Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Lava Jato vira caricatura de investigação partidária

Por Miguel do Rosário

12 de fevereiro de 2016 : 20h17

Análise Diária de Conjuntura – 12/02/2016

A cobertura política está inteiramente tomada pela Lava Jato, e a Lava Jato virou uma investigação puramente político-partidária, com objetivo de realizar todo o tipo de devassa contra o PT e abastecer a imprensa de vazamentos cuidadosamente seletivos.

De vez em quando, a Lava Jato deixa escapar alguma informação contra a oposição, geralmente contra a vontade, mas nenhuma denúncia feita pelos delatores que não se encaixe estritamente na campanha contra o PT tem continuidade ou recebe atenção maior por parte da força tarefa.

Vários delatores já acusaram Aécio Neves, por exemplo. Mas a Lava Jato prefere investigar o sítio frequentado por Lula…

Hoje, a mesma coisa. As seções políticas dos jornalões vieram cheias de denúncias e ilações contra o PT.

A matéria contra João Santana na Folha é um exemplo típico de jornalismo pistoleiro, feito sob encomenda para atingir um objetivo político, auxiliado, como sempre, pela meganhagem.

Pior: o próprio Sergio Moro se aliou aos meganhas, visto que é o padrinho de uma situação em que as informações do processo são mantidas em conveniente sigilo. Sigilo para o público em geral e para a defesa, mas não para a mídia. O sigilo é fundamental para conferir poder para a mídia montar uma linha narrativa. Aí quando as informações vierem a público, a narrativa já estará consolidada na cabeça da opinião pública.

A reportagem da Folha contra João Santana, um texto repugnante, cheio de ilações, de verbos na condicional, de “suposto isso”, “suposto aquilo”, tem um objetivo bem claro: alimentar a narrativa golpista da mídia e a ação do PSDB contra as eleições em 2014, no TSE.

Não vai ter golpe.

Os golpistas serão derrotados novamente, antes do primeiro semestre. O golpe via TSE não vingará porque teria de engolfar o PMDB, e seria ainda mais traumática que o impeachment, porque mais covarde, mais autoritário, deixando o país ingovernável.

Para o PT, um golpe hondurenho seria até útil politicamente, porque sairia como vítima – vítima real – de um processo golpista, o que lhe daria uma aura heroica que poderia assegurar seu futuro político por várias décadas.

Mas seria ruim para o Brasil, manchando severamente nossa imagem, construída com tanta dificuldade, de uma democracia sólida, em que o direito político da maioria é respeitado acima de tudo, não sendo violado pelo covardia de meia dúzia de togados intimidados pela meganhagem midiática.

Em artigo malicioso na Folha, Bernardo Mello Franco diz que o TSE terá que escolher entre a tese de Sergio Moro ou a tese da dupla Dilma e Temer.

Não é nada disso.

O TSE terá que optar pelo justo. E o justo é que o resultado das urnas, o voto da maioria, de 54 milhões de eleitores, deve prevalecer sobre qualquer teoria oportunista defendida por derrotados.

A tentativa de tapetão judicial promoveu a união política – meio forçada, mas nem por isso menos sólida e interessante – entre Michel Temer, presidente do PMDB, e Dilma Rousseff. Ambos agora estão no mesmo barco, o que debilita um bocado uma oposição que contava com a divisão das forças governistas para reinar.

Esse é ponto-fraco dos golpistas, quase todos os instrumentos da democracia tendem em favor da defesa do resultado das urnas. Quanto mais os golpistas se agitam, mas eles se afogam no mar de suas contradições.

Eles precisam provocar caos econômico, revolta social. Ou seja, para derrubar a presidente, precisariam se tornar quase revolucionários, mas aí desperteriam forças que eles não querem, de maneira nenhuma, despertar. As figuras mais esclarecidas do grande empresariado já sabem disso. Os americanos, que já viram de tudo em seus mais de três séculos de democracia, sabem disso. Por isso muitos empresários e os americanos, ao contrário de outras épocas, não estão interessados num golpe aqui.

Um golpe abriria uma caixa de pandora que não seria fechada tão cedo. Se vale tudo para derrubar governante, não o faremos para cumprir agendinha neoliberal para beneficiar os nababos, como querem os tucanos. Se for para derrubar o governo, então será para fazer uma revolução de verdade.

Como os conservadores, alçados subitamente ao poder, sem legimitidade, sem votos, poderão conter as massas insatisfeitas?

Para isso existem movimentos sociais organizados, para canalizar e civilizar a revolta, de maneira que ela não se desencaminhe dos trâmites democráticos.

Há muito os movimentos sociais poderiam, por exemplo, pegar em armas.

Mas não. Eles escolhem o caminho das reinvindicações pacíficas, democráticas.

Um golpe romperia brutalmente esse pacto de confiança, delicado, frágil, contraditório, entre as elites e as massas.

Em outros tempos, a oposição teve de apelar para violentíssima repressão, numa onda crescente de truculências, praticando tortura, censura, assassinato político, proibindo qualquer tipo de reunião, aterrorizando a sociedade – sempre com auxílio e apoio das mesmas empresas de mídia que hoje se arvoram, hipocritamente, paladinas da liberdade.

Se a oposição repetir essa fórmula, explodirão o país, e nos transformarão em motivo de vergonha para o resto do mundo, após os anos em que fomos o orgulho do planeta, sob a gestão Lula, por causa do admirável e acelerado processo de ascensão social que promovemos.

Não, não podem fazer isso, porque não combina com os dias de hoje, mais transparentes em tudo.

A tese de Temer, que é a mesma de Dilma, é simples e lógica como uma rocha: as doações de campanha para Dilma foram registradas, carimbadas, protocoladas. É caixa 1. Criminalizar o caixa 2, tudo bem. Agora… criminalizar o caixa 1, é ridículo.

Ainda mais que Aécio recebeu ainda mais dinheiro, das mesmas empreiteiras às quais se acusa de terem doado ao PT como propina.

Como assim, propina? As empreiteiras sabiam que o PT venceria as eleições presidenciais? Não.

Além do mais, a tese embute um teoria absolutamente bizantina, para não dizer surreal: a de que as empreiteiras estavam mancomunadas para manter o PT no poder ad eternum.

Ora, a própria imprensa já vazou que executivos de algumas empreiteiras postavam mensagens nas redes sociais em favor de Aécio Neves.

As empreiteiras doam dinheiro para ambos os lados, tentando manter as boas relações com o vencedor das eleições, seja qual for.

Apenas o risco de golpe já provoca imenso estrago na economia, e a culpa recai, mais uma vez, numa imprensa historicamente golpista e que, em caso de golpe, terá feito justiça à sua fama, aliada aos meganhas da hora, um punhado de procuradores ultracoxinhas, com apoio expresso de um juiz ultratucano, sob o olhar intimidado ou cúmplice de outros juízes.

