Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

A árdua luta de conquistar mentes e corações.

Por Redação

22 de outubro de 2015 : 19h48

Hoje temos o prazer de estrear no Cafezinho um novo colunista: Tadeu Porto, um dos diretores do Sindipetro-NF, Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense.

***

Por Tadeu Porto*

Na minha primeira coluna aqui no Cafezinho vou começar com um tipo de introdução.

Algo que demonstre a maneira na qual procurarei nortear minha escrita ao mesmo tempo em que me auxilia a compartilhar, com os ilustres leitores e leitoras desse espaço, certa angústia que venho sentindo. 

Uma preocupação até simples de diagnosticar, porém nada fácil de resolver: estamos deixando um pouco de lado nossos discursos mais cativantes e podemos pagar um preço caro por isso, a custo de deixar de angariar muitas mentes sonhadoras (importantes demais num processo revolucionário, diga-se de passagem).

Mas, obviamente, isso têm motivos.

Todos esses ataques fascistas que a esquerda vem recebendo, somados às superficialidades dos debates que acontecem hoje em dia, muito em culpa da desinformação midiática e da velocidade da comunicação atual, nos remete a uma postura mais pragmática, deixando de lado, muitas vezes, raízes que nos fazem enxergar além dos fatos que utilizamos.

Hoje em dia, a maioria dos progressistas sabe de cor o número de pessoas que deixaram a miséria, a data em que o Brasil saiu do mapa da fome, a grande evolução que tivemos em termos de investimentos financeiros em áreas outrora preteridas – como saúde e educação – números de escolas e faculdades abertas, valorização de salário mínimo e muito mais!

Claro, é bem natural ter esse conhecimento quantitativo quando se precisa rebater absurdos como “Bolsa Família gera vagabundos”, “bandido bom é bandido morto”, “menos escolas mais presídios” ou “racismo reverso”. Até mesmo porque fatos são argumentos mais simples de apresentar e compreender, e quando vemos pessoas que acreditamos não serem fascistas replicando esse non sense por pura desinformação, a vontade de trazê-las para o lado da razão fala mais alto.

Nos dias de hoje, temos dois exemplos de discursos que chamam muita atenção por seguirem nessa linha de serem simples e serenos mas com uma sabedoria incrível! São as palavras do ex-presidente do Uruguai, Pepe Mujica e do atual Papa Francisco, o argentino Jorge Bergoglio.

Reparem, em primeiro lugar, Mujica e sua seguinte colocação: “A vida escapa e se vai minuto a minuto e não podem ir ao supermercado comprar a vida. Então lutem para vivê-la, para dar conteúdo a ela”.

Se vamos participar de movimentos sociais, sindicatos, partidos ou realizar ações de caridade para dar sentido a nossas vidas, é uma escolha individual. Podemos também inspirar pessoas através da educação ou da arte em geral. Cada indivíduo deve ser capaz de escolher um conteúdo que lhe cabe, mas a essência do argumento é bem mais ampla: a vida é muito importante e, inevitavelmente, irá passar. Portanto, deve ser vivida com desafios que façam bem para nós e as pessoas que nos cercam.

Em segundo lugar, a fala do Papa [sobre o capitalismo]: “Reconhecemos que este sistema impôs a lógica dos lucros a qualquer custo, sem pensar na exclusão social ou na destruição da natureza? Se é assim, insisto, digamos sem medo: queremos uma mudança, uma mudança real, uma mudança de estruturas”

Convencer o senso comum que o capitalismo deu errado é bem complexo. Mas considerando a alta concentração de renda proporcionada por esse e, até mesmo, o problema lógico de se ter um sistema que coloque o capital (não as pessoas) no centro, é bem factível desejar uma política alternativa. Todavia, não é fácil definir que tipo de revolução vamos emplacar para mudar tal fato. Uma revolta armada, uma política de bem-estar social, democracias ou ditaduras do proletariado…

Muitas ações foram e serão propostas nesse sentido, mas todas passam por um cerne: o capitalismo destrói vidas e, portanto, alguma mudança é demandada.

