Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

OAB diz não ao impeachment

Por Miguel do Rosário

02 de dezembro de 2015 : 17h25

O texto do Conselho Pleno da OAB é melífluo, cheio de ameaças veladas, como se esperaria de um momento político tão conturbado e polarizado, mas o seu conteúdo não deixa dúvidas: a entidade afastou a ideia do impeachment, que seguramente um setor reacionário da OAB (que apoiou o golpe de 64, não esqueçamos) tentou empurrar goela abaixo do conselho.

Os conselheiros voltarão a se reunir em fevereiro de 2016, ou seja, em pleno verão carnavalesco, e quando o momento político estará bem menos tenso, por causa do recesso parlamentar.

O entendimento da maioria do conselho é que os fatos presentes não ensejam impeachment. Se houver mais fatos, aí é outra história.

A crise política agora está à mercê dos novos desdobramentos da Lava Jato, operação importante contra a corrupção, mas tocada com uma sede de sangue notoriamente golpista, visto que os procuradores continuam tentando emplacar teorias sobre “compra de apoio político” e “projeto de poder”, num esforço obsessivo para criminalizar a política e fazer com que os estamentos judiciais assumam o poder, de facto, no país.

O problema principal da conjuntura política, porém, continua sendo o silêncio mórbido, doentio, da presidenta da república, que parece ter uma incapacidade crônica não apenas de se comunicar como para montar um modesto serviço de assessoria de comunicação.

Dilma não usa o cargo para fazer política: feita eleita para isso e não faz.

Não aparece em momentos dramáticos, como o crime ambiental em Mariana ou a execução de cinco jovens negros na periferia do Rio de Janeiro. Não usa os palanques internacionais para proferir discursos importantes sobre a democracia e o futuro do Brasil.

Dilma não faz a campanha mais necessária e mais urgente: a campanha contra a desesperança e contra o pessimismo, vendidos pela mídia em escala industrial, de maneira diária e opressiva.

Nunca antes na história desse país tivemos uma presidente tão escandalosamente ausente do debate político, e esta ausência é perigosíssima, porque o vácuo de poder é preenchido pela mídia, pelos estamentos judiciais, pelos golpistas em geral.

Se Dilma não gosta de falar, que contrate um porta-voz, que organize um serviço de informação de alto nível: a incompetência do governo na comunicação está provocando prejuízos colossais à democracia, à economia, à estabilidade política e, sobretudo, à paz de espírito dos brasileiros, que se sentem inseguros com um governo mudo, que não se manifesta, que não participa da necessária, saudável e democrática luta política.

***

No site da OAB.

Conselho Federal decide ampliar escopo de análise sobre impeachment

Terça-feira, 1 de dezembro de 2015 às 20h21

Brasília – O Conselho Pleno da OAB referendou, nesta terça-feira (1º), a decisão do Colégio de Presidentes da entidade de ampliar a lista de fatos sob análise para conduzir a uma decisão sobre o impeachment da presidente da República. Para os conselheiros federais da Ordem, a entidade deve se debruçar, além da reprovação das contas de 2014, a fatos novos, como a prisão do líder do governo no Senado, Delcídio do Amaral.

A discussão sobre o impeachment deve ser retomada pelo Conselho Federal em sua próxima reunião, em fevereiro de 2016. Até lá, no entanto, se surgirem fatos novos, poderá ser convocada sessão extraordinária para tratar da questão. O relator do tema será o conselheiro federal Erik Venâncio, do Acre.

A decisão do Conselho, órgão máximo de deliberação da entidade, veio após pedido do Colégio de Presidentes de Seccionais da Ordem. Reunido na manhã desta terça, o colegiado de dirigentes entendeu que a crise política tomou proporções maiores e mais graves do que apenas a questão das pedaladas fiscais. O colegiado recomendou a conversão do trabalho da comissão em diligência para que sejam ampliados os fatos em análise da OAB, como a recente prisão do senador Delcídio do Amaral e as diversas outras investigações em curso no país.