A “força-tarefa” da Lava Jato está prevaricando, manipulando uma investigação para agir de maneira criminosa, pautando a mídia a partir de “indícios” sem base alguma.

É óbvio que, na atual conjuntura, apenas a publicação da matéria já é uma condenação política em si.

ScreenHunter_447 Feb. 12 19.00

A força tarefa “vê indícios”?

Como assim?

A reportagem não traz uma mísera informação sobre quais seriam estes indícios, a não ser que João Santana tem contas no exterior, contas não secretas, declaradas, porque ele presta serviços a vários países, como todos sabem.

Diz a matéria que João Santana fez campanhas políticas onde a Odebrecht tem obras. Ora, a Odebrecht tem obras em vinte e um países! E é lógico que tanto ela como Santana tendem a operar em países onde há abertura para a venda de serviços brasileiros.

A Lava Jato não apenas tenta criminalizar a política, como também o marketing?

Não tenho nenhuma simpatia por João Santana, mas ele é um cidadão brasileiro de talento que está vendendo seus serviços para o exterior, ou seja, trazendo recursos para o país. Não é um procurador coxinha fazendo de tudo para sabotar a economia nacional.

Hoje, no Valor, vemos uma série de notícias que desmente cabalmente a narrativa vira-lata, patrocinada pela grande mídia, de que o mundo estaria muito bem, e que todos os nossos problemas derivam-se exclusivamente de nossa incompetência.

ScreenHunter_449 Feb. 12 19.06

ScreenHunter_448 Feb. 12 19.05

arte12pri-101-e-bancos-a1 (1)

Os mercados estão derretendo e quase todas as principais economias do mundo tem fundamentos menos sólidos do que os do Brasil. Tem menos reservas, tem mais dívidas, suas taxas de juros estão negativas (ou seja, não tem mais o que fazer neste sentido).

O Brasil precisa, por sua vez, vencer o vira-latismo e apostar no crescimento e no combate ao desemprego.

Ainda no Valor, há uma matéria sobre o Banco Central americano (Fed), que traz alguns depoimentos da presidente da instituição, Janet Yellen. Ela afirma que o “Fed fará o que for necessário para cumprir seus mandatos de inflação estável e pleno emprego”.

Ou seja, o Banco Central americano não age apenas contra a inflação. A sua política está atrelada ao emprego.

Aqui, não.

Aqui, o Banco Central não pensa no emprego e os economistas neoliberais defendem abertamente aumento do desemprego como estratégia para melhorar a economia.

É algo que lembra muito os problemas que alguns navios negreiros enfrentavam em sua dura travessia do atlântico, trazendo escravos da África para o Brasil. Quando havia problemas de navegação, o capitão apelava para uma solução simples: livrar-se do peso excessivo, lançando ao mar dezenas, quiçá centenas, de seres humanos.

Conforme o tempo passa, a hipocrisia midiática se torna mais gritante. A revista Forum revelou que FHC acaba de comprar, de presente, para sua namorada, um apartamento de 1 milhão de reais. Tudo bem. Não há crime nisso. Na reportagem da Forum, porém, descobrimos que FHC mora num apartamento de 450 metros quadrados, num bairro nobre de São Paulo.

E a mídia fazendo aquele carnaval todo em cima de um triplex de 290 metros quadrados, num prédio fulero em Guarujá, e que, diga-se de passagem, não é do Lula!

A Camargo Correia pode fazer estrada apenas para melhorar o acesso à fazenda do FHC. Pode fazer um aeroporto ao lado desta fazenda, usado exclusivamente por familiares de FHC. E isso DURANTE o mandato de FHC, não depois. A filha de FHC pode trabalhar sete, oito anos, no Senado como funcionária fantasma. A filha de Serra pode ser citada na Forbes como sócia do homem mais rico do Brasil.

FHC pode frequentar, praticamente morar por um tempo, um apartamento de 20 milhões de reais em Paris que pertence a um sócio enredado em várias tretas.

Lula? Lula não pode nem visitar um apartamento que pensava em adquirir em Guarujá.

Não pode nem frequentar um sítio em Atibaia…

A mídia faz de tudo, com um sucesso relativo e com o qual ela se embriaga precocemente, para lançar suspeitas sobre fatos normais da vida. Visitar um apartamento que se deseja comprar? Normal, não? Para a mídia, é muito estranho. Então ela faz reportagens e mais reportagens, com depoimentos de gente que confessa ter visto o presidente visitar o apartamento. Só que o presidente jamais negou que o tenha visitado.

A mesma coisa vale para o sítio em Atibaia. Procura-se pintar o trivial com tintas sombrias. Lula jamais negou que frequentasse a propriedade. E aí, quando o presidente publica mais um texto dizendo que, sim, que frequentava o sítio, a mídia publica manchetes escandalosas, dizendo que “o presidente agora admite” que frequentava o sítio. A Época faz matéria sensacionalista, com informações “exclusivas” sobre quantas vezes Lula visitou o sítio…

É a mesma coisa que eu publicar no Cafezinho: “Exclusivo! FHC visitou 100 vezes o apartamento de seu amigo em Paris!”

O que que tem isso? Nada. Mas com a linguagem certa, o contexto bem ajeitado, ficará parecendo a revelação de um grande crime!

É uma guerra semiótica tocada por profissionais.

Dá até pena ver o governo, o PT e o próprio Lula tentando correr atrás do prejuízo.

O PT virou um partido dos tuitaços, um esforço bonitinho e simpático, mas insuficiente no embate político. Tanto que a mídia e oposição até permitem que o PT faça seus tuitaços tranquilamente, sem contraparte.

Enquanto isso a mídia constrói cuidadosamente, junto a seu exército de zumbis coxinhas, o ódio político a Lula, porque ele “frequenta” o sítio de um amigo em Atibaia, reformado por empreiteiras do “petrolão”.

A informação de que Lula visitou o sítio mais de cem vezes em pouco tempo deveria servir de atestado de simplicidade do presidente. Sim, porque ele poderia estar curtindo férias em praias suntuosas do Caribe, desfrutando de longas temporadas em hoteis de luxo em Londres, Paris e Hong Kong.

Afinal, segundo o coxinhato furibundo, ele não é o maior ladrão do Brasil?

Como assim ele prefere passar tanto tempo num sitiozinho fulero em Atibaia, cuidando da horta, preparando comida caseira, comprando pão na padaria, pescando numa canoa de lata?

