PARIS CAFÉ: Lula volta ao jogo e polariza com Bolsonaro. Quais os novos desafios?

Notas anti-apocalípticas: Brasil dá um show nas metas do milênio

Por Redação

10 de dezembro de 2015 : 15h57

Segue uma notícia que o oligopólio da mídia não debate: as “Metas do Milênio”. O motivo? Porque o Brasil deu show.

***

As Metas do Milênio

da Agência Câmara

Termina agora, em dezembro, o prazo para 191 nações (entre elas, o Brasil) cumprirem as chamadas “metas do milênio”. As 8 metas estabelecidas pela ONU incluem a melhoria de indicadores de pobreza, educação, saúde e meio ambiente, em comparação com o ano de 1990. A avaliação da ONU é positiva: até mesmo os países mais pobres fizeram progressos. Na reportagem especial desta e da próxima semana, vamos fazer um balanço dos resultados do Brasil. Neste primeiro capítulo, a repórter Verônica Lima explica as metas e seus indicadores.

O balanço da atuação do Brasil em relação aos objetivos do milênio é positivo. O País atingiu quase todas as metas e ainda se impôs desafios além daqueles propostos pela ONU. Na verdade, o mundo todo está um pouco melhor graças aos esforços em torno das metas de desenvolvimento do milênio. Quem diz isso não sou eu, claro, é a Ieva Lazareviciute, do PNUD, Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento.

“A adoção dos ODM foi um grande avanço no sentido de ajudar a focar os esforços em algumas metas concretas. Até então se observava que o pessoal estava trabalhando muito com a temática sem necessariamente conseguir focar e estrategiar para onde tem que ser direcionado o investimento ”.

Mas isso não quer dizer que estejamos vivendo num mundo cor-de-rosa. Em todas as metas há muito, mas muito ainda a ser feito. Mesmo porque, na maioria dos casos, as metas eram muito básicas, buscando oferecer apenas condições mínimas para uma existência digna, como acesso a água, alimento e até banheiro. Quem fala disso é o Rafael Osório, do Centro Internacional de Políticas para o crescimento inclusivo do Ipea. O Ipea, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, esteve envolvido com os relatórios de acompanhamento das metas que o Brasil produziu ao longo dos 15 anos dos Objetivos do Milênio. Ao todo foram cinco relatórios, sendo o mais recente, de maio de 2014. E os resultados que vamos apresentar ao longo da série de reportagens estão nesse último relatório e também em um relatório da ONU divulgado em julho de 2015. Bem, vamos, primeiro, ouvir primeiro a ressalva que o Rafael faz sobre as metas.

“Esses indicadores são feitos para serem comparados e levantados no maior número de países possível para a maior parte da população mundial possível. E aí a gente tem que lembrar que há países que estão muito aquém do nível de desenvolvimento do nosso ainda e que não têm muita capacidade estatística, produção regular de dados. Então você tem que manter essas medidas num nível um tanto quanto rudimentar para você poder garantir que você vai conseguir tê-las num maior nível de países do mundo e que você vai conseguir compará-las em alguma medida. Então coisas mínimas são essas: não viver com menos de 1,25 por dia”.

O exemplo da pobreza extrema é mesmo muito bom para entender até onde os objetivos do milênio queriam chegar. A primeira meta era: reduzir pela metade o número de pessoas vivendo com menos de 1,25 dólar por dia. Em 2012, isso correspondia a 71 reais por mês. Estamos falando, portanto, de um mínimo de sobrevivência.

Mas isso não quer dizer que o Brasil tenha se contentado com os mínimos. Em muitos casos, o País se impôs metas muito mais ambiciosas ou metas específicas para a sua realidade. Ainda falando sobre a fome: a meta era reduzir a pobreza extrema à metade do nível de 1990. Essa meta, o Brasil alcançou em 2005. A partir daí, foi estabelecendo metas cada vez menores, chegando em 2015 com um sétimo do que tinha em 1990. Além disso, segundo o Rafael Osório, do Ipea, houve avanço também em outras faixas de renda.

