Hangout com Miguel do Rosário: Bolsonaro nos EUA

Requião relembra Banestado: roubalheira tucana desviou meio trilhão

Por Miguel do Rosário

03 de outubro de 2015 : 14h03

O senador Roberto Requião fez um duro pronunciamento esta semana sobre a mãe de todas as corrupções.

Não foi mensalão, não foi petrolão.

Foi o Banestado.

(Na época, a imprensa não dava apelido com “ão”, não fazia infográficos, charges, não fazia campanha).

Os desvios chegaram a mais de US$ 124 bilhões, ou quase R$ 500 bilhões.

Calculem aí quem souber o quanto isso significaria hoje, contabilizando a inflação.

O próprio Requião lembra que o valor correspondia a bem mais do que as reservas internacionais do Brasil.

É um escândalo totalmente tucano, mas nenhum tucano foi preso.

O juiz do caso foi Sergio Moro, alguns procuradores eram os mesmos da Lava Jato. Não fizeram nada.

Moro soltou Youssef, o principal doleiro do escândalo, e Youssef voltou a roubar.

***

Discurso de Roberto Requião.

Senhoras e senhores senadores,

Quero aproveitar hoje esse clima justiceiro que faz arder em santa ira os corações dos que levantam as bandeiras do civismo e da luta contra a corrupção, para lembrar o maior escândalo, o escândalo-mãe de todas as vergonhas e malfeitos recentes.

Vou relembrar aqui o caso Banestado, devassa feita entre os anos 1966 e 2002, época em que, como se sabe, o hoje tão indigitado partido dos trabalhadores era oposição. E o PSDB, PMDB, PTB, PFL, agora DEM, eram governo.

A investigação do caso Banestado, intitulada no âmbito policial de ‘Operação Macuco’, foi a maior investigação criminal do país de todos os tempos, e a precursora de outras grandes operações que se sucederam nas gestões dos presidentes lula e Dilma.

O caso Banestado começou na delegacia da Polícia Federal de foz do Iguaçu, para apurar o uso irregular das contas CC5 do banco, conforme menção do relatório final da CPI dos Precatórios, tendo, à época, contado com o entusiasmo e a colaboração do procurador da República Celso Três.

O inquérito mãe (inquérito 207/98 – DPF/Foz do Iguaçu) foi presidido pelo delegado federal José Castilho Neto e sua equipe de policiais federais, composta dentre outros pelos peritos criminais Renato Barbosa e Eurico Montenegro .

Em diligências realizadas em Nova Iorque/Estados Unidos, por quase seis meses, com o auxílio do FBI e do Ministério Público distrital local, foi quebrado o sigilo bancário de 137 contas-corrente da extinta agência do Banestado naquela cidade, contas que tinham como procuradores os principais doleiros brasileiros. Esses mesmos que estão aí enredados na Operação Lava Jato.

Com isso, descobriu-se, em um primeiro momento, o desvio e a evasão de divisas brasileiras no montante de 30 bilhões de dólares, o que possibilitou aos investigadores traçarem o que se chamou “mapa da corrupção brasileira”.

Com o prosseguimento da investigação, os desvios de dinheiro e a evasão de divisas revelaram-se ciclópicos, chegando à fantástica cifra de 124 bilhões de dólares.

Essa quantia jamais apurada em qualquer outro escândalo nacional envolvia, como beneficiários finais, nomes coincidentes com os de integrantes da alta cúpula do empresariado e da política nacional à época, em especial a políticos ligados ao PSDB, dentre outros.

Como não se ignora, e se ignora é porque a omissão é seletiva e altamente conveniente, o período da investigação da CPI foi dos anos de 1966 a 2002.

No entanto, o delegado Castilho, no início do governo Lula, por ordem do ministro da Justiça Márcio Thomás Bastos foi afastado das investigações, e outro delegado assumiu a presidência do inquérito.

Com isso, o rastreamento do dinheiro no exterior foi interrompido e nunca mais retomado.

Em consequência, a prova criminal ficou prejudicada, pois no crime financeiro a materialidade delitiva é o dinheiro e o seu rastro, sem o que não há prova hábil à condenação.

Ao invés de prosseguir o rastreamento do dinheiro evadido para chegar aos verdadeiros protagonistas do esquema criminoso, estranhamente, o novo delegado, com o aval do diretor geral da Polícia Federal, optou por apenas investigar em território nacional, através da operação policial intitulada “Farol da Colina”, os doleiros responsáveis pela evasão.

Setenta doleiros foram presos, com alta repercussão midiática, inclusive Alberto Youssef. Mas sem qualquer efeito prático, pois tais crimes continuaram a serem praticados, como se há de ver nos escândalos posteriores .

Os processos foram em sua maioria presididos pelo juiz Sérgio Moro da Justiça Federal de Curitiba. No entanto, ou geraram absolvição por falta de provas ou prescreveram por inércia da Polícia Federal e do Ministério Público Federal.

Nos inquéritos do caso Banestado, o doleiro Alberto Youssef foi indiciado ao menos cinco vezes, tendo sido condenado em um deles.

O banco de dados com indícios criminais, elaborado à época, serviu de base durante os dez anos subsequentes para o fomento de todas as grandes investigações de crime financeiro no país, incluindo a operação “Lava Jato”.

Esse o grande legado do trabalho do delegado Castilho e do promotor Celso Três e suas equipes.

O legado do banco de dados, o desvendamento do caminho do dinheiro, do modus operandi, a revelação dos nomes e sobrenomes dos notáveis que desviaram, a valores da época, 124 bilhões de dólares, muito mais que as reservas cambiais do Brasil então.

Especulou-se muito porque o falecido ministro e advogado de tantas causas Márcio Thomas Bastos, que efetivamente mandava na polícia federal, mudou o delegado que presidia o inquérito e os rumos da investigação.

O ex-ministro não está mais entre nós, deixemos de lado as perguntas sem respostas.

Senhoras e senhores senadores,

Com toda certeza, se o inquérito presidido pelo delegado Castilho e acompanhado de perto pelo procurador Celso Três tivesse se completado, com o rastreamento do dinheiro no exterior, não teríamos os escândalos que se sucedem ininterruptamente na última década.

Por que o inquérito-mãe, o ponto de partida para desvendar toda a trama da corrupção no país foi abandonado?

Por que nunca se seguiu o rastro dos 124 bilhões de dólares desviados para o exterior?

Como investigar os desvios de hoje sem retomar as investigações do delegado Castilho e do procurador Celso Três?

Lá estão os fios da meada. Lá estão os nomes, todos os nomes. A nomenclatura toda. Lá está a tecnologia da corrupção, da fraude, do roubo, da sonegação, da malversação, da propina, dos trambiques, das concorrências e compras viciadas, superfaturadas.

Lá estão Alberto Youssef e os setenta doleiros. Lá estão as delações premiadas, que logo em seguida foram traídas pelos delatores.

Nada, por mais espantoso que se apure hoje é novidade frente àquela desditosa investigação.

Tenho a convicção que enquanto a “Operação Macuco” não for retomada, continuaremos esse cansativo e inútil trabalho de carregar pedras até o topo da montanha, para vê-las em seguida despencar. E tudo recomeçar,

Por fim, uma notícia que confirma a seletividade de determinadas operações de combate à corrupção.

O jornal Gazeta do Povo, de Curitiba, noticiou nos dias 27 e 28, domingo e segunda passados, que a delação, devidamente premiada, de Alberto Youssef sobre corrupção no governo de Jaime Lerner, sumiu do processo. Escafedeu, evaporou-se, criou asas, ninguém sabe, ninguém viu.

Tão simples assim: a delação de Alberto Youssef no caso Copel/Olvepar, onde os meliantes levaram mais de 150 milhões de reais da empresa paranaense de energia, envolvendo figuras de proa do então governo estadual, sumiu do inquérito.

Noticia a Gazeta que a duras penas tenta-se reconstruir a delação do doleiro.

Mesmo que quisesse, não encontraria um epílogo à altura do desmonte das investigações do Banestado que essa informação sobre o desaparecimento da denúncia de Youssef no escândalo Copel/Olvepar.

E espero que todos os que se levantam contra a corrupção e os corruptos fiquem indignados como eu, diante da impunidade do caso Banestado e diante do sumiço da delação desse tão famoso e até mesmo cultuado personagem chamado Alberto Youssef.

Por fim, ao delegado Castilho, aos peritos criminais Renato Barbosa e Eurico Montenegro e ao procurador Celso Três, minhas homenagens pelo pioneirismo das investigações de lavagem de dinheiro, fraudes financeiras, fraudes fiscais, corrupção.

“Operação Macuco”, foi lá que tudo começou.

Aliás, um pergunta para o ministro Cardozo e para a Polícia Federal: por onde anda o delegado José Castilho Netto?

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

39 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Roberto

21 de agosto de 2018 às 09h29

Está claro, o único objetivo da condenação de Lula, é impedir de se candidatar, com apoio da mídia( rede globo), principal executora deste plano, fazem de tudo, com a conivência de justiça desmoralizada, mas a história dirá, acharam que ele iria fugir, como aconteceu com Jango, mas preferiu lutar pela sua honra, este juiz Sérgio Moro, todos sabem para que lado joga, a mídia não pede investigação sobre o dinheiro que o escritório da mulher recebeu para não prender o advogadoTaclaDuran e ele não respondeu, mas FHC, José Serra, Aécio Neves, Geraldo Alckimin e outros mais do PSDB, estão todos livres, é inacreditável, todos que Lula e Dilma indicaram para o STF o traíram, pois deveriam aplicar a lei, mas preferiram ficar ao lado do poder, pobre Brasil, não merece os poderes que aí estão, estamos sendo governado por um presidente corrupto e identificado por gravação pedindo para o empresário Joesley Batista manter o Eduardo Cunha calado ( propina ),.

Responder

MORENO

05 de novembro de 2017 às 10h48

FHC CRIOU EM 1995 UMA COMPLEXA UMA REDE DE PROTEÇÃO JUDICIÁRIA NA PGR (GERALDO BRINDEIRO ENGAVETADOR GERAL DA REPÚBLICA DE FHC), UMA TEIA NO STF, E TAMBÉM NO JUDICIÁRIO DO PARANÁ (O JUIZ NÃO CONCURSADO SERGIO MORO E O SINISTRO PROCURADOR SR CARLOS FERNANDES) PARA BLINDAR OS DOLEIROS E DOS 300 POLÍTICOS CORRUPTOS DEMO-TUCANOS QUE RECEBERAM PROPINAS BILIONÁRIAS DE MULTINACIONAIS NO ESQUEMA BANESTADO EM TROCA DAS PRIVATARIAS TUCANAS.

A CORRUPÇÃO ABAFADA PELA “TEIA DE PROTEÇÃO JUDICIÁRIA TUCANA” NA ROUBALHEIRA DO GOVERNO FHC NO BANCO DO ESTADO DO PARANÁ- 125 BILHÕES DÓLARES FORAM PAGOS PELAS MULTINACIONAIS A FAMILIARES DE 300 POLÍTICOS DEMOTUCANOS NAS PRIVATARIAS TUCANAS, TUDO ABAFADO POR SERGIO MORO NO ESCÂNDALO BANESTADO (1997-2002).

OS CORRUPTOS AÉCIO CHEIRA NEVES, TEMER E SEU QUADRILHÃO, O FILHO E GENRO DE FHC E PRIMO DE JOSÉ SERRA NA LAMA DA CORRUPÇÃO SÃO DELATADOS POR VÁRIOS DELATORES E BLINDADOS NO STF E NO PARANÁ.
FERNANDO BAIANO DELATA CORRUPTO FILHO DE FHC SR PHC EM PESADO ESQUEMA DE CORRUPÇÃO USANDO EMPRESAS DE FACAHADA OFFSHORE NO PANAMÁ E ILHAS CAYMAN E PROPINAS MILIONÁRIAS RECEBIDAS DE MULTINACIONAIS EM CONTRATOS ILÍCITOS NA ÉPOCA DOS APAGÕES, CONTRATOS DO GASBOL E NO DESASTRE DA PLATAFORMA P-36 COM GERMAN EFRAMOVITCH EM PARCERIA COM O CORRUPTO GENRO DE FHC DAVID ZYLBERSZTAJN
https://www.youtube.com/watch?v=AnKK51ITUQI

