Haddad no Ceará, ao vivo

Jurista afirma à Folha:
impeachment da Dilma é golpe, sim

Por Miguel do Rosário

05 de outubro de 2015 : 13h45

O jurista Marcelo Lavenerè, autor do pedido de impeachment contra Collor, finalmente foi entrevistado pela Folha. Há tempos que repórteres procuravam Lavenerè para saber sua opinião sobre o impeachment da presidenta Dilma. Como ele respondia que eram casos diferentes, e dizia que não via elementos para aplicar um processo similar contra Dilma, os repórteres perdiam o interesse na entrevista.

Há alguns semanas, ele foi entrevistado pelo Brasil 247 e afirmou isso.E agora, um órgão da grande imprensa corporativa, a Folha, publica uma entrevista bastante esclarecedora com ele.

Falta agora a Globo fazer o mesmo e entrevistá-lo para o Jornal Nacional e o Fantástico.

Lavenerè é bastante claro:  reprovação de contas no TCU não justifica impeachment.

O golpe parlamentar armado por Eduardo Cunha, que aprovou em tempo recorde as contas de todos os governos passados (nunca tinham sido sequer avaliadas!) para limpar o caminho para decidir sobre as contas de Dilma, não vai dar certo porque lhe falta base jurídica e política.

Impeachment do jeito que querem fazer, e com as movimentações que estão fazendo, tem cheiro de golpe, sim, diz o jurista.

Golpe de quem perdeu nas urnas e não aceita o resultado.

Desde o final das eleições de 2014, os perdedores sinalizam que não aceitam os resultados.

A economia do Brasil está sendo prejudicada. A imagem do Brasil no exterior está sendo conspurcada por esses espasmos de republiqueta de banana de setores da oposição.

Abaixo, trechos mais importantes da entrevista.

 

ScreenHunter_82 Oct. 05 13.20

ScreenHunter_83 Oct. 05 13.21

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

68 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Odair Silva

23 de maio de 2016 às 14h26

até o interesse pelos comentarios é zero, pois se trata de golpe

Responder

Maria Magalhães

04 de dezembro de 2015 às 22h49

Dilma fica!

Responder

Sandra Gontijo

07 de outubro de 2015 às 03h56

Visivelmente , se trata do pré nupcial do golpe….razão pela qual todas as instituições , inclusive a OAB, devem coibir tais desmandos. Fere a Constituição, o Judiciário se desmoraliza e fere o sistema eleitoral vigente, pois as contas foram aprovadas por unanimidade , tanto que houve a diplomação . Mesmo com reservas, conforme registrou Gilmar M. na época (ele já planejava o golpe e ressalvou as contas….), o próprio TSE lhe deu posse , e hoje para agradar americanos , tucanos e paranaenses , investiga-se as próprias contas, por ele aprovadas? Total incompetência , pois além disto,legalmente, as contas de 2014 não têm conexão com o atual mandato , é o que as leis determinam . Juristas e defensores do Estado de Direito precisam de intervir, antes que destruam o que sobrou da CF. Fala-se inclusive , de alguns projetos da oposição em terceirizar todos os serviços públicos ,( pois facilita a corrupção dos empresários) , dilacerando de uma vez com a Constituição! Mas vamos exigir auditoria em todos os governos , FHC, Aécio, ……

Responder

Vera Teixeira

06 de outubro de 2015 às 23h50

#Dilma13

Responder

Neimar Hahmeier

06 de outubro de 2015 às 23h19

Impeachment é golpe????
Ué, então por que está na Constituição???
Pera ai, então quer dizer q um jurista está dizendo que se eu usar uma ferramenta da Constituição eu estarei cometendo golpe????
Ué…

Responder

    Maria Magalhães

    04 de dezembro de 2015 às 22h58

    Sim, estará. Se você usar uma ferramenta da Constituição SEM EMBASAMENTO, estará cometendo um ato ilegítimo.
    Experimenta acusar alguém de um homicídio, sem embasamento real. “Ué! Mas está no Código Penal, então se quero inventar que alguém cometeu um homicídio, posso.”
    Inteligentíssimo seu raciocínio…
    [deixa eu me levantar aqui para aplaudir de pé… vamos lá pessoal, todos levantando para aplaudir o nosso amigo…]

    Responder

Jurandir Matias Araujo Matias

06 de outubro de 2015 às 18h38

O que sei é que a Política brasileira precisa de um grande susto!!!