“Impeachment não é golpe, é um instrumento previsto na Constituição da República. No entanto, são necessários requisitos para que ele ocorra. A OAB não se furtará de assinar pedido de impedimento caso sobrevenham novos fatos e nem de emitir posicionamento favorável ou contrário, se assim decidir o plenário”, afirmou o presidente nacional da Ordem, Marcus Vinicius Furtado Coêlho.

Segundo o presidente, as pedaladas são grave dano à confiança do brasileiro, assim como a falsa realidade econômica apresentada durante a campanha eleitoral da presidente Dilma Rousseff. “Seriam casos de recall, a realização de novas eleições. A OAB defende há anos a revogação popular do mandato quando se descumpre promessas de campanha”, explicou.

Marcello Lavenère, presidente da OAB durante o processo de impeachment de Fernando Collor, explicou que a entidade assinou o pedido de impedimento após a reunião de evidências mais graves contra o então chefe de Estado, como depoimento de seu irmão e a conclusão de relatório de CPMI do Congresso. “Como presidente da OAB, não podia me omitir nem me precipitar. Apesar de toda a tensão, a Ordem cumpriu seu dever e não se recusou a representar a sociedade brasileira”, afirmou.

O presidente da OAB-PR, Juliano Breda, autor da proposta de ampliação do objeto de análise, destacou a importância da palavra da OAB em momento crítico, com papel histórico no fortalecimento da democracia. “Esse cenário grave recomenda que opinião da Ordem não seja proferida unicamente sobre pedaladas, pois isso seria uma avaliação superficial, que não corresponde a verdadeiro cenário que se abate sobre o país”, disse.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

103 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Gilma Pimenta

04 de dezembro de 2015 às 01h12

OAB aparelhada

Responder

Gilma Pimenta

04 de dezembro de 2015 às 01h12

OAB aparelhada

Responder

Isabella Commans

04 de dezembro de 2015 às 00h01

Vitória Maia beijinho no ombro

Responder

Edison Andreza Dos Santos

03 de dezembro de 2015 às 22h11

Parece-me que a OAB vem adotando a estratégia de defesa da permanência da impunidade para garantir trabalho para seus filiados, o que se configura em equivoco total porque, ao contrário do que se pensa é na democracia que floresce o melhor ambiente de trabalho advocatício. O foro legal para decisão de impedimento ou não de um governante é , para o bem ou para o mal, o Poder Legislativo.

Responder

Mauricio Cardoso Bento

03 de dezembro de 2015 às 19h16

Cristiano De Aquino Iwersen

Responder

José Filho

03 de dezembro de 2015 às 19h08

Ainda bem que não influencia em nada. E não conduz com o pensamento de todos os advogados

Responder

Neyde Scarton

03 de dezembro de 2015 às 18h14

Eu não esperava outra resposta da OAB . Parabéns por esse ato de justiça e democracia .

Responder

Adan Jones

03 de dezembro de 2015 às 15h41

Não me representa. Cambada que não serve para nada. Cobra uma anuidade caríssima que não tem qualquer função.

Responder

Jose Adri Neto

03 de dezembro de 2015 às 14h48

Essa OAB não me representa!!!

Responder

Celino Pinheiro

03 de dezembro de 2015 às 14h32

Brasil democrático
Com políticos podres

Responder

Celino Pinheiro

03 de dezembro de 2015 às 14h32

Brasil democrático
Com políticos podres

Responder

Rafael Fernando

03 de dezembro de 2015 às 13h24

William Albano

Responder

Doriam Pereira Lima

03 de dezembro de 2015 às 12h56

Porque ladrão do pt e preso e do PMDB do PSDB do dem do PPS do solidariedade e outros comprovado tão solto só porque o delcidio falo dos ministro o collo também falo a cadeia e para todos ?

Responder

    Bruno Tolosa

    03 de dezembro de 2015 às 16h21

    Já que você está tão politizada e não entende as questões por que só ele está preso e os outros não!? Sugiro, pegue uma busca das delações premiadas e veja o número de indicacoes de quem e quantas vezes aparecem nelas…

    Responder

Josefaconceiçao Conceiçao

03 de dezembro de 2015 às 12h41

Quem tem medo de chantageia é covarde.

