Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Maior comediante americano da atualidade zomba das Olimpíadas no Rio: “Brasil, venha pelos esportes, fique porque está morto”

Por Redação

30 de junho de 2016 : 08h18

Foto: Reprodução/ CBS

por Carlos Eduardo, editor do Cafezinho

Não me entendam mal, por favor.

Não possuo nenhum complexo de vira-latas, muito menos participei daqueles movimentos em 2014 que torciam para tudo dar errado na Copa do Mundo, na expectativa de que um vexame internacional pudesse prejudicar a imagem da presidenta Dilma Rousseff.

A escolha do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos de 2016 foi uma vitória, não apenas de Lula, mas de todos os brasileiros que acreditam na capacidade do país de realizar grandes eventos internacionais.

No entanto, lá atrás, em 2009, ninguém podia prever um golpe de estado.

Imagino o que deve estar passando pela cabeça do prefeito do Rio, Eduardo Paes, ao ver seus colegas Michel Temer e Eduardo Cunha, levando o país ao caos às vésperas dos Jogos Olímpicos, justo quando todas as atenções do mundo estarão voltadas para nós.

Na cabeça de Paes, sem dúvida alguma, a realização dos jogos seria a sua consagração como um dos melhores prefeitos do Rio nas últimas décadas — ao menos no imaginário popular. O homem que transformou a cidade maravilhosa e sediou a primeira Olimpíada da América do Sul. Feito que possivelmente tornaria-o num presidenciável, não em 2018, mas quem sabe em 2022.

Mas tudo indica que o tiro saiu pela culatra.

Dias após aquele show de horrores na Câmara, quando deputados aprovaram o impeachment da presidenta Dilma em defesa de ‘Deus, da família e dos netinhos’, o New York Times publicava matéria com o título: ‘Partido que criou bagunça no Rio, agora governa o Brasil’.

O golpe bananeiro e o modo peemedebista de governar tornaram o Rio de Janeiro e as Olimpíadas motivo de chacota para comediantes como Stephen Colbert.

Para aqueles que não ligam o nome a pessoa, ele é considerado hoje o melhor e mais brilhante comediante norte-americano em atividade.

Colbert ganhou notoriedade como correspondente do programa de Fake News, The Daily Show with Jon Stewart, com o quadro Even Stephen, onde Stephen Colbert e Steve Carell – sim, antes de virar um astro em Hollywood ele foi coadjuvante no Comedy Central – debatiam temas polêmicos como religião, drogas e aborto, com muito humor e nonsense.

Acredito que um dos quadros mais engraçados já produzidos na TV americana seja este, em que Colbert e Carell discutem qual das duas maiores religiões do mundo está correta: islã ou cristianismo?

Ele fez tanto sucesso que em 2005 ganhou o próprio programa: Colbert Report, onde interpretava um republicano ultraconservador e narcisista, que se orgulhava de não pensar com o cérebro, mas sim com os instintos (a palavra exata era gut, que em inglês também é sinônimo para intestino, ou vísceras, o que dá margem para outras interpretações).

Após dez anos a frente do Colbert Report, Stephen foi convidado pela CBS para substituir ninguém mais ninguém menos que David Letterman, como anfitrião do Talk Show mais respeitado dos Estados Unidos: o Late Show.

Por tudo isso Stephen Colbert é considerado hoje o maior comediante da TV norte-americana e, não tenham dúvidas, seu mais recente quadro sobre o possível fracasso dos Jogos Olímpicos de 2016 será um viral ao redor do mundo, para o lamento de nós brasileiros.

O mais preocupante de toda essa história é que os roteiristas de Stephen Colbert não escreveram nenhuma mentira.

Ele começa o quadro citando o atual governador em exercício, Francisco Dornelles, que recentemente disse: “Os Jogos Olímpicos podem ser um grande fracasso”. Colbert faz chacota com a declaração do governador e diz que isto é um bom sinal já que até pouco tempo atrás as Olimpíadas no Rio “pareciam uma enorme catástrofe”.

Em seguida dá uma alfinetada na crise de segurança pública e faz outra referência ao governador Francisco Dornelles, que em entrevista ao jornal O Globo, concedida no início desta semana, afirmou que a segurança do estado do Rio de Janeiro está sob ameaça, pois não há sequer dinheiro para pagar a gasolina dos veículos da polícia militar.

Colbert cita ainda o jornalista Michael Smith, correspondente da Bloomberg e Business Week no Brasil, que divulgou ao mundo uma manifestação de policiais e bombeiros militares no Aeroporto Internacional Tom Jobim, com uma faixa escrita: “bem vindo ao inferno”.