FERNANDO BAIANO DELATOU EM VÍDEO O MEGA CORRUPTO FILHO DE FHC O VAGABUNDO PHC NA CORRUPÇÃO COM MULTINACIONAIS EM CONTRATOS ILÍCITOS E OBRAS SUPERFATURADAS PARA CONSTRUÇÃO DE USINAS TERMELÉTRICAS NOS APAGÕES PLANEJADOS DE FHC NOS ESCÂNDALOS DO GASBOL E DA TERMO-RIO. NÃO FOI GRATUITA A NOMEAÇÃO DE PEDRO PARENTE COMO MINISTRO DOS APAGÕES, DO BANQUEIRO FRANCÊS HENRY PHILLIPE REISCHTULL AMIGO PESSOAL DO GENRO DE FHC NA PRESIDÊNCIA DA PETROBRAS, A NOMEAÇÃO DE BARUSCO NOS PROGRAMAS DE TERCEIRIZAÇÃO E AFRETAMENTOS. PARA NOMEAR ESTRANGEIROS NAS ESTATAIS FHC FEZ MUDANÇAS NO ESTATUTO E “RASGOU ACORDOS COLETIVOS” PARA A NOMEAR O ESPANHOL NESTOR CERVERÓ E NOMEAR PAULO ROBERTO COSTA FEROZ ALIADO DE FHC, E NOMEAR OS TUCANOS SR DELCIDIO DO AMARAL (PSDB-MT) E SERGIO MACAHADO (PSDB-CE) EMPOSSADOS POR FHC EM 1996 PARA MONTAR OS ESQUEMAS DAS PRIVATARIAS TUCANAS NA ÁREA DE PETRÓLEO E ENERGIA, JUSTIFICADAS PELOS APAGÕES PLANEJADOS DE FHC.
ISSO EXPLICA AS FORTUNAS BILIONÁRIAS DO FILHO DE FHC O CORRUPTO PAULO HENRIQUE CARDOSO NAS ILHAS CAYMAN E NO “PANAMÁ PAPERS” E AQUELE APARTAMENTO DE 37 MILHÕES DE REAIS NA CHAMPS ELISSÉS EM PARIS EM NOME DE FHC E TAMBÉM AS CONTAS SECRETAS BILIONÁRIAS NO CARIBE (CONTA TUCANO, CONTA MARÍLIA E CONTA CH J&T COM MAIS DE HUM BILHÃO DE DÓLARES).
AS EMPRESAS AMERICANAS ENVOLVIDAS COM A MAIOR PARTE DA CORRUPÇÃO QUE REMUNEROU COM PROPINAS BILIONÁRIAS O FILHO E O GENRO DE FHC E OS FAMILIARES DE JOSÉ SERRA E DE 300 POLÍTICOS DEMOTUCANOS SÃO A ENRON, SHELL, CHEVRON, EXXON MOBIL, AES E A EL PASO E BHP SAMARCO. TODAS ESSES ESQUEMAS DE CORRUPÇÃO FORAM CRIADOS NO GOVERNO FHC AINDA EM 1995 PARA PROMOVER AS PRIVATARIAS TUCANAS, DESMONTAR O ESTADO NACIONAL, FAZER OS TERRÍVEIS APAGÕES E ENTREGAR AS 137 MAIORES EMPRESAS NACIONAIS E AS RESERVAS MINERAIS E PETROLÍFERAS PARA O CAPITAL ESTRANGEIROE ESSAS PASSAGENS. O DELEGADO JOSÉ CASTILHO NETO DA PF PRENDEU OLGA YOUSSEF, ALBERTO YOUSSEF E OUTROS 70 DOLEIROS NO PARANÁ PASMEM, TODOS FORAM MANTIDOS SOLTOS PELO JUIZ TUCANO SERGIO MORO ORIENTADO NAQUELA SINISTRA “TEIA DE PROTEÇÃO TUCANA NO JUDICIÁRIO” CRIADA EM 1995 POR GERALDO BRINDEIRO E GILMAR MENDES.
OS MAPAS DA CORRUPÇÃO MONTADA NO GOVERNO FHC ESTÃO DETALHADOS NOS LIVROS:
1- “FHC, CRISE, DECADÊNCIA E CORRUPÇÃO”, H Fontana
2- “O MAPA DA CORRUPÇÃO NO GOVERNO FHC”, Larissa Burtone
3- “A OUTRA HISTÓRIA DA LAVA JATO” , Paulo Moreira Leite
4- “A PRIVATARIA TUCANA”,Amaury Junior
5- “YOUTUBE: REQUIÃO: BANESTADO FOI A MAIOR CORRUPÇÃO DA REPÚBLICA E ENVOLVE OS MESMOS JUIZES, OS MESMOS DOLEIROS E OS MESMOS POLÍTICOS DA LAVA JATO”
6- “EL COMPLT DEL FMI PARA LAS NACCIONES DE IBERO AMERICA”, lindon Larouche, 1993
7- “O BANESTADO E A LAVA JATO UM FEITIÇO DO TEMPO: OS MESMOS DOLEIROS E OS MESMOS JUÍZES E OS MESMOS PROCURADORES”, Jandira fegali
8- “TARDE DEMAIS PARA ESQUECER”, Bendito C Bonfim, 1995
9- “A PÁTRIA PEDE SOCORRO”, brigadeiro Ivan Frota, 1995
10_ “YOUTUBE: “BILL CLINTON PASSA SERMÃO EM FHC PELA PESADA CORRUPÇÃO NO ESQUEMA BANESTADO QUE USOU AGÊNCIA EM NY”, Florença Itália, novembro 1999

O PATRIMÔNIO PÚBLICO FOI PARA O RALO DA CORRUPÇÃO NO “ESQUEMA BANESTADO NAS PRIVATARIAS DE FHC”: ISSO MESMO 15 TRILHÕES DE DÓLARES, PARA OS BOLSOS DOS GRINGOS E PARA O RALO DA CORRUPÇÃO NO GOVERNO FHC!!MUITOS MIDIOTAS TEM PREGUIÇA DE LER LIVROS, TODA A BIBLIOGRAFIA ESTÁ CITADA NAS FONTES CITADA NA MATÉRIA, MAS VAMOS LÁ:

RESPOSTA SOBRE OS VALORES PATRIMONIAIS DOADOS POR FHC EM TROCA DE PROPINAS BLIONÁRIAS PAGAS PELAS MULTINACIONAIS NO “ESQUEMA BANESTADO- BANCO DO ESTADO DO PARANÁ” QUE O DELEGADO JOSÉ CASTILHO NETO INVESTIGOU E PRENDEU 70 DOLEIROS NO PARANÁ E INDICIOU 300 POLÍTICOS DEMO-TUCANOS
Sugiro uma leitura no documento publicado no RR RELATÓRIO RESERVADO (no Google) PRELIMINARY IDEAS STEP BAY STEP FOR A PRIVATIZATION MASTER PLAN IN BRAZIL OF ELETROBRAS GROUP, TELEBRAS GROUP, PETROCHEMICAL GROUP, PETROBRAS GROUP, VALE DO RIO DOCE GROUP AND INFRAERO GROUP – CONFIDENTIAL MEMORANDUM”. A elaboração desse documento teve a partiucipação de notáveis traidores e lesa pátrias: FHC então ministro das relações exteriores e o sr Henrique Meireles atuou como diretor do First Suisse Bank of Boston pelo Brasil; o lesa pátria Salinas pelo México que foi o mandante da morte do candidato presidenciável Luis Donaldo em 1994, o lesa pátria Carlos Menen e Cavallo pela Argentina, todos figuras notáveis da corrupção. O sr Meirelles ao sair do banco americano ele tornou-se diretor financeiro do GRUPO JBS e lá permaneceu entre 1999 e 2015 todos conhecem o final desse filme de Meirelles com a JBS.
valores patrimoniais que foram doados por FHC e seus 300 políticos corruptos remunerados pelas multinacionais no ESCÂNDALO BANESTADO NO PARANÁ (ABAFADO POR SERGIO MORO ENTRE 1997 E 2002):
1- O ESCÂNDALO DA PRIVATARIA DA VALE DO RIO DOCE: 5 TRILHÕES DE DÓLARES (18 TRILHÕES DE REAIS)

A CIA VALE DO RIO DOCE E TODAS AS SUAS SUBSIDIÁRIAS (DOCENAVE: 49 NAVIOS), JAZIDAS MINERAIS EM PLENA PRODUÇÃO EM MINAS GERAIS, BAHIA, GOIÁS, MATO GROSSO, PARÁ (CARAJÁS), ETC: PATRIMÔNIO 5 TRILHÕES DE DÓLARES (18 trilhões de reais).
Uma auditoria avaliou os equipamentos e instalações da VALE DO RIO DOCE em 380 bilhões de dólares, hum trilhão e meio de reais, e as jazidas de metais avaliadas em cinco trilhões de dólares, TUDO FOI DOADO PELA BAGATELA DE 3 BILHÕES DE REAIS NA “BACIA DAS ALMAS” (MENOS QUE O,2% DO VALOR PATRIMONIAL) PARA O GRUPO BHP SAMARCO E GRUPO BILLITON COM PARTICIPAÇÃO DO BRADESCO PARTICIPAÇÕES NAS NEGOCIATAS (envolve o ex-diretor do BRADESPAR SR ROGER AGNELLI QUE APÓS PERMANECER 15 ANOS NA PRESIDÊNCIA DA VALE PRIVATIZADA ELE SOFREU UM DESASTRE AÉREO EM SP LOGO APÓS O ACIDENTE DA SAMARCO EM MARIANA QUE GEROU PREJUIZOS DE 370 BILHÕES DE REAIS AO BRASIL (MINAS GERAIS E ESPÍRITO SANTO) E A COMPLETA DESTRUIÇÃO DO RIO DOCE. Esses valores de avaliação da maior mineradora do planeta A VALE DO RIO DOCE na época da sua privataização, foram publicados no livro “EL COMPLOT PARA ANIAQUILAR LAS NACCIONES DE IBERO AMERICA”, Lindon Larouche, 1993. O livro cita FHC como signatário do famigerado Consenso de Washington e dos acordos secretos com o FMI e MEGA ESPECULADORES INTERNACIONAIS. 460 BILHÕES DE DÓLARES + 160 BILHÕES DE DÓLARES EM SISTEMAS FIXOS QUE ESTÁ SENDO DOADO AGORA POR KASSAB NO GOVERNO GOLPISTA DE “MI-SHELL” TEMER QUE PLANEJOU O GOLPE COM SERRA E O PAVÃO DE CURITIBA PARA ENTREGAR O PRESAL QUE VALE 20 TRILHÕES US$ CONFIRAM NA ENTREVISTA NO YOUTUBE: “ROCKEFELLER: “PRESAL VALE 20 TRILHÕES DE US$ E SEIS MILHÕES DE EMPREGOS: 30 VEZES O PIB DO BRASIL” . ESSA PARTE NÃO VAMOS COMENTAR NO PREJUIZOS POIS FOI O ALVO PRINCIPAL DO GOLPE DE 2016 MAIS RECENTE, VAMOS FOCAR NA MATÉRIA ANEXA. OS PREJUIZOS COM A PERDA DO PRESAL E A DOAÇÃO DE RESERVAS PARA AS PETROLÍFERAS FORAM ARMADAS NO PLANEJAMENTO DO GOLPE E NO TREINAMENTO DE SERGIO MORO NA CIA EM 2009 (PROJETO PONTE)

2- PRIVATARIAS DAS TELECOMUNICAÇÕES- MAIS CONHECIDO COMO “ESCÂNDALO DAS TELES NO LIMITE DA IRRESPONSABILIDADE” -OUTUBRO 1998- 300 BILHÕES DE DÓLARES E MAIS 160 BILHÕES DE DÓLARES EM PRÉDIOS, INSTALAÇÕES, ANTENAS SATÉLITES E ESTAÇÕES TERRESTRES.
Os grampos da Polícia Federal foram publicados pela REVISTA ISTOE em outubro de 1998, conversas palacianas falam descaradamente sobre corrupção e concessão de empréstimo-doação no BNDES (MARCIO FORTES E MENDONÇA DE BARROS, SERGIO MOTA, FHC, VERÔNICA SERRA, DANIEL DANTAS E JOSÉ SERRA) de dois bilhões de dólares para os gringos ganhadores das raspadinhas da doação de 38 empresas de telefonia móvel e celular. O banqueiro Dantas e o tucano Jereissati receberam a doação de 8 empresas de telefonia celular no norte e nordeste tendo a filha de Serra como testa de ferro, e os gringos da RTP TELECOM DE PORTUGAL E A ESPANHOLA TELEFÔNICA RECEBERAM A DOAÇÃO DE 28 EMPRESAS DE TELEFONIA FIXA E CELULAR NOS DEMAIS REGIÕES DO BRASIL. O prejuízo estimado foi de 300 bilhões de dólares cerca de hum trilhão e meio de reais na época dessa privataria. AS PROPINAS FORAM PAGAS NO ESQUEMA BANESTADO NO PARANÁ E LAVADAS PELOS DOLEIROS OFFICE BOYS DOS TUCANOS NO PARANÁ ALBERTO YOUSSEF E OLGA YOUSSEF E OUTROS 70 DOLEIROS PRESOS NO PARANÁ E SOLTOS POR SERGIO MORO ELES FORAM PRESOS EM 1999 NA “OPERAÇÃO MACUCO”

3- A PRIVATARIA DOS CAMPOS PETROLÍFEROS DO BRASIL EM LEILÕES LESA PÁTRIAS: 4 TRILHÕES DE DÓLARES (14 TRILHÕES DE REAIS)

ESSA PERDA REPRESENTA 20% DO VALOR DA DOAÇÃO FEITA PELA PEC LESA PÁTRIA DE JOSÉ SERRA (PEC-131) PARA ENTREGA DOS CAMPOS GIGANTES E ULTRA PRODUTIVOS DO PRESAL DOADOS PELO VAMPIRÃO CONDE DRÁCULA “MI-SHELL” TEMER EM 2016 E 2017 ESSE FOI O PREÇO DO GOLPE PARLAMENTAR E JUDICIÁRIO NO BRASIL. DESDE 2011 O EX AGENTE DA CIA EDWARD SNOWDEN JÁ ALERTAVA QUE O BRASIL SERIA ESPIONADO E GOLPEADO COM A AJUDA DE JUÍZES TREINADOS EM 2009 PELA CIA E FBI JUNTO COM JUIZES DO PARAGUAI.

29 BACIAS SEDIMENTARES E 200 CAMPOS PETROLÍFEROS DOADOS PELA ANP LOGO APÓS A SUA CRIAÇÃO EM 1997. NOTEM QUE UM MÊS ANTES DE CRIA-LA FHC COLOCOU TROPAS DO EXÉRCITO NA SEDE DA EX-ESTATAL PETROBRAS E ROUBOU MILHARES DE MAPAS DE PETRÓLEO DA PETROBRAS E FHC ENTREGOU AO CORRUPTO GENRO DAVID ZYLBERSZTAJN QUE OS NEGOCIOU COM AS PETROLÍFERAS ESTRANGEIRAS

O PREJUÍZO COM ESSA DOAÇÃO DE 200 CAMPOS PETROLÍFEROS EM 29 BACIAS SEDIMENTARES NO PÓS SAL FOI DE QUATRO TRILHÕES DE DÓLARES. CENTENAS DE CAMPOS FORAM VENDIDOS POR PREÇOS DE APARTAMENTOS E ATÉ DE UMA HONDA CIVIC NA BACIA DAS ALMAS EM TROCA DE PROPINAS PARA DAVID.

O sinistro genro de FHC DAVID ZYLBERSZTAJN foi nomeado em janeiro de 1997 pelo sogro o corrupto sr FHC, MAIS CONHECIDO COMO “CROCODILO CAIMÃO FHC” pelas ações secretas e obscuras no ESCÂNDALO BANESTADO E O DOSSIÊ CAYMAN MANTIDO ABAFADO PELO PRG GERALDO BRINDEIRO O ENGAVETADOR GERAL DA REPÚBLICA DE FHC.