A linha de pobreza que melhor capta esse movimento de melhoria é consideravelmente mais alta: é a linha de quatro dólares por dia. Tinha muita gente e tem muita redução. (…) Importante é ver a tendência, e a tendência é de queda constante da pobreza. O Brasil deu um salto em termos de renda na década passada que foi uma coisa impressionante, nosso padrão de vida passou para outro patamar”.

milenio-objetivos

As 8 metas do milênio estabelecidas pela ONU no ano 2000. O Brasil atingiu todas

Agora, para contextualizar e entender os objetivos do milênio, é preciso dar mais uma explicação: a meta era melhorar os indicadores sociais em relação ao ano de 1990. Por exemplo: em 1990, 1,9 bilhão de pessoas vivam em condições de extrema pobreza. Em 2015, o número havia caído para 836 milhões. Portanto, a meta de reduzir pela metade a extrema pobreza foi batida. Ainda assim, uma em cada oito pessoas no mundo vive em extrema pobreza. São 14% da humanidade! Mas antes tínhamos metade da população mundial nessas condições. Portanto, quando o passivo é muito grande, qualquer avanço, ainda que em níveis mínimos, traz impactos positivos.

É o que defende a deputada Margarida Salomão, do PT mineiro. Ela dá o exemplo da educação, em que há críticas sobre a imposição de metas apenas quantitativas, ou seja, que tratam apenas do acesso à escola, sem exigir melhorias relacionadas à qualidade do ensino.

“O avanço quantitativo no Brasil não é uma conquista trivial, porque nós somos um país tardio na postulação de metas educacionais. Em 1950, metade da população era analfabeta. Esses avanços que nós hoje acumulamos decorrem em grande parte da redemocratização brasileira, em que o movimento da sociedade colocou o acesso a educação como meta prioritária. Evidentemente, quando você muda a quantidade, você muda a qualidade, não necessariamente para pior”.

Resumindo: as metas do milênio foram um bom começo, mas a caminhada ainda será muito longa até termos o mundo com que todos sonhamos.

Produção — Lucélia Cristina e Cristiane Baker

Trabalhos técnicos — Carlos Augusto de Paiva

Edição — Marcio Sardi

Reportagens — Verônica Lima

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

53 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

walker botelho

11 de dezembro de 2015 às 15h43

O PT disse que tirou milhares de pessoas da pobreza, mas continua pagando o Bolsa Família. Está errado, pois ou o Partido está mentindo, ou isso é compra de voto.
Aliás existe um vídeo do Lula no youtube com o nome O VÍDEO DO SÉCULO, dito e falado exaltado pelo próprio Mula, muito interessante, vale a pena. Assistam!, oh e não é coisa da imprensa é real, ou seja o PT mente feio para enganar o povo e perpetuar no Poder.

Responder

Celso M.M

11 de dezembro de 2015 às 15h27

Gostaria de fazer uma recomendação a todos aqueles que insistem em defender o PT incondicionalmente: abram os olhos (se é que os têm) e vejam a realidade. Os preços aumentando cada vez mais. Isso é a mídia? A gasolina nas alturas. Isso é invenção? O dinheiro perdendo cada vez mais o poder de compra. Isso é golpismo? E o desemprego crescente? E a inflação decolando? Nem vou falar de corrupção. O Brasil estava indo bem até vocês chegarem ao poder. Agora está ficando uma m… Contra fatos não há argumentos. A Argentina e a Venezuela já estão começando a se livrar da praga maldita do populismo. Nós também vamos nos livrar, gostem disso ou não. A única dúvida neste momento é a seguinte: quanto o Brasil ainda vai apodrecer sob jugo petista antes de se livrar dessa infecção……

Responder

Maria José Medeiros

11 de dezembro de 2015 às 14h25

até parece q em outros tempos era diferente.havia sim um jeitinho de esconder a pobreza.prefeitos pagando passagens para q as pessoas essas de rua voltassem para sua cidade de origem.agora muitos programas foram feitos para melhor acolher estes nossos irmãos de rua.quem tem bolsa família ñ anda na rua.viva o bolsa família.

Responder

Wilker Martins W

11 de dezembro de 2015 às 10h51

Até aqui no cafezinho a coisa está feia!

Responder

Roberta Silveira

11 de dezembro de 2015 às 03h38

Sentimento de nojo!

Responder

Roberto Gómez Pires

11 de dezembro de 2015 às 01h28

A pobreza, se voltou a crescer, foi porque o mais pobre continua a crescer em número de dependentes, ou seja, filhos além da sua capacidade…

Responder

Elza Pereira

11 de dezembro de 2015 às 01h02

#DilmaFica

Responder

Josias Daniela

11 de dezembro de 2015 às 00h19

Fora PT fora PT fora PT fora PT fora PT fora PT fora PT fora PT ok . . . .

Responder

Cel Caetano

10 de dezembro de 2015 às 23h25

Depois de tantas m. fica difícil de acredita.

Responder

Isabel Cristina Zanini Mileski

10 de dezembro de 2015 às 22h41

Dilma fica até 2018.

Responder

Francisca Costa Filha

10 de dezembro de 2015 às 21h45

#EmDefesaDaDemocracia
#DitaduraNuncaMais
#CunhaNaCadeia
#DilmaFica

Responder

Claudia Vanessa Dos Santos Correa

10 de dezembro de 2015 às 21h34

Hermes Dias Brito

Responder

Aparecida Jesus Oliveira

10 de dezembro de 2015 às 20h49

Não vai ter golpe DILMA fica

Responder

Aparecida Jesus Oliveira

10 de dezembro de 2015 às 20h49

Não vai ter golpe DILMA fica

Responder

Henrique Novaes

10 de dezembro de 2015 às 19h51

Inflação em 10% estava nessa meta????

Responder

Gf Andrezão

10 de dezembro de 2015 às 19h35

Lula-lá 2018..

Responder

Edmundo Camargo

10 de dezembro de 2015 às 18h45

Interessante, tenho andado muito por aí, a minha impressão é de que nos últimos dois anos, a pobreza voltou a crescer. Aqui em Sampa, o número de moradores de rua, que havia diminuído, está voltando a ter números alarmantes. A avenida Paulista e centro da cidade, transformam-se em dormitórios durante a noite, em que pese o esforço da prefeitura, para o encaminhamento aos abrigos públicos. Mas se o cafezinho está dizendo que melhorou, quem sou eu para discordar?
Espero que num eventual novo governo, o blogue continue exibindo essa pegada otimista.

Responder

    Barbara Ferreiro

    10 de dezembro de 2015 às 19h08

    É só tirar o Alckmin que melhora , ” sumpaulo ” está amargurando a mais de 20 anos ,o psdb .

    Responder

    Luciana Linnikko

    10 de dezembro de 2015 às 19h11

    Ia mencionar isso, já pensou que pode ser devido ao governo estadual? O país não é só SP.

    Responder

    Clebis Filho

    10 de dezembro de 2015 às 19h23

    Então COXINHA…vota no “Alckmim” ele que o diga! Enquanto o PIB de SP em 2015 esta -3,8% e continua afundando, o do nordeste está em (++++++)3,7% e continua subindo….

    Responder

    Sharon Senna

    10 de dezembro de 2015 às 19h34

    Kkk… Clebis Filho. Muito boa e eles dizem que nós é que não sabemos votar. E quanto ao aumento de número de moradores de rua culpem as drogas que vem destruindo as famílias brasileiras. Outro dia foi exibida uma reportagem ai em Só sobre uma médica que virou usuária. Adivinha onde ela tava morando?

    Responder

      Fabricio

      10 de dezembro de 2015 às 19h26

      eu estava pensando justamente nisso, cidade que moro considerada a segunda melhor do brasil em qualidade de vida… está com as avenidas principais lotadas de moradores de rua… o que está dando certo pro resto do brasil aqui na cidade que moro não está funcionando não… queria muito entender estes numeros

      Responder

    Gf Andrezão

    10 de dezembro de 2015 às 19h35

    PSDB não dá nem água pra ninguém… Imagina mendigos… Fora PSDB já…!!!

