Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

O Brasil que não gosta mais da Globo

Por Miguel do Rosário

26 de abril de 2014 : 15h34

Olha só. O Cafezinho é veementemente contra qualquer violência contra jornalistas. Até mesmo verbal. Os protestos devem ser direcionados à corporação. Culpar um repórter pela linha editorial da empresa onde ele trabalha é como culpar o operário de uma fábrica pela poluição que ela lança na atmosfera.

Deixo isso bem claro porque após a morte daquele cinegrafista, teve colunista malandro que veio com papinho de que a culpa daquela violência também era de blogs que vem desqualificando “a imprensa independente”.

O Cafezinho sempre foi, radicalmente, contra qualquer tipo de violência. A solução para os problemas brasileiros está na política, na democracia, na paz. Sempre deixei minha opinião bastante claro em relação a isso. Paguei um preço alto por ser contra “manifestações” que descambavam em violência. Mas não me arrependo.

Entretanto, a “imprensa independente”, que é tão independente que independe até mesmo dos fatos, deve ser criticada, duramente, pela sociedade, até mesmo para não se repetir o que houve em 1964, quando esta mesma imprensa “independente” recebeu milhões de dólares dos americanos para produzir o clima político que nos levou a um golpe de Estado e a uma ditadura de 21 anos.

Participei, recentemente, de um debate com o diretor do filme O Dia que Durou 21 Anos, e ele confirmou que há documentos provando que houve transferência de recursos da Fiesp e IBAD para os grandes jornais da época, e essas instituições, por sua vez, recebiam recursos da CIA.

E mesmo se não tivessem recebido, a culpa pelo que fizeram é a mesma.

Dito isto, reproduzo abaixo dois vídeos que retratam o clima de hostilidade crescente contra as Organizações Globo, por conta de sua parcialidade eterna contra os interesses populares. O último caso foi a desocupação violenta da Favela da OI, uma ação que contou com reportagem feita semanas antes pela Globo, e depois com uma cobertura completamente acrítica em relação à absurda truculência do Estado contra cidadãos brasileiros. Também eram cidadãos “pagadores de impostos” e deveriam ser tratados com extremo cuidado pelo poder público.

O primeiro vídeo é de alguns dias atrás. Não concordo com a postura do casal, que xinga a repórter, que afinal está ali apenas exercendo a sua profissão. Publico porque é de interesse jornalístico, e para que todos vejam que se o clima está pesado na política, está pesado para a Globo também. As pessoas estão de saco cheio das manipulações dos platinados, e acho mais saudável que externem isso verbalmente, que xinguem, que digam o que pensam, do que esconder as emoções e depois ocorrer algum tipo pior de violência.

Esse outro vídeo é de nove meses, e traz a mesma repórter sendo hostilizada na Favela da Maré.

Diante desses atos, eu defendo, juntamente com o Paulo Nogueira, do Diário do Centro do Mundo, que os jornalistas recebam um adicional de risco e de custo psicológico, porque é injusto que eles paguem sozinhos por uma culpa que não é deles.

O fato do diretor de jornalismo da Globo, Ali Kamel, tentar intimidar e asfixiar financeiramente a blogosfera, através de processos sucessivos contra qualquer crítica ao jornalismo da emissora, apenas reforça este sentimento de opressão vindo de uma empresa que apoiou e sustentou a ditadura, e que se consolidou financeiramente e matou seu concorrentes com ajuda dos militares.

Como a Globo pode melhorar sua imagem? Simples. Deixando de manipular. Tentando ser realmente neutra na disputa política.

A tentativa de detonar os blogueiros, naquela matéria sobre a entrevista do Lula, por exemplo, apenas expôs o jornal ao ridículo.

ScreenHunter_3651 Apr. 26 15.30

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

32 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

kennedy

28 de abril de 2014 às 23h47

Eu também vou assistir a COPA pela BAND.

Responder

Maria Griffin

28 de abril de 2014 às 13h47

Concordo totalmente com voce Flavio mais infelizmente dignidade hoje e uma virtude rara!!!

Responder

mineiro

27 de abril de 2014 às 18h48

depende, no caso desse pig nojento os profissionais que la trabalham colaboram sim com os patroes. e fazem isso com o maior prazer,e sem escrupulos. entao nao adianta querer defenfer funcionarios que ajudam os donos das empresas para ferrar com o povo. logico que eu nao sou a favor de agredir ninguem , mas como o video mesmo mostra , eu concordo sim tem que gritar e protestar mesmo e partir para cima sem agressao fisica. porque nessa emissora os patroes e os funcionarios se confudem , todos sao iguais da mesma laia. logico que tem as excessoes, mas é muito pouco mesmo.

Responder

miron

27 de abril de 2014 às 15h41

Temos sim que meter o pau nestes paus mandados, sem caráter , sem profissionalismo. Aqueles que realmente são profissionais que sigam o exemplo de grands jornalista como Azenha, Rodrgio Viana, Franklim Martins, Paulo h. Amorim, Mino Carta e outros grandes nomes, que, por não concordarem em meter as mão na lama, por não aceitarem perder sua dignidade, pediram para sair.

Responder

flavio jose

27 de abril de 2014 às 13h55

É bom lembrar que os profissionais competentes não se passam a fazer o papel sujo dos patrões. Dignidade acima de tudo.

Responder

psdb NUNCA MAIS!

27 de abril de 2014 às 13h21

Há poucos meses das eleições o governo Dilma continua teimando em não se defender das repetidas mentiras da velha mídia acumpliciada com os demotucanos/psb. A minha sugestão diante desta falta de percepção política do governo é que um grupo de blogueiros “sujos”, que vem criticando (com razão) o apagão político/comunicativo de Dilma peça uma reunião à presidenta, informal, no palácio da Alvorada, para debater esta questão. Teria que ter um formato diferente da reunião com Lula e os blogueiros é que pediriam a reunião para não constranger Dilma a convidar e acabar esquecendo-se de alguém, através do Instituto Barão de Itararé, e os próprios blogueiros decidiriam entre si quem iria representando-os. Do jeito que está é que não pode continuar.

Responder

otavio

27 de abril de 2014 às 13h13

Caro Miguel, me permita descordar de VC, temos 2exemplos vivos de que quem não quer se submeter aos interesses nefastos da globo tem opções. Os amigos Rodrigo Vianna e Luiz Carlos Azenha, por não concordar com a politicagem nas redações da emissora pediram para sair.Ou seja os repórteres que se submetem e com isso também fazem o trabalho sujo são tbm responsáveis pelo ambiente de fim do mundo que estamos vivendo, e independente dos motivos que podem ser dos mais viversos que os protestos contra a globo e suas subordinadas e seus jornalistas seja uma constate, ao menos para tirar parte do poder politico qea emissora ainda exerce, tedi a consciência qe esse poder diminui a cada dia com a internet mas diminui também a partir do momento que chegam ao interior das redações trazidos pelos repórteres ( o famoso pau mandado ) que pessoas na rua já não os vêem como detentores absolutos da verdade como a tempos atrás, uma grande e cada dia maior parte os vê como os profetas da desgraça e mensageiros do atraso. Quando vou a uma loja representante dela e o vendedor naolevo minhas queixas ao donose elas chegam aatravés dos representantes. Mesmo caso da globo não possodizer essas verdades aos marinho mas faco através do protesto contra a globo a seus representantes pois a cara do jornalismo sem caráter da globo são sés reporteres

Responder

Jotage

27 de abril de 2014 às 12h38

Miguel, você trata os jornalistas do PIG, como se fossem menores incapazes.
Quando entraram para a quadrilha eles já sabiam que era uma.
Portanto fazem parte.
O povo não consegue chegar na casa dos Marinhos, Frias e Mesquitas, então repudiam seus representantes.

Responder

Profex G Dias

27 de abril de 2014 às 15h15

Expressa sim a opinião daqueles que percebem claramente as intenções da Vênus…

Responder

Ricardo

27 de abril de 2014 às 11h35

Pelo argumento do Miguel do Rosário (que acredita que a jornalista da Globo é uma vítima), os torturadores do regime militar também são vítimas pois só estavam cumprindo ordens superiores. Assim você e o site perdem a credibilidade rapidamente, Sr, Miguel.

Responder

paulo

27 de abril de 2014 às 11h13

a violência não é a solução e ao mesmo tempo os repórteres, que estão na linha de frente estão começando a sofrer consequências de meio século de mentiras e distorções da globo e de sua dura posição política contra o povo…o repórter, cinegrafista e tal estão começando a pagar o pato….que no mínimo sirva de reflexão sobre o tipo de patrão e de ideologia que ajudam a irradiar nos céus do brasil…a tempestade um dia volta contra…é a primeira lei de newton.

Responder

O Cafezinho

27 de abril de 2014 às 05h25

Talvez o babaca seja vc caso não tenha percebido que não me referi ao Brasil inteiro, mas ao Brasil que não gosta da Vênus.

Responder

Fabio Martins

27 de abril de 2014 às 01h58

Ao Autor e responsável pelo Cafézinho:
Bravo.Bavíssimo também por este enfoque sobre essa “Organização”. Embora, seja muito raro fato tal, mas ela
está em merecida colheita. Ou,por acaso, não é es
trondosamente verossimil o sábio e popular provérbio!
– Quem semeia vento, colhe tempestade.