4- A DOAÇÃO DE 32 EMPRESAS DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NO BRASIL E SUAS CENTENAS DE SUBSIDIÁRIAS – OS APAGÕES PLANEJADOS DE FHC PARA JUSTIFICAR AS PRIVATARIAS: PREJUÍZOS DE 3,5 TRILHÕES DE DÓLARES DE DÓLARES (13 TRILHÕES DE REAIS), AS CONTAS DE ENERGIA QUINTUPLICARAM DESDE 1999 PASSANDO O KWH DA FAIXA DOS CINCO CENTAVOS PARA OS ATUAIS NOVENTA CENTAVOS POR KWH (UM AUMENTO DE 4 MIL POR CENTO)
Essa privataria foi a mais escandalosa do Brasil e foi planejada cuidadosamente através dos APAGÕES que foram ações de SABOTAGEM do governo FHC na paralisação de serviços de manutenção nas subestações, linhas de transmissão, redes públicas, estações abaixadoras, centrais hidrelétricas que geraram entre 1996 e 2001 muitos transtornos e enormes prejuízos para a indústria e para a população para JUSTIFICAR AS PRIVATARIAS. FHC CONFESSOU DE PRÓPRIO PUNHO NO LIVRO DIÁRIOS DA PRESIDÊNCIA QUE PLANEJOU OS APAGÕES COM AJUDA DE CONSULTORIAS ESTRANGEIRAS QUE ADMITIU ATOS DE SABOTAGEM E DESLEIXO NAS INSTALAÇÕES E CORTES DE INVESTIMENTOS NAS LINHAS DE TRANSMISSÃO PARA QUE A ENERGIA FOSSE PROPOSITADAMENTE RACIONADA E ASSIM JUSTIFICAR A ENTREGA DE EMPRESAS GIGANTES DE ENERGIA COMO A ELETROPAULO (DOADA PELO CORRUPTO GENRO DE FHC PARA A AMERICANA AES) E CENTENAS DE PRIVATARIAS, O CASO MAIS GRAVE FOI A PRIVATARIA DA CERJ CENTRAIS ELÉTRICAS DO RIO DE JANEIRO E A CEG – CIA ESTADUAL DE GÁS DOADAS PARA LIGHT E PARA A ELETRICITÉ DE FRANCE PASMEM NA BACIA DAS ALMAS E DEPOIS A SEGUNDA FOI REVENDIDA PELA EMPRESA FRANCESA PARA A LAIGHT TORNADO A CONCESSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA E GÁS EM UMA UNICA EMPRESA: UM PERIGOSO NEGÓCIO PARA O ESTADO DO RIO DE JANEIRO. ENERGIA ELETRICA E GÁS PASSARAM A SER CONDUZIDOS PASMEM NUM UNICO DUTO GERANDO EXPLOSÕES DE BUEIROS: “A MUSICA DE CARNAVAL VIROU DEBOCHE “BUEIRO DO RIO CALOR QUE PROVOCA ARREPIO” LEMBRANDO OS VELHOS TEMPOS DAS CRÍTICAS À LIGHT NOS ANOS 1940 COM AMUSICA DE CARNAVAL DE 1944:”RIO CIDADE QUE RELUZ, DE DIA FALTA ÁGUA E DE NOITE FALTA LUZ!!”

5- A PRIVATIZAÇÃO BRANCA DA PETROBRAS – ENTREGA DE SEIS BILHÕES DE AÇÕES PREFERENCIAIS DA PETROBRAS NA BACIA DAS ALMAS NO DIA 10 DE JANEIRO DE 2000. PREJUIZO DE HUM TRILHÃO DE DÓLARES

A PETROBRAS FOI A EMPRESA QUE MAIS SOFREU BAIXAS, EXTINÇÃO E PRIVATARIA DE DEZENAS DE SUBSIDIÁRIAS, DESMONTES, FATIAMENTO EM UNIDADES DE NEGÓCIO, ENTREGA DE SEIS BILHÕES DE AÇÕES VENDIDAS NA BACIA DAS ALMAS E TROCADAS POR MOEDAS PODRES DO MERCADO IMOBILIÁRIO, UMA VERGONHOSA NEGOCIATA FEITA POR FHC E O CORRUPTO GENRO DAVID E SR REISCHTULL NA BOLSA DE NEW YORK E FEROZES ATAQUES NA ERA FHC E PARA FAZER OS DESMONTES O SR FHC NOMEOU FEROZES ALIADOS NO COMANDO INCLUINDO O SINISTRO TUCANO SR PAULO ROBERTO COSTA, O ESPANHOL NESTOR CERVERO, BARUSCO E OUTROS CITADOS NA LAVA A JATO FORAM “PESSOAS NOMEADAS POR FHC” ELE SEGUIU PASSO A PASSO A ORIENTAÇÕES DA CONSULTORIA DO BANK OF BOSTON (SR MEIRELLES E DO BANCO JP MORGAN SR GROSS E DO PARIBAS PELO SR NENRY REISCHTULL QUE FOI NOMEADO POR FHC, MESMO SENDO ESTRANGEIRO, PAMSEM PARA A PRESIDÊNCIA DA EX ESTATAL PETROBRAS EM 1999)
DESDE A ENTREGA DE SEIS BILHÕES DE AÇÕES NA BOLSA DE NY A PETROBRAS É OBRIGADA A ENVIAR PARA NEW YORK, TODOS OS ANOS, MAIS DE SESSENTA POR CENTO DOS SEUS LUCROS. A UNIÃO FICOU COM APENAS A METADE MAIS UMA DO TOTAL DE AÇÕES ORDINÁRIAS QUE REPRESENTA APENAS 30% DO TOTAL DO CAPITAL VOLANTE, UM GOLPE DE MESTRE NA PRIVATIZAÇÃO BRANCA DA EX ESTATAL PETROBRAS. ESSE GOLPE FOI PLANEJADO EM DEZEMBRO DE 1997 PELA SINISTRA LEI 9.478/97 UM GOLPE DE MESTRE QUE DEFINIU UM NOVO CONCEITO FAJUTO DE EMPRESA NACIONAL (51% DAS AÇÕES ORDINÁRIAS E NÃO MAIS 51% DO TOTAL DE AÇÕES A NOVA LEGISLAÇÃO LESA PÁTRIA DE FHC PERMITIU QUE UMA EMPRESA ESTRANGEIRA POSSUA 100 % DAS AÇÕES PREFERENCIAIS FOI O CASO DA PETROBRAS QUE FOI GOLPEADA NESSA PRIVATIZAÇÃO BRANCA NO DIA 10 DE JANEIRO DE 2000.

6- A NEBULOSA E VERGONHOSA PRIVATARIA DAS SEIS EMPRESAS PETROQUÍMICAS GIGANTES DA PETROBRAS DOADAS PARA O GRUPO ODEBRECHT EM 1995 E 1996

O corrupto sr FHC doou em 1995 e 1996 na bacia das almas TODAS as empresas petroquímicas SUPERLUCRATIVAS subsidiárias do grupo PETROBRAS PARA O SEU AMIGO PESSOAL DOM EMÍLIO ODEBRECHT (COPENE, PQU, BRASKEM, COPESUL, PETROFERTIL, FAFEN, ETC) ELAS VALIAM EM TORNO DE 2,5 TRILHÕES DE DÓLARES E GERAM LUCROS ANUAIS ESTRATOSFÉRICOS.
Desde 1996 a ODEBRECHT que levou na mão grande as petroquimicas gigantes da Petrobras em leilões coroados de falcatruas, deixou de ser uma mera construtora para ser a GIGANTE DO SETOR PETROQUIMICO. Desde 1997 90% dos lucros da ODEBRECHT provém das superlucrartivas empresas petroquimicas que pertenciam a PETROBRAS e foram doadas por FHC para o amigo DOM EMILIO ODEBRECHT PASMEM TENDO COMO TESTA DE FERRO O FILHO CORRUPTO PAULO HENRIQUE CARDOSO, O PHC
É MUITO CÍNICO ESSE SR FACHIN PROTEGENDO E BLINDANDO FHC E SEUS FAMILIARES CORRUPTOS NA SINISTRA “TEIA DE PROTEÇÃO TUCANA JUDICIÁRIA CRIADA EM 1995 POR GIULMAR MENDES E GERALDO BRINDEIRO PARA ABAFAR ESQUEMA BANESTADO” AGINDO COM O JUIZ PAVÃO DE CURITIBA AGENTE DA CIA SERGIO MORO NA “REDE DE PROTEÇÃO TUCANA NO JUDICIÁRIO”, E MAIS UMA VEZ BLINDANDO O CORRUPTO CROCODILO CAIMÃO FHC QUE ENVOLVEU TODA A FAMÍLIA EM NEGÓCIOS DA CORRUPÇÃO E EMPRESAS DE FACHADA O OFFSHORES NO CARIBE, FHC É O PAI DA CORRUPÇÃO NO ESQUEMA BANESTADO (PARANÁ)E NO MENSALÃO TUCANO (MINAS GERAIS) TEM CONTAS BILIONÁRIAS NAS ILHAS CAYMAN, APARTAMENTO DE 37 MILHÕES EM PARIS, IMÓVEIS MILIONÁRIOS EM BARCELONA E NO BRASIL E FORTUNAS EM NOME DE FILHOS, DO CORRUPTO PHC E DO GENRO CORRUPTO DAVID ZYLBERSZTAJN
https://www.youtube.com/watch?v=AnKK51ITUQI