    Responder

    Flávia Fischer

    10 de dezembro de 2015 às 19h52

    Existe o Brasil, como um todo, Estados e Municípios. Quem entende isso, percebe que precisa fiscalizar o seu governador e prefeito. Mas, não! É culpa da Dilma, né?! Dê uma olhadinha no portal da transparência, é isso mesmo, portal da transparência, ele existe, ? isso mesmo, é do governo federal, e lá… está os valores repassados para cada Estado. Moral… Fiscalize, como cidadão, o que os “carapálidas” estão fazendo com essa grana toda! Depois vem aqui dar um palpite…

    Responder

    Edmundo Camargo

    10 de dezembro de 2015 às 20h07

    A prefeitura aqui é do PT tolinha.

    Responder

    Clebis Filho

    10 de dezembro de 2015 às 20h34

    Edmundo Camargo A economia do estado pode chegar a -5% em 2015 e a Culpa é do HADDAD?? KKKK Coxinha é sem noção…tem que rir da cara de vcs, são uma piada!! Vai pra paulista domingo? Não esquece da camisa da selação, do Ray ban e do IPhone hein? Não basta passar vergonha na internet coxinha que se preste tem aparecer em rede nacional kkkkkkkk

    Responder

    Clebis Filho

    10 de dezembro de 2015 às 20h34

    Edmundo Camargo A economia do estado pode chegar a -5% em 2015 e a Culpa é do HADDAD?? KKKK Coxinha é sem noção…tem que rir da cara de vcs, são uma piada!! Vai pra paulista domingo? Não esquece da camisa da selação, do Ray ban e do IPhone hein? Não basta passar vergonha na internet coxinha que se preste tem aparecer em rede nacional kkkkkkkk

    Responder

    Flávia Fischer

    10 de dezembro de 2015 às 21h04

    E quem é o governador, tolinho?

    Responder

    Flávia Fischer

    10 de dezembro de 2015 às 21h04

    E quem é o governador, tolinho?

    Responder

    Edmundo Camargo

    10 de dezembro de 2015 às 21h08

    A cidade é governada pelo prefeito tolinha

    Responder

    Edmundo Camargo

    10 de dezembro de 2015 às 21h08

    A cidade é governada pelo prefeito tolinha

    Responder

    Edmundo Camargo

    10 de dezembro de 2015 às 21h10

    Tic tac Tic tac…..

    Responder

    Edmundo Camargo

    10 de dezembro de 2015 às 21h10

    Tic tac Tic tac…..

    Responder

    Edmundo Camargo

    10 de dezembro de 2015 às 21h20

    Petralhinha vai de camiseta vermelha e recebe 30 reaus e um sanduba de mortadela. Rssssssss

    Responder

    Jorge Bohnenberger

    10 de dezembro de 2015 às 21h34

    Eu também reparei nisso por onde ando.

    Responder

    Barbara Ferreiro

    10 de dezembro de 2015 às 21h54

    Edmundo Camargo , quer dizer que em SUMPAULO a pobreza e a miséria , só podem ser cuidada pelo município .. hahaha… tucanalhas são todos desinformados , capciosos , imorais e não conhecem direito constitucional, pedala direita burra !!

    Responder

    Edmundo Camargo

    10 de dezembro de 2015 às 21h57

    Tic tac Tic tac Tic tac

    Responder

    Flávia Fischer

    10 de dezembro de 2015 às 21h58

    Sim, sanduba com mortadela, vai bem… Obrigada! Não vou esquecer de sua recomendação. Um abraço, passe bem! Ass: petralhinha, comunista, comedora de sandubas com mortadelas!

