Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

‘Contrariando a Folha, de 100 metas de Haddad, apenas 5 falham’. Por Patrícia Faermann

Por Redação

04 de janeiro de 2016 : 18h38

por Patrícia Faermann, no Jornal GGN

Reportagem da Folha de S. Paulo desta segunda (04) afirma que o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, concluirá o mandato sem cumprir promessas. Entretanto, de 100 metas elencadas pela gestão Haddad para os anos de 2013 a 2016, o jornal conseguiu detectar apenas cinco que não foram concluídas. Dessas cinco, duas dependem de parcerias a nível federal e estadual, um dos projetos foi travado pelo Tribunal de Contas e outra meta está em andamento para conclusão ainda este ano. Pelas contas, apenas uma das metas de responsabilidade exclusiva do município pode não ser cumprida, contra as demais 99.

O jornal aborda que a construção de creches é um dos compromissos mais cobrados nos extremos da cidade. Apesar de indicar que o andamento está “muito aquém da meta”, o levantamento da Folha se esqueceu de informar que dos 243 Centros de Educação Infantil (CEI), 71 são parcerias com o Governo do Estado de São Paulo e 172 com o Ministério da Educação (MEC). Ainda assim, até agora, foram entregues 34 unidades e outras 57 estão em obras.

Outro ponto levantado são as 55 mil unidades prometidas do programa Minha Casa, Minha Vida. A falta nesse plano habitacional é de responsabilidade do governo federal. Até o momento, foram concluídas 8.348 unidades, por entes privados com aporte de verba municipal.

Na área de mobilidade, o jornal admite que “houve avanços com a criação de 390 km de faixas exclusivas, mais que o dobro da meta, e ciclovias”, mas ressaltou que outra alternativa – os corredores de ônibus – chegou até os 35 km dos 150 km prometidos. Entretanto, dessa vez, os atrasos foram provados pelo Tribunal de Contas, que travou as licitações solicitadas pela prefeitura.

A Folha também apontou que ainda não foram entregues os três hospitais do sistema municipal de saúde anunciados, ampliando para 750 o total de leitos da rede. Entretanto, pelo menos dois deles estão em obras e serão entregues. O terceiro também pode ser concluído antes do fim dessa gestão Haddad.

Por fim, dentro da área de Educação, a reportagem elencou que dos 20 CEUs prometidos, um foi entregue e outros oito ainda serão finalizados em 2016. Entretanto, 11 podem não conseguir atingir a meta. Em resposta à Folha, a assessoria da prefeitura afirmou que a falta de repasses de verba federal, o congelamento da tarifa de ônibus em 2013 e a suspensão por um ano do reajuste do IPTU prejudicaram a conclusão desses anúncios.

De todos os levantamentos do jornal, outras 95 metas do governo do prefeito Fernando Haddad não foram contestadas.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

26 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Evilania Andrade

06 de janeiro de 2016 às 14h49

Só falta diminuir a violencia em Sao Paulo,pois é um dos estados que tem mais assassinatos e estupros.

Responder

Jorge Moreira

05 de janeiro de 2016 às 12h43

Imprensa golpista mentindo…e a novidade…qual é ?

Responder

Alexandre Felippe Santos

05 de janeiro de 2016 às 12h34

Dica: compare com os Prefeitos anteriores! Agora um desafio: mostre o que eles fizeram.

Responder

Francisco Junior Borges

05 de janeiro de 2016 às 11h28

Mauricio

Responder

Danilo Gomes de Melo

05 de janeiro de 2016 às 11h00

Se somente cinco metas não foram alcançadas, então as metas eram baixas..

Responder

enganado

05 de janeiro de 2016 às 03h26

Qdo não é o gRoubo, a revista “O Esgoto”, Estadão, rede bunderantes, abril vem a “falha de S. Paulo” com mais essa. Tá difícil conviver com o __Partido da Imprensa Empresa Internacional Press_tituta Anglo-SIONISTA__ instalada no BRASIL. Quem será que vai por freio nestes sem mães? Quem tem o dedo no gatilho os defendem, entããã … oooo, o melhor deve ser melhor esperar o fuzilamento sentado.

Responder

Marcos Falchero Falleiros

05 de janeiro de 2016 às 01h00

Jornal GGN – Reportagem da Folha de S. Paulo desta segunda (04) afirma que o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, concluirá o mandato sem cumprir promessas. Entretanto, de 100 metas elencadas pela gestão Haddad para os anos de 2013 a 2016, o jornal conseguiu detectar apenas cinco que não foram concluídas. Dessas cinco, duas dependem de parcerias a nível federal e estadual, um dos projetos foi travado pelo Tribunal de Contas e outra meta está em andamento para conclusão ainda este ano. Pelas contas, apenas uma das metas de responsabilidade exclusiva do município pode não ser cumprida, contra as demais 99.

Responder

Oton Silva

05 de janeiro de 2016 às 00h50

falham ou faltam?

Responder

Fabio Monteiro

05 de janeiro de 2016 às 00h20

Outro ponto levantado são as 55 mil unidades prometidas do programa Minha Casa, Minha Vida. A falta nesse plano habitacional é de responsabilidade do governo federal. Até o momento, foram concluídas 8.348 unidades, por entes privados com aporte de verba municipal.”

Então a culpa é do governo federal nesse caso?

Responder

Fabio Monteiro

05 de janeiro de 2016 às 00h19

fonte: o cafezinho.

Responder

Fabio Monteiro

05 de janeiro de 2016 às 00h08

e a da Dilma?Apoio você falar sobre isso mas não falar das propostas da Dilma te torna tão tendencioso quanto a folha.

Responder

Haroldo Henrique Da Costa Lima

04 de janeiro de 2016 às 23h17

Parece que jornalistas da revista Veja se informam na Globo…

Responder

Maria Teresa Costa

04 de janeiro de 2016 às 23h10

Helena Christofoleti

Responder

leandro oliveira

04 de janeiro de 2016 às 20h28

Quem compra esses lixos com dinheiro da educação são os tucanalhas, queriam no PIG ???
http://www.viomundo.com.br/denuncias/namarianews-governo-paulista-desova-mais-de-r-155-mi-na-abril-folha-estadao-istoe-epoca-e-panini.html

Responder

Marco Silva

04 de janeiro de 2016 às 22h01

Fernando Haddad será o Presidente do Brasil em 2023, após o Lula.

Responder

Max Miller

04 de janeiro de 2016 às 22h01

Não cumpriu 4 não é verdade..kkkk…Imprensa louca

Responder

Maria Regina Abreu

04 de janeiro de 2016 às 21h52

É sempre bom ter conhecimento dos fatos

Responder

Elmer Paulin

04 de janeiro de 2016 às 21h50

Vergonha essa mídia

Responder

Dänïlö Dï Märïa

04 de janeiro de 2016 às 21h46

Como não falhar logo 100metas

Responder

GR Claudius

04 de janeiro de 2016 às 21h44

Votei nele mas 3,80 pra andar nessas latas de lixo só pode ser sacanagem de politico, nem sei mais o que é psdb e pt!

Responder

Mario

04 de janeiro de 2016 às 19h16

Se fosse um prefeito de um outro partido a manchete seria: “95% das promesssas foram cumpridas”.
Haddad, melhor prefeito de SP em decadas.

Responder

    Anônimo

    04 de janeiro de 2016 às 19h54

    Pois é, enquanto isso a Oia dá nota máxima em educação e segurança pro Alckmin e Beto Richa !!??? Imprensa inconsequente!!!

    Responder

Deixe um comentário