Responder

Lucy

19 de outubro de 2017 às 23h45

Empresa de filho de FHC Sr PHC (Paulo Henrique Cardoso) fica sob o mesmo teto de empresas de fachada de Ricardo Sérgio e Verônica Serra
Autor: Amaury Ribeiro Júnior
ISTO EXPLICA AS CONTAS SECRETAS DESCOBERTAS PELO DELEGADO JOSÉ CASTILHO NETO NA “OPERAÇÃO MACUCO” E NA “OPERAÇÃO CAYMAN” EM MARÇO DE 1998 ENTRE ELAS A “CONTA TUCANO”, “CONTA MARÍLIA” E A SINISTRA CONTA SECRETA CH J&T COM SALDOS DE HUM BILHÃO DE DÓLARES NAS ILHAS CAYMAN, BAHAMAS, SUÍÇA E PANAMÁ EM NOME DE FAMILIARES DE JOSÉ CHIRICO SERRA E DE FHC (DAVID ZYLBERSZTAJN E PHC -,GENRO E FILHO DE FHC-, E A SINISTRA SRA VERÔNICA SERRA, ALEXANDRE BOURGEOIS – FILHA E GENRO DE SERRA, E O CORRUPTO SR RICARDO SÉRGIO DE OLIVEIRA PRIMO DE SERRA) E TAMBÉM OS IMÓVEIS BILIONÁRIOS DE FHC EM PARIS CHAMPS ELISSES NO VALOR DE 37 MILHÕES DE REAIS, O IMÓVEL EM BARCELONA, O APARTAMENTO NO TOWER TRUMP EM NEW YORK, E OS IMÓVEIS MILIONÁRIOS NA VIEIRA SOUTO NO LEBLON E EM HIGIENÓPOLIS (SÃO PAULO) E A FAZENDA MILIONÁRIA DE FHC EM BURISTIS (MG) OBTIDA DA FAMPILIA DE SERGIO MOTA EM “TROCA DE PROPINAS” TODOS OBTIDOS DAS PRIVATARIAS ATÉ COM UM MEGA AEROPORTO CONSTRUÍDO PELA ODEBRECHT NA FAZENDA EM BURITIS (MG) LOGO APÓS FHC TER DOADO E ENTREGUE AS SEIS GIGANTESCAS PETROQUÍMICAS DA PETROBRAS (COPENE, BRASKEM, PETROFERTIL, COPESUL, PQU, FAFEN, ETC) PARA O GRUPO TURCO QUATOR E PARA O SINISTRO GRUPO ODEBRECHT O AMIGO PESSOAL DE FHC SR EMÍLIO E=ODEBRECHT. DESDE 1986 O GRUPO ODEBRECHT ENVOLVIDO EM MUITA CORRUPÇÃO NO GOVERNO SARNEY E NO GOVERNO COLLOR (CONFIRAM NO YOUTUBE “A ODEBRECHT E A MORTE DO GOVERNADOR DO ACRE” ELES PLANEJARAM ATÉ NA MORTE DO GOVERNADOR DO ACRE EM 17/05/1992 APÓS STER DENUNCIADO O ESQUEMA COLLOR PC FARIAS E O QUADRILHÃO DE TEMER EM 1992, EDMUNDO PINTO FOI MORTO COM TIROS NA CABEÇA NA HOTEL DELLA VOLPE). ESSE QUADRILHÃO DOS “300 POLÍTICOS LADRÕES E PICARETAS” SÃO OS MESMOS BLINDADOS POR SERGIO MORO NO CASO BANESTADO (1997 A 2002) E NA SUA DERIVADA LAVA A JATO.
O ESPANHOL NESTOR CERVERÓ, O DESPREPARADO SR ROBERTO COSTA – MAIS FEROZ ALIADO DE FHC NOS DESMONTES E PRIVATIZAÇÕES FRAUDULENTAS, O “TERCEIRIZADOR” TESTA DE FERRO DA SBM SR PEDRO BARUSCO E O CORRUPTO BANQUEIRO FRANCÊS MONSIEUR HENRY PHILLIPE REISCHTULL (FHC TEVE QUE ALTERAR O ESTATUTO PARA NOMEAR O FRANCÊS COMO PRESIDENTE DA PETROBRAS NA ERA FHC CAUSOU MUITA CORRUPÇÃO, INÚMEROS DESASTRES ATÉ A EXPLOSÃO E NAUFRÁGIO DE UMA PLATAFORMA A P-36 QUE AFUNDOU NA BACIA DE CAMPOS EM 15/03/2001), TODOS ESSES “FEROZES ALIADOS NO DESMONTE” FORAM NOMEADOS POR FHC EM 1995 E 1996 PARA FAZER AS 137 PRIVATARIAS TUCANAS, ENTREGA DE RESERVAS DE PETRÓLEO E RECURSOS NATURAIS E OS “APAGÕES” DO SETOR ELÉTRICO E O “ENCOLHIMENTO E INTERNACIONALIZAÇÃO DA PETROBRAS” EXIGIDOS PELO FMI. SEIS BILHÕES DE AÇÕES PREFERENCIAIS DA EX-ESTATAL PETROBRAS (100% DAS AÇÕES PETR4) FORAM DOADAS POR FHC NO NYSE NA “BACIA DAS ALMAS” EM 10 DE JANEIRO DE 1999, UM PREJUÍZO DE 350 BILHÕES, OS GRINGOS LEVARAM NA MÃO GRANDE O CONTROLE DA MAIOR EMPRESA NACIONAL.
FHC SUPEROU ATÉ CALABAR NO ENTREGUISMO LESA PÁTRIA E NO PLANEJAMENTO E IMPLANTAÇÃO DE UMA PESADA CORRUPÇÃO NOMEANDO FEROZES ALIADOS NO DESMONTE DO ESTADO NACIONAL. OS LIVROS “FHC, CRISE, DECADÊNCIA E CORRUPÇÃO”, “A PRIVATARIA TUCANA”, “O MAPA DA CORRUPÇÃO NO GOVERNO FHC”, ”
FHC realizou no seu desastroso desgoverno marcado por milhares de falcatruas, caos econômico, vinte milhões de desempregados, ajuda aos banqueiros, corrupção, maracutaias, planos secretos, assassinatos políticos, desmontes, fraudulentas privatizações e inúmeros esquemas de corrupção principalmente em Minas Gerais no “Mensalão Tucano” e no Paraná “ESQUEMA DE CORRUPÇÃO O PROPINODUTO BANESTADO” (privatarias tucanas remuneradas no Banco do Estado do Paraná, com ajuda de Sergio Moro que entre 1997 e 2002 blindou os 300 políticos propinados pelas multinacionais) um antigo sonho declarado no livro “Dependência e Desenvolvimento da América Latina” (uma colcha de retalhos plagiada por FHC de autores americanos) em entregar as riquezas naturais (petróleo e minérios metais nobres) do Brasil para os EUA e mega especuladores internacionais.
Quando FHC assumiu o ministério das relações exteriores no governo Itamar Franco logo tratou em armar um plano para colocar em prática o DESMONTE DO ESTADO NACIONAL e para fazê-lo FHC tramou uma plano para se eleger usando um “golpe eleitoreiro” levado a cabo pela REDE GLOBO que derrubou o autor do Plano Real ministro da fazenda Rubens Ricupero numa “entrevista emboscada” em meados de 1994, Ricupero caiu por ordens de Roberto Marinho e pasmem, o lesa pátria sr FHC assumiu a “falsa autoria do plano real” para fazer ponte para sua candidatura em novembro de 1994.
Logo ao iniciar o seu governo FHC, ainda em 1995, FHC iniciou os desmontes, privatarias, esquemas de corrupção e propinodutos para REMUNERAR POLÍTICOS OBEDIENTES (BANESTADO NO PARANÁ E O MENSALÃO TUCANO EM MINAS GERAIS e matando os laranjas dos esquemas sra Cristane Aparecida e Sra Mirtes e o policial que investigou os crimes da DHPP de BH Lucas Gomes Arcanjo morto em 26 de março de 2016) e FHC também cumpriu a risca TODAS a exigências do FMI e do famigerado CONSENSO DE WASHINGTON que ele mesmo ajudou a elaborar quando foi ministro das relações exteriores de ITAMAR, crime de lesa patroa que FHC criou com ajuda do funcionário do BANCO FIRST CREDIT SUISSE BANK OF BOSTON O CORRUPTO LESA PÁTRIA SR HENRIQUE MEIRELES em WASHINGTON para entregar o Brasil, e com ajuda do então sinistro funcionário do FMI Sr PEDRO PARENTE que tornou-se O MINISTRO DOS APAGÕES DE FHC EM 1999. Um documento altamente lesivo ao Brasil vazou na mídia no jornal empresarial RR RELATORIO RESERVADO: “PRELIMINARY IDEAS STEP BY STEP FOR A PRIVATAIZATION MASTER PALN IN BRAZIL OF ELETROBRAS GROUP, TELEBRAS GROUP , VALE DO RIO DOCE GROUP, PETROBRAS & PETROCHEMICAL GROUP AND INFRAREO GROUP – CONFIDENTIAL MEMORANDUM- WASHINGTON DC- APRIL 1993” O documento recomendou atos contra os interesses do país e a entrega de 137 estatais de distribuição de energia elétrica justificadas pelos “apagões planejados e sabotagens no setor elétrico brasileiro”, os passos realizados por FHC orientados pelo FMI foram:
A- DESMONAR O SETOR ELÉTRICO BRASILEIRO QUE ERA UMA REFERÊNCIA MUNDIAL, FHC TERIA QUE MUDAR ESSA IMAGEM CRIANDO OS APAGÕES PARA JUSTIFICAR AS PRIVATARIAS TUCANAS DE 38 EMPRESAS DE DISTRIBUIÇÃO NACIONAIS
B- RASGAR TODOS OS ACORDOS COLETIVOS DE TRABALHO NA PETRORAS E ELETROBRAS E VALE DO RIO DOCE PARA “PROVOCAR SINDICATROS A GREVES SUICIDAS” E AINDA PERMITIR A NOMEAÇÃO DE FEROZES ALIADOS. FHC MUDOU O ESTATUTO DAS EMPRESAS NACIONAIS PARA NOMEAR ESTRANGEIROS, FHC NOMEOU O DESPREPARADOS SRS DELCIDIO DIO AMARAL (DEPUTADO TUCANO PSDB-MT) E O SR PAULO ROBERTO COSTA PARA A DIRETORIA DA GASPETRO EM 1995 E 1996, FHC TAMBEM NOMEOU O SINISTRO DIMAS TOLEDO EM FURNAS PARA AJUDAR NOS APAGÕES E NA CRIAÇÃO DO ESQUEMA DE CORRUPÇÃO CONHECIDO COMO “ESQUEMA DE FURNAS TENDO NO COMANDO DE AECIO NEVES” , FHC NOMEOU EM 1999 O ESPANHOL SR NESTOR CERVERÓ NA DIRETRORIA INTERNACIONAL PARA TERCEIRIZAR E ENTREGAR AS AÇÕES NA BOLSA DE NY, NOMEOU O ITALIANO BARUSCO PARA INICIAR A QUARTEIRIZAÇÃO E OS AFRETAMENTOS E PASMEM FHC TAMBÉM NOMEOU O BANQUEIRO FRANCÊS DIRETOR DO SINISTRO BANCO PARIBAS PARA A PRESIDÊNCIA DA PETROBRAS, NESSE PERÍODO OCORRERAM GRANDES DESASTRES PELA AÇÃO DE REISCHTULL E O GENRO DE FHC O CORRUPTO SR DAVID ZYLBERSZTAJN
C- FHC CONFISCOU TODOS OS MAPAS DE PETRÓLEO DA PETROBRAS E ENTREGOU MILHARES DE MAPAS PARA O CORRUPTO GENRO DAVID ZYLBERSZTAJN QUE OS NEGOCIOU COM AS PETROLÍFERAS ESTRANGEIRA USANDO A EMPRESA “DZ ENERGIA” COMO FACHADA E O ESQUEMA BANESTADO NO PARANÁ TUDO ABAFADO PELO JUIZ SERGIO MORO E CARLOS FERNANDES SANTOS LIMA QUE TINHA A ESPOSA FUNCIONÁRIA DO BANESTADO ELA ATUAOU CO ALBERTO YOUSSEF NAS LAVAGENS DO PROPINODUTO DAS PRIVATARIAS TUCANAS
D- FHC CRIOU UMA MAQUIAVÉLICA “TEIA DE PROTEÇÃO JUDICIÁRIA” NO STF COM GIMAR MENDES E NA PGR COM GERALDO BRINDEIRO (PRIMO DO VICE SR MARCO MACIEL) PARA ABAFAR E ENGAVETAR TODOS OS CRIMES DE CORRUPÇÃO E AS PRIVATARIAS TUCANAS” NOMEOU UM ADVOGADO TRIBUTÁRIO NO PARANÁ, QUE FPOI NOMEADO POR UM COLEFIADO VIRANDO UM “JUIZ SEM TOGA, NÃO CONCURSADO”, NO PARANÁ . FHC E JAIME LERNER, GILMAR MENDES E GERALDO BRINDEIRO ESCOLHERAM O SINISTRO SR SERGIO MORO, QUE NEM SEQUER TEM OAB ELE FOI A PEÇA PRINCIPAL NA “TEIA DE PROTEÇÃO JUDICIÁRIA”! DO EECANDALO BANESTADO. EM MARÇO DE 1999 0O DELEGADO JOSÉ CASTILHO NETO DESCOBROU O ESQUEMA DE CORRUPÇÃO MAIOR DA REPÚBLICA O ESQUE,A BANESTADO E PRENDEU 70 DOLEIROS E INDICIOU 300 POLÍTICOS CORRUPTOS PROPINADOS PELAS MULTINACIONAIS NO BANESTADO. COUBE A SERGIO MORO SOLTAR TODOS OS 70 DOLEIROS E BLINDAR OS S300 DO QUADRILHÃO DAS PRIVATARIAS NO ESQUEMA BANESTADO.
E- VINTE ANOS MAIS TARDE O MÊS MO JUIZ SOBRINHO DE OSVALDO E LIAGDO AOS TUCANOS NO PARANÁ SR SERGIO MORO PLANEJOU E CRIOU A LAVA JATO. OS TIOS DE SERGIO MORO SÃO OS DONOS DO PARANÁ BANCO, DA REDE GLOBO DO PARANÁ E DO GRUPO J MALUCELLI E TAMBÉ SÃO OS FUNDADORES DO PARTIDO DOS TUCANOS NO PARANÁ E AINDA SÃO OS SUPLENTES DOS TUCANOS IRMÃOS METRALHA ALVARO DIAS E OSMAR DIAS. ALVARO DIAS E OSMAR DIAS USARM O JATO DE ALBERTO YOUSSEF NAS CAMPANHAS PARA O SENADO E O DINHEIRO DESVIADO PELO ADVOGADO SÓCIO DE MORO SR LUIZ ANTONIO PAOLICCI QUE FOI MORTO. ALVARO DIAS E OSAMAR DIAS ELEGERAM SEUS SUPLENTES O SRS HIDELBRANDO MORO, JOEL MALUCELLI E OSVALDO MALUCELLI MORO, OS DONOS DO PARANÁ E PARENTES DE SERGIO MORO.
F- VIDE REPORTAGEM PRAGMATISMO POLÍTICO: DELATOR FERNANDO BAIANO DENUNCIA O FILHO DE FHC EM PESADIO ESQUEMA DE CORRUPÇÃO NOS CONTRATOS COM AS TERMELÉTRICAS NA ÉPOCA DOS “APAGÕES PLANEJADOS DE FHC”.
https://www.pragmatismopolitico.com.br/…/delator-cita-filho…
BIBLIOGRAFIA:
1- LIVRO: “A OUTRA HISTÓRIA DA LAVA JATO”, Paulo Moreira Leite
2- LIVRO – “FHC, CRISE, DECADÊNCIA E CORRUPÇÃO- O CAMINHO DAS CONTAS SECRETAS TUCANAS”, 1999, H Fontana
3- LIVRO “A PRIVATARIA TUCANA”, Amaury Junior
4- LIVRO ” O MAPA DA CORRUPÇÃO NO GOVERNO FHC” Larissa Burtone
5- LIVRO “A PÁTRIA PEDE SOCORRO” brigadeiro Ivan Frota, 1995
6- LIVRO: “TARDE DEMAIS PARA ESQUECER- FHC E FMI MONTAM ESQUEMAS DE CORRUPÇÃO E PROPINODUTO “BANESTADO” PARA PRIVATARIA TUCANA NO PARANÁ”, Benedito C Bonfim, 1995
7- LIVRO “EL COMPLOT DEL FMI PARA LAS NACCIONES DE IBERO AMERICA” livro cita o mais feroz colaborador do FMI em desmontes: FHC
8- LIVRO: “FHC, JOSE SERRA, O GENRO DAVID E OS DESASTRES DOS APAGÕES E O NAUFRÁGIO DA P-36”
9- LIVRO: “PASSANDO A LIMPO A TRAJETÓRIA DE UM FARSANTE”, Pedro C Mello, 1992
10- YOUTUBE: “BILL CLINTON PASSA SERMÃO EM FHC PELA PESADA CORRUPÇÃO E LAVAGEM DE 125 BILHÕES DE DÓLARES VIA AGÊNCIA BANESTADO DE NEW YORK PARA CONTAS SECRETAS DE POLÍTICOS DEMO TUCANOS NO CARIBE. BANESTADO O PROPINODUTO DAS PRIVATARIAS TUCANAS
https://www.youtube.com/watch?v=MeAOen8vyiQ
11- YOUTUBE: “AS OVERDOSES DE AÉCIO, O TRÁFICO DE DROGAS E CONTRABANDO DE NIÓBIO” depoimento do jornalista Amaury Carone na comissão de direitos humanos ele revelOu como foi preso e torturado após denunciar Aécio Neves e Perrela no tráfico de drogas – caso HELICOCA abafado pelo juiz tucano mineiro sr Joaquim Barbosa que devolveu a aeronave e pasmem arquivou os dois assassinatos no mensalão tucano em Minas Gerais em troca de um imóvel milionário em Miami, Barbosa arquivou o Mensalão Tucano e as queimas de arquivos que envolveram Aécio, Azeredo, Nárcio Rodrigues, Clésio de Andrade, José Perrela e Walfrido de Mares Guia em dois assassinatos políticos em BH e mais recentemente na morte do policial Lucas Gomes Arcanjo que denunciou Aécio e a cúpula do quadrilhão.
12-YOUTUBE: ROBERTO REQUIÃO RELEMBRA EM DISCURSO NO DIA 30/09/2015 O ESCÂNDALO BANESTADO, O MAIOR CRIME DE CORRUPÇÃO DA HISTÓRIA DA REPÚBLICA QUE ENVOLVE OS MESMOS 70 DOLEIROS, OS MESMOS 300 POLÍTICOS E OS MESMOS JUIZES E OS MESMOS PROCURADORES DA LAVA JATO.
13- YOUTUBE: “PRIVATARIAS GERARAM PREJUIZOS DE 15 TRILHÕES DE DÓLARES E PROPINAS DE 125 BILHÕES US4 NO ESQUEMA BANESTADO”, Café na política, autor P Moreno.
14_ YOUTUBE: “CIA TREINOU SERGIO MORO EM 2009 PARA O GOLPE PARLAMENTAR E JUDICIÁRIO, FAZER DESMONTES E ENTREGAR O PRESAL”
15- WIKILEAKS: O CASO DA URGÊNCIA DA PEC-131 CIA E EMBAIXADA AMERICANA E PETROLÍFERAS AMERICANAS EXIGEM URGÊNCIA PARA VOTAR A ENTREGA DO PRESAL: “E-MAILS DE JOSÉ CHIRICO SERRA VAZARAM: SERRA PARA CHEVRON E EMBAIXADA AMERICANA: “CALMA, APÓS A DERRUBADA DO GOVERNO VAMOS ENTREGAR O PRESAL” Agora Serra e Sergio Moro receberão as propinas pelo desmonte e pela entrega do presal.
15- EX-ADVOGADO DA ODEBRECHT TACLA DURAN ENTREGA PROVAS DE DEPÓSITO MILIONÁRIO DA ODEBRECHT EXIGIDO POR SERGIO MORO EM CONTA DA SRA ROSÂNGELA WOLFF QUADROS MORO: QUATROCENTOS MILHÕES DE REAIS VIA APAE NO PARANÁ PARA BLINDAR OS NEGÓCIOS E EXECUTIVOS DA ODEBRECHT.
16- YOUTUBE: “A ODEBRECHT O QUADRILHÃO DOS ANÕES DO CONGRESSO E O ASSASSINATO DO JOVEM GOVERNADOR DO ACRE E A CPI ESQUEMA COLLOR PC FARIAS”
O VAGABUNDO SR PHC (PAULO HENRIQUE CARDOSO), FILHO DO CORRUPTO CROCODILO CAIMÃO SR FHC TEM NEGÓCIOS BILIONÁRIOS NO PANAMÁ (PANAMÁ PAPERS NO ESQUEMA “MOSSAK FONSECA” E HUM BILHÃO DE REAIS EM CONTAS SECRETAS DENOMINADAS “CONTA TUCANO”, “CONTA MARÍLIA” E “CONTA CH J&T” NAS ILHAS CAYMAN E BAHAMAS COMO MOSTRAM MUITOS LIVROS SOBRE AS “PRIVATARIAS TUCANAS” E O LIVRO “FHC, CRISE, DECADÊNCIA E CORRUPÇÃO”, “O MAPA DA CORRUPÇÃO NO GOVERNO FHC” E “O OUTRO LADO DA LAVA JATO”, TODOS MOSTRAM COMO FHC MONTOU EM 1995 UMA COMPLEXA “TEIA DE PROTEÇÃO JUDICIÁRIA” NO STF E NO JUDICIÁRIO DO PARANÁ PARA ABAFAR O MAIOR ESCÂNDALO DE CORRUPÇÃO DA HISTÓRIA DA REPÚBLICA O “BANESTADO” QUE FOI O PROPINODUTO DAS PRIVATARIAS TUCANAS E TEVE UM ADVOGADO TRIBUTÁRIO COMO MAIOR BLINDADOR DOS TUCANOS O SR SERGIO MORO QUE NEM SEQUER TEM OAB E NÃO É JUIZ UM CONCURSADO SEM TOGA. MORO BLINDOU OS 300 POLÍTICOS E OS 70 DOLEIROS INVESTIGADOS NO PARANÁ NA “OPERAÇÃO MACUCO”
Empresa de filho de FHC fica sob o mesmo teto de empresas de fachada de Ricardo Sérgio e Veronica Serra
O filho de Fernando Henrique, Paulo Henrique Cardoso, é dono de 98,6% das ações da Radio Holdings AS, que tem um capital social de 10 mil reais. Recentemente esta “pequena” empresa fez uma estranha aquisição milionária. Comprou por R$ 2,98 milhões – 300 vezes seu capital social – a Rádio Itapema FM, que pertenceu ao grupo Manchete e ao RBS. O negócio fez de Paulo Henrique sócio majoritário (provável laranja) da Walt Disney Company, sob o nome de ABC Venture Corp, localizada no endereço nos estúdios de Burbank, na Califórnia.
Além disso, a empresa de Paulo Henrique Cardoso “hospeda-se” dentro de outra, uma espécie de arapuca “guarda-chuva”, de nome Citco Corporate Serviços Limitada, com sede na região central de São Paulo, segundo relata o blog do deputado Brizola Neto. Não há funcionários na empresa do filho de FHC. Se a chamada “mídia investigativa”, tão zelosa nas investigações de parentes e assessores de presidentes e ex-presidentes, alguma vez investigasse os tucanos, concluiria que a empresa do Paulo Henrique Cardoso é uma empresa fantasma. Se eles quisessem fazer “reportagens” sobre uma típica “empresa laranja”, com filmagens de uma sede sem nenhum funcionário, era só ir ao 14º andar do número 98 da Av. Bernardino de Campos e procurar os diretores e funcionários da Radio Holdings.
A Citco Corporate, onde fica hospedada a empresa de PHC, é dirigida pelo senhor José Tavares de Lucena, que por sua vez é representante plenipotenciário da Citco Corporate Services, situada no 26° andar do número 701 da Brickell Avenue, em Miami, Flórida. A Citco do Brasil é também a sede, além da empresa do filho de FHC, de inúmeras outras empresas virtuais. O senhor José Tavares Lucena “administra” várias empresas ao mesmo tempo dedicadas a vários tipos de negócios. Negócios imobiliários (a Select Brasil Investimentos), de telecomunicações (BBT do Brasil), informática (Torex International Sistemas de Informática), de embalagens (Dixie Toga) e muitas outras. Ele é ajudado por um contador, Jobelino Vitoriano Locateli, ambos com múltiplas tarefas de representar oficialmente dezenas de empresas, inclusive também instituições de grande porte, como o JP Morgan e Citibank.
Por coincidência, o livro “Privataria Tucana”, lançado recentemente pelo jornalista Amaury Ribeiro Jr, mostra que as empresas de fachada offshore de Ricardo Sérgio Oliveira, Verônica Serra e seu marido Alexandre Bourgeois foram abrigadas na mesma Citco, só que não a mesma onde fica a do filho de FHC. Eles foram diretamente para a matriz no Citco Building, edifício-sede de um grupo de companhias que, além das Ilhas Virgens, onde se situa, se espalha pelos ancoradouros piratas de Aruba, Curaçao, Bahamas, Ilhas Cayman, Barbados e outras.
Ricardo Sergio mantinha há muitos anos empresas “offshore” em paraísos fiscais. O livro de Amaury mostra que na mesma ilha e no mesmo endereço (um escritório no Citco Building), onde Ricardo Sérgio tinha suas empresas offshores, o genro de Serra, Alexandre Bourgeois, abriu outras duas empresas offshores, logo depois das privatizações de FHC: a Vex Capital e a IConexa Inc. No mesmo endereço, ficava ainda a Decidir.com – empresa criada (originalmente com sede na Flórida) por Verônica Dantas (irmã do banqueiro Daniel Dantas) e Verônica Serra (filha do ex-governador José Serra). A filha de Serra atualmente é ré e responde processo aberto pela quebra, por sua empresa, a Decidir.com, de sigilo bancário de mais de 60 milhões de pessoas.
As negociatas de Ricardo Sérgio e Verônica Serra, segundo o livro de Amauri, foram feitas a partir da sede da Citco B.V.I. Limited, em Tortola. Tortola é uma das maiores ilhas da dependência do Reino Unido nas Caraíbas, as Ilhas Virgens Britânicas. Era de lá que eles internalizavam os milhões de reais para o Brasil.
O livro de Amauri traz também documentos que provam depósitos de uma empresa de Carlos Jereissati, participante do consórcio que arrematou a Tele Norte Leste, antiga Telemar, hoje OI, na conta de uma empresa de Ricardo Sérgio nas Ilhas Virgens Britânicas. Também revela que o primo de José Serra, Gregório Marin Preciado, movimentou 2,5 bilhões de dólares por meio de outra conta do mesmo Ricardo Sérgio. Segundo o livro, o ex-tesoureiro de Serra tirou ou internou no Brasil, em seu nome, cerca de 20 milhões de dólares em três anos.
Ricardo Sérgio foi um dos principais operadores nas privatizações promovidas por Fernando Henrique Cardoso, especialmente nos casos da Companhia Vale do Rio Doce e do sistema Telebrás, duas das maiores negociatas do mundo. Em 1998, no episódio conhecido como “Grampo do BNDES”, Ricardo Sérgio foi flagrado confessando como agiam ao armar os negócios para o leilão das teles: “no limite da irresponsabilidade”, disse. Ricardo Sérgio foi caixa das campanhas de José Serra (1990 a 1996) e de Fernando Henrique (1994 e 1998).