A Lava Jato se tornou caricatural, porque ela parece ter perdido o foco. Uma hora investiga o triplex de Lula, dias depois esquece o triplex e já está no sítio frequentado por Lula; na semana seguinte “vê indícios” nas contas de João Santana, “marketeiro ligado ao PT”…

Onde querem chegar? Atiram para todo lado, como que desesperados para achar alguma coisa contra Lula, contra o PT. Não acham aqui, não importa, abandona-se tudo, e parte-se para outra.

E tudo isso – milhões de reais em helicópteros, jatinhos, diárias de hotel – bancado com nosso dinheiro, em plena crise econômica?

Não fariam melhor combatendo os grandes sonegadores, incluindo aí a Rede Globo?

A teoria de que o caldo pode ter entornado é arriscada, porque a truculência da meganhagem judicial não tem limites quando é chancelada pela mídia. Procura-se implementar uma justiça política inteiramente centrada no arbítrio, na publicidade opressiva, na intimidação midiática.

Eles não são bobos, além disso. Quando o caldo se encontra prestes a entornar, eles vazam uma delaçãozinha contra um tucano, apenas para diminuir o fogo.

Mas nenhuma denúncia contra a oposição é analisada em profundidade.

É coisa de profissional.

De bandidos.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

116 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Edson Francisco

28 de dezembro de 2016 às 00h21

Prisão no Lula!

Responder

Quel Alba

14 de fevereiro de 2016 às 10h37

#MedoDoLula #MidiaGolpista

Responder

Renato Luis

14 de fevereiro de 2016 às 03h16

Kkkk não vem ao caso é ótimo…PSDB é passado???? Kkkkk os políticos do PSDB citados na Lava a Jato morreram??? Como VC disse o Presente tem que ser investigado…e os presentes também assim como o citado 3 vezes, sr Aécio,

Responder

Jose Guilherme Biserra

14 de fevereiro de 2016 às 01h36

Elvira, não seja hipócrita.
Toda corrupção tem que ser combatida
O papel das instituições é esse. Do contrário, é apenas perseguição política.

Responder

Jose Guilherme Biserra

14 de fevereiro de 2016 às 01h32

Simplesmente canalhas?

Responder

Debora Wanderley

14 de fevereiro de 2016 às 00h52

Precisamos falar sobre a Operação AQUETU, Abafa Que É Tucano.

Responder

Elton Luiz de Souza

13 de fevereiro de 2016 às 23h41

Elvira Cereijo Rodriguez, eu acho que a compreensão das pessoas, em fazer justiça, prende – se ao fato de culpar alguém, bem, as provas pouco interessa, estaremos fazendo uma justiça, porquê, perdemos uma eleição, meu candidato merecia ganhar pois era o melhor. Mais espera ao! estamos em uma Democracia, houve um pleito, passou 2 para segundo turno, onde o ganhador obteve 54 milhões de voto, diplomado TRE. Ainda não governou, começou uma caça com uma deflagração de corrupção na Petrobrás, onde foi indicado um juiz e um delator, os quais já haviam cidos protagonistas do caso banestado, que por sua vez não está prezo ninguém, inclusive o delator que se quer pelo crime ao sistema financeiro, deveria ser banido deste meio e prezo. Isto posto, houve condenações de pessoas sem provas cabais, simplesmente por delação. Como estão promovendo uma devassa de crimes de corrupção, também a sonegação aos cofres públicos também, Zelotes, onde barões da grande mídia estão envolvidos, promovem uma guerra ou melhor uma inquisição contra PT, DILMA É LULA, o PT pediram a dissolução do partido (oposição ) , Dilma o 4 turno que vão perder também, o povo não aceitará a destituição de um presidente que nada cometeu e como diz FHC honesta, LULA, o medo maior deste é que em 2018 voltando candidato ou indicando seu candidato ganhará as eleições. O medo maior da mídia, é ter que pagar o que deve ao fisco a Globo R$1, 8 bilhões as afiliadas R $600 milhões, provavelmente mais ramificações . Motivos melhores, para trocarem por uma chacara e um bote, ou um triplex, precisamos ter a decência, de reconhecer que um ex-presidente deve ser respeitado, não deixar que pessoas inescrupulas defendendo seus interesses manchem sua imagem.

Responder

Jose Nascimento

13 de fevereiro de 2016 às 22h53

QUERIA VER A CARA DO SENHOR QUANDO A JUSTIÇA FOR FEITA COMO FOI NO MENSALÃO E COLOCAR MAIS UMA GRANDE GALERA DE PETISTAS E ALIADOS NA CADEIA. JUIZ MORO VEIO PRA POR ORDEM NO GALINHEIRO PETISTA MAS POR ORDEM PELA JUSTIÇA.

Responder

Mary Atleticana

13 de fevereiro de 2016 às 22h23

Só Deus !

Responder

Nancy Soares

13 de fevereiro de 2016 às 19h42

Já virou piada?

Responder

Vinicios Betiol

13 de fevereiro de 2016 às 19h00

Só queria saber a explicação para a Dilma deixar esse ministro da justiça bundão, que está apoiando o Moro e os delegados tucanos. Ou ela é muito incompete ou está mais pra direita do que esquerda. Particularmente, acredito nas duas opções!

Responder

Mattos Alê Mattos

13 de fevereiro de 2016 às 17h28

Um nojo! E os brasileiros obrigados a suportar todo esse lixo, enquanto o desejo é puramente destruir um concorre político forte: Lula! Por puro MEDO E COVARDIA DE ENFRENTÁ-LO NAS URNAS EM 2018! !!!!!

Responder

Wilson Andre

13 de fevereiro de 2016 às 17h18

quem defende vagabundo gente boa não é . aplausos para o braZil dos ultimos 13 anos , aproveita pega a metralhadora do carnaval e vai roubar , viva o brazil do 8 X 1 e seus eleitores maravilhados com o brazil da propaganda politica tudo lindo e belo , ai q maravilha . quem não gosta de policia é bandido eis minha singela e honesta pensativa opinião.

Responder

Enio

13 de fevereiro de 2016 às 14h08

Lava jato vê a luz no fim do túnel, mas é a luz da locomotiva LULA2018. #LulaEuConfio

Responder

Sérgio Barbosa

13 de fevereiro de 2016 às 15h00

Por que nós temos que respeitar este Juizinho, se ele não respeita as Leis?????!!!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

Fred Brasil

13 de fevereiro de 2016 às 14h45

Essa operação Lava jato já era. Será lembrada pelo prejuízo que deu ao país, pela ameaça ao estado de direito e pelos vazamentos pontuais.

