Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Imagem: Reprodução

Artigo – A aliança Lula/Alckmin é essencial para o país

Por Redação

21 de março de 2022 : 11h04

Por Gilberto Maringoni

O incômodo de parte do PT com a indicação de Geraldo Alckmin para vice de Lula não se dá pelo fato do ex-governador ser empecilho para qualquer política emanada da agremiação. Ao longo de 13 anos, as gestões petistas nunca colocaram em xeque algum pilar do neoliberalismo.

As políticas monetária e fiscal de FHC foram mantidas (câmbio flutuante, altos superávits primários e sobrevalorização cambial) e nenhuma privatização foi sequer ameaçada.

O forte dinamismo do setor externo entre 2006-10, possibilitado pela alta das commodities, garantiu excedentes que resultaram em boas iniciativas na área social e algum ativismo estatal (em especial nas lei de partilha no petróleo, na de conteúdo nacional e na mudança no perfil da dívida pública).

Essas três políticas, juntamente com a lei do salário mínimo e a política externa dos dois governos Lula, formam o ponto alto das administrações do período e não são pouca coisa.

O que incomoda parte do petismo é que a aliança com Alckmin joga por terra o bordão de que as gestões tucanas e petistas seriam distintas entre si. Na essência não foram.

Os anos Lula colocaram conteúdo social no projeto neoliberal, mas não ultrapassaram seus marcos. A Carta aos Brasileiros (2002) foi integralmente cumprida, até com certo exagero. O ajuste fiscal de Dilma II, por exemplo, foi muito mais draconiano do que os de FHC. Basta checar os indicadores de PIB, emprego e renda para confirmar.

Repito: há diferenças entre os governos PSDB-PT, mas elas dizem respeito a lateralidades e não à essência do modelo. A aliança Lula-Alckmin confirma tais constatações.

Dito isso, é preciso repetir: as duas lideranças situam-se no campo democrático. A aliança é absolutamente essencial para nos tirar do pântano mortal do combo Faria Lima+milícias+forças armadas+ pastores picaretas+lumpesinato político.

O resto é marola.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Kleiton

21 de março de 2022 às 14h46

Essencial tanto quanto a tomada de 3 pinos… impossível sobreviver sem…kkkkkkkk

É cada baboseira…

Responder

Paulo Roberto dos Santos

21 de março de 2022 às 13h31

Concordo em 100%. O momento atual exige uma união muito grande das forças democráticas, ninguém suporta mais esse pessoal no poder. Parabéns pelo artigo. Parabéns ao Boulos e a todos que entendem a gravidade que estamos passando.

Responder

Galinzé

21 de março de 2022 às 11h20

Vera essa foto da vontade de vomitar…

Responder

Efrem Ventura

21 de março de 2022 às 11h14

E’ essencial para reafirmar o nivél podre da politica brasileira e a falta de vergonha na cara desses dosi sacos de estrume com roupa.

Serà que aindo conseguem brincar com a cara dois brasileiros…?

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Maranhão O Xadrez para Governador do Rio Grande do Sul O Xadrez para Governador da Bahia O Xadrez para Governador de Minas Gerais O Xadrez para Governador de São Paulo O Xadrez para Governador do Rio de Janeiro Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro