Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

O discurso entreguista de Serra

Por Miguel do Rosário

24 de junho de 2015 : 08h24

Tadeu Porto, colega nacionalista, envia-me relato do que viu e ouviu de José Serra na feira de Offshore em Macaé.

É de arrepiar, como tudo que vem do vampiro.

O mundo todo está otimista com o Brasil, com a Petrobrás e com o pré-sal.

Menos Serra.

Ele usa o clima de pessimismo apocalíptico e desespero da mídia, para defender que o Brasil entregue suas riquezas a preço de banana a investidores estrangeiros.

E, claro, não vê nenhuma coisa boa na Petrobrás.

Se visse alguma coisa boa, teria de elogiar e, com isso, valorizar suas ações lá fora. Não é isso que ele quer. Ele quer vender barato para suas patrocinadoras do Texas.

***

O surreal discurso de um entreguista

Por Tadeu Porto, diretor no sindicato dos petroleiros do norte fluminense (Sindipetro NF)

(Dica O Cafezinho: Siga o petroleiro no twitter –> @tadeuporto)

Estive no primeiro dia da feira Brasil Offshore em Macaé, hoje dia 23/06/2015. Faço parte do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense e nossa entidade foi ao evento tentar fazer o contraponto do equivocadíssimo projeto PLS 131/2015 que quer tirar a soberania da Petrobrás na exploração de óleo na camada pré-sal.

Depois de uma cerimônia de abertura de falas surpreendentemente otimistas, onde representantes do mercado petrolífero focaram num momento necessário de investimentos no setor e de esperança no futuro do país (tendo em vistas as nossas reservas inexploradas), o painel de abertura ficou a cargo do senador José “Chevron” Serra.

Logo na entrada (sem bolinhas de papéis por nossa parte, não queríamos machuca-lo) Serra conseguiu sugar toda o otimismo e esperança do local. Se fosse ator, tenho certeza que o vampiro seria escalado para ser um dementador de um filme da série Harry Potter.

Entreguista de carteirinha, como bem já nos mostrou o WikiLeaks, o ex-governador não perdeu tempo e começou o discurso falando mal da Petrobrás e do governo federal. Dizendo que a empresa tinha uma dívida enorme e não tinha condições de ser operadora única do pré-sal (uma das falácias já derrubadas pelo Senador Requião).

Vale ressaltar aqui que ele falou isso nem evento patrocinado pelo próprios Governo Federal e Petrobrás. Qualquer coxinha que acredite que esse nosso país não é uma democracia, precisa seriamente de uma overdose de verossimilhança.

Enfim, o festival de no sense, obviamente não parou: desde coisas do tipo “Geisel era um ditador mais entendia” até um sentimento incrivelmente saudosista do FMI que “sabia lidar com juros” (não surpreende, mas pagaria para ver ele falando isso num debate em 2018). Ademais, o ex-meio prefeito de São Paulo conseguiu ser misógino e xenofobista, citando uma piada de um argentino que bate em mulher para comparar a política de preço de combustíveis.

Além de tudo, o tucano ainda demonstrou aquele espírito privatista de sempre, argumento que empresas devem pensar exclusivamente no lucro deixando o viés social de lado. Exemplificou tal fato criticando as refinarias no nordeste, ignorando a importância dos investimentos para o desenvolvimento local (depois não sabem porque a galera arretada não vota neles) e pedindo a venda das subsidiárias BR e Transpetro, empresas cruciais para levar derivados do petróleo para regiões remotas e mais pobres.

No meio das loucuras do senador – que eu até diria estar gagá se não tivesse nessa sanha toda de vender nosso ouro – ele chamou os manifestantes, como eu, de fascistas e contra a democracia. Ora, fomos credenciados (a feira tem todos os nossos dados) e entramos tranquilamente no evento, justamente para tentar mostrar a população a antítese do absurdo que Serra quer implantar. Uma idéia que interessa hoje ao monopólio do mercado petrolífero, não pode servir para um país que tem expectativa de estar entre os dez maiores produtores do mundo!

Pra coroar o festival de inverdades e incoerências, Serra finalizou a fala encerrando também o painel e impedindo que o representante dos petroleirxs, José Maria Rangel, fizesse o contraditório de todas as bobagens despejadas. E numa dissimulação universal disse que era a favor do debate…

Do debate, do mercado internacional e do FMI!

Fotos: Sindipetro NF.

IMG_4064

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

14 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

H.92

24 de junho de 2015 às 20h05

Essa sanha entreguista não vem do nada, não vem de graça.

Responder

Gerson

24 de junho de 2015 às 12h31

A Petrobras e o governo federal financiam a maior parte dessa feira, e a organização (através da Prefeitura de Macaé e de seu prefeito) traz para a abertura um palestrante, José Serra, para falar mal da Petrobras e do governo federal. No mínimo, e eu estou dizendo no mínimo, a Petrobras deveria se pronunciar formalmente contra sobre essa “rasteira” do Prefeito de Macaé. Mas dúvido que vão fazer isso, pois o republicanismo impera no governo federal. Vão apanhar mais uma vez calados. Serra só não falou sozinho porque o Sindicato dos Petroleiros do NF estava presente e reagiu a altura.

Responder

Marco Espirito Santo

24 de junho de 2015 às 12h07

É por ai.

Responder

Ademir Garcia Garcia Fernandes

24 de junho de 2015 às 11h56

Responder

Mauricio Gomes

24 de junho de 2015 às 08h51

Vampiro maldito, tinham que ter jogado água benta nessa múmia entreguista. Como pode nenhum parlamentar do PT ter coragem de ir na tribuna denunciar essa patifaria, inclusive citando o famoso e-mail vazado pelo wikileaks? O PT, com esse medo ridículo de manifestação de paneleiros, não vai à TV para denunciar esse crime de lesa-pátria, deixando os defensores da Petrobras gritando ao vento.

Responder

Edson Luis Stinghen

24 de junho de 2015 às 11h49

O LULA descobriu o pré-sal e o cerra quer doar aos americanos.

Responder

Edson Luis Stinghen

24 de junho de 2015 às 11h49

O LULA descobriu o pré-sal e o cerra quer doar aos americanos.

Responder

João DaSilva

24 de junho de 2015 às 11h42

É a república de banana tentando voltar, por meio dos luluzinhos de gringo – versão neoliberal dos viralatas.

Responder

Marcos Feijó de Almeida

24 de junho de 2015 às 11h38

Até quando teremos estes lesa pátria ditando os rumos do nosso país?

Responder

Marcos Feijó de Almeida

24 de junho de 2015 às 11h38

Até quando teremos estes lesa pátria ditando os rumos do nosso país?

Responder

André Godinho

24 de junho de 2015 às 11h35

Os passivinhos de gringo querem entregar tudinho por trinta dinheiros…

Responder

André Godinho

24 de junho de 2015 às 11h35

Os passivinhos de gringo querem entregar tudinho por trinta dinheiros…

Responder

Roberto Telles

24 de junho de 2015 às 11h33

Serra está recebendo em Dolar.

Responder

Esly Mingotti Campos

24 de junho de 2015 às 11h29

Conforme PHA:- “De que vive o Cerra?”

Responder

Deixe um comentário