Responder

Cléverson Acypreste

13 de fevereiro de 2016 às 14h30

#Morotucano

Responder

Fabio Rogers

13 de fevereiro de 2016 às 13h53

Cadeia para Lulaaaaa…

Responder

Fabio Rogers

13 de fevereiro de 2016 às 13h52

Vc ta delirando Silas… kkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

Geraldo Nascimento

13 de fevereiro de 2016 às 13h43

fim de um ciclo de mentiras e desmandos o pt ja era

Responder

Werickssen Motta

13 de fevereiro de 2016 às 13h23

Sabe aquele ditado ” Quem não deve não teme ” ?? Pois é … chega de choradeira e vitimismo PTistas …. se não tem nada de errado (oq é obviamente impossível) , deixa a rolar a operação e provar ao contrário ué …. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

Gustavo Saba

13 de fevereiro de 2016 às 12h22

É notória a ação devastadora desta geração neocrata. Nada, absolutamente, escapa ao seu potencial de dissolução. Haja vista que as discussões política tomam um tom de ofensa e buscam simplesmente suplantar a opinião do ‘oponente’. Se isso for saudável, então estaremos construindo uma consciência crítica em nossa sociedade. Do contrário, o sectarismo e a aversão tornarão crônico o que já anda mal: a nossa própria hegemonia.

Responder

Joge Moraes

13 de fevereiro de 2016 às 12h20

é o disfarce do lava golpe para passar como se toda a tentativa de golpe de Estado estava dentro da legalidade……

Responder

Fatima De Lourdes Rodrigues

13 de fevereiro de 2016 às 12h09

Cara Elvira Cereijo Rodriguez, tem que se investigar tudo ou deixem o Lula em paz. Se não fosse o PT, nada se saberia sobre as corrupções. Estaria td engavetado como é de praxe do PSDB. E a dívida externa? Na gestão FHC, devia-se horrores, o Brasil tinha que obedecer as regras impostas pelo FMI, viviam tomando emprestado, nada fizeram, então: onde foi parar o dinheiro? É as privatizações, cadê o dinheiro? Qto a esse item, trabalhei numa empresa que foi vendida por 339 bilhões e sei o que causou isso para os funcionários, não se sabe onde foi colocado esse dinheiro. Não precisa nem ser inteligente…

Responder

Thiago Luiz

13 de fevereiro de 2016 às 09h58

A operação lava jato foi criada antes das eleições de 2014, na espera de uma eventual vitória de Aécio PSDB. Após isso, a lava jato não terminaria, ela iria continuar até a eliminação total do partido do trabalhadores e tentar aproximação com o PMDB de uma forma ou de outra. Só que, para os interessados em encobrir seus crimes não tiveram êxito, perderam a eleição e o povo politicamente mais consciente agora quer ver essa operação pegar os criminosos tucanos e de outros partidos também que se imaginam imunes a justiça.
O PSDB e a mídia comprada estão com a bunda de fora e precisam de “justiceiros”.
A hora deles vai chegar. Não poderão entregar o país. Aécio perdeu.
http://dai.ly/x3r71zg

Responder

Maurilio Francisco de Assis

13 de fevereiro de 2016 às 10h15

o que era gestalpo mesmo ???

Responder

Josely Brasil

13 de fevereiro de 2016 às 08h16

A TRAGÉDIA DE NOSSA HISTÓRIA SE REPETINDO COMO FARSA!

Responder

Ieda Silveira

13 de fevereiro de 2016 às 07h05

Defenssor dos Tucanos! Que lei e Esta.

Responder

jose carlos lima

13 de fevereiro de 2016 às 04h52

Quando Lula foi eleito em 2002, a Globo fez um documentário emocionante. Bom salvá-lo antes que a emissora o apague….

https://www.facebook.com/100004059703763/videos/822047764607206/

Responder

Antonio Carlos Baioco

13 de fevereiro de 2016 às 06h05

SERGIO MORO FUTURO POLITICO DO PSDB..OU DEM..ESPEREM PARA VER..

Responder

Auxiliadora Machado

13 de fevereiro de 2016 às 04h51

A justiça dia após dia vai ficando mais desmoralizada. Pelo que estamos assistindo é parcial e arbitrária. Chega!

Responder

Max Miller

13 de fevereiro de 2016 às 03h51

Finalmente estão se dando conta que este cara é um canalha…

Responder

Raimundo Freitas Freitas

13 de fevereiro de 2016 às 03h49

Beleza, eu quero que ” comunista” se foda!

Responder

Ivam Cassemiro

13 de fevereiro de 2016 às 03h21

A Operação Lava Jato é uma versão brasileira da italiana “Mãos Limpas”. Que tiver elas sujas, que se arrebente.

Responder

Henrique Moraes

13 de fevereiro de 2016 às 02h20

Parabéns Mouro! O PT e esse partidos corruptos não passarão, nem esses sites patrocinados

Responder

Henrique Moraes

13 de fevereiro de 2016 às 02h20

Parabéns Mouro! O PT e esse partidos corruptos não passarão, nem esses sites patrocinados

Responder

João Donda

13 de fevereiro de 2016 às 01h58

Este cafezinho coado num cuecáo do pcdob é uma piada insólita . Só rindo muito destas infantilidades.

Responder

João Donda

13 de fevereiro de 2016 às 01h58

Este cafezinho coado num cuecáo do pcdob é uma piada insólita . Só rindo muito destas infantilidades.

Responder

José Maria Carvalho Jr.

13 de fevereiro de 2016 às 01h27

Só investiga quem a ele interessa, não?

Responder

José Maria Carvalho Jr.

13 de fevereiro de 2016 às 01h27

Só investiga quem a ele interessa, não?

Responder

Tiago Cavalcante

13 de fevereiro de 2016 às 01h17

Pense numa politicagem!

Responder

Tiago Cavalcante

13 de fevereiro de 2016 às 01h17

Pense numa politicagem!

Responder

Tormenta Maia

13 de fevereiro de 2016 às 01h06

Vira? Já é a um ano pelo menos…

Responder

Edson Luiz Raminelli

13 de fevereiro de 2016 às 01h00

Vira não.. Sempre foi.

Responder

Luiz Antônio Bordini

12 de fevereiro de 2016 às 22h58

Somente um regime militar aos moldes de 1964, poderá colocar a Nação Brasileira sobre os trilhos e sufocar de uma vez por todas os imbecis seguidores do não menos imbecil Karl Marx, um lixo como tantos outros com teorias antipopulares e natimortas.

Responder

Gerson Rodrigues

13 de fevereiro de 2016 às 00h55

O PT tem que contratar um Juiz e uma emissora de TV,urgente.

Responder

Leonardo Cruvinel

13 de fevereiro de 2016 às 00h51

Moro, sou seu fã. Vamos acabar com essa farra do PT. Estou contigo.

Responder

Vera Lu Cruz

13 de fevereiro de 2016 às 00h35

carnaval acaba e as máscaras caem.

Responder

Luiz Angelo

13 de fevereiro de 2016 às 00h20

Que a justiça seja feita!!

