Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Ataque de Temer aos blogueiros indica a imposição do pensamento único

Por Miguel do Rosário

21 de maio de 2016 : 10h45

Foto: Jornalistas Livres

Contra os “blogueiros sujos”

Por Maurício Dias, na Carta Capital

Ao entrar no quinto dia útil de exercício do poder, excluído o primeiro fim de semana, o presidente provisório Michel Temer aplicou um golpe duro na liberdade de expressão.

Naquele dia, 18 de maio, a Secretaria de Comunicação do governo provisório enviou aos blogueiros, hoje influentes porta-vozes de setores da opinião pública, um comunicado oficial de que os contratos de publicidade com os órgãos do governo estavam interrompidos. Triste novidade para eles e para os que vierem depois.

Embora não seja aqui o primeiro lugar, ou o único, a badalar os sinos, é possível anunciar o risco da emergência do obscurantismo no País. Isso ocorre pouco mais de 30 anos após o derradeiro suspiro da ditadura de 21 anos. Grave demais? Talvez.

Que restrição é essa? Prenúncio do governo provisório de Temer? De fato, a medida reflete a consolidação de um pensamento único imposto no País. Quem pensar diferente pode perder a cabeça, sem necessidade de invocar a presença do monsieur Guillotin.

Transposto do plural para o singular, o governo destruiu um modesto contrato financeiro, no mundo virtual, incapaz de comprometer o desventurado déficit fiscal. É importante, no entanto, para os blogs e para o exercício democrático da liberdade de expressão.

Embora em outro plano, serve como referência, neste caso, a situação excepcional de José Catalão, que servia café no Palácio do Planalto e foi demitido por suspeição de ser petista. Ele se orgulha de ter servido a Temer como vice-presidente.

Catalão, garçom solícito, pode tornar-se o ícone do trabalhador exonerado no projeto econômico arquitetado agora por Henrique Meirelles, ministro da Fazenda.

A ausência da publicidade tem condições de sufocar os blogueiros. Assim como pode frear o ímpeto do restrito círculo monopolista dos barões da imprensa. Este não é assunto, porém, para o presidente provisório. A imprensa ainda é um setor da economia dependente da publicidade governamental.

No mundo novo da internet, a veiculação da publicidade ainda se guia pela discutível relação utilizada para a mídia impressa. Ou seja, a aplicação da mídia técnica que sobrepõe a potencial circulação do veículo à qualidade do conteúdo veiculado. Usa-se um conceito velho neste mundo novo, ainda mal avaliado,  invadido, sem permissão, pelos blogueiros.

A decisão repercute no mundo virtual. Mas não se daria não fosse, objetivamente, a vingança contra os chamados “blogueiros sujos”. Ou seja, aqueles que não engoliam o prato que a mídia conservadora oferecia diariamente. Com raras exceções na mídia impressa, falada e televisada, eles atacaram com vigor, na batalha contra o golpe, as deturpações disseminadas diariamente pela oposição ao governo de Dilma Rousseff.

Em outras palavras, combateram a manobra golpista que, ao fim e ao cabo, não foi contida. 

A decisão restritiva, punitiva, imposta pelo governo Temer talvez seja apenas o recomeço de uma velha história.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

12 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Maria Luisa

23 de maio de 2016 às 15h22

Temer quer sufocar os blogueiros independentes e que lutam pela pluralidade da informação e ao mesmo tempo esta nas mãos dos Irmãos Matralha; tera que dar todo o ouro da coroa para o grupo Globo, Veja, época, Estadão e todos os apoiadores do golpe.

Responder

Antonio Paulo Costa Carvalho

21 de maio de 2016 às 17h51

Temer teme a comunicação, eis porque esta medida. Se a ministra Rosa tinha dúvida que havia um golpe, agora tem que ter certeza. Assinaturas pode salvar as mídias sociais. Farei isto no início de junho próximo. Vamos fazer uma campanha para 1 milhão de assinaturas. Que tal?

Responder

Apolônio

21 de maio de 2016 às 17h29

Os blogs progressistas podem perfeitamente sobreviver de propagandas, banners e doações de internautas. Isto num raciocínio simples. Os blogueiros progressistas em sua maioria escrevem e lutam por um ideal, e, ademais, muitos já estão acostumados a uma vida mais simples, sem grandes gastanças. A blogosfera veio para ficar ! Não adianta o outro lado espernear e tentar solapar o progresso. Precisamos de estar cada vez mais nas ruas ! Precisamos de conversar mais com o povão e explicar o que de fato está acontecendo em nosso pais.