Responder

Moreno

18 de outubro de 2017 às 12h11

CENAS DE GANGSTERISMOS ENTENDAM OS SEGREDOS DAS LIGAÇÕES ENTRE O CASO BANESTADO, A MORTE DO SECRETÁRIO NO PARANÁ QUE ORIGINOU A LAVA A JATO NO PARANÁ

CENAS DE GANGSTERISMOS MARCARAM A RECENTE HISTÓRIA DA REPÚBLICA DO PARANÁ: ESCÂNDALO PAOLICCHI, ÁLVARO DIAS E SOMAR DIAS NO ROUBO DE VERBAS PÚBLICAS COM OLGA YOUSSEF E DESDE 1997 ESTÁ ABAFADO ESCÂNDALO BANESTADO

LUIZ ANTONIO PAOLICCHI, ex secretário da fazenda do Paraná, era “marido” do doleiro youssef , o “office-boy” do tucano ÁLVARO DIAS, Sr Alberto Youssef Olga Youssef e a comparsa sra VERA LÚCIA LIMA (esposa do procurador Carlos Fernandes da Lava a Jato) NO MAIOR CRIME DA REPÚBLICA ESCÂNDALO BANESTADO.

LUIZ ANTONIO PAOLICCHI, o advogado tributário e ex-secretário das Finanças do Paraná e ex-sócio do Sergio Moro no escritório de advocacia tributária em Maringá , foi morto metralhado no PARANÁ no centro de Maringá, após desviar 500 milhões de reais da Prefeitura de Maringá na gestão do ex-prefeito tucano GIANOTTO. O sinistro doleiro Alberto Youssef, Olga Youssef e os irmãos Álvaro Dias e Osmar Dias bem como os fundadores do PSDB no Paraná Osvaldo Malucelli Moro, Hidelbrando Moro e Joel Malucelli são velhos conhecidos no estado do Paraná desde o ESCÂNDALO BANESTADO. Olga Youssef, Alberto Yousssef, Adira Assad e outros 70 doleiros foram presos no Paraná pelo delegado JOSÉ CASTILHO NETO NA OPERAÇÃO MACUCO (19970, OPERAÇÃO CAYMAN (1998) e pelo delegado Protógenes na OPERAÇÃO BANQUEIRO. Pasmem TODOS os envolvidos no ESCÂNDALO BANESTADO (PROPINODUTO DAS PRIVATARIAS TUCANAS REMUNERADAS PELAS MULTINACIONAIS NO PARANÁ NA ERA FHC: MEIO TRILHÃO DE REAIS EM PROPINAS A FAMILIARES DE FHC, SERRA E OUTROS 300 POLÍTICOS), há vinte anos atrás, são os mesmos personagens da LAVA A JATO, OS MESMOS JUIZES, OS MESMOS PROCURADORES, OS MESMOS 300 POLÍTICOS BLINDADOS E OS MESMOS DOLEIROS. LAVA JATO SEQUER TERIA ACONTECIDO SE ESSA BLINDAGEM NÃO TIVESSE SIDO MONTADA NA ERA FHC NO ESCÂNDALO BANESTADO. Sergio Moro e Carlos Fernandes mantiveram SOLTOS por 20 anos TODOS os presos pelos delegados CASTILHO E PROTÓGENES,
Portanto A LAVA A JATO, O BANESTADO, O O ESCÂNDALO DA QUEIMA DE ARQUIVO DE LUIZ ANTONIO PAOLICCHI ENVOLVEM OS MESMOS PERSONAGENS DA LAVA JATO, OS MESMOS DOLEIROS, OS MESMOS POLÍTICOS DEMO-TUCANOS E OS MESMOS PROCURADORES (CARLOS FERNANDES E DELAGNOLL). OLGA YOUSSEF, ALBERTO YOUSSEF SÃO VELHOS CONHECIDOS DE SERGIO MORO E DOS TUCANOS DO PARANÁ, ELES DESVIARAM 500 MILHÕES EM MARINGÁ ENTRE 1988 E 2002 PARA CAMPANHAS TUCANAS NO PARANÁ DESDE 1988 QUANDO O PMDB SE DESMEMBROU GERANDO O PSDB (O PARTIDO DOS TUCANOS FOI FORMADO EM 1988 QUANDO O PLANO CRUZADO AFUNDOU E O RAPOSA CROCODILO CAIMÃO FHC, MARIO COVAS, JEREISSATI, AECIO, O GATUNO ANGORÁ MOREIRA FRANCO E OUTROS RAPOSAS DO PMDB SAIRAM DO PARTIDO E FUNDARAM O PSDB PARA LEVAR NO BICO OS ELEITROUXAS. O QUADRILHÃO PMDB/PSDB/DEM/PRB/PP/PPS FORAM ORIGINADOS DOS ANTIGOS MDB E PFL (ATUAL DEM)
No MENSALÃO TUCANO também ocorreram CENAS DE GANGSTERISMOS em 2002 no PAGAR DAS LUZES DO GOVERNO FHC E AZEREDO EM MINAS GERAIS, quando foram assassinadas as duas LARANJAS DO MENSALÃO TUCANO sra CRISTIANE A APARECIDA E sra MIRTES foram mortas em 2002 para QUEIMA DE ARQUIVOS pois elas transportaram centenas de malas de dinheiro entre BH e BRASILIA no governo FHC para REMUNERAR DEPUTADOS OBEDIENTES AS EMENDAS IMPOPULARES DE FHC (REFORMA TRIBUTÁRIA – CRIAÇÃO DO IPVA EM 1996, A REFORMA DA PREVIDÊNCIA FATOR PREVIDENCIÁRIO EMENDA BENI VERAS EM 1998, REELEIÇÃO, PRIVATARIAS DE EMPRESAS DA ÁREA DE SEGURANÇA NACIONAL: ENERGIA, GÁS E PETRÓLEO)
ENTRE 1988 E 1990 A CPI ESQUEMA DO ORÇAMENTO abalou o Brasil com as graves denúncias feita pelo economista JOSÉ CARLOS LOFRANO e ELISABETE LOFRANO (assassinada em 1989) sobre um pesado esquema de corrupção envolvendo 300 políticos do PMDB e o CENTRÃO DO GOVERNO SARNEY.
EM 1992 explodiu uma nova GRAVÍSSIMA DENÚNCIA DE CORRUPÇÃO denominada ESQUEMA ODEBRECHT E ESQUEMA COLLOR PC FARIAS. Essa denúncia levou ao impeachment de Fernando Collor logo após o assassinato do denunciante, o jovem governador do Acre Edmundo PINTO DENUNCIOU A ODEBRECHT, O ESQUEMA DEPROP E TREZENTOS POLÍTICOS PICARETAS DPO GOVERNO COLLOR E DO CENTRÃO DO PMDB: ORESTES QUÉRCIA, MOREIRA FRANCO, GEDDEL VIEIRA, ROMERO JUCÁ, MICHEL TEMER, ANTONIO FLEURY, FHC, MARIO COVAS E UMA CÚPULA DE 300 POLITICOS LADRÕES E PICARETAS REMUNERADOS PELA ODEBRECHT. O GOVERNADOR EDMUNDO PINTO FOI MORTO DOIS DIAS ANTES DE DEPOR NA CPI ESQUEMA ODEBRECHT E ESQUEMA COLLOR PC FARIAS, ASSASSINADO NO HOTEL DELLA VOLPE. Esse crime hediondo ocorreu no dia 17 de maio de 1992 e levou o presidente da camara Ulissyes Guimaraes a instaurar inquérito e abir a CPI para afastar Collor e todos os 300 políticos envolvidos (o quadrilhão) mas Ulysses foi morto num desastre aéreo no mesmo local onde morreu Teori Zavaschi e o caso nunca foi encerrado. OS 300 DO QUADRILHÃO FORAM BLINDADOS NO JUDICIÁRIO DO PARANÁ

