Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Em Portugal, Gilmar afirma que Moro e Dallagnol usaram a toga para fazer política

Por Redação

16 de novembro de 2021 : 11h45

O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes voltou a criticar o ex-juiz parcial Sérgio Moro e o ex-procurador Deltan Dallagnol. Desta vez, o magistrado criticou os dois durante seu discurso no Fórum Jurídico de Lisboa, entidade que Gilmar é sócio.

“A política e os políticos devem comemorar a sinceridade. Se [Moro e Dallagnol] faziam política antes exercendo cargo de procurador e de juiz, agora o farão no campo certo, no campo da política, filiando-se a um partido político. Certamente terão que prestar contas do que fizeram no passado”, disse.

Ainda nas palavras do ministro, Moro e Dallagnol fizeram política “com outra camisa” se referindo a toga usada no mundo do direito. Em tom irônico, Gilmar desejou “sorte” aos dois sujeitos.

“De fato, é a demonstração de que talvez já fizessem política antes, com uma outra camisa. Agora farão política a partir da vestimenta de um partido político e jogando no campo adequado. Boa sorte [a eles]”.

Recentemente, o magistrado também criticou Sérgio Moro e Deltan Dallagnol no Twitter. “Alerto há alguns anos para a politização da persecução penal. A seletividade, os métodos de investigação e vazamentos: tudo convergia para um propósito claro — e  político, como hoje se revela. Demonizou-se o poder para apoderar-se dele. A receita estava pronta”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

16 de novembro de 2021 às 20h43

Gilmar Mendes e a PEC do Bacalhau. E vejam quem está com ele por lá: Arthur Lira…Precisa dizer mais?

Responder

EdsonLuiz.

16 de novembro de 2021 às 16h34

Gilmar! Ah! Gilmar Mendes! (ou haja Gilmar Mendes?).

Gilmar está sempre acusando outros de fazer política. A vida é política, Gilmar! A vida ė política! Até o amor é política, Gilmar!

Aliás, Gilmar, você ama?

Outro ‘aliás’, Gilmar: você concorda que no processo contra o senador Flávio Bolsonaro, o processo que acusa o senador de prática de rachadinhas, as provas sejam rasgadas?

O STJ decidiu que houve algum mero descumprimento ritual no processo e usou essa desculpa para anulação absoluta do processo. Em linguagem mais crua: o STJ rasgou as provas contra Flävio Bolsonaro. O STJ poderia sanear o processo contra Flávio Bolsonaro e mandar p processo prosseguir, com o julgamento das provas, o que seria maior garantia do Estado Democrático de Direito. Mas, não! O STJ mandou rasgar as provas contra Flávio Bolsonaro. Se essa decisão não for revista, Flávio Bolsonaro vai ficar impune!

Você concorda com isso, Gilmar Mendes?

Eu concordo que o processo contra Flávio Bolsonaro seja saneado de eventuais obrigações acessórias, mas também acho que as provas não sejam rasgadas, que a ação contra Flávio Bolsonaro deve prosseguir e o senador ser julgado pelas provas. Eu nunca concordo que provas reais contra criminosos sejam rasgadas, sejam quem forem os criminosos!

Você acha que eu sou sórdido por pensar que assim é que se estabelece o correto Estado de Direito, Gilmar Mendes? Concorda que a Defesa do Estado de Direito não deve servir para proteger corrupção, e sim para punir corrupção, garantido um processo justo para o criminoso?

Jä teve petista que né xingou de sórdido por pensar assim. O petista me chamou de sórdido por eu querer um processo justo contra Lula, mas também querer que Lula seja julgado pelas provas.

Você, Gilmar Mendes, foi quem entendeu que as provas contra Lula deveriam ser rasgadas, com base em descumprimentos rituais do processo, não com base nas provas mesmo.

Vocē acha que o que você fez não foi política, Gilmar Mendes?

Tudo é política, Gilmar, até o amor e o ódio!
Acontece que existe a boa e a má política.

O que você faz também é política, Gilmar Mendes, só que o que você faz é sempre a má política!

Também vai me chamar de sórdido?

Responder

Zulu

16 de novembro de 2021 às 14h10

Gilmarzionho e Cia resoeram que o STF é um tribunal penal de quarta instancia exclusivamente para soltar Lula e tentar contrapor alguem a Bolsonaro.

Investigam, prendem censuram deputados, revistas, presidentes de partidos…o STF brasileiro é uma vergonha.

Responder

Valeriana

16 de novembro de 2021 às 12h47

Enquanto isso os brasileiros afirmam que o STF usou e usa a toga para fazer politica e nao Moro e Dallagnol.

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?