foram atendidas pelo presidente, todas as nossas reivindicações. Ele nunca falou ‘isso aqui eu não posso atender. Por isso existe sim apoio do Conselho Federal de Medicina ao Ministério da Saúde e ao presidente Bolsonaro”.

Após a circulação do vídeo, o Ministério Público Federal abriu inquérito para investigar a defesa do Conselho Federal de Medicina (CMF) sobre o uso do “Kit Covid” em pacientes contaminados pelo coronavírus. Uma ação contra instituição está no radar dos procuradores.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Tony

09 de outubro de 2021 às 20h48

É corokina e ozônio na toba, o tratamento precoce do gado.

Responder

Marco Vitis

09 de outubro de 2021 às 19h55

Os médicos do CFM são cúmplices de Bolsonaro. Merecem ser processados e presos pelas mortes que provocaram

Responder

Deixe um comentário