Responder

Marcos

21 de maio de 2016 às 14h40

Com o golpe, Dilma sai vitoriosa, mesmo que moralmente. Quem vai para a lata de lixo da história é o que há de pior no Brasil: FHC, Temer, Serra, Alckimin, Aócio, Cunha etc. Não adianta censurar a verdade, a história é implacável. Hoje, ninguém fala “revolução de 64” mas golpe de 64. Amanhã, ninguém falará impeachment mas golpe branco, golpe frio, golpe parlamentar, golpe político, golpe de estado, enfim, golpe. O historiador arguto vai buscar suas fontes não na imprensa marrom (rede golpe, folha, estadão, veja) mas sim nos blogs, em seus textos e comentários. Os golpistas ganharam mas não levaram. Ratos que são tem o seu lugar certo na história: a latrina.

Responder

Ita Marques

21 de maio de 2016 às 14h05

É verba pública que o povo tem que entender que em outros países, os mais civilizados, se é que assim possam ser denominados, a informação tem que circular em veículos de direita e esquerda, o povo paga os impostos quando compra qualquer produto e a verba tem que ser dividida igualmente para os blogs, as rádios, as TVs etc. A grande mídia recebe boa parte e os blogs recebiam pouco patrocínio em relação ao PiG, então tá errado. Outros países dividem de forma mais democrática.

Responder

guilhermenagano .

21 de maio de 2016 às 13h18

Observando esse site percebo a dependencia de verbas governamentais…

Responder

    Adma Viegas

    21 de maio de 2016 às 14h10

    O Cafezinho não recebe verbas governamentais. Recebe a minha verba. Eu o assino, e com satisfação

    Responder

      guilhermenagano .

      21 de maio de 2016 às 14h48

      As propagandas do Gov Federal, Banco do Brasil, Caixa mostram uma outra realidade….

      Responder

        Adma Viegas

        21 de maio de 2016 às 23h04

        Mas os blogs podem sobreviver sem elas.

        Responder

          guilhermenagano .

          22 de maio de 2016 às 21h29

          Veremos, mas por meses estavam dando risada dos jornalistas peredendo empregos nos jornais tradicionais! Agora sem as verbas, quero ver se vão manter todos os empregos…

Fábio Brito

21 de maio de 2016 às 13h51

https://rebeldesilente.wordpress.com/2016/05/20/carta-aberta-aos-parlamentares-do-pt-deputados-federais-e-senadores-dirigentes-e-filiados/

O que estamos fazendo agora, na internet, vai resolver o problema em que estamos?

Vomitaços irão REEMPOSSAR A DILMA NO PLANALTO E ACABAR COM O GOLPE???

Peço a todos os amigos da DEMOCRACIA, que COMPARTILHEM, com todos de sua lista, esta carta, PORQUE PRECISAMOS IMPEDIR QUE ESTE GOLPE SE CONSOLIDE!!!

Os militantes da esquerda fazem o que podem, sem ter uma direção mínima, sem ter uma articulação que os encaminhe a ações mais efetivas. Isoladamente, estão pela internet a promover “VOMITAÇOS”, compartilham vídeos engraçados, ridicularizam os “coxinhas” e os golpistas, e, no entanto, nada desta energia está sendo canalizada para a REAL SOLUÇÃO do problema que temos: IMPEDIR O GOLPE, REEMPOSSAR A DILMA E GARANTIR O ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO.

?#?AssembleiaNacionalPopularConstituinte?

Responder

C.Pimenta

21 de maio de 2016 às 13h12

A recepção apoteótica que a Presidenta Dilma recebeu em Belo
Horizonte confirma a impressão generalizada de quê sua heróica determinação em
defender o mandato popular que lhe foi conferido por mais de 54 milhões de
brasileiros a agigantou perante a opinião pública, depois do início do processo
de “impeachment” (apelido que os golpistas deram ao golpe). Parece
até que ela foi absolvida dos muitos e graves erros cometidos no início de seu
governo, principalmente a passividade com que se comportou diante de um golpe
em andamento desde de quê foi reeleita e que estava claro para seus os que
acompanham de perto a vida política do país. Ajudou muito também a truculência
com que tem se comportado o governante impostor e ilegítimo que representa os
golpistas, formando um “ministério” que mais parece um bando de
malfeitores e ainda o brutal contraste entre a integridade de Dilma e as
suspeitas que pesam sobre o traidor golpista que tomou de assalto o Palácio do
Planalto levado pelo golpe midiático-parlamentar, caminhando para se tornar
midiático-parlamentar-judicial, inclusive porquê foi iniciado pela tosca
“operação lava jato”, montada exclusivamente para perseguir
politicamente os líderes do PT. O quê também torna destacada a ovação recebida
pela Presidenta em Belo Horizonte é o fato de quê a capital mineira foi a única
dentre as cidades maiores de MG onde Aécio venceu:

https://www.youtube.com/watch?v=ElcmzPKWDnk

Responder

Deixe um comentário