Responder

Maria Regina Arruda

27 de abril de 2014 às 03h02

mas expressa a opinião de muitos brasileiros

Responder

Thiago Luz

27 de abril de 2014 às 00h04

esse babaca não é o brasil, rusário. não seja ridículo.

Responder

Thiago Luz

27 de abril de 2014 às 00h04

esse babaca não é o brasil, rusário. não seja ridículo.

Responder

Tião Macalé

26 de abril de 2014 às 20h52

Sentiram o golpe !!!

Datena esperneando porque a Prefeitura de São Paulo disse que vai tirar a publicidade da Rede Bandeirantes se as mentiras ditas diariamente continuarem…

https://www.facebook.com/photo.php?v=651838351529999&set=vb.466816306698872&type=2&theater

Responder

Libertad Martinez

26 de abril de 2014 às 22h47

La Globo como todos tiene cosas buenas y malas!! radicalizar no lleva a nada .

Responder

Marcos P Silva

26 de abril de 2014 às 22h35

mas o povo não tem acesso aos chefões do jornalismo, então quem paga o pato é o peão, ops, o jornalista

Responder

Russo Salvatore

26 de abril de 2014 às 18h28

Miguel, com todo respeito que tenho de você, concordo parcialmente com você. O grande problema é que a gente não encontra o Ali Kamel e nenhum dos filhos do Roberto Marinho na rua para xingarmos e aí quem vai pagar o pato mesmo é o repórter que é o representante da emissora, infelizmente. Abs.

Responder

Marcio Beckhausen

26 de abril de 2014 às 17h31

Miguel,
a globo pode falar e fazer o que quiser…e o Casal (com caixa alta mesmo) está errado em demonstrar sua raiva contra as baixarias da platinada. Não houve por parte do Casal nenhuma violência, não houve abuso e não houve nenhum ato contra a democracia brasileira, pois a repórter terminou sua matéria com a segurança dos guarda-costas contratados. Agora da parte da globo existem incentivo a violência sistemática pelo Brasil, existe abuso do poder com o direcionamento da informação e existe uma séria possibilidade na ruptura da jovem democracia brasileira com as ações nada republicanas da globo. Me desculpe, mas eu este casal merece ser aplaudido de pé por todos que querem um Brasil melhor.
Valeu,
Marcio.

Responder

CARLOS GARCIA

26 de abril de 2014 às 17h25

Miguel, também acho que não se deva achincalhar a equipe de reportagem, mas é como depois de muito ofendido, entrar em uma loja e não podendo falar com o dono você descarregar no balconista mesmo.
O cinismo da “Golobo” é muito grande, depois de tudo que fez e continua fazendo, falar que escolheu o lado errado.
Se me permite também fico com os países de língua espanhola, que se referem ao adjetivo de Estados Unidos, como estado unidense e não americanos (apropriação indébita). Até nisso eles vem currando a América Latina faz tempo.

Responder

José Maia

26 de abril de 2014 às 17h25

O mote sobre a Globo deveria ser:

A verdade é dura, a Globo enriqueceu na ditadura!

Responder

Neuza Palaro

26 de abril de 2014 às 20h23

Pilha no povo! Ovo choco na globo.

Responder

Álvaro

26 de abril de 2014 às 17h15

Miguel do Rosário decepcionou. Comparar um repórter da Globo com um operário de fábrica só pode ser piada. Acho que tá tomando algum remédio tarja preta.

Responder

    Miguel do Rosário

    26 de abril de 2014 às 17h33

    O repórter também é vítima da concentração da mídia.

    Responder

Regiane Barros Brito

26 de abril de 2014 às 20h03

Como disse um amigo “O povo tá pilhado.”

Responder

José Pires

26 de abril de 2014 às 19h27

Globo = Terrorismo

Responder

Nelma F. Santos

26 de abril de 2014 às 19h12

Tudo bem que vcs defendam a repórter , mas é bom isto acontecer para que os funcionários da Globo sejam mais humildes e percebam que seus patrões estão perdendo o poder .

Responder

Lulu Pereira

26 de abril de 2014 às 19h08

a reporter é tão cúmplice quanto qualquer outro torturador é cúmplice com o comando, essa mulher é difusora da opressão.

Responder

Fernando Calixto

26 de abril de 2014 às 19h06

Concordo, acho injusto o que fizeram com os repórteres, a culpa em si é da emissora, mas uma vez que o repórter toma consciência que s tornou no meio da manipulação de massa e continua a representar a emissora ele se torna tão corrupto quanto a emissora em si, não?

Responder

Thyago Humberto da Silva

26 de abril de 2014 às 18h57

esse cara me representa.

Responder

Deixe um comentário

Por que devemos confiar nas Urnas Eletrônicas? Viaje no Universo Profundo com o Telescópio James Webb O Xadrez para Governador do Ceará