Por último, o comediante critica a epidemia de Zika Vírus que vem afastando atletas da competição e conclui o quadro mencionando a execução da onça Juma, mascote dos jogos, morta pelo exército brasileiro após a passagem da tocha olímpica em Manaus.

Veja o vídeo:

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

39 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Arnaldo

13 de novembro de 2016 às 00h33

E agora americanos, voçês não zombarão das olimpiadas no Brasil.
Más fomos bem sucedidos no final, e voçês.
Agora é nossa vez de rir de voçês, a final (elegerão um
palhaço para Presidencia Americana), E agora até a estatua da liberdade está com
(vergonha de olhar para mundo.) KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.

Responder

Natália Schneider

09 de julho de 2016 às 21h22

Lá em 2009 quando fomos escolhidos, também não escapamos da chacota feita por Robin Williams… Infelizmente, é essa imagem que temos lá fora e comediantes como ele pegam carona e fazem piada disso mesmo… Não vou citar o Gentili pois ele faz por ser partidário mesmo, e isso não tem nada a ver em apoiar um governo ou não. Enquanto continuarmos com essa imagem e agora mais com esse caos e com esse golpe vergonhoso, vamos também continuar sendo motivo de chacota…

Responder

Fabio Fabio

02 de julho de 2016 às 23h24

É algo como o Danilo Gentili estadosunidense, desprezível
.

Responder

Francisco PG

02 de julho de 2016 às 20h27

Sobre o vídeo de hoje de Stephen Colbert.

Somos motivo de chacota pelo mundo inteiro por causa de poucas pessoas, indiscutivelmente irresponsáveis, seguindo um padrão PT / PMDB de esconder os problemas.do cotidiano.

Quem parte de um Governador de dois mandatos chamado Sergio Cabral (como ajudou seu amigo que tem terrenos amplos na cidade do RJ para construir coisas para a Olimpíada, começando com o inicio daquela missa papal que nunca aconteceu) para o Pezão e ao final, hoje, para o longevo (não está com 90 ou próximo?) Dornelles, não poderia NUNCA esperar que essa Olimpíada pode dar certo.

Os emissários submarinos inconclusos, com tudo quanto é dejeto, e merda MESMO, há décadas dizem quase tudo. A moratória da Saúde daquele Estado, há 50 anos maravilhoso e que vem piorando dia a dia com mais favelados que moradores, disputando espaços com tiros de fuzil de calibres os mais fortes possíveis mostra o fracasso de administradores como esse Eduardo Paes, um excelente deputado federal que virou um Prefeito de merda por duas legislaturas, desbocado, trapalhão, mal administrador em tudo que fez.

Construir algumas obras não faz de ninguém um imortal de jeito nenhum, mesmo porque é evidente, pelos valores, que o superfaturamento comeu solto naquele Estado. Para finalizar, junto com São Paulo, Minas e os Estados do Sul, o RJ também manda para Brasilia cerca de 10 vezes o que recebe de volta do espúrio e pernicioso Governo Federal, que aparelhou o Supremo Tribunal Federal ao ponto de NENHUM nome expressivo do PMDB de Michel Temer, Presidente interino, ser conduzido para o lugar devido : a prisão.

E olhem que muitos petistas são alvo de múltiplas investigações CADA UM e são tratados com o mesmo beneplácito judicial, continuam rodando, andando, falando e fazendo o que querem com o faz-de-conta-que-não-vi de ministro(s) do STF, alguns favorecidos por concessões as mais variadas, desde jatinho a nomeações para desembargadoras de advogados jovens.

A vergonha não é esse tripudiador americano fazer pilhéria do Brasil, já que o País dele é uma merda, apenas com o domínio do consumo mundial junto com a China e no mais, pior, em segurança, que o Brasil.

A vergonha está aqui dentro, na passividade de quem deveria fazer as coisas acontecerem, limparem nossos esgotos, na direção correta e não o fazem. Nossa vergonha é interna, não os programas americanos, israelenses, coreanos, japoneses que já foram passados em posts nesse Facebook recentemente.