Responder

Jose Luiz Torres

13 de fevereiro de 2016 às 00h12

Voa tucaninho voa….

Responder

Flavio Gasparetto

13 de fevereiro de 2016 às 00h11

A justiça pela cara desse juiz, se tornou um prostíbulo de uma cafetina decadente…, lamentável!

Responder

    Az Botelho Paiva

    13 de fevereiro de 2016 às 01h49

    Flavio Gasparetto > Não se julga uma pessoa pela aparência. Principalmente quando se vai fazer uma acusação leviana como a que você fez sobre o Juiz Moro. Depois você recebe um processo nas costas, e vai dizer que não tem sorte, e que como o Lula, é mais um perseguido. Por acaso você não se lembra do caso do Clodovil que levou um processo, por ter chamado a Constituinte de Prostituinte? Pense!!!

    Responder

    Az Botelho Paiva

    13 de fevereiro de 2016 às 01h49

    Flavio Gasparetto > Não se julga uma pessoa pela aparência. Principalmente quando se vai fazer uma acusação leviana como a que você fez sobre o Juiz Moro. Depois você recebe um processo nas costas, e vai dizer que não tem sorte, e que como o Lula, é mais um perseguido. Por acaso você não se lembra do caso do Clodovil que levou um processo, por ter chamado a Constituinte de Prostituinte? Pense!!!

    Responder

    Flavio Gasparetto

    13 de fevereiro de 2016 às 02h04

    Como que você quer que um Juiz que diz que um processo é sigiloso e ele mesmo divulga o processo(no caso do sítio em atibaia) , depois agora no caso do publicitário, onde uma investigação é tão sigilosa que só quem fica sabendo é a imprensa e não o investigado?, como que um Juiz que deveria agir como a propriedade de um Juiz e se manifestar nos autos…, usa uma imprensa cretina para vazar informações como se não fosse ele…, e teria muito mais a dizer a respeito desse cidadão…, a contribuição financeira a PF sem que ela tivesse solicitado(segundo a PF) e outras tantas coisas…, o fato é, que ao agir assim como ele esta agindo, só quem fica desacreditado é a Justiça não é mesmo?????

    Responder

    Flavio Gasparetto

    13 de fevereiro de 2016 às 02h04

    Como que você quer que um Juiz que diz que um processo é sigiloso e ele mesmo divulga o processo(no caso do sítio em atibaia) , depois agora no caso do publicitário, onde uma investigação é tão sigilosa que só quem fica sabendo é a imprensa e não o investigado?, como que um Juiz que deveria agir como a propriedade de um Juiz e se manifestar nos autos…, usa uma imprensa cretina para vazar informações como se não fosse ele…, e teria muito mais a dizer a respeito desse cidadão…, a contribuição financeira a PF sem que ela tivesse solicitado(segundo a PF) e outras tantas coisas…, o fato é, que ao agir assim como ele esta agindo, só quem fica desacreditado é a Justiça não é mesmo?????

    Responder

    Maria Pinheiro

    13 de fevereiro de 2016 às 02h24

    Obrigada Flavio Gasparetto por esclarecer. Tá precisando. A raiva, tá cegando essas pessoas.

    Responder

    Maria Pinheiro

    13 de fevereiro de 2016 às 02h24

    Obrigada Flavio Gasparetto por esclarecer. Tá precisando. A raiva, tá cegando essas pessoas.

    Responder

    Jose Nascimento

    13 de fevereiro de 2016 às 23h16

    prostíbulo foi o q os canalhas petistas e aliados fizeram com o Brasil. o senhor parece q é despido de qualquer decência. FORA PT PARTIDO DE PESSOAS SEM MORAL E ÉTICA OU QUALQUER COISA DE CIVILIDADE.

    Responder

Maria Regina Novaes

13 de fevereiro de 2016 às 00h06

Puro pastelão!

Responder

Francisco Das Chagas Lemos

13 de fevereiro de 2016 às 00h02

Dr. Moro, pensei que a lava-jato, seria um marco para acabar a corrupção, virou uma caça ao PT, deixando os demais coçando o saco e rindo da Justiça. veja o que Vossa Excelência táfazendo com a sociedade. Acorde e cumpra a Lei.

Responder

    Az Botelho Paiva

    13 de fevereiro de 2016 às 01h40

    Francisco das Chagas Lemos > A pior coisa que existe é um desinformado se metendo a intelectual, principalmente quando o assunto é sobre política. Veja a lista dos que já foram denunciados, e me diga quantos deles são do PT. O PT esta em destaque na operação, porque são eles que estão no governo, e comandam todas as operações .
    http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/lava-jato-tem-119-reus-e-30-condenados/

    Veja a lista dos denunciados pelo MPF até agora:

    Alberto Youssef, doleiro

    Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobras

    Nestor Cerveró, ex-diretor da área Internacional da Petrobras

    Júlio Camargo, executivo da Toyo Setal

    Fernando Antônio Falcão Soares (conhecido como Fernando Baiano), lobista

    Waldomiro de Oliveira, operador de Youssef

    Carlos Aberto Pereira da Costa, advogado de empresa de fachada de Youssef

    João Procópio Junqueira Pacheco de Almeida Prado, operador de Youssef

    Enivaldo Quadrado, operador de Youssef

    Sérgio Cunha Mendes, vice-presidente da Mendes Júnior

    Rogério Cunha de Oliveira, diretor da área de Óleo e Gás da Mendes Júnior

    Ângelo Alves Mendes, diretor vice-presidente da Mendes Júnior

    Alberto Elísio Vilaça Gomes, representante da Mendes Júnior nos contratos com a Petrobrás

    José Humberto Cruvinel Resende, gerente da Mendes Júnior

    Antonio Carlos Fioravante Brasil Pieruccini, advogado ligado a Youssef

    Mário Lúcio de Oliveira, atuava na empresa GFD, ligada a Youssef

    Ricardo Ribeiro Pessôa, presidente da UTC Engenharia

    João de Teive e Argollo, funcionário da UTC Engenharia

    Sandra Raphael Guimarães, funcionária da UTC Engenharia

    Dalton dos Santos Avancini, executivo da Camargo Corrêa

    João Ricardo Auler, presidente do Conselho de Administração da Camargo Corrêa

    Eduardo Hermelino Leite, “Leitoso”, vice -presidente da Camargo Corrêa

    Marcio Andrade Bonilho, presidente do Grupo Sanko

    Jayme Alves de Oliveira Filho, agente da Polícia Federal

    Adarico Negromonte Filho, irmão do ex-Ministro das Cidades

    José Aldemário Pinheiro Filho, vulgo “Léo Pinheiro”, presidente da OAS

    Agenor Franklin Magalhães Medeiros, diretor-presidente da área internacional da OAS