Responder

LALVES

10 de outubro de 2017 às 14h57

O BANDIDO GENRO DE FHC CORRUPTO SR DAVID ZYLBERSZTAJN QUE SAQUEOU A ELETROPAULO DOOU A MAIOR EMPRESA DE ENERGIA DO BRASIL PARA OS GRINGOS DA AES, QUEBROU A VARIG QUANDO ASSUMIU A DIRETORIA, FEZ PESADA CORRUPÇÃO COM AS MULTINACIONAIS NOS APAGÕES PLANEJADOS PELO CORRUPTO SOGRO FHC, ENTREGOU CENTENAS DE CAMPOS PETROLÍFEROS DO BRASIL POR PREÇOS DE HONDA CIVIC EM TROCA DE PROPINAS PELA “DZ ENERGIA” E ESQUEMA BANESTADO SAQUEOU A PETROBRAS E AINDA AFUNDOU A PLATAFORMA P-36 AGORA VEM FALANDO DOS SEUS PRÓPRIOS CRIMES. QUE CANALHA E LESA PÁTRIA CORRUPTO COMO O SOGRO CANALHA E MEGA CORRUPTO CROCODILO CAIMÃO FHC!!!
O JUIZ NÃO CONCURSADO E SEM OAB, AGENTE DA CIA (TREINADO PELA CIA EM 2009 PARA GOLPEAR O BRASIL E FAZER O DESMONTE NACIONAL) O PAVÃO DE CURITIBA SR SERGIO MORO, ATUOU NO CASO BANESTADO (1997-2002) SOLTOU ALBERTO YOUSSEF E OLGA YOUSSEF E 70 DOLEIROS PRESOS NA “OPERAÇÃO MACUCO” DO DELEGADO JOSÉ CASTILHO NETO (DOSSIÊ CAYMAN 1998) E TAMBÉM BLINDOU AS FORTUNAS DE ALBERTO YOUSSEF (UM AVIÃO A JATO E CINCO IMÓVEIS E CONTAS SECRETAS NO EXTERIOR), BLINDOU AS FORTUNAS DA MULHER DE EDUARDO CUNHA SRA CLÁUDIA CUNHA 9240 MILHÕES DE US$ = HUM BILHÃO DE REAIS) E BLINDOU AS FORTUNAS DE CENTENAS DE FAMILIARES DE TUCANOS INCLUINDO ESSE VAGABUNDO SR PHC (FILHO DE FHC), DAVID ZYLBERSZTAJN (GENRO DE FHC), VERÔNICA SERRA (FILHA DO JOSÉ CHIRICO SERRA), ALEXANDRE BOURGEOIS (GENRO DE SERRA) E OUTROS 300 POLÍTICOS DEMO TUCANOS CORRUPTOS E LADRÕES E CENTENAS DE MEMBROS DO QUADRILHÃO DE MI-SHELL TEMER, OS ANÕES DO CONGRESSO E DA CÂMARA QUE MATARA,M O JOVEM GOVERNADOR DO ACRE, PRINCIPAL TESTEMUNHA NA “CPI ESQUEMA ODEBRECHT E ESQUEMA COLLOR PC FARIAS” O GOVERNADOR DO ACRE FOI MORTO EM SÃO PAULO NO DIA 17 DE MAIO DE 1992 A MANDO DO PRINCIPAIS ACUSADOS TEMER E O QUADRILHÃO!!!

O lobista Fernando Baiano denunciou filho de FHC ter recebido propinas milionárias em contratos lesivos de multinacionais para as obras de usinas termelétricas SUPERFATURADAS durante os APAGÕES PLANEJADOS DE FHC. Isso explica as fortunas bilionárias de 368 milhões der dólares na conta secreta TUCANO e na conta CH J&T nas Ilhas Cayman, Bahamas e no PANAMÁ PAPERS em nome do corrupto sr PHC Paulo Henrique Cardoso. O juiz tucano Sérgio Moro, pavão de Curitiba agente ad CIA, o sinistro FACHIN e Gilmar blindaram as delações contra FHC e conta 300 demotucanos. Só o ministro Teori Zavashi prometeu revelar cerca de 1000 delações contra 300 políticos blindados na lava jato e no BANESTADO, nos dois casos centenas de delações foram ocultadas e blindadas pelo mesmo juiz Moro. UMA USININHA DE 500 MILHÕES EM NOME DO TESTA DE FERRO PHC (FILHO DE FHC) NÃO VEM AO CASO!!!
FHC teve um aumento patrimonial absurdamente estratosférico na passagem pelo governo e compensações financeiras NO BANESTADO para colocar em prática as PRIVATARIAS. Ele operou no Planalto como um banco de negócios e como escritório da CIA no Brasil orientado as negociatas com as multinacionais mineradoras, petrolíferas, telecomunicações e de energia.
Essa corrupção levou FHC e seus familiares a obter contas secretas no Caribe (Ilhas Cayman, Bahamas e Panamá) e também dinheiro sujo da corrupção levou FHC adquirir imóveis milionários na Europa (UM DE 37 MILHÕES DE REAIS = 11 MILHÕES DE EUROS EM PARIS, outro de hum milhão de euros em Barcelona para a amante Mirian Dutra) e imóveis nos EUA (Tower Trump valendo hum milhão de dólares) e três imóveis milionários no Brasil (Higienópolis, Vieira Souto no Leblon no Rio a uma fazenda em Buritis) que envolve os familiares de FHC em negócios bilionários no PANAMÁ PAPERS de Mossak Fonseca e em empresas de fachada offshore.
1- “FHC, CRISE, DECADÊNCIA E CORRUPÇÃO”, H Fontana
2- “A PRIVATARIA TUCANA”, Amaury Junior
3- “O MAPA DA CORRUPÇÃO NO GOVERNO FHC”, Larissa Burtone
4- “O PRÍNCIPE DA PRIVATARIA”, BANESTADO E OPERAÇÃO LAVA JATO
5- “TARDE DEMAIS PARA ESQUECER”, Benedito C Bonfim
6- “A OUTRA HISTÓRIA DA LAVA A JATO”, Paulo Moreira Leite
7- “A PÁTRIA PEDE SOCORRO”, brigadeiro Ivan Frota, 1995
8- “QUEM PAGOU A CONTA”, Sebastião Nery, fhc remunerado pela CIA
9- “EL COMPLOT DEL FMI PARA LAS NACIONES DE IBERO AMERICA”

Responder

LALVES

20 de agosto de 2017 às 17h28

A FARSA DO TRIPLEX DE GUARUJÁ UM TIRO NO PÉ DO PAVÃO MISTERIOSO DE CURITIBA BLINDADOR DE 300 POLÍTICOS MEGA DELATADOS E SEPULTADOR DO ESCÂNDALO BANESTADO SERGIO MORO MANTEVE SOLTOS TODOS SO 70 DOLEIROS PRESOS NA “OPERAÇÃO MACUCO” DO DELEGADO JOSÉ CASTILHO NETO, MORO SOLTOU YOUSSEF E BLINDOU 300 POLÍTICOS NO ESCÂNDALO BANESTADO NO PARANÁ (1997, 199 E 2002) E PLANEJOU A LAVA A JATO VINTE ANOS MAIS TARDE, PASMEM, COM OS MESMOS ATORES. COM A COBERTURA PIROTÉCNICA DA REDE GLOBO E DAS EMISSORAS ASSOCIADAS AO CAPITAL ESTRANGEIRO, ESSES CANALHAS ENTREGARAM O PRESAL AOS GRINGOS E AINDA PARALISARAM DUAS MILA OBRAS NO BRASIL E TIRARAM SEIS MILHÕES DE EMPREGOS, VIDE ENTREVISTA DO FILHO DE NELSON ROCKEFELLER NO GOOGLE “ROCKEFELLER: PRESAL BRASILEIRO VALE 20 TRILHÕES E EXPORTARÁ SEIS MILHÕES DE POSTOS DE TRABALHO PARA OS EUA” ISSO MESMO 20 TRILHÕES DE DÓLARES EQUIVALE A 30 VEZES O PIB DO BRASIL!!!!! QUANTO ESSES AGENTES DA CIA E 300 POLÍTICOS REMUNERADOS PELO CAPITAL ESTRANGEIRO JÁ ENRIQUECERAM FAZENDO 137 PRIVATARIAS TUCANAS E AINDA ENTREGANDO RESERVAS ULTRA GIGANTES EM TROCA DE GOLPES POLÍTICOS E PROPINAS????

COM A DESCOBERTA DA FARSA SOBRE O TRILEX DE GUARUJÁ MONTADA HÁ TRES ANOS ATRÁS PELO PAVÃO DE CURITIBA QUE OBRIGOU LEO PINHEIRO A MENTIR PARA DESGASTAR LULA, ONTEM A DPF PUBLICOU O RELATÓRIO REVELANDO COMO VERDADEIRA PROPRIETÁRIA DO APARTAMENTO TRIPLEX DE GUARUJÁ UMA SINISTRA SENHORA REPRESENTANTE DO CORRUPTO E SINISTRO “GRUPO PANAMENHO MOSSAK FONSECA” (GRUPO CRIADO EM 1945 PARA LAVAR BENS E DINHEIRO SUJO DE CORRUPTOS DE TODO O MUNDO E QUE MANTEM HUM BILHÃO DE REAIS OCULTOS NO PANAMÁ PARA O FILHO DE FHC SR DAVID ZYLBERSZTAJN (GENRO CORRUPTO DE FHC QUE GANHOU PROPINAS MILIONÁRIAS NA ENTREGA DE CAMPOS PETROLIFEROS NOS LEILÕES DA ANP POR PREÇOS ÍNFIMOS USANDO A DZ ENERGIA E CONTAS SECRETAS NAS ILHAS CAYMAN NAS NEGOCIATAS E NA PRIVATARIA DA ELETROPAULO PARA O GRUPO AMERICANO AES) E O SINISTRO FILHO DE FHC SR PHC (PAULO HENRIQUE CARDOSO GANHOU PROPINAS MILIONÁRIAS NA ERA FHC) EM NEGÓCIOS BILIONÁRIOS, IMÓVEIS E CONTAS SECRETAS DE FAMILIARES DE JOSÉ SERRA, VERÔNICA SERRA E OUTROS EM CONTAS SECRETAS NO PANAMÁ E OUTROS PARAÍSOS FISCAIS DO CARIBE)

A REVELAÇÃO FEITA ONTEM PELA DPF SOBRE A FARSA DO TRIPLEX DE GUARUJÁ FOI BOMBÁSTICA MAS A MÍDIA ESCONDEU, POIS INFERNIZOU POR TRÊS ANOS A FAMÍLIA DE LULA, ESSA MENTIRA E FARSA DO JUIZ PAVÃO QUE FORÇOU LEO PINHEIRO A MENTIR CAUSOU A MORTE DE MARISA, FEZ BRUTAMONTES QUEBRAREM A PORTA DO APARTAMENTO A CHUTES E PONTAPÉS E AINDA A CONDENAÇÃO PELO FALSA PROPRIEDADE DO FAMIGERADO TRIPLEX.

Responder

LALVES

20 de agosto de 2017 às 17h14

A FARSA DO TRIPLEX DE GUARUJÁ UM TIRO NO PÉ DO PAVÃO MISTERIOSO DE CURITIBA BLINDADOR DE 300 POLÍTICOS MEGA DELATADOS E SEPULTADOR DO ESCÂNDALO BANESTADO SERGIO MORO MANTEVE SOLTOS TODOS SO 70 DOLEIROS PRESOS NA “OPERAÇÃO MACUCO” DO DELEGADO JOSÉ CASTILHO NETO, MORO SOLTOU YOUSSEF E BLINDOU 300 POLÍTICOS NO ESCÂNDALO BANESTADO NO PARANÁ (1997, 199 E 2002) E PLANEJOU A LAVA A JATO VINTE ANOS MAIS TARDE, PASMEM, COM OS MESMOS ATORES. COM A COBERTURA PIROTÉCNICA DA REDE GLOBO E DAS EMISSORAS ASSOCIADAS AO CAPITAL ESTRANGEIRO, ESSES CANALHAS ENTREGARAM O PRESAL AOS GRINGOS E AINDA PARALISARAM DUAS MILA OBRAS NO BRASIL E TIRARAM SEIS MILHÕES DE EMPREGOS, VIDE ENTREVISTA DO FILHO DE NELSON ROCKEFELLER NO GOOGLE “ROCKEFELLER: PRESAL BRASILEIRO VALE 20 TRILHÕES E EXPORTARÁ SEIS MILHÕES DE POSTOS DE TRABALHO PARA OS EUA” ISSO MESMO 20 TRILHÕES DE DÓLARES EQUIVALE A 30 VEZES O PIB DO BRASIL!!!!! QUANTO ESSES AGENTES DA CIA E 300 POLÍTICOS REMUNERADOS PELO CAPITAL ESTRANGEIRO JÁ ENRIQUECERAM FAZENDO 137 PRIVATARIAS TUCANAS E AINDA ENTREGANDO RESERVAS ULTRA GIGANTES EM TROCA DE GOLPES POLÍTICOS E PROPINAS????

COM A DESCOBERTA DA FARSA SOBRE O TRILEX DE GUARUJÁ MONTADA HÁ TRES ANOS ATRÁS PELO PAVÃO DE CURITIBA QUE OBRIGOU LEO PINHEIRO A MENTIR PARA DESGASTAR LULLA, ONTEM A DPF PUBLICOU O RELATÓRIO REVELANDO COMO VERDADEIRA PROPRIETÁRIA DO APARTAMENTO TRIPLEX DE GUARUJÁ UMA SINISTRA SENHORA REPRESENTANTE DO CORRUPTO E SINISTRO “GRUPO PANAMENHO MOSSAK FONSECA” (GRUPO CRIADO EM 1945 PARA LAVAR BENS E DINHEIRO SUJO DE CORRUPTOS DE TODO O MUNDO E QUE MANTEM HUM BILHÃO DE REAIS OCULTOS NO PANAMÁ PARA O FILHO DE FHC SR PHC EM NEGÓCIOS BILIONÁRIOS, IMÓVEIS E CONTAS SECRETAS DE FAMILIARES DE JOSÉ SERRA, VERÔNICA SERRA E OUTROS EM CONTAS SECRETAS NO PANAMÁ E OUTROS PARAISOS FISCAIS DO CARIBE)

A REVELAÇÃO FEITA ONTEM PELA DPF SOBRE A FARSA DO TRIPLEX DE GUARUJÁ FOI BOMBÁSTICA MAS A MÍDIA ESCONDEU, POIS INFERNIZOU POR TRÊS ANOS A FAMÍLIA DE LULA, ESSA MENTIRA E FARSA DO JUIZ PAVÃO QUE FORÇOU LEO PINHEIRO A MENTIR CAUSOU A MORTE DE MARISA, FEZ BRUTAMONTES QUEBRAREM A PORTA DO APARTAMENTO A CHUTES E PONTAPÉS E AINDA A CONDENAÇÃO PELO FALSA PROPRIEDADE DO FAMIGERADO TRIPLEX.