Responder

Maria Helena

02 de julho de 2016 às 02h01

*engolir

Responder

Maria Helena

02 de julho de 2016 às 01h59

Li esperando por um desfecho que não fosse descritivo, a matéria é quase uma apresentação do vídeo que é legendado, então se torna desnecessária. A discussão poderia ter sido iniciada, como nos sentimos com esse vídeo que, apesar de falar a verdade, causa raiva também. É uma pena que tenhamos que engulir essas verdades vindas de fora, incomoda mesmo. Mas é verdade, são verdades. A questão é que nos reconhecemos como participantes desse momento histórico e terrível que o país atravessa. Nossos políticos, ridículos em sua grande maioria, nos envergonham a mais não poder, a população, em sua grande maioria, na retranca fingindo que não esta vendo a gravidade deste governo ilegítimo que vai destruir conquistas de anos, e agora com as olimpíadas aqui no Rio ainda temos que manter a calma e torcer para não haver nenhum desastre. Que bom que ele não falou da ciclovia, quem sabe não soube…

Responder

Maurilio

01 de julho de 2016 às 17h42

Também não tenho complexo de vira-latas. Reconheço que muito do que o comediante fala é verdade. Mas os americanos também fariam bem se aplicassem parte dos bilhões que gastam em armas de guerra e caseiras para oferecer um sistema de saúde gratuito nos moldes do SUS para os 55 milhões de americanos que não têm assistência médica de espécie alguma. Ou cuidar das 22 milhões de crianças abaixo da linha da pobreza. Ou diminui o número excessivo de presos nos presídios – a maior população carcerária do planeta, cerca de 2 milhões de pobres/negros presos! E garantir que, ao irmos para NY ou qualquer outra grande cidade americana trabalhar ou estudar, não corramos o risco de sermos baleados por um ex-empregado louco ou veterano de guerra, ou atingidos por um avião dentro de um centro comercial ………….. e por aí vai…….

Responder

    Ancelmo Mariano

    02 de julho de 2016 às 23h25

    Maurilio esta na hora do povo brasileiro cair na real o cara esta com toda razão o brasil virou piada não é mais respeitado la fora isso prejudica tudo estamos sendo afundados por governantes corruptos durante décadas! o rio que é nosso espelho esta em estado de calamidade morros cheios de traficantes com armamentos pesados !! situação esta feia no brasil inteiro

    Responder

      Maurilio

      09 de julho de 2016 às 18h52

      Eu vivo a realidade brasileira mas também conheço a realidade americana. Se ele pode falar do lado ruim da realidade brasileira, nós também podemos falar do lado ruim da realidade americana. Aliás esta semana 2 franco-atiradores mataram 5 policiais e mandaram mais 5 para o hospital. E não foi em nenhum morro brasileiro….. Então, no presente caso, é o roto falando do rasgado…

      Responder

James Ferreira Gressler

01 de julho de 2016 às 12h57

Ajudinha a esse boboca Stephen:”Venha pra uma Universidade Americana e volte num bodybag após uma das chacinas semanais”.

Responder

Adriano Filho

01 de julho de 2016 às 12h31

Neste texto do comediantes existem verdades (calamidades) ,
preconceitos (O olhar do “outro”; será que ainda dizem que Buenos Ayres é a capital do brasil?), inveja (perdendo a disputa pela realização das olimpíadas), sensacionalismo ( precisam “vender” entretenimento; e diziam que a copa do mundo tb seria um fracasso)

Responder

Adriano Filho

01 de julho de 2016 às 12h29

Neste texto do comediantes existem verdades (calamidades) , preconceitos (O olhar do “outro”; será que ainda dizem que Buenos Ayres é a capital do brasil?), inveja (perdendo a disputa pela realização das olimpíadas), sensacionalismo ( precisam “enterternimento”(diziam que a copa do mundo tb seria um fracasso)

Responder

Rachel de Queiroz

01 de julho de 2016 às 12h24

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Tudo verdade

Responder

Henrique Dias

01 de julho de 2016 às 09h57

Stephen é o Tiririca americano.

Responder

Antonio Passos

01 de julho de 2016 às 05h08

Stephen quem ? Desculpe eu sou velho, conheci gente muito melhor. Ele deveria fazer um programa falando sobre as OLIMPÍADAS DA FOME em 1932, quando os EUA tinham um desemprego de 27 % (VINTE E SETE por cento) e milhões tinham como única refeição a sopa que o governo distribuía.
Ele poderia também fazer uma graça com o apoio dos EUA a um GOLPE que o MUNDO condena. Estranho não é, um só país achar tudo certo por aqui.
Infelizmente os brasileiros ajudam, como estes que foram para o aeroporto, não para protestar com justiça pelos seus salários, mas para exibir aos gringos nosso subdesenvolvimento. O correto seria ir para a porta dos bandidos que nos governam aqui no estado.

Responder

Biana

30 de junho de 2016 às 20h59

Quem desdenha quer comprar…..

Notei uma certa invejinha gringa , e um quê de Trumpolho

É esquisito uma cidade que sempre esteve na vanguarda eleger um partido retrógrado …

Responder

    Antonio Passos

    01 de julho de 2016 às 05h41

    Eles não suportaram a derrota para o Rio. O palhaço devia fazer graça com as Olimpíadas milionárias que os EUA fizeram, com o povo americano morrendo de fome, em 1932.