Cumprir ambos discursos é difícil?! demais! Mas perder isso de vista é arriscar cair num mundo chato e repetitivo, onde viveríamos como máquinas de ações inexoráveis e previsíveis.

Portanto, vamos procurar não nos prender somente às ações que praticamos, mas também ao porquê de praticá-las. Afinal, não podemos perder a essência do discurso, aquele pensamento que ganha corações e inspira sonhos, como o de fazer do Brasil um lugar mais igual e justo! São desafios assim que constroem a vida que vale a pena viver!

*Tadeu Porto é diretor do Sindipetro-NF (Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense)

 

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

31 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Sandro Duarte

24 de outubro de 2015 às 20h17

Esta é CERTAMENTE a página mais TENDENCIOSA e VERGONHOSA que já tive a infelicidade de entrar…
Não conheço os responsáveis pelas matérias mas nunca li opiniões tão míopes na internet!
Não sou filiado a NENHUM PARTIDO, apenas acredito que o NOSSO País precisa se livrar destes BANDIDOS no governo e destes que SE DIZEM JORNALISTAS TAMBÉM.
INDEPENDENTE DE PARTIDO!

Responder

Maria Das Gracas Faleiros de Padua

23 de outubro de 2015 às 21h57

Me referi ao comentário da Amarilia.

Responder

Diego

23 de outubro de 2015 às 14h23

SÓ PRA RELEMBRAR: ZELOTES R$ 565 BILHÕES

COMO RASTREAR ESSES LADRÕES? CPMF!
Provavelmente no caso, não havia CPMF quando praticaram o crime da remessa clandestina p/ o exterior desses valores. Poderão ser rastreados no retorno com uma nova CPMF, ie. se os reponsáveis fizerem o retorno desses valores. Em todo caso, esses valores são ilegais por cometerem crime contra a Receita Federal e deverão ser repatriados.

http://democraciapolitica.blogspot.com.br/2015/09/os-misterios-da-operacao-zelotes.html

Responder

Maria Das Gracas Faleiros de Padua

23 de outubro de 2015 às 15h54

%,

Responder

Maria Das Gracas Faleiros de Padua

23 de outubro de 2015 às 15h49

U comentário, porque sei que a boca fala aquilo que a pessoa tem por dentro; as que fizeram comentários maldosos só podem ter maldade, ódio, inveja, egoísmo dentro de si

Responder

Maria Das Gracas Faleiros de Padua

23 de outubro de 2015 às 11h01

Gostei do seu comentário, porque sei que a boca fala aquilo que a pessoa tem por dentro; as que fizeram comentários maldosos só podem ter maldade, ódio, inveja, egoísmo dentro de si

Responder

Eduardo Santtos

23 de outubro de 2015 às 10h44

Ontem eu vi um garotinho dizendo prá mãe que quando crescer quer ser sindicalista!

Responder

Luciano Albuquerque

23 de outubro de 2015 às 08h38

Ótima aquisição !!!

Responder

Simone Dos Santos

23 de outubro de 2015 às 02h36

Mas você não sai daqui ???

Responder

Simone Dos Santos

23 de outubro de 2015 às 02h35

Seja bem vindo

Responder

Flávio Barbosa

23 de outubro de 2015 às 01h14

Maria Cristina Recondo, quem tem historico de receber para militar são vocês do PT.

Responder

Eddy Félix

23 de outubro de 2015 às 01h04

Coxinha é o meu cunhão esquerdo!

Responder

Nair De Azevedo Rezende

23 de outubro de 2015 às 00h58

Admiro tantooooo!

Responder

Romero César Do Nascimento

23 de outubro de 2015 às 00h50

SEJA BEM VINDO COMPANHEIRO. A LUTA CONTINUA.