    Mateus Coutinho de Sá Oliveira, diretor financeiro da OAS Petróleo

    José Ricardo Nogueira Breghirolli, executivo da OAS

    Fernando Augusto Stremel Andrade, funcionário da OAS

    João Alberto Lazzari, representante da OAS

    Gerson de Mello Almada, vice-presidente da Engevix Engenharia

    Carlos Eduardo Strauch Albero, diretor técnico da Engevix Engenharia

    Newton Prado Junior, diretor técnico da Engevix Engenharia

    Luiz Roberto Pereira, ex-diretor da Engevix Engenharia

    Erton Medeiros Fonseca, diretor presidente da Divisão de Engenharia Industrial da Galvão Engenharia

    Jean Alberto Luscher Castro, diretor presidente da Galvão Engenharia

    Dario de Queiroz Galvão Filho, presidente da Galvão Engenharia

    Eduardo de Queiroz Galvão, diretor presidente da Galvão Engenharia

    Responder

    Az Botelho Paiva

    13 de fevereiro de 2016 às 01h40

    Francisco das Chagas Lemos > A pior coisa que existe é um desinformado se metendo a intelectual, principalmente quando o assunto é sobre política. Veja a lista dos que já foram denunciados, e me diga quantos deles são do PT. O PT esta em destaque na operação, porque são eles que estão no governo, e comandam todas as operações .
    http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/lava-jato-tem-119-reus-e-30-condenados/

    Veja a lista dos denunciados pelo MPF até agora:

    Alberto Youssef, doleiro

    Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobras

    Nestor Cerveró, ex-diretor da área Internacional da Petrobras

    Júlio Camargo, executivo da Toyo Setal

    Fernando Antônio Falcão Soares (conhecido como Fernando Baiano), lobista

    Waldomiro de Oliveira, operador de Youssef

    Carlos Aberto Pereira da Costa, advogado de empresa de fachada de Youssef

    João Procópio Junqueira Pacheco de Almeida Prado, operador de Youssef

    Enivaldo Quadrado, operador de Youssef

    Sérgio Cunha Mendes, vice-presidente da Mendes Júnior

    Rogério Cunha de Oliveira, diretor da área de Óleo e Gás da Mendes Júnior

    Ângelo Alves Mendes, diretor vice-presidente da Mendes Júnior

    Alberto Elísio Vilaça Gomes, representante da Mendes Júnior nos contratos com a Petrobrás

    José Humberto Cruvinel Resende, gerente da Mendes Júnior

    Antonio Carlos Fioravante Brasil Pieruccini, advogado ligado a Youssef

    Mário Lúcio de Oliveira, atuava na empresa GFD, ligada a Youssef

    Ricardo Ribeiro Pessôa, presidente da UTC Engenharia

    João de Teive e Argollo, funcionário da UTC Engenharia

    Sandra Raphael Guimarães, funcionária da UTC Engenharia

    Dalton dos Santos Avancini, executivo da Camargo Corrêa

    João Ricardo Auler, presidente do Conselho de Administração da Camargo Corrêa

    Eduardo Hermelino Leite, “Leitoso”, vice -presidente da Camargo Corrêa

    Marcio Andrade Bonilho, presidente do Grupo Sanko

    Jayme Alves de Oliveira Filho, agente da Polícia Federal

    Adarico Negromonte Filho, irmão do ex-Ministro das Cidades

    José Aldemário Pinheiro Filho, vulgo “Léo Pinheiro”, presidente da OAS

    Agenor Franklin Magalhães Medeiros, diretor-presidente da área internacional da OAS

    Mateus Coutinho de Sá Oliveira, diretor financeiro da OAS Petróleo

    José Ricardo Nogueira Breghirolli, executivo da OAS

    Fernando Augusto Stremel Andrade, funcionário da OAS

    João Alberto Lazzari, representante da OAS

    Gerson de Mello Almada, vice-presidente da Engevix Engenharia

    Carlos Eduardo Strauch Albero, diretor técnico da Engevix Engenharia

    Newton Prado Junior, diretor técnico da Engevix Engenharia

    Luiz Roberto Pereira, ex-diretor da Engevix Engenharia

    Erton Medeiros Fonseca, diretor presidente da Divisão de Engenharia Industrial da Galvão Engenharia

    Jean Alberto Luscher Castro, diretor presidente da Galvão Engenharia

    Dario de Queiroz Galvão Filho, presidente da Galvão Engenharia

    Eduardo de Queiroz Galvão, diretor presidente da Galvão Engenharia

    Responder

Rose Andrade

13 de fevereiro de 2016 às 00h01

JUIZINHO MIDIATICO..

Responder

Leila Maria

12 de fevereiro de 2016 às 23h44

Operação perdeu total credibilidade.

Responder

Renato Bloisi

12 de fevereiro de 2016 às 23h42

#MoroDegradaçãoDoJudiciário

Responder

Edson Costa

12 de fevereiro de 2016 às 23h37

Está sendo constituída uma força tarefa de Juristas e Advogados tudo por causa de um barco, um sítio é um apartamento ??? Vamos convir tinha e tem condições financeiras limpas, declaradas para comprar os três e mais.,

Responder

    Andréa Oliveira

    12 de fevereiro de 2016 às 23h41

    Não por isso, óbvio.

    Responder

    Luiz Angelo

    13 de fevereiro de 2016 às 00h29

    Declarada a Hahhahahah

    Responder

    Carlos Abrunhosa

    13 de fevereiro de 2016 às 02h22

    A força tarefa é para se opor a todo o aparato midiático e jurídico de que a oposição está lançando mão para criminalizar coisas banais e manchar a memória do governante que retirou o Brasil da lista de devedores do FMI e resgatou milhões da pobreza e da miséria neste país.

    Responder

    Carlos Abrunhosa

    13 de fevereiro de 2016 às 02h22

    A força tarefa é para se opor a todo o aparato midiático e jurídico de que a oposição está lançando mão para criminalizar coisas banais e manchar a memória do governante que retirou o Brasil da lista de devedores do FMI e resgatou milhões da pobreza e da miséria neste país.

    Responder

    Max Miller

    13 de fevereiro de 2016 às 03h52

    Moro é um canalha filiado a um partido político. Obviamente recebe o dele por fora …

    Responder

    Fatima De Lourdes Rodrigues

    13 de fevereiro de 2016 às 11h59

    Concordo Max Miller.

    Responder

    Ivam Cassemiro

    13 de fevereiro de 2016 às 13h49

    Sr. Juiz. Mesmo em repúblicas das bananas, condição do Brasil atual. Políticos não devem e nem podem mentir. Nada contra o patrimônio de nenhum deles,a não ser que o sujeito negue ser o dono. Só para refrescar a memória de alguns, o Eduardo Cunha está sendo processado no Conselho de Ética da Câmara, e terá seu mandato cassado, não pelo dinheiro que tem fora do Brasil, mas sim por ter negado o fato na CPI da Petrobras.