Responder

Patrícia Grumiche Silva

03 de dezembro de 2015 às 12h06

Murilo Silva

Responder

Wagner Vieira Nogueira

03 de dezembro de 2015 às 12h00

Esta não é a função da OAB, deveria se preocupar mais em cumprir com as funções e atribuições as quais lhes são inerentes e não se envolver em política, a OAB precisa parar de tomar lado em pl

Responder

Alan Mesquita

03 de dezembro de 2015 às 10h47

Dilma cai, e temer entra este e o desejo do PMDB

Responder

Jonas Ferreiro

03 de dezembro de 2015 às 10h27

Vivemos uma situação monstruosa: um ladrão público, pego em flagrante com suas contas no exterior, erigido em acusador de alguém que, à parte o apoio ou a crítica, não tem contra si uma acusação de desonestidade pessoal.

Embora o STF tenha dado duas liminares sustando as iniciativas de impeachment pelas regras baixadas por Cunha, o ainda presidente da Câmara deu de ombros à Suprema Corte e assumiu os riscos que, para ele, já são nada, agora.

http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/207823/'Brasil-da-Vergonha-Cunha-o-ladr%C3%A3o-flagrado-vinga-se-em-Dilma‘.htm

Responder

Fofao Elvira Rodrigues

03 de dezembro de 2015 às 10h04

Advogados nao estao vendo esse “crime” Danilo Manso…

Responder

    Danilo Manso

    03 de dezembro de 2015 às 12h24

    Descumprimento de meta fiscal é crime de responsabilidade, está expresso na LRF!
    Se a OAB quiser… Pesquisa no google, Lei Complementar 101/2000

    Responder

Jerry Alexandre Jácome

03 de dezembro de 2015 às 09h15

Iranilson Macedo

Responder

Danilo Cipriano

03 de dezembro de 2015 às 08h15

Hugo Rafael

Responder

Simone Tavares

03 de dezembro de 2015 às 04h48

#DilmaConteComigo
#DilmaFica
#NãoVaiTerGolpe
#ForaCunha
#ForaFascistasGolpistas

Responder

Bruno Tolosa

03 de dezembro de 2015 às 03h45

Gostaria de saber dos petistas sem brigas e sem acusações…
Uma resposta coesa e coerente…

Por que impeachment de Collor e FHC é democrático e da Dilma ditadura?

Responder

    Velton Dagmar

    03 de dezembro de 2015 às 09h56

    Se VC me disser qual desvio ético funcional q mereça Dilma ser retirada da presidência ou qualquer outro crime, direi que não, mas para o governo o golpe está entre alguns dos membros da base é por isso q não se aceita está infâmea .

    Responder

Lucas Creek

03 de dezembro de 2015 às 03h42

#Dilmafica #Nãovaitergolpe #ForaCunha

Responder

Eduardo Abbade

03 de dezembro de 2015 às 03h04

Vocês nao representa a população!

Responder

Pablo Vinicius

03 de dezembro de 2015 às 02h50

Marcus Vinicius

Responder

Ester Maria Dreher Heuser

03 de dezembro de 2015 às 02h41

#EstouComDilma
#ForaChantagem
#NaoVaiTerGolpe
#NaoPassarao
#ForaCUNHA

Responder

Sandra Goes

03 de dezembro de 2015 às 02h15

Que é A OAB PERANTE O POVO?? Um pingo d’água no oceano??

Responder

Sandra Goes

03 de dezembro de 2015 às 02h13

Vai engolir!!

Responder

Sandra Goes

03 de dezembro de 2015 às 02h13

Vai engolir!!

Responder

Sandra Goes

03 de dezembro de 2015 às 02h06

Vc é uma instituição falida comunista, não vale NEM o cocô de um rato.

Responder

Sandra Goes

03 de dezembro de 2015 às 02h06

Vc é uma instituição falida comunista, não vale NEM o cocô de um rato.