Responder

Eder Toneli Dos Santos

06 de outubro de 2015 às 17h14

Claudio D’Avila

Responder

    Claudio D'Avila

    06 de outubro de 2015 às 17h29

    Sobre isto não se tem mais sombra de duvida…o problema é colocar isso na cabeça de quem não ganhou o doce e esta chorando deitado no meio do corredor do supermercado….kkkkkkk

    Responder

Tomas Brizola Schmidt

06 de outubro de 2015 às 09h16

Um governo que roubou bilhões, mentiu nas eleições, cortou direitos trabalhistas, cortou dinheiro da educação, da saúde, aumentou impostos, quebrou a Petrobrás, aumentou o preço da luz, do gás e da comida e se mantém com 7% de apoio do POVO vem falar em GOLPE?

Responder

Mara Martinez

06 de outubro de 2015 às 01h40

Marcos Raphanelli

Responder

Marlene Da Silva

06 de outubro de 2015 às 00h58

Estou envergonhada com esses elementos que se dizem jornalistas. Viu o que dá gente sem estudo? Afirmam o que não sabem. Confundem o povão e trabalham para os corruptos. tudo para não perder “boquinhas”

Responder

Ninha Senna

06 de outubro de 2015 às 00h14

e os rombos dos petroloes e dos mensaloes é o que???

Responder

Aldry Tessarotto Almenara

06 de outubro de 2015 às 00h09

Contra Collor, sob manipulação do PT tbm foi golpe? Não que eu concorde com o pensamento geral, mas nessa história não há certos, apenas nenhum mais errado!

Responder

Rene Bernardes

05 de outubro de 2015 às 23h47

Ta certo é golpe tanto quanto 2+2=5 lkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkklkkkkkkkkk

Responder

Sérgio Castro

05 de outubro de 2015 às 22h43

Pior Governo! Corriola Corrupta!

Responder

isac póvoas neto

05 de outubro de 2015 às 19h28

Caro Lavenerè, golpe é de judo, jiu jitsu, quando duas pessoas disputam o mesmo espaço, portanto diferenças existem entre o do Imbecil do Collor e da sua querida e pelo jeito quase deusa” Dilma”, agora essa defesa sua e muito fraquinha, quase infantil, despropositada, esse governo de bravatas tem que ter um fim, mentiras, mentiras, e vc, ai companheiro só e falando para ninguém, lembre-se do que Leonel falou, tenho que engolir esse sapo barbudo, chega ta na hora de escutar o povo.

Responder

    Guilherme Silva

    05 de outubro de 2015 às 21h52

    E o seu argumento qual é mesmo?
    Se bem que xingamentos e bravatas “argumentam” muito sobre quem os emite!

    Responder

    Anônimo

    05 de outubro de 2015 às 22h56

    É isso que o povão quer, 54 milhões de votos. Esse pessoal do segundo lugar que fica enfiando coisas na sua cabeça.

    Responder

Renato Alves Machado

05 de outubro de 2015 às 21h10

NÃO VOU ACEITAR GOLPE CONTRA O GOVERNO DA DILMA!

Responder

Marlene Freitas

05 de outubro de 2015 às 20h28

Professor Marcelo Lavenere competente professor da UFAL!

Responder

Josefa Conceição

05 de outubro de 2015 às 20h10

Todo mundo sabe,os perdedores não se conforma com a derrota,estão ficando doentes e sem rumo esta na hora das pessoas tocar o Brasil pra frente, e deixar a oposição chorando até 2018 vão esta tão frágil que perderão de novo os caras de pau.

Responder

Solange Pestana

05 de outubro de 2015 às 19h55

Será porque essa sangria do PSDB por impeachmet ?

Responder

Mary Atleticana

05 de outubro de 2015 às 19h43

Não vai ter golpe!!!!!

Responder

Diogo Peterlle

05 de outubro de 2015 às 19h14

GOLPE É MENTIR PARA O POVO.

Responder

Henrique Novaes

05 de outubro de 2015 às 19h06

Impeachment é golpe????
Ué, então por que está na Constituição???
Pera ai, então quer dizer q um jurista está dizendo que se eu usar uma ferramenta da Constituição eu estarei cometendo golpe????
Ué…

Responder

Alaide Roberth

05 de outubro de 2015 às 18h54

É golpe sim, e dos puros…

Responder

Ricardo Edmundo Cecconello

05 de outubro de 2015 às 18h45

A CANALHA DEMO TUCANALHA DEFENDENDO SEUS IGUAIS

https://www.facebook.com/humbertocostapt/videos/508558165980394/

Responder

Francireudo Pimenta

05 de outubro de 2015 às 18h42

Golpe é o que o governo federal está fazendo com o povo brasileiro

Responder

Edilson José Stocco

05 de outubro de 2015 às 18h39

O impeachment do Collor e FHC não era golpe, só o da Dilma?