Responder

Maria Cristina Recondo

23 de outubro de 2015 às 00h00

Amarilia Teixeira Couto são pagos isso sim.

Responder

Amarilia Teixeira Couto

22 de outubro de 2015 às 23h20

Gente estúpida e intolerante.Não gostam da página,nem do governo,mas estão sempre aqui,sem nenhum outro propósito a não ser ofender e provocar.São pobres de espirito e de pensamento.São cidadãos de quinta,infelizmnte.O pensamento contraditório é fundamental para a democracia,mas a falta de qualquer princípio de cidadania,de sensibilidade social,faz com que as pessoas virem zumbis,ou seja,nunca promovem o que vale a pena à vida ,só destroem.

Responder

    Daniel

    23 de outubro de 2015 às 08h47

    Eles são pagos para isso.

    Responder

Marcelo De Sousa Barbosa

22 de outubro de 2015 às 23h07

Bem vindo. Parabéns pelo belo artigo.

Responder

Marcelo De Sousa Barbosa

22 de outubro de 2015 às 23h06

Que cara ridículo. Aberração cognitiva.

Responder

Silvio Alves Barbosa

22 de outubro de 2015 às 23h06

mi mi mi

Responder

Silvio Alves Barbosa

22 de outubro de 2015 às 23h06

Boa!

Responder

Lisete Escobar

22 de outubro de 2015 às 23h05

Ei O Cafezinho, por que os coxinhas adoram tanto tua página e entram aqui só com palavras de “baixo calão” ??? Eita “amor oculto este” rsrsrsrsrsrsrsrsrsrs

Responder

Fabio Dantas

22 de outubro de 2015 às 23h05

Eu tenho muito leite, , por favor não deixe faltar café

Responder

    Maria Rocha

    23 de outubro de 2015 às 02h08

    que máximo, eu tbém adoro café e O Cafezinho

    Responder

Fabio Dantas

22 de outubro de 2015 às 23h03

Estamos juntos

Responder

mineiro

22 de outubro de 2015 às 20h48

e esse desgoverno salafrario nao da mais conta do recado e seu partido pior ainda. nao existe partido nenhum que mobilize as massas e quando falam , falam em salas fechadas com ar condicionado e longe do povo. ai ninguem muda nada, a esquerda perdeu a moral e nao sabe aonde buscar , ta igual barata tonta andando para todo lado. nessa altura do campeonato , ja deveria sim ter frente forte que lutasse de igual para igual contra esses facistas. esse desgoverno desse poste de pres. nao vai conseguir mudar mais nda , porque nao quer mexer contra a direita , essa é que é a verdade.

Responder

    Alexandre

    22 de outubro de 2015 às 21h27

    Em parte , admito que vc está certo .

    Responder

mineiro

22 de outubro de 2015 às 20h44

é de gente assim que o brasil precisa, mas a realidade que vivemos ta muito longe disso. hoje quem manda é o dinheiro e o poder, que manipula, compra , sonega , gera miseria, desemprego, guerras , enfim o mundo gira em torno do capital. e ate o momento nao tem ninguem para combate-los , a esquerda ta muito longe de combater a direita , isso no brasil. porque todo mundo se acomodou e ninguem pensava que o facismo e o nazismo voltaria a todo vapor. temos sim que admitir , ninguem esperava acontecer o que esta acontecendo.

Responder

Cesar Ribeiro

22 de outubro de 2015 às 22h34

Vai procurar uma rola, coxinha!!!

Responder

renato

22 de outubro de 2015 às 20h01

Parabens, seja bem vindo

Responder

Claudio

22 de outubro de 2015 às 19h56

Beleza! mais um progressista no Café!!!

Responder

Deixe um comentário

Por que devemos confiar nas Urnas Eletrônicas? Viaje no Universo Profundo com o Telescópio James Webb O Xadrez para Governador do Ceará