Responder

Solange Pestana

03 de dezembro de 2015 às 01h59

O desespero de Cunha viu seu mapa astral cadeia. Infelizmente o povo não elegeu o Aecio foi desmascarado. .Fora CUNHA

Responder

Solange Pestana

03 de dezembro de 2015 às 01h59

O desespero de Cunha viu seu mapa astral cadeia. Infelizmente o povo não elegeu o Aecio foi desmascarado. .Fora CUNHA

Responder

    Bruno Tolosa

    03 de dezembro de 2015 às 16h17

    Aécio desmascarado? Cunha é do PMDB rompeu com o governo no início do ano… Michel Temer é PMDB e manobrou para que cunha fosse presidente da câmara… Aonde você vê PSDB na história?

    Ou precisa de óculos ou equivocada… Por que toda guerra é pra poder dentro do próprio governo pt…

    Responder

    Bruno Tolosa

    03 de dezembro de 2015 às 16h17

    Aécio desmascarado? Cunha é do PMDB rompeu com o governo no início do ano… Michel Temer é PMDB e manobrou para que cunha fosse presidente da câmara… Aonde você vê PSDB na história?

    Ou precisa de óculos ou equivocada… Por que toda guerra é pra poder dentro do próprio governo pt…

    Responder

Luciano Silva

03 de dezembro de 2015 às 01h06

Tem que ver se manterá! !

Responder

Rita Tedesco

03 de dezembro de 2015 às 00h46

Cunha quer manter a cabeça em pé, mesmo caindo…

Responder

Edinah Mary Lima

03 de dezembro de 2015 às 00h41

O minimo q deveria ser feito.

Responder

Iracy Alves da Silva

03 de dezembro de 2015 às 00h39

#Dilmafica
#foracunha

Responder

Jose Berlange Andrade

03 de dezembro de 2015 às 00h30

!

Responder

Henrique Teixeira

03 de dezembro de 2015 às 00h27

OAB so serve pra defender bandido

Responder

Érico Andriguetti

03 de dezembro de 2015 às 00h17

MAIS CORPORATIVA, IMPOSSÍVEL!!!

Responder

Joaquim Gomes

02 de dezembro de 2015 às 23h54

vai se preocupar com os advogados que estão sendo presos por corrupção que é melhor

Responder

Patricia Carlos Milani de Moraes

02 de dezembro de 2015 às 23h52

#NaoVaiTerGolpe #DilmaFica #NaoVaiTerGolpe #DilmaFica #NaoVaiTerGolpe #DilmaFica #NaoVaiTerGolpe #DilmaFica #NaoVaiTerGolpe #DilmaFica

Responder

Patricia Carlos Milani de Moraes

02 de dezembro de 2015 às 23h52

#NaoVaiTerGolpe #DilmaFica #NaoVaiTerGolpe #DilmaFica #NaoVaiTerGolpe #DilmaFica #NaoVaiTerGolpe #DilmaFica #NaoVaiTerGolpe #DilmaFica

Responder

Léo Leila Faria

02 de dezembro de 2015 às 23h45

Estamos com Dilma!
13 13

Responder

Léo Leila Faria

02 de dezembro de 2015 às 23h45

Estamos com Dilma!
13 13

Responder

Maria Regina Novaes

02 de dezembro de 2015 às 23h38

A OAB foi magnifica na ditadura…depois perdeu peso e cor…espero que, ainda tenha algum peso o que dúvido!

Responder

Maria Regina Novaes

02 de dezembro de 2015 às 23h38

A OAB foi magnifica na ditadura…depois perdeu peso e cor…espero que, ainda tenha algum peso o que dúvido!

Responder

Elder Ferreira

02 de dezembro de 2015 às 23h37

Julie

Responder

Elder Ferreira

02 de dezembro de 2015 às 23h37

Julie

Responder

Evalson Alves

02 de dezembro de 2015 às 23h33

Vamos para a rua pessoal, chegou a hora, a empreitada golpista só não terá exito se tivermos aos milhões nas ruas desse país. #ForçaDilma

Responder

Evalson Alves

02 de dezembro de 2015 às 23h33

Vamos para a rua pessoal, chegou a hora, a empreitada golpista só não terá exito se tivermos aos milhões nas ruas desse país. #ForçaDilma

Responder

Ageni Costa de Matos

02 de dezembro de 2015 às 23h07

Fora cunha !! seu chantagista

Responder

Laninha Barreto

02 de dezembro de 2015 às 23h06

O que não da pra compreender,é corruto que deveria está na cadeia,está dando ordem de impeachment pra quem tem caráter, será que em outro país aconteceria um absurdo deste? Será?

