Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Créditos: Tomaz Silva / Valter Campanato / ABr

IPEC: No RJ, Castro sobe cinco pontos e se afasta de Freixo

Por Redação

30 de agosto de 2022 : 20h16

Em busca da reeleição, o governador Cláudio Castro (PL) apresentou crescimento de cinco pontos na disputa pelo governo do Rio de Janeiro. Segundo a pesquisa divulgada pela IPEC, o titular do Palácio Guanabara saiu de 21% para 26% das intenções de voto.

Na segunda colocação, o deputado federal Marcelo Freixo (PSB) que oscilou dois pontos, dentro da margem de erro de três pontos, indo de 17% para 19%. O ex-prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT), foi de 5% para 6%. Os outros ficam entre 4% e 1% das intenções. Branco/Nulo 19% e Indecisos 16%.

Mas apesar da liderança de Castro, a disputa contra Freixo fica apertada. Segundo a pesquisa, os dois empatam dentro da margem, sendo 38% para Castro e 35% para Freixo. Branco/Nulo 17% e Indecisos, 11%.

A IPEC ouviu 1200 eleitores entre os dias 27 e 29 de agosto em 37 municípios do estado do Rio de Janeiro. A margem de erro é de três pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número RJ-06010/2022.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

azzisem

30 de agosto de 2022 às 21h51

Esse só podia ser Fanta e não Coca. Chamar o Fernando Haddad de poste. Seo o Haddad é poste, quem é Tarcísio, esse técnico medíocre do Dnit, sacado de lá, só Deus sabe o porquê. O ministro fafarrão, que se especializou em fazer obras de pranchetas. Haddad tem biografia.
no entanto, a maior piada é esse Cláudio Castro no Rio de Janeiro. Vergonha de morar nesse Estado, que já foi farol para o Brasil. Hoje é um antro de Evangélicos, que não sabem quem foi Jesus e de meliciano acharcadores da população pobre.

Responder

Fanta

30 de agosto de 2022 às 20h35

Como assim, o Miguel do Rosário disse e certificou para nós que o Freixo tinha tudo para subir poucos dias atrás …?

Do Kalil tambem disse o mesmo…kkkkk

Se o Tarcísio for para o segundo turno como tudo indica da uma surra escandalosa no Poste, caso contrário o Garcia ganha.

Rio e Minas já eram obviamente.

O Sul todo já era.

Espírito Santo já era

Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso já eram.

O lavador de cuecas sujas da Odebrecht fica só com o NE e com números diferentes do passado.

As pesquisas nacionais vão manter o Canastrão lá em cima por motivos óbvios.

Que dia sai a pesquisa Datafolha encomendada pela Folha e Globo dizendo ao TSE que Folha e Datafolha não são da Folha ? Kkkkkkk

Responder

Deixe um comentário