Responder

Francisco

29 de maio de 2017 às 22h34

Amigo, estou começando a ler sobre este caso do BANESTADO, nesta época eu era criança e nada sei sobre. Me permita fazer uma pergunta até mesmo boba, mas lá vai: – De onde saíram os US$ 124 bilhões que deixaram o Brasil?

Responder

Heitor José de Souza

23 de março de 2017 às 00h59

Não vejo a hora dessa roubalheira acabar. Que saudades do regime militar!

Responder

    mary da silva

    13 de maio de 2017 às 03h19

    Os militares não roubam? quanta ingenuidade!!!

    Responder

      mary da silva

      13 de maio de 2017 às 03h34

      Os militares não existe corruptos? até parece!quanta ingenuidade!

      Responder

    mary da silva

    13 de maio de 2017 às 04h01

    Heitor,,, Vou citar uma das corrupções na era militar;Delfim e a Camargo Corrêa..
    Delfim Netto – ministro da Fazenda durante os governos Costa e Silva (1967-1969) e Médici, embaixador brasileiro na França no governo Geisel e ministro da Agricultura (depois Planejamento) no governo Figueiredo – sofreu algumas acusações de corrupção. Na primeira delas, em 1974, foi acusado pelo próprio Figueiredo (ainda chefe do SNI), em conversas reservadas com Geisel e Heitor Ferreira. Delfim teria beneficiado a empreiteira Camargo Corrêa a ganhar aa concorrência da construção da hidrelétrica de Água Vermelha (MG). Anos depois, como embaixador, foi acusado pelo francês Jacques de la Broissia de ter prejudicado seu banco,o Crédit Commercial de France, que teria se recusado a fornecer US$ 60 milhões para a construção da usina hidrelétrica de Tucuruí, obra também executada pela Camargo Corrêa.ELE ERA MINISTRO DO GOVERNO COSTA E SIVA,UM TERRIVEL DITADOR.
    Vai pesquisar …antes de falar asneiras.

    Responder

Odil

21 de fevereiro de 2017 às 22h47

Como pode esse pessoal dizer que o pt roubou Mais ?????????????????

Responder

Agostinho Alfaro

18 de janeiro de 2017 às 17h06

Sr. Requião acho que deveria explicar com quem o sr. conseguiu a liberação de sua empresa de extração de árvores nativas e de lei da Amazonia!!!!! Pois é um absurdo a extração legalizada e os milh~es de dólares que ganhas com isto!!!! E outra se informe melhor antes de ficar falando mentiras discaradas!!! E o nióbio que o sr extrai irregularmente!!! Me explique???? claro que o sr, se omitirá e não responderá!!!! Como toda a classe politica atual um bando de ladrões!!!!! Mas leia abaixo a verdade!!!

4. Sergio Moro arquivou a corrupção do caso do Banestado.

2833333681-sergio-moro-juiz-federal

Um dos mais emblemáticos casos de corrupção na história do país, o do Banestado, foi responsável por enviar ilegalmente US$ 24 bilhões para o exterior por meio do banco público paranaense. Do total, cerca de US$ 17 milhões foram recuperados. Um número 27 vezes menor do recuperado até aqui pela Lava Jato.

Um dos personagens envolvidos no caso, Alberto Yousseff, que você certamente já ouviu falar pelo caso do Petrolão, fechou um acordo de delação premiada com o Ministério Público estadual. Ao ver que o doleiro incorreu no mesmo crime novamente, Sergio Moro suspendeu o acordo e retomou o processo do Banestado contra Yousseff, condenando-o a 4 anos e 4 meses de prisão (Yousseff ainda não foi condenado na Lava Jato). Não é verdade, portanto, que o doleiro tenha escapado por conta de Moro.

Cerca de 684 pessoas foram denunciadas pelo escândalo do Banestado, sendo 97 condenadas (até 2011). Da parte do juiz Sergio Moro, que na época possuía 31 anos, foram 25 condenações, em apenas 12 meses. Seja por lentidão da Justiça em julgar nas instâncias superiores ou por obra dos advogados, muitas condenações caíram. Em 2013, o Superior Tribunal de Justiça extinguiu a pena de 7 condenados. Outras penas foram extintas ou casos arquivados em recursos no mesmo TRF4. O certo é que, dele, as condenações ocorreram. E foram rápidas.

Em outra operação, a Farol da Colina, Moro decretou de uma única vez a prisão de 123 pessoas, tirando de circulação 63 doleiros. O caso é emblemático. Como Yousseff fez um acordo com a Procuradoria e o Ministério Público do Paraná ao ser liberado no caso do Banestado, ele era um dos poucos doleiros livres no país, motivo que o levou a ser chamado para atuar no Petrolão.

Ainda sobre o caso, argumenta-se que nenhum político foi condenado na ocasião. Ocorre, porém, que como juiz de primeira instância, não cabe a Moro julgar, e sequer investigar, políticos, que possuem foro privilegiado. As decisões de investigar tais autoridades cabem ao Procurador Geral da República e ao Supremo Tribunal Federal.

Responder

José Safrany Filho

08 de dezembro de 2016 às 17h46

EIS PORQUE AQUI QUEM MANDA SÃO OS IANQUES E SEUS INDICADOS LOCAIS… QUASE MEIO TRILHÃO DESVIADO E EM CONTAS EM NOVIORQUE, PRINCIPALMENTE (ALÉM DAQUELAS TRADICIONAIS NAS SUÍÇAS DE COSTUME…). É A FARRA DEMO-TUCANA, HERDEIRA DOS SEUS MESTRES DA DITADURA/64. MAS A MÍDIA MANIPULADORA, CORRUPTA TAMBÉM, MENTIROSA E “FORMADORA” DE ALIENADOS, ESTAVA COM A MESMA DITADURA/64 E O ATUAL GOLPISMO PARA CONTINUAR ESFOLANDO, ROUBANDO, MANIPULANDO E FAZENDO TROÇA DO POVO BRASILEIRO. ATÉ QUANDO???
ACORDE POVO E VAMOS FAZER UMA REVOLUÇÃO DE VERDADE PARA ACABAR COM ESSAS QUADRILHAS, DAQUI E DE FORA!!!

Responder

Garru João Luiz Garrucino

02 de agosto de 2016 às 02h52

AS IGREJAS DOS HOMENS ABORTO ESTUPROS VIOLENCIA E MACHISMO CONTRA AS MULHERES E DEMOCRACIA E LIBERDADE QUE AINDA NÃO TEMOS ENQUANTO NÃO HOUVER O RESGATE DO CRISTIANISMO PRIMITIVO

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.1803365833229683.1073741933.100006688509487&type=1&l=ae269dab94

Responder

Garru João Luiz Garrucino

02 de agosto de 2016 às 02h49

Uma revolução no Brasil teria que fuzilar o dobro ou o triplo das revoluções soviética, chinesa e cubana?

Apesar da falação toda que nos jogaram na cabeça dizendo que houve muitos fuzilamentos em tais revoluções e que teriam sido um banho de sangue ou horror as vezes brinco imaginando como seria acontecer uma revolução destas no Brasil ainda governado pelas velhas oligarquias há 516 anos.

Falam em tais revoluções como se fossem coisas do diabo, do capeta, um fim de mundo…um apocalipse….

Mas se estão segurando até hoje as mudanças nos Brasil e impedindo a democracia efetiva ao povo de forma a prevalecer a vontade e soberania popular de fato que nunca foi respeitada alguma coisa em algum momento vai ter que acontecer….

Não se faz uma omelete sem quebrar os ovos e nada se muda sem quebrar uma velha ordem ou derrubar ela….

Isto é explicado inclusive na Lei de Destruição em resposta do Espírito da Verdade, no “O Livro dos Espíritos”, do Allan Kardec, que Deus permite tais acontecimentos para derrubar uma velha ordem, zerar tudo, e começar uma nova ordem.

Seria como uma represa ou regime que vem segurando ou represando as águas de correrem livremente rompendo-se e deixando as águas fluírem o no ritmo da vida….

E além do mais vemos agora que não fosse a revolução soviética fuzilando milhares e colocando a burguesia ou as oligarquias corruptas para correrem, apesar das matanças, da ruptura do status quo dominante, hoje a Rússia não seria uma grande potencia e sem a revolução soviética provavelmente ainda seria governada pelas velhas oligarquias corruptas até hoje nada diferente do Brasil….

Vemos que se hão tivesse acontecido a revolução na China também fuzilando meio mundo e colocando as velhas oligarquias corruptas para correrem também não seria uma grande potencia hoje e estivesse ainda governada pelas velhas oligarquias corruptas…

Vemos que também em Cuba não fosse a revolução cubana fuzilando meio mundo e colocando as burguesias corruptas para correrem não teriam a liberdade atual, a melhor saúde e educação do mundo, apesar do bloqueio de 60 anos imposto pelos americanos, e vivem em paz e felizes na ilha, mesmo não tendo até agora o acesso aos bens de consumo do capitalismo devido ao bloqueio mas agora isto começou a mudar com o fim do bloqueio americano.

A única conclusão a que cheguei em minhas reflexões ou brincadeiras ou humores, é que uma revolução parecida no Brasil teria que fuzilar o dobro ou o triplo das 3 revoluções juntas, a soviética, a chinesa e a cubana….

O que tem de gente corrupta e podre ou reacionária e conservadora, fascista, golpista, “nóias”, pilantras, vagabundos, ladrões, vigaristas, traidores, além das oligarquias corruptas dominando tudo há 516 anos não haveria limites para fuzilamentos e seria necessário uma limpeza imediata deste lixo todo.

E colocar para correr o que sobrar das oligarquias ou burguesia corrupta ou podre e todos fugiriam para Miami onde já compram imóveis e não saem de lá onde já vivem mais latino americanos do que americanos, parecendo um zoológico….

As oligarquias corruptas do Brasil além de já viverem mais fora do Brasil do que aqui também deixam seu dinheiro nos paraísos fiscais ou fora do Brasil.

O que temos no Brasil ainda é uma corte tão corrupta quanto a do Czar na Rússia travando o avanço da nação rumo a democracia e a ser finalmente uma grande potencia.

Infelizmente não temos nenhum Lenin ou Troskay ou Mao ou Fidel e vemos sim o PT e a esquerda atual completamente alienada e burguesa também distante do povão, dos trabalhadores, fora inclusive das periferias ou favelas, onde estão mais presentes as milícias do fundamentalismos evangélico querendo tomarem o poder no Estado para virarmos ditadura do oriente médio e isto sim vemos como risco mais perto de acontecer. E se acontecer o povo vai ter que pedir socorro aos militares como no Egito.

Outra brincadeira ou humor ou imaginação minha :

Querem uma revolução no Brasil e que ele vire grande potência?

Precisamos achar uma forma de provocar uma guerra para JAPÁO INVADIR O BRASIL….

Vamos analisar a história.

O Japão invadiu a Rússia ainda dominada pelas oligarquias corruptas e acabou acontecendo a revolução soviética que expulsaram os japoneses, houve matanças, mas hoje a Rússia é uma grande potencia….

O Japão invadiu a China também ainda dominada pelas oligarquias corruptas e aconteceu a revolução comunista liderada por Mao Tsé Tung expulsando os japoneses, houve matanças, mas hoje a China é uma grande potência….

O Japão atacou a ilha ou base americana e começou uma guerra tomando ilhas ou bases americanas no pacífico e os EUA tiveram que reagir ao mesmo tempo em que enfrentavam Hitler na Europa, derrotando os japoneses após soltar duas bombas atômicas, e depois da segunda guerra os EUA viraram também grande potência……

Então o segredo de tudo é o Japão atacar, invadir ou começar uma guerra contra o Brasil para que alguma revolução ou mudança aconteça finalmente no Brasil ainda dominado pelas oligarquias corruptas há 516 anos sem mudanças até agora e com o povo dormindo em berço esplendido….

Lembrei até do filme comédia “O Rato que Ruge” onde um pequeno país que estava falido resolveu como solução “declarar” guerra aos EUA de forma a se renderem depois e serem governados pelos americanos pagando suas dívidas…..

Dormi a tarde e acordei inspirado agora….

Responder

Celso Ferreira de Albuquerque

12 de abril de 2016 às 21h53

as datas não seriam 1996-2002 ?

Responder

    Alair

    06 de março de 2017 às 14h17

    Se fosse fuzilar quem não presta no Brasil, seria mais fácil colocar os que prestam em 3 ônibus e o resto entrar na bala.
    Claro que exagerei, mas eu afirmo que, apesar de não seguir templo ou igreja, eu digo que dentro do Movimento Espírita estão os melhores, esses frutos do Lutero, tem que irem para o paredão.
    O Doido do Bolsonaro fala que tem matar mais de 30 mil, mas os que ele fala em matar são do PT ,eu acho que tem que matar mais 50 milhões acabar com essas igrejas protestantes e Partidos cristãos.

    Responder

M

23 de fevereiro de 2016 às 11h24

Se os órgãos de comunicação tivessem mais compromisso com a transparência nas suas informações as coisas poderiam ser melhor, por que a impressa só informa e não formam o cidadão ,alguns dos fatos que acontecem hoje já aconteceram no passado não muito distante, falta de conhecimento da história do Brasil, se a história fosse de conhecimento de todos os mesmos fatos não se repetiriam, principalmente quando um partido tem a ideologia voltada para os mais carentes.

Responder

Fernando Oliveira

05 de outubro de 2015 às 10h49

Engraçado é que o relatório do deputado petista José Mentor previa indiciamentos de inúmeros (mais de 90) e notórios facínoras, tais como Celso Pitta e Paulo Maluf. Este se tornou um amigo de todas as horas do PT depois que um acordo entre o relator petista e o presidente tucano da CPI deixaram tudo virar pizza.

Responder

    SILVIO MIGUEL GOMES

    05 de outubro de 2015 às 11h47

    Eu também pensei nisso depois que os Tucanos ganharam em São Paulo. Mas, contra a grande imprensa. Acompanhei o Massacre ao Maluf desde 1976 e por isso votei em Mário Covas, Serra, mas também votei em gente boa como Audálio Dantas e outros.
    Para minha surpresa com o tempo assisti a grande imprensa (lia a FOLHA) protegendo e acobertando as ladroeiras e incompetência dos Tucanos, com a ajuda da Justiça.
    Era jovem, não mais me engano e escolhi, da mesma forma que a grande imprensa, com seus barões e alguns de seus Jornalistas escolheram EDUARDO CUNHA, AÉCIM NEVES.

    Responder

      Fernando Oliveira

      05 de outubro de 2015 às 11h57

      E…?