Responder

    Bruno Tolosa

    03 de dezembro de 2015 às 16h15

    O Delcídio do Amaral é do PT e está na cadeia, Genoíno, Zé Dirceu, petistas condenados… Não está mais pro mal lanvado falando do sujo?

    Responder

    Bruno Tolosa

    03 de dezembro de 2015 às 16h15

    O Delcídio do Amaral é do PT e está na cadeia, Genoíno, Zé Dirceu, petistas condenados… Não está mais pro mal lanvado falando do sujo?

    Responder

Wemerson Amaral

02 de dezembro de 2015 às 23h05

Ta comprado

Responder

Ageni Costa de Matos

02 de dezembro de 2015 às 23h04

Isso é pura chantagem

Responder

Fátima Pastori

02 de dezembro de 2015 às 22h50

Apoiado OAB!

Responder

Luiz Gustavo Lacerda

02 de dezembro de 2015 às 22h42

Mariana Corrêa

Responder

Nilson Hort

02 de dezembro de 2015 às 22h21

Kkkkkkkkk

Responder

Luiz Artur França

02 de dezembro de 2015 às 22h08

Responder

Gf Andrezão

02 de dezembro de 2015 às 22h00

Tem gente aqui que prefere comer bosta e retroceder…isso aqui é uma democracias e meu voto vale muito….Dilma sempre…!!!…lula-lá 2018..chupem coxinhas…!!!

Responder

Raquel Santos

02 de dezembro de 2015 às 21h41

Cunha acolheu impeachtmen

Responder

Elizabeth Teixeira Sampaio

02 de dezembro de 2015 às 21h27

Que venha! Mesmo que a Presidenta caia, cairá em pé e não por compactuar com esses achacadores, lesa-pátria, corruptos e sugadores do nosso dinheiro. Esperamos que o golpe não seja dado, mas com essa oposição, o quê podemos esperar?

Responder

Joaodamasceno Matos de Menezes

02 de dezembro de 2015 às 21h12

É uma piada, o PT e as esquerdas acreditam nas próprias mentiras. #ForaAnta #foraPT #LuladrãoNaCadeia.

Responder

Enete Laise Araujo

02 de dezembro de 2015 às 21h09

Já pensaram em respeitar o voto dos outros .Ganhem a eleição da proxima vez e parem de encher com a tentativa de golpe.

Responder

Enete Laise Araujo

02 de dezembro de 2015 às 21h09

Já pensaram em respeitar o voto dos outros .Ganhem a eleição da proxima vez e parem de encher com a tentativa de golpe.

Responder

Moisés Saldanha

02 de dezembro de 2015 às 20h49

Cunha acaba de confirmar que irá abrir o processo de impeachment contra Dilma Rouseff.

Responder

Moisés Saldanha

02 de dezembro de 2015 às 20h49

Cunha acaba de confirmar que irá abrir o processo de impeachment contra Dilma Rouseff.

Responder

    Tania Maria Allegretti

    02 de dezembro de 2015 às 23h03

    Já está na hora chega dessa podridão!!!! Fora PT!!!!!Estão cegos!!!!O povo não aguenta mais este desgoverno!!!!

    Responder

    Alfredo Souza

    02 de dezembro de 2015 às 23h53

    Podridão? Esta se referindo ao Cunha?

    Responder

    Alfredo Souza

    02 de dezembro de 2015 às 23h53

    Podridão? Esta se referindo ao Cunha?

    Responder

    Bruno Tolosa

    03 de dezembro de 2015 às 16h18

    Não, ela está se referindo a PT, PMDB, PSDB, PSOL, e bases coligadas…

    Responder

    Bruno Tolosa

    03 de dezembro de 2015 às 16h18

    Não, ela está se referindo a PT, PMDB, PSDB, PSOL, e bases coligadas…

    Responder

Wilson Santos

02 de dezembro de 2015 às 20h34

#aceiteQdoimenos

Responder

Wilson Santos

02 de dezembro de 2015 às 20h34

#aceiteQdoimenos

Responder

Kar Hauser

02 de dezembro de 2015 às 20h17

A oab sequer deveria submeter-se a essa análise flagrantemente golpista é uma pena diante de seu passado.

Responder

Kar Hauser

02 de dezembro de 2015 às 20h17

A oab sequer deveria submeter-se a essa análise flagrantemente golpista é uma pena diante de seu passado.

Responder

Carlos Alberto Uchoa

02 de dezembro de 2015 às 20h08

Oab tem que se preocupar com o fascismo que está andando a solta no país e não com o mandato da Dilma. A Constituição está sendo violada diuturnamente por juízes e tribunais estaduais e superiores federais e os picaretas não vêem?

Responder

    Sílvia Eugênia Galli

    03 de dezembro de 2015 às 01h33

    Claro que vêem Carlos!

    Responder

    Sílvia Eugênia Galli

    03 de dezembro de 2015 às 01h33

    Claro que vêem Carlos!

    Responder

    Fernando Castro

    03 de dezembro de 2015 às 01h53

    A OAB é o único órgão que vê tudo isso, aliás, o golpe é uma ação fascista. O mandato não é da Dilma é do povo que a elegeu, conforme a Constituição Federal.

    Responder

    Fernando Castro

    03 de dezembro de 2015 às 01h53

    A OAB é o único órgão que vê tudo isso, aliás, o golpe é uma ação fascista. O mandato não é da Dilma é do povo que a elegeu, conforme a Constituição Federal.

    Responder

    Gervas Pereira

    03 de dezembro de 2015 às 03h17

    Que visão mais deturpada rs

    Responder

    Bruno Tolosa

    03 de dezembro de 2015 às 16h13

    Já que mencionou o fascismo e pelo visto é um profundo conhecedor do assunto me diz as características fascistas que a classificam como uma ditadura de direita?

    Responder

    Carlos Alberto Uchoa

    03 de dezembro de 2015 às 17h35

    Bruno Tolosa – O fascismo pode muito bem conviver sob a aparência democrática, inclusive sob governos liberais. Temos o formalismo jurídico da proteção de direitos e garantias constitucionais mas existe um esfera independente de valores atemporais na superestrutura política, jurídica e social sempre conspirando contra a verdadeira liberdade e o sistema democrático. Louis Althusser chamava concretamente de “aparelhos ideológicos de Estado”, outros a exemplo de Gramsi usavam o termo estrutura hegemônica. Já nas ditaduras clássicas de governos conservadores essa esfera de liberdade política é praticamente suprimida pela unanimidade das instituições. Vale lembrar que o termo fascismo é empregado genéricamente para qualificar governos autoritários e centralizados, não podendo ser confundidos com um sistema ideológicamente conformado como era o “facio”, governo de Benito Mussolini na Itália. .

    Responder

Silvanete Pereira

02 de dezembro de 2015 às 20h07

Até que enfim né

Responder

Ana Regina Pinheiro

02 de dezembro de 2015 às 19h58

Quando essa alucinação vai acabar? Defender o mandato de Dilma é defender a democracia.

Responder

Katy Katyta

02 de dezembro de 2015 às 19h52

Parabéns OAB esperamos que sejam mais combatentes e mais justo independentemente de partido e de políticos porque já passou de todos os limites

Responder

Marcelo Silva

02 de dezembro de 2015 às 19h44

Já está na hora de acabar com essa palhaçada nosso país é uma democracia e decidimos por voto daqui a três anos tem eleição e só escolher bem o candidato e o voto de quem elegeu a Dilma não tem valor

Responder

Ricardo Lemos

02 de dezembro de 2015 às 19h39

Vergonha

Responder

Helen Loguercio Leite

02 de dezembro de 2015 às 19h38

Homens das leis devem respeitar as leis !!

Responder

Joel Araujo

02 de dezembro de 2015 às 19h33

É o mínimo que se esperava da OAB, tão combativa durante o período da ditadura militar!

Responder

Ermindo Castro

02 de dezembro de 2015 às 19h32

ADVOGADOS INTELIGENTES QUE QUEREM O BEM DO BRASIL,

Responder

Deixe um comentário