    Responder

    Ivam Cassemiro

    13 de fevereiro de 2016 às 13h53

    E com o mandato cassado, Eduardo Cunha também cairá nas garras do Juizão Sérgio Moro.

    Responder

Elias Vieira

12 de fevereiro de 2016 às 23h34

o Azeredo também pensa assim ne

Responder

Romoaldo Faccin

12 de fevereiro de 2016 às 23h12

Vai trabalhar idiota

Responder

Cláudio Vieira Vieira

12 de fevereiro de 2016 às 23h12

#LulaEuConfio

Responder

Cláudio Vieira Vieira

12 de fevereiro de 2016 às 23h11

#17VouComLula

Responder

Elvira Cereijo Rodriguez

12 de fevereiro de 2016 às 22h59

Bem se vê q ele é petista, tem emprego garantido é está sendo pago por essa matéria vergonhosa. O passado de outros governos não vem ao caso, temos q olhar o presente q é um mar de lama.

Responder

    Carvalho Portela

    12 de fevereiro de 2016 às 23h07

    Se os governos passados não vem ao caso, pq tão perseguindo Lula?
    Faça VC uma auto análise. Haters… Idiotizados.

    Responder

    O Cafezinho

    12 de fevereiro de 2016 às 23h11

    Não vem ao caso?

    Responder

    O Cafezinho

    12 de fevereiro de 2016 às 23h12

    Mar de lama? Já ouvi essa expressão antes …

    Responder

    Marcos Pedroso

    12 de fevereiro de 2016 às 23h26

    kkkkkkkkkkkk digna de dó esta senhora…

    Responder

    Marquinhos Queiroz

    12 de fevereiro de 2016 às 23h57

    Revista veja e globo que fazem Idiotas-úteis!

    Responder

    Francisco Das Chagas Lemos

    13 de fevereiro de 2016 às 00h04

    Realmente a obra que FHC deixou foi um mar de lama.

    Responder

    Jane Pierobon Manzke

    13 de fevereiro de 2016 às 00h19

    se formos olhar os números de partidos corruptos na LJ, o PT, é um dos que menos tem investigados, e aí? parace q o PP é o campeão. a LJ não pode ser partidária, se quizermos ter uma democracia.

    Responder

    Luiz Angelo

    13 de fevereiro de 2016 às 00h22

    Todos os partidos são escória e quem os defende é pior ainda!

    Responder

    Henrique Messa Guarani-Kaiowá Beineke

    13 de fevereiro de 2016 às 02h41

    O Cafezinho Mar de lama? Claro, era a expressão usada para o segundo governo de Getúlio, então eleito democaticamente e populamente conhecido como “pai dos pobres”.

    Responder

    Henrique Messa Guarani-Kaiowá Beineke

    13 de fevereiro de 2016 às 02h41

    O Cafezinho Mar de lama? Claro, era a expressão usada para o segundo governo de Getúlio, então eleito democaticamente e populamente conhecido como “pai dos pobres”.

    Responder

    Ivam Cassemiro

    13 de fevereiro de 2016 às 03h14

    O Cafezinho- , o atual governo brasileiro, está chafurdando em um mar bem mais fedorento que o de lama.

    Responder

    Maria Nelci Leuchtenberger

    13 de fevereiro de 2016 às 04h41

    vc Elvira, perdeu a chance de ficar calada, sem nexo algum seu comentário, da até pena do seu analfabetismo politico.

    Responder

    Joao Lemos

    13 de fevereiro de 2016 às 04h41

    1) Falam muito do Moro, mas ele nem é tão importante assim. Vamos lembrar que ele é apenas um juiz de primeira instância, suas decisões poderiam facilmente ser reformadas pelo TRF, STJ e STF. Ele só toca esse projeto enorme que é a lava jato, que tem como um dos objetivos exterminar o PT, porque opera em conjunto com a grande mídia. As instancias superiores borram nas calças, com medo de virarem vilões.. Quem é o inimigo central, o partido de oposição, o projeto econômico e social oposto ao PT é o PIG. Sempre foi. O Lula foi frouxo, usou seu enorme capital político conquistado pelos ganhos sociais e econômicos entre 2003 e 2010, para apenas se manter no poder. Não enfrentou a globo em nenhum momento, como fazia o Brizola. Me lembro de ter ficado chocado quando, depois do massacre imposto contra a Dilma em 2010 pela Globo, com bolinha de papel e tudo, a primeira providência dela foi ir até a globo dar entrevista para o JN. Os dois, Lula e Dilma, foram covardes. Que chamassem a rede nacional uma vez por semana, denunciassem a manipulação, como os Kirchner faziam. Uma parte considerável dos ganhos econômicos se deu em função da sorte, de uma conjuntura internacional favorável. Quando a maré virou, o PT perdeu apoio, isso não foi culpa da Dilma. O pior de tudo é que isso era previsível, crises econômicas sempre acontecem, é impossível contar com céu de brigadeiro o tempo todo. Acho que o Miguel está revoltado com razão, porém se ele esfriar a cabeça, ele verá duas coisas: 1)O STF tem 8 indicados pelo PT. Se tivessem sido bem escolhidos, estariam contendo os excessos do Moro. A culpa é de Lula especialmente, que colocou gente como a Carmem Lúcia lá. O PT só está pagando pela sua incompetência. 2)A tese do Bernado Mello da folha é correta. O TSE terá de decidir entre a tese do Moro e a da dupla Dilma/Temer. O ponto é que a tese do Moro (criminalização do caixa 1 do PT) não tem base, eles só possuem os depoimentos de delatores, que estavam desesperados para se livrar da cadeia e de penas altíssimas (obtiveram em média 97% de redução das penas ao delatar).É absolutamente impossível dizer que os 8 milhões que a UTC doou ao PT são propina travestida, enquanto que os 10 milhões doados para o Aécio estão OK. O mesmo vale para os 20 milhões da Andrade para a Dima, enquanto os 25 para o Aécio seriam ok. A tese do juiz Moro é um escárnio nesse ponto. Acho difícil o TSE acatar uma coisa dessas, baseada apenas no gogó de delatores desesperados, sem nenhum email, nenhum áudio, vídeo, nada. Se isso passar no TSE, o PT ganha para o resto da história o discurso de que sofreu um golpe.

    Responder

    Ednaldo Vieira Costa

    13 de fevereiro de 2016 às 10h18

    Deve ter ganho algum com a turma do Fhc, AECIO, Serra, Laraukimi… Etc, aturma é grande, por isso a pressa de derrubar a Dilma e Lula.