    Responder

    Janys Oliveira

    10 de dezembro de 2015 às 22h04

    tem morador de rua em holywood e Nova York e nao teria aqui porquá…

    Responder

    Farias Furtado

    10 de dezembro de 2015 às 22h07

    Se tivesse um governo que não optasse pela mentira e pela corrupção não teríamos pobres que não fosse por opção ! Como em tempos outros !

    Responder

    Edmundo Camargo

    10 de dezembro de 2015 às 22h23

    Não dá a mão a pemedebista, não olha na cara de democrata, cospe em tucano. Quem não pensa como ela não é gente.
    Eu não penso assim, somos adversários políticos, nunca inimigos. Lula é amigo de grandes empresários e banqueiros, gosta do Sarney e não xinga o Jáder Barbalho, bate papo até com o Collor.
    Porque tanto rancor nesse coraçãozinho?

    Responder

    Flávia Fischer

    10 de dezembro de 2015 às 22h35

    Nada de rancor! Muito amor! Vou até alí, por conta de sua recomendação, comer sanduba com mortadela! Só love, só love… ???????

    Responder

    Edmundo Camargo

    10 de dezembro de 2015 às 22h42

    Isso. Paz e amor

    Responder

    Edmundo Camargo

    11 de dezembro de 2015 às 03h53

    Grande Clebis Filho, veja você, sou torcedor fervoroso do glorioso alvi-negro praiano, também por isso não me considero seu inimigo, mesmo que você me insulte gratuitamente. A economia de São Paulo sofre mais, porque o grosso da Indústria se localiza aqui, e esse setor tem sido o mais atingido pela crise. O NE já parou de crescer faz tempo, tanto que os índices de aprovação de Dilma caíram bastante na região. A cidade de Santos, vem mostrando bons índices de crescimento, apesar da crise, quem é mesmo o prefeito? Beto Mansur? Não sei o partido, mas não deve ser o PT. Por fim, poderia ter chamar de petralha, comedor de mortadela e defensor de ladrão, mas seria rebaixar o nível do debate, como disse em resposta anterior, temos opiniões diferentes mas não somos inimigos. O Lula, que é teu lider é amigo do Odebrecht e do Sarney, por que nós aqui em baixo vamos nos odiar?

    Responder

    Edmundo Camargo

    11 de dezembro de 2015 às 04h11

    Cara Barbara Ferreiro, não lhe conheço, mas você deve ser uma pessoa de boa fé, meu comentário referiu-se ao post que trata de uma melhora da economia nacional, coisa que absolutamente não está ocorrendo, pelo menos aqui. Não sou de direita, nem imoral, nem burro. Poderia chamá-la de histérica defensora de ladrões, mas não acho apropriado reduzir o debate a esses termos. Respeito seu amor pela seita petista, principalmente nesse momento em que as pessoas mais éticas estão abandonando o partido. Não somos inimigos, apenas discordamos politicamente. Espero que você encontre forças para continuar apoiando o partido, mesmo com 90% da população contra.

    Responder

    Vinicius Oliveira

    11 de dezembro de 2015 às 05h09

    Lembre de Tocqueville. Em viagem a Inglaterra, o francês ficou impressionado como a maior potência da época tinha muitos mendigos pelas ruas. Enquanto a França, era difícil ver eles.

    Responder

    walker botelho

    11 de dezembro de 2015 às 15h45

    Viva o PT.
    GOVERNO NOTA 10-
    10% de popularidade
    10% de inflação ao ano.
    10% de desemprego.

    Responder

    Joao Batista Pereira

    11 de dezembro de 2015 às 19h44

    ALKIMISTA…….É PODEROSO…….!!!!! ATÉ PARECE QUE O BRASIL É SÓ ESTADO E CIDADE DE SÃO PAULO……..ACORDA MANÉ…..!!!!! TIPICO DE PAULISTANO…….TUCANOIDE……!!!!

    Responder

    Alexandre Alux

    11 de dezembro de 2015 às 20h25

    Farias Furtado pobre por opção? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    Responder

Du Silva

10 de dezembro de 2015 às 18h16

Que Brasil, o real ou do pT?

Responder

Deixe uma resposta