    Responder

robertoAP

30 de junho de 2016 às 19h17

E olha que ele ainda não começou a criticar o governo golpista brasileiro, que inventou uma nova ditadura, “A Revolução dos Ladrões de 2016”. A Republiqueta Cucaracha da Roubalheira(RCR), também é o Inferno e o Fundo do Poço, a TERRA DE ENCANTOS MIL.

Responder

Sue

30 de junho de 2016 às 17h28

OS PAISES DEVERIAM BOICOTAR AS OLIMPIADAS E OS ATLETAS BRASILEIROS DEMOCRATAS TAMBEM DEVERIAM BOICOTAR ESSA DROGA ATE QUE A DEMOCRACIA RETORNE AOS BRASILEIROS.

Responder

Rachel

30 de junho de 2016 às 17h01

O imbecis que foram para as ruas pedir a cabeça da Dilma devem estar satisfeitos. Nós estávamos começando a ser um país respeitado. Agora somos motivo de chacota e, com razão , do mundo todo. Os imbecis agora vão ser avacalhados em Miami, até por cachorro de rua. Mas devem achar bom…

Responder

    Soraya Martinez

    30 de junho de 2016 às 21h08

    Com certeza hoje estamos sendo motivos de chacota mundo afora. Passamos por um período em que éramos respeitados mas, agora somos vistos lá fora, como um “pais de mierda” e por que? Por causa do maldito GOLPE!

    Responder

    Leopoldo Pereira

    30 de junho de 2016 às 23h42

    Disse tudo! Estou nem aí para aquilo que for acontecer. Os coxinhas conseguiram rebaixar o Brasil. Devem estar orgulhosos.

    Responder

César Augusto Martins

30 de junho de 2016 às 14h04

Me perdoe mas este Sr Duduzinho Paes tem mesmo é num “Complexo de Pereira Passos”. Vai…aliás já enterrou a cidade em dívidas catastróficas (coisas do PMDB) para intervir onde não precisava (cadê as vigas?) e largar problemas de lado (gargalos da Linha Amarela). Estocolmo recusou olimpíadas, mesmo com capacidade de dinheiro. Porque? Por que tem mais coisas que fazer (e não tem problemas crônicos como aqui)…

Responder

    Antonio Passos

    01 de julho de 2016 às 05h14

    Não misture alhos com bugalhos. Estocolmo não tem nada a ver, aliás já fez sua Olimpíada há mais cem anos. Os EUA fizeram uma Olimpíada caríssima em 1932, com 27% de desemprego e milhões passando fome. Cada caso é um caso. Para o Brasil a Olimpíada poderia ser o salto, mas infelizmente cucarachas preferem rastejar. Não me refiro a você.

    Responder

      César Augusto Martins

      02 de julho de 2016 às 18h26

      Comparar as economias estadunidense e brasileira, isto sim misturar alhos com bugalhos. Só não enxerga quem não quer, um Estado falido, com todas as instituições quebradas e uma Cidade indo para o mesmo caminho. O salto até agora foi para trás, pelo que se viu atá agora: tem ‘bondinho moderno’ mas a Baía de Guanabara imunda, prestes a ser recusada para competições. Quem rastejou foi o Rio, aceitando um evento que não pode suportar só para posar de ‘riquinha’. Incrível mesmo é a falta de memória de quem viu um Pan Americano que não rendeu nada do tal ‘legado’ para o povo da cidade…Não me refiro a você.

      Responder

Alan Meira

30 de junho de 2016 às 09h50

Faltou comentar que no final ele deu uma alfinetada na globo :)

Responder

Cesar Saldanha

30 de junho de 2016 às 09h38

Bom, eu não assisto aos humoristas de nenhum países estrangeiros, com exceção dos filmes quando traduzidos, principalmente os de Jim Carrey, meu favorito. Mas em se tratando da realidade atual, é o que está acontecendo com esse prenuncio do anti-cristo, o Brasil tornou-se uma piada mundial com esse golpe. A esquerda não tem nada a ver com isso, o problema é a turma coxinha da direita que criaram esse espetáculo horrendo agora querem empurrar a conta para a esquerda. A hora agora e sentar e esperar o que vem por aí. Não se esqueçam, essa farra do dinheiro vai acabar, e quem vai pagar a conta é pobre, que não teve um tostão de aumento. Primeiro ele prepara o mais abastardo e deixa a prole na míngua, estamos vivendo o tempo das trevas, idade média.