Responder

Paulo Camiliano Alves Correa Correa

05 de outubro de 2015 às 18h37

Não sei tenho dúvidas se este é o candidato certo para o Brasil tem que dar tempo ao tempo e veremos quem é quem só o tempo dirá a verdade. ..

Responder

Laercio Medeiros Epaminondas Epaminondas

05 de outubro de 2015 às 18h32

Concordo plenamente com esse grande Jurista, trata-se tão somente da insatisfação dessa oposição que até hoje não se conforma com a sua derrota nas urnas, pretendendo com esse seu movimento desestabilizar o país, e atropelar a democracia.

Responder

Roger Gilmour

05 de outubro de 2015 às 18h27

O Paraguay é aqui!

Responder

Maura Salete Nascimento Pereira

05 de outubro de 2015 às 18h26

Sem duvidas!!!

Responder

Ricardo Edmundo Cecconello

05 de outubro de 2015 às 18h21

UMA PERGUNTINHA QUE NÃO QUER, NEM PODE CALAR:

Senhor Doutor Juiz Moro, responsável pela OPERAÇÃO LAVA JATO, e ordens de prisões preventivas contra “bandidos” sem situação de privilégios, POR QUE A ESPOSA DO DEPUTADO EDUARDO CUNHA, que se suspeita ter contas ilegais montando o valor de cinco milhões de dólares, AINDA NÃO ESTÁ PRESA?

Lembramos que a “esposa” não tem “foro privilegiado”, Excelência.

Ou a dita cuja “jornalista esposa” não será presa por não ser “PETISTA”?

Ou a guantánamo do Paraná usa de dois pesos e duas medidas?

Responder

Delfim Solano Cantreiras

05 de outubro de 2015 às 18h18

Só os corruptos querem o impeachment da PRESIDENTA DILMA. Vamos em frente por um BRASIL melhor,avante DILMA.

Responder

Nair De Azevedo Rezende

05 de outubro de 2015 às 18h17

É tudo uma vergonha!Como podem querer derrubar a Dilma armando falcatruas? To cheia desta oposição.

Responder

Movimento Do POVO Brasileiro

05 de outubro de 2015 às 18h10

Partido Trambiqueiro….

Responder

Claudionor Biazoto

05 de outubro de 2015 às 18h07

Mais um corno Ptista!

Responder

Diego

05 de outubro de 2015 às 14h55

O mundo inteiro está esperando a justiça brasileira prender o cunha:

http://br29.com.br/china-india-filipinas-alemanha-franca-italia-eua-suica-e-espanha-cunha-e-assunto-no-mundo/#

Responder

Diego Ferreira

05 de outubro de 2015 às 17h47

Golpe é o roubo todo dia com almentos…. desemprego… corte na saude educaçao segurança….

Responder

Éverton Santos Guimarães

05 de outubro de 2015 às 17h45

A ciencia precisa estudar os petistas.

Responder

Carlos Matos

05 de outubro de 2015 às 17h42

Golpe e cpmf

Responder

Haroldo H Da C Lima Lima

05 de outubro de 2015 às 17h40

Responder

Haroldo H Da C Lima Lima

05 de outubro de 2015 às 17h39

Responder

Haroldo H Da C Lima Lima

05 de outubro de 2015 às 17h39

Se por um desses milagres da medicina moderna, o incansável democrata Tancredo Neves voltasse hoje aqui na terra, morria de novo, de vergonha ao ver o estrago que o neto dele anda fazendo ao bom nome da família, indo ao ponto de apoiar de forma vergonhosa um golpe, seja militar ou golpe branco, só pelo desespero de sentar na cadeira de uma Presidência que não consegue ganhar no voto!

Responder

Gustavo Gayer

05 de outubro de 2015 às 17h35

Golpe???
Sofremos um golpe com essa urna eletrônica. E desde q o pt exiate ele pedu impeachment para todos os presidentes. Vao comer capim cambda de jumento

Responder

    Zilda Ribeiro

    06 de outubro de 2015 às 09h49

    O pior de tudo é que aqueles que estão interessados na queda do Governo, através da desestabilização total, buscam insistentemente o “impeachmenth” e não medem as consequências para o País que nada mais é do que o próprio POVO. Pouco lhes importa o que será. O que será de nós nas mãos deles?