      Responder

Rodrigo

04 de outubro de 2015 às 20h21

Bom, e por que o petê não fez nada para apurar a roubalheira? Há treze anos que o governo petista tem o comando da PF e nomeou muita gente nos tribunais superiores, né? Ou o governo só determina que se investiguem a roubalheira perpetrada pelo petê? Ou o petê não tem interesse em investigar o roubo dos outros, desde que possa roubar tranquilamente? Ou será que não investiga porque há amigos petistas ( ou até mesmo os próprios petistas ), como os donos das empreiteiras amigas envolvidas na roubalheira ?

Responder

    Fernando Oliveira

    05 de outubro de 2015 às 10h50

    porque o PT adora se fazer de vítima, mas não tem competência pra investigar e punir ninguém. Um bando de virgens bobinhas..

    Responder

      SILVIO MIGUEL GOMES

      05 de outubro de 2015 às 11h50

      PARTIDO POLÍTICO investiga e puni somente em ditaduras de direita e de esquerda, como aconteceu e acontece ainda em vários países do mundo

      Responder

    SILVIO MIGUEL GOMES

    05 de outubro de 2015 às 11h49

    Quem investiga é a Polícia (que deve ter independência – aqui em SP não tem), o MP acompanha e o Juiz julga, como em qualquer país civilizado.

    Responder

    SILVIO MIGUEL GOMES

    05 de outubro de 2015 às 11h54

    O processo foi arquivado pelo Tribunal Superior (taí tudo aí na internet). O Tribunal Superior alegou que o Juiz Moro, MP e Policia fizeram cagada (vou no popular).
    Foi recuperado apenas uma mixaria apenas para disfarçar.
    Estão tentando reabrir o caso.
    JÁ LEMBRARAM que está fazendo 20 anos e vai prescrever o processo contra o banqueiro Angelo Calmon de Sá (é assim que funciona a Justiça no Brasil)

    Responder

JURIDICO

04 de outubro de 2015 às 15h04

minha opiniao que youssef vou solto para preparar o petrolao

Responder

JK

04 de outubro de 2015 às 14h32

Levando em consideração a inflação desde 2002 a roubalheira tukana já ultrapassou US$ 250 bilhões de dólares. Fora a correção monetária e cambial que nem se quer eu incluir. Além de só ter sido desifrado apenas US$ 124 bilhões, sabendo que havia ter tido mais desvio mas que infelizmente foi interrompida a investigação.

Se pegar US$ 250 bilhões e multiplicar por 4 que atualmente o nosso câmbio, já ultrapassou mais de R$ 1 trilhão de reais a roubalheira.

Sugiro que o blogueiro fizesse um Roubometro para medir a corrupção tanto o antigo quanto os novos que surgirem.

Nessas horas os indignados desaparecem não dão um pio se quer, não ouço panelas baterem muito menos a gritaria histérica pedindo punição. É esse tipo de situação que me tira do serio.

E por fim eu digo cade os indignados ninguém vai bater panela? Por que são tão seletivos?

Se fossem contra a corrupção não agiriam dessa forma tão seletiva e muito menos nesse silêncio tão estarrecedor.

PS: Não esqueça já ultrapassou de R$ 1 trilhão. Ok

O que daria pra fazer com essa bolada?

Responder

    SILVIO MIGUEL GOMES

    05 de outubro de 2015 às 11h55

    MUITO BOM!. ESTOU DIVULGANDO PELA INTERNET. FALÔ!!!!

    Responder

Irion

04 de outubro de 2015 às 12h44

Grande Requião! Temos ainda alguns políticos decentes, que não vendem a alma ao diabo (melhor dizendo, ao GRANDE SATÃ…)

Responder

Messias Franca de Macedo

03 de outubro de 2015 às 22h41

https://soundcloud.com/redebrasilatual/eduardo-cunha-figura-de-heroi-criada-pela-midia-golpista-vai-se-desmoronando

Contas na Suíça devem render novos processos contra Eduardo Cunha
O analista político, Paulo Vannuchi, comenta sobre as denúncias de contas na Suíça que ampliam pressão contra o presidente da Câmara dos deputados, Eduardo Cunha.

FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.redebrasilatual.com.br/radio/colunistas/paulo-vannuchi/2015/contas-na-suica-aumentam-pressao-sobre-eduardo-cunha

Responder

Messias Franca de Macedo

03 de outubro de 2015 às 22h21

https://www.youtube.com/watch?v=SksYn1qyQPw&feature=youtube_gdata

Requião relembra Banestado: roubalheira tucana desviou meio trilhão

Por jornalista Miguel do Rosário
03 outubro 2015

NOTA: o vídeo é uma dica do Ronaldo Souza – Salvador-Ba

FONTE [LÍMPIDA!]: https://www.ocafezinho.com/2015/10/03/requiao-relembra-banestado-roubalheira-tucana-desviou-meio-trilhao/#more-32354

Responder

marco

03 de outubro de 2015 às 20h06

A intenção de destinar as investigações ao MORO,foi proposital.Não para fazer o mesmo.Sim por ser UM DOS NÃO MUITO SIMPÁTICOS À DEMOCRACIA,e com isso tentar colaborar com a DIREITA!

Responder

    ALCIDES GALDINO DOS ANJOS

    01 de fevereiro de 2017 às 14h49

    Sem dúvida a roubalheira é Secular e enquanto tivermos desembargadores nomeados pelos Quintos Constitucionais e Ministros do STF nomeados por políticos, ” A ARTE DOS CINCO DEDOS” vai continuar. Infelizmente, Já esqueceram o BANESTADO , MENSALÃO, etc.. e o País continua no atraso. O Brasil tem 60.000.000,00(sessenta milhões de analfabetos funcionais (pessoas que estudaram no máximo 02 anos), segundo dados do Governo. Enquanto não houver educação pública e de qualidade, esta situação não mudará. “Tudo está dominado”.

    Responder

Victor

03 de outubro de 2015 às 16h24

Seria uma macuco, um parente afastado de um tucano, hein?

Responder

Victor

03 de outubro de 2015 às 16h23

Seria um macuco, um parente afastado de um tucano, hein?

Responder

    Lasara Alves Ferreira

    16 de junho de 2017 às 18h36

    CENAS DE GANGSTERISMOS MARCARAM OS OITO ANOS DA “OPERAÇÃO ABAFA DO ESCÂNDALO BANESTADO NO GOVERNO FHC” E A “TEIA DE PROTEÇÃO JUDICIÁRIA” CRIADA POR FHC E GERALDO BRINDEIRO (ENGAVETADOR GERAL DA REPÚBLICA DE FHC)

    A ESPOSA DE SERGIO MORO ADVOGADA DOS TUCANOS E DA SHELL: COMO OCORRERAM AS QUEIMAS DE ARQUIVOS NA SHELL

    A ESPOSA DE SERGIO MORO ROSÂNGELA QUADROS MORO ADVOGOU PARA A SHELL NO CASO DO ASASSINATO DOS AUDITORES DA SHELL ASSASSINADOS NO BRASIL (ZERA TODD STAHELI E MICHELLI STAHELI VIERAM AO BRASIL EM 2002 PARA INVESTIGAR AS RELAÇÕES PROMÍSCUAS DE DIRETORES DA SHELL COM O SINISTRO GENRO DE FHC NA ANP: O PAGAMENTO DE DOIS BILHÕES DE DÓLARES EM PROPINAS NO BANESTADO NO PARANÁ E FORAM BRUTALMENTE MORTOS COM ARMAS BRANCAS FACAS E OBJETOS CONTUNDENTES, SÓ ESCAPOU DA MORTE A FILHA DO CASAL UMA MENINA DE 13 ANOS QUE TRANCOU-SE NO BANHEIORO DA CASA.
    A ESPOSA DE CARLOS FERNANDES SANTOS LIMA E A LAVAGEM

    A ESPOSA DE CARLOS FERNANDES SANTOS LIMA SRA VERA LÚCIA LIMA (O PROCURADOR É O BRAÇO DIREITO DE SERGIO MORO NA BLINDAGEM DE 300 POLÍTICOS CORRUPTOS NOS DOIS ESCÂNDALOS DE CORRUPÇÃO: “BANESTADO E A SUA DERIVADA LAVA A JATO” , MAS CONHECIDO NO PARANÁ COMO “BICHO DE GOIABA”) SRA VERA LÚCIA LIMA OPEROU A LAVAGEM NO ESCÂNDALO BANESTADO E O PROCURADOR OCULTOU PROVAS DA LAVAGEM E QUASE FOI PRESO NA “OPERAÇÃO MACUCO” DO DELEGADO PROTÓGENES E NA OPERAÇÃO CAYMAN DO DELEGADO VICENTE CHELOTTI E NA OPERAÇÃO BANQUEIRO DO DELEGADO PROTÓGENES. PROTÓGENES FOI AMEAÇADO E TEVE QUE PEDIR ASILO EM GENEBRA PARA NÃO SER MORTO.
    Entendam como Sérgio Moro e os procuradores do Paraná agiram desde 1997 ajudando na corrupção, ELES SOLTARAM DOLEIROS PRESOS EM 1997, 1999 e 2002 O OFFICE-BOY DOS DEMO-TUCANOS E DA CORJA DE LADRÕES DAS PRIVATARIAS DE FHC SR ALBERTO YOUSSEF E OUTROS 70 DOLEIROS PRESOS NA “OPERAÇÃO MACUCO” PELO DELEGADO JOSÉ CASTILHO NETO NO PARANÁ OS JUÍZES DA LAVA A JATO abafaram o ESCANDALO BANESTADO (BANCO DO ESTADO DO PARANÁ CAPTOU PROPINAS BILIONÁRIAS DAS MULTINACIONAIS ENTRE 1995 E 2002 PARA 300 POLÍTICOS BLINDADOS NO JUDICIÁRIO DO PARANÁ)
    BIBLIOGRAFIA:
    1- “A OUTRA HISTÓRIA DA LAVA A JATO”, 2014, Paulo M Leite
    2- “FHC, CRISE, DECADÊNCIA E CORRUPÇÃO”, 1999, H Fontana
    3- “A PÁTRIA PEDE SOCORRO” brigadeiro Ivan Frota, 1995
    4- “O BANESTADO E A OPERAÇÃO LAVA A JATO, UM FEITIÇO DO TEMPO, ENVOLVEM OS MESMOS JUÍZES, OS MESMOS PROCURADORES, OS MESMOS DOLEIROS E OS MESMOS 300 POLÍTICOS PICARETAS E VIRA LATAS BLINDADOS DESDE 1997 NO JUDICIÁRIO DO PARANÁ”, Jandira Fegali, 2015
    5- “A HISTÓRIA SECRETA DA REDE GLOBO”, Daniel Herz, 1978
    6- “O MAPA DA CORRUPÇÃO NO GOVERNO FHC – E A BLINDAGEM DA TEIA DE PROTEÇÃO JUDICIÁRIA”
    7- “CARTA ABERTA AO MAIOR VAGABUNDO DA NAÇÃO: FHC”, Tribuna da Imprensa, 12/08/1998, tenente coronel Alcio Antunes (publicada uma página inteira no jornal revelando a história secreta de FHC: O FALSO EXÍLIO, A APOSENTADORIA PRECOCE OBTIDA COM AJUDA DO PAI GENERAL LEÒNIDAS CARDOSO, COMO FHC FOI COAPTADO PELA CIA E PELA FUNDAÇÃO FORD, ELE RECEBEU HUM MILHÃO DE DÓLARES POR ANO DA CIA E DA FORD PARA COMANDAR OS BLACKBLOCKS NO CHILE ENTRE 1970 E 1973 PRA AJUDAR A CIA A DERRUBAR ALLENDE E NA SEMANA DO GOLPE FHC FUGIU PARA OS EUA E LÁ VIVEU NA VAGABUNDAGEM.
    8- “YOUTUBE: ROBERTO REQUIÃO DISCURSO NO SENADO EM 30/09/2015 LEMBRA O CASIO BANESTADO NO PARANÁ QUE ENVOLVE OS MESMOS DOLEIROS SOLTOS POR SÉRGIO MORO, OS MESMOS POLÍTICOS E OS MESMOS PROCURADORES DA LAVA A JATO”
    9- “QUEM PAGOU A CONTA” , Sebastião Nery: o livro bombástico revela a história secreta de FHC: O FALSO EXÍLIO, A APOSENTADORIA PRECOCE OBTIDA COM AJUDA DO PAI GENERAL LEÒNIDAS CARDOSO, COMO FHC FOI COAPTADO PELA CIA E PELA FUNDAÇÃO FORD, ELE RECEBEU HUM MILHÃO DE DÓLARES POR ANO DA CIA E DA FORD PARA COMANDAR OS BLACKBLOCKS NO CHILE ENTRE 1970 E 1973 PRA AJUDAR A CIA A DERRUBAR ALLENDE E NA SEMANA DO GOLPE FHC FUGIU PARA OS EUA E LÁ VIVEU NA VAGABUNDAGEM.
    10- “YOUTUBE: BILL CLINTON PASSA SERMÃO EM FHC PELA PESADA CORRUPÇÃO E LAVAGEM DE DINHEIRO NO ESCÂNDALO BANESTADO QUE USOU A AGÊNCIA BANESTADO DE NY COMO PONTE PARA FAZER REMESSAS ILEGAIS DE 125 BILHÕES DE DÓLARES NO PROPINODUTO DAS PRIVATARIAS TUCANAS, MEIO TRILHÃO DE REAIS FORAM REMETIDOS ILEGALMENTE ATRAVÉS DO BANESTADO NO PARANÁ (AGÊNCIA FOZ DO IGUAÇÚ) PELAS CONTAS CC-5 PARA A CONTA TUCANO E CONTA CJ J&T NAS ILHAS CAYMAN, PANAMÁ (FAMILIARES DE FHC, PAULO HENRIQUE CARDOSO (PHC FILHO VAGABUNDO DE FHC), DAVID ZYLBERSZTAJN (GENRO DE FHC), VERÔNICA SERRA (FILHA CORRUPTA DE SERRA TESTA DE FERRO DE DANIEL DANTAS), MÁRIO COVAS, SÉRGIO MOTA, MENDONÇA DE BARROS, MENDONÇA FILHO, PADILHA, KASSAB, JOSÉ CHIRICO SERRA, VERÔNICA SERRA, DANIEL DANTAS, ALEXANDRE BOURGEOIS (GENRO CORRUPTO DE SERRA), ALOÍSIO NUNES, GEDDEL VIEIRA, JEREISSSATI, CAIADO, E OUTROS 300 POLÍTICOS MEGA DELATADOS E BLINDADOS NO ESCÂNDALO BANESTADO E NA OPERAÇÃO LAVA RATOS DO PARANÁ.

    Responder

Deixe uma resposta