Responder

    Antonio Passos

    01 de julho de 2016 às 05h22

    Eu acho que mesmo com este golpe canalha, não devemos jogar contra o país. O palhaço americano deveria falar sobre a Olimpíada de 1932, feita nos EUA arrasado pela depressão e à qual muitos países não puderam ir por falta de dinheiro. A nossa com certeza não será tão bizarra quanto aquela, que foi a mais cara até então, feita num país que passava fome.

    Responder

      Cesar Saldanha

      01 de julho de 2016 às 12h48

      Boa colocação, não sabia desse fato histórico.

      Responder

Daniel

30 de junho de 2016 às 09h25

Considero os humoristas americanos mediocres, se compara-los entao com os humoristas Ingleses, eles ficam abaixo da mediocridade. Este texto parece sim de alguem com tracos de alguem com complexo de vira-latas. Se a esquerda fosse unida e saisse dos teclados hoje poderiamos estar vivendo na democracia.

Responder

    Rachel

    30 de junho de 2016 às 16h57

    Você saiu? Eu resisto nas duas frentes: a virtual e a das ruas… Saudações da resistência.

    Responder

      Soraya Martinez

      30 de junho de 2016 às 21h09

      Idem!

      Responder

    Antonio Passos

    01 de julho de 2016 às 05h18

    Concordo com você plenamente. Não será com viralatice que venceremos o golpe ou ajudaremos o país. O palhaço deveria ter feito graça com a Olimpíada da Fome em 1932, feita nos EUA com um desemprego de 27% e milhões vivendo do sopão distribuído pelo governo.

    Responder

Reinaldo Mechica Miguel

30 de junho de 2016 às 09h24

VERGONHA PARA A NAÇÃO BRASILEIRA…

SHAME, SHAME ON BRAZIL…

Responder

renato andretti

30 de junho de 2016 às 09h07

REDAÇÃO DO CAFEZINHO
ME PERMITA LANÇAR UMA PAUTA A SER ESTUDADA
POR QUEM TEM CONHECIMENTO VASTO

ALERTA A ESQUERDA…
O DISCURSO DE SEMENTES DO PSOL PARA OUTRAS
CIDADES NÃO É O MESMO DISCURSO DO PSOL CENTRAL
QUE APOIA FORATEMER, MAS CONCORDA COM VOLTADILMA..
ESTÃO TRAZENDO PALESTRANTES JOVENS DE OUTROS ESTADOS
PARA INFLUENCIAR E FAZER BLOCOS NOVOS – TIPO “juntos”..
HÁ COISA ERRADA EM ALGUM LUGAR.

A ESQUERDA DO BRASIL EM ALGUMAS CIDADES
ESTÃO SENDO INVADIDAS POR JOVENS COM FALA DE TERCEIRA VIA
SEM PROJETO, E USAM O PT, COMO BANQUINHO PARA FALAR MAL DELE.
E DIZENDO-SE DE ESQUERDA…É O CASO DO PSOL, QUE ESTA MONTANDO
BASES EM CIDADES FORA DE EIXOS DE CAPITAIS..
ESTÃO USANDO A FRENTE BRASIL POPULAR, CRIANDO BRASIL SEM MEDO
E COM AS ELEIÇÕES MUNICIPAIS, PLANTANDO SEMENTES CONTRA O GOVERNO DE DILMA.

ISTO É UM FENOMENO, OU ALGUM TIPO DE ESTRATÉGIA DE GRUPOS
DA DIREITA..
POR QUE A IDEIA QUE SE TEM , É QUE O PT ESTA DORMINDO COM O INIMIGO
PODERIA FAZER UM ESTUDO DISTO…OBRIGADO..
SOU UM CIDADÃO COMUM, TEM MINHA PALAVRA.

Responder

    Vinicius

    30 de junho de 2016 às 11h18

    O Renato Andretti tem razão. Deputado x migrou para PSOL e faz exatamente o que ele disse lá na Região Serrana Fluminense. O grupo político do Deputado x cresceu qd Eduardo Campos foi ministro de Lula.
    Deputado x faz um discurso em Brasília e outro na base de Nova Friburgo e região.

    Responder

      Rachel

      30 de junho de 2016 às 17h00

      Posta no face e no Twitter do Jean Willys.

      Responder

        renato andretti

        30 de junho de 2016 às 17h17

        não uso face
        nem twiter
        mas coloca lá..pode colocar.
        de boa.

        Responder

          Daniel

          30 de junho de 2016 às 23h15

          Realmente é bom verificar isso, chega de dormir com o inimigo e ser trampolim para canalhas.


Deixe um comentário