    Responder

    Ivam Cassemiro

    13 de fevereiro de 2016 às 13h35

    Jane Pierobon Manzke – O João Vaccari Neto, tesoureiro do PT, e “operador” da máfia petista dentro da Petrobras, foi condenado a 15 anos e quatro meses, o André Vargas (PT) a pena semelhante. Quanto aos nomes de políticos citados em delações premiadas, referente a investigação do “petrolão” (PT), são apenas especulações. Você acredita que a camorra daria dinheiro ao inimigo?

    Responder

    Geraldo Nascimento

    13 de fevereiro de 2016 às 13h45

    concordo com vc elvira esse pessoal que se apoderou do poder agora morre de medo de ir pra cadeia e sai atirando pra todo lado

    Responder

    Heliane Ferreira

    13 de fevereiro de 2016 às 14h03

    Gente, perder tempo com robô, mavs e gente sem noção com absurdo falso moralismo partidario é perda de tempo. Não devemos dar “pérolas a porcos” .

    Responder

    Izabel Guedes

    14 de fevereiro de 2016 às 00h02

    Jesus misericórdia, quanta gente burra…papagaios da veja e da globo!

    Responder

    Alexandre Percegoni

    14 de fevereiro de 2016 às 03h49

    Heliane Ferreira. Com h. Deve ser uma mortadela morta de fome. Dilmãe vai pra Papuda. Calma.

    Responder

    Jane Pierobon Manzke

    14 de fevereiro de 2016 às 17h53

    Ivam Cassemiro apenas me refiro que a LV não dece ser jamais partidária. Farsa pro farsa sempre fico ao lado do trabalhador que é quem realmente paga as contas do país. Deve sempre exigir seus direitos embora toda a máquina pública não se dedique ao bem estar comum dos brasileiros.

    Responder

Marijo Bueno

12 de fevereiro de 2016 às 22h59

NA CARA DE PAU.O FHC, tem um apartamento na Franca no valor de 11 milhoes, outro apartamento em SP valor de 950 milhoes;Como FHC,adquiriu esses imoveis? De que forma obtido essa fortuna?Tem que investigar, porque ele vendeu mais de 125 estatais, como todos sabem a quadrilha dele c/ Jose Serra lavaram a fortuna nas ILHAS VIRGENS BRITANICAS. A denuncia citada no livro A PRIVATARIA TUCANA, foi o maoir roubo da historia; foi encvoberto p/ CPI e p/ Midia.Nenhum telejornal publicou se nao fosse essa denuncia ninguem saberia, ou poucas pessoas.Esse moro nao e Deus, tem que afastar esse juiz, nao e possivel proteger um partido que foi o pai dele que fundou, e uma protecao a mais

Responder

    Az Botelho Paiva

    13 de fevereiro de 2016 às 01h22

    “Sabe de nada inocente” Apartamento do FHC em São Paulo no valor de R$950.000.000,00 Só na sua cabeça tem um apartamento em São Paulo que vale este preço. Nem a Igreja do Edir Macedo com todo aquele esplendor tem este valor. Ah para oh!!!

    Responder

    Az Botelho Paiva

    13 de fevereiro de 2016 às 01h22

    “Sabe de nada inocente” Apartamento do FHC em São Paulo no valor de R$950.000.000,00 Só na sua cabeça tem um apartamento em São Paulo que vale este preço. Nem a Igreja do Edir Macedo com todo aquele esplendor tem este valor. Ah para oh!!!

    Responder

marcelo lima

12 de fevereiro de 2016 às 20h55

Miguel, faço das suas palavras às minhas palavras e mais alguma coisas: asquerosos, safadosos, pilantras da oposição e judiciário, juntamente com essa pgr. É isso.

Responder

Mauricio Gomes

12 de fevereiro de 2016 às 20h46

Esse juizeco fascista de CÚritiba, os procuradores almofadinhas e os meganhas da PF poderiam investigar, por exemplo, o Aébrio (citado 3 vezes), as posses do velhaco FHC, a sociedade da filha do Serra, os roubos no governo do Geraldo “sumiu a merenda” Alckmin, a família do Eduardo CÚnha, a mansão ilegal dos Marinho com conexões com empresas-fantasma ligadas à lava-jato, entre outros. Mas não, preferem gastar milhões pra contar o número de pedalinhos no sítio que o Lula frequenta e quantos pães sua esposa comprou numa padaria próxima. É simplesmente ridículo!

Responder

Helio Eduardo Pinto Pinheiro

12 de fevereiro de 2016 às 22h42

SE A JUSTIÇA DESTE PAÍS, NUNCA FOI ALVO DE ORGULHO E SEGURANÇA PRA NINGUÉM AQUI, HOJE, ULTRAPASSOU SUAS MARCAS E SOMA-SE ÁS OUTRAS A VERGONHA!!!

Responder

Nilton Medines

12 de fevereiro de 2016 às 22h42

A desfaçatez desses pseudos heróis é de doer pra uns o crime

Responder

Petralha Zuero

12 de fevereiro de 2016 às 22h41

Responder

    Az Botelho Paiva

    13 de fevereiro de 2016 às 02h24

    Petralha Zueiro > Conta ai, como é que você sabe que o “Falo” do Juiz Moro é fino? Ou você é mais um daqueles petistas que não dominam a língua portuguesa?

    Responder

    Az Botelho Paiva

    13 de fevereiro de 2016 às 02h24

    Petralha Zueiro > Conta ai, como é que você sabe que o “Falo” do Juiz Moro é fino? Ou você é mais um daqueles petistas que não dominam a língua portuguesa?

    Responder

Luiz Henrique

12 de fevereiro de 2016 às 22h40

MORO MOLEQUE DE RECADO DA REDE ESGOTO DE TELEVISÃO.

Responder

    Moacir Coelho da Gama

    12 de fevereiro de 2016 às 23h54

    Esse Luiz Henrique e mais um picareta desse cafezinho.

    Responder

    Luiz Henrique

    13 de fevereiro de 2016 às 00h01

    Moacir Coelho da Gama ,PROVE O CONTRARIO, QUE VC MI CONVENCE, SE NÃO VOU CONTINUAR COM O MESMO PENSAMENTO, ATÉ LA ,É LULA PRESIDENTE DO BRASIL MAIS UMA VEZ, O MAIOR E MELHOR PRESIDENTE VOLTARA EM 2018, LULA EU CONFIO E RESPEITO, EM 2018 EU VOTO LULA, EU VOTO PT.

    Responder

    Max Miller

    13 de fevereiro de 2016 às 03h54

    Moro é um canalha..

    Responder

Gustavo Gervásio

12 de fevereiro de 2016 às 22h31

E o governo nada!!!

Responder

Deixe um comentário