    Responder

Ricardo Martins

05 de outubro de 2015 às 17h30

A história do Patagon.com , o site que deixou algumas pessoas milionárias em um lampejo, entre as quais Verônica Serra., que foi parar na Forbes, revista que publica um rankig de milionários, tem sua história registrada aqui na net.

O Patagon foi criado por dois estudantes argentinos, em 1997, na época com 23 anos anos de idade. O site tinha por finalidade facilitar através da net a negociação de ações das bolsas de valores da América Latina. Gastaram 3 pesos para colocar o site no ar, e investiram em torno de 10 mil pesos.

Três anos depois, Verônica Serra, a filha do então ministro Serra, se tornou investidora desse site argentino. E aqui começa a história fabulosa que tornou essa turminha milionária na época. O banco Santander comprou 75% desse site da filha de um ministro brasileiro por nada mais nada menos que 535 milhões de doláres..Depois o Santander investiu mais 270 milhões de dólares, passando a ter 95% da Patagon.

O mais fantástico desta história mirabolante é que o Santander, que tinha intenção de ampliar o site dos estudantes para o Brasil, etc, simplesmente em 2002 vendeu de volta para os donos argentinos, os garotos, por 9 milhões de dólares.

E o Santander, Papai Noel, assumiu o prejuízo de 800 milhões de dólares. O resultado desse estranho negócio é que o site deixou o grupo de jovens, entre os quais a filha do então ministro Serra, milionários.

O Santander na época estava no banquete das privatizações de FHC e levou na bandeja o Banespa

Responder

Lila Castoldi

05 de outubro de 2015 às 17h28

Tbem achooooooooooo !!!!!!;

Responder

Marciano Moreira

05 de outubro de 2015 às 17h24

O PSDB tá desesperado. E ainda mais pq foi barrado o financiamento de empresa as campanhas. Sem base social e sem dinheiro como irão se eleger?

Responder

Erivan Rocha

05 de outubro de 2015 às 17h23

A GLOBO SOFREU QUANDO VARGAS CAIU, PORQUE ELA TAVA METIDA NO MEIO, MARINHOS SÃO CARNE E UNHA COM OS EUA FIQUEM LIGADOS COM NOSSAS RIQUEZAS, PRÓXIMO PASSO ÉO PETROLEO.

Responder

Cel Silva

05 de outubro de 2015 às 17h11

A direita não sabe perder, o Aécio até vive com um lencinho no nariz, não sei porque. kkkkkkk kkkkkkk

Responder

Isabel Rocha

05 de outubro de 2015 às 17h08

Maneira tucana de chegar ao poder.

Responder

Paulo Paiva Junior

05 de outubro de 2015 às 17h05

Seus doentes. Vcs comem merda

Responder

Augustus Rubens Augustus

05 de outubro de 2015 às 17h02

Não vai ter golpe não vai ter impeatchemeant! Vamos pra rua contra a burguesia!

Responder

    Simone Oliveira

    05 de outubro de 2015 às 17h59

    Não vai mesmo. Tenho conversado com pessoas comuns do dia a dia e mesmo não indo para rua agora, estão observando.

    Responder

    Movimento Do POVO Brasileiro

    05 de outubro de 2015 às 18h10

    IMPEACHMEANT CONTRA A ESQUERDA CAVIAR

    Responder

    Edilson José Stocco

    05 de outubro de 2015 às 18h40

    Vocês petistas são uma piada. Quer dizer que os fake ‘s vão pra rua?

    Responder

    Fael Brainer

    05 de outubro de 2015 às 19h02

    Kkkkk petistas achou que nao paga luz e gasolina

    Responder

    Douglas Santana

    05 de outubro de 2015 às 19h34

    Mais um jumento defendendo bandidos.

    Responder

    Babette Rottweiller

    05 de outubro de 2015 às 20h02

    É tão difícil assim escrever impeachment?

    Responder

    JoZé Moraes

    05 de outubro de 2015 às 20h39

    Estão brincando com fogo, subestimando o poder dos movimentos sociais… CUT, MST, UNE, etc…

    Responder

    Aldry Tessarotto Almenara

    06 de outubro de 2015 às 00h07

    Contra Collor, sob manipulação do PT tbm foi golpe? Não que eu concorde com o pensamento geral, mas nessa história não há certos, apenas nenhum mais errado!

    Responder

    Edilson José Stocco

    06 de outubro de 2015 às 01h22

    O movimento da Mortadela tenta defender o indefensável. Fora PT.

    Responder

Deixe uma resposta