Fundador do Instituto Ideia vê chance de Lula vencer no 1° turno

Mario Magalhães: ‘República de bananas é país que rasga 54 milhões de votos’

Por Redação

10 de maio de 2016 : 19h33

Foto: Mídia Ninja

República de bananas é país que rasga 54.501.118 votos

por Mario Magalhães, no UOL

O tal Waldir Maranhão levou mais bordoadas em um dia do que Eduardo Cunha em quinze meses como presidente da Câmara.

Adjetivos corrosivos e substantivos pejorativos, empoeirados pela falta de uso, dardejaram o deputado que ousou declarar ilegal e ilegítima a sessão da Câmara que deu sinal verde ao impeachment da presidente constitucional Dilma Rousseff.

Denunciaram a “manobra” do obscuro Maranhão, mais tarde revogada, tamanha a fuzilaria contra ele.

As manobras infindáveis, manjadíssimas e inescrupulosas de Cunha para depor a governante eleita pelo voto popular não foram tratadas assim.

Dois pesos, duas medidas. E uma hipocrisia do tamanho do mundo.

Dos mais pedantes aos mais histriônicos, muita gente proclamou em coro que Waldir Maranhão, presidente interino da Câmara, transformou o país numa república de bananas.

Perdão pela obviedade ululante, mas é preciso dizer: uma das características essenciais das velhas republiquetas bananeiras latino-americanas era – e é – o desprezo pela soberania do voto popular.

Ganhou na urna? E daí? A preferência dos eleitores era – é – constantemente sufocada por transações e interesses avessos à democracia.

Eduardo Cunha, com mandato de deputado federal suspenso pelo STF, apressou-se em declarar “absurda” e “irresponsável” a decisão de Maranhão.

Cunha, quem diria, pegou mais leve do que alguns operadores em surto.

Em tons diferentes, reafirmou-se a ampla coalização pró-impeachment, que vai de Eduardo Cunha aos que juram não ter uma só convicção em comum com o belzebu.

Bastou verem ameaçado o golpe de Estado em curso – impeachment sem prova de crime é golpe – que certo pessoal falou como viúva de Cunha.

Estranho país, onde vicejam viúvas da ditadura e viúvas de Eduardo Cunha.

Não só: ao avacalharem o governador do Maranhão, Flávio Dino, revelaram-se também viúvas de José Sarney e sua família.

Para quem não sabe, se isso é possível: os Sarney conspiraram ativamente pela derrubada de Dilma.

Assim caminhamos: parlamentares acusados e suspeitos dos crimes mais cabeludos, associados a um empresariado historicamente corruptor, estão na bica para depor uma mulher honesta e honrada.

Legitimada por 54.501.118 votos.

E o problema é o Waldir Maranhão…

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

9 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo Oliveira

11 de maio de 2016 às 01h42

LAMENTO… mas o PROBLEMA é também o povo…. ô povinho bunda mole que somos…. por isso eles fazem o que fazem…por isso dao risadas de nossas caras o tempo todo…. por isso tem cinismo pra dizer que petroleo vira lodo ou é onus pro Brasil…. ou ocupamos o senado por dias dias e dias e aguentamos as consequencias pela luta a favor da democracia… ou nao adianta ficar de bla bla bla…

Responder

Maat

10 de maio de 2016 às 22h18

Eu não digo nada, só observo, mas essa votação não terminará amanhã, ñ, estamos num golpe… Então….

Responder

Antonio Paulo Costa Carvalho

10 de maio de 2016 às 21h49

Parece que, inicialmente, Maranhão queria mostrar a falta de motivos jurídicos para o golpe, mas viu que, com a caneta na mão, não teria sentido só mostrar, mas poderia ir além, anular as sessões. Fora isto, o que se percebe, é que as elites brasileiras com o tempo, vão construir um esquema igual ao existente nos EEUU. Com isso, evita que as esquerdas não cheguem ao Poder, mas apenas as elites do capitalismo.

Responder

Dura_Realidade

10 de maio de 2016 às 21h09

Mas… O próprio PT escolheu Temer para ser 50% da Chapa (2x seguidas) presidencial com Dilma….
Michel Temer recebeu os mesmos 54 milhões de votos…
Sabe aquela ideia de defender a “democracia” e a “Constituição”, bom, é assim que funciona…

Responder

Marcio,São José dos Campos, SP

10 de maio de 2016 às 20h59

A imagem fala mais que mil palavras.

Responder

James Stewart

10 de maio de 2016 às 20h24

Por que não tem vela preta nessa reza?

É o que a Globosta merece: caixão e vela preta.

Responder

Marcia Pozenato

10 de maio de 2016 às 19h52

Não voto mais em ninguém

Responder

Júnior Antunes

10 de maio de 2016 às 19h49

Na foto tão queimando até a UOL que é a mais esquerdista de todas.
Ta feia a coisa hein.

Responder

    Paulo Oliveira

    11 de maio de 2016 às 01h40

    uol esquerdista?????/ bonito o seu para quedas ein

    Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina