Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Fernando Morais devolve prêmio que recebeu de Cristovam Buarque: ‘de golpista não quero nada’

Por Redação

02 de agosto de 2016 : 08h27

O jornalista e escritor Fernando Morais, que já se manifestou publicamente contra o golpe em curso no país, publicou na sua página do Facebook um aviso: irá devolver um prêmio que recebeu do então governador de Brasília e atual senador, Cristovam Buarque (PPS-DF), por ele ter apoiado os golpistas na votação do impeachment.

Recentemente o senador ainda teceu elogios ao presidente interino Michel Temer e chegou a afirmar que “denunciar golpe no exterior era crime”.

“Anos atrás recebi do então governador de Brasília Cristovam Buarque o “Prêmio Manuel Bonfim”, atribuído ao meu livro “Chatô, o Rei do Brasil”. Já pedi à Marília para localizar a placa de prata. Vou devolver. De golpista não quero nada. Nem prêmio”, escreveu Morais no Facebook (leia aqui).

Entre 1995 e 1998 Cristovam Buarque foi governador de Brasília e neste período entregou o prêmio “Manuel Bomfim” pela obra “Chatô – O Rei do Brasil” ao jornalista Fernando Morais.

 

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Nunes Cibele

02 de agosto de 2016 às 16h01

Aparelhamento?O PT corrompeu a política brasileira? A inteligência o caráter de quem? O que o Fernando Morais fazia num governo democraticamente eleito? Gênio obtuso porque é contra o Golpe assumido publicamente pelo interino Golpista? Você traiu suas origens e no processo de divórcio, não é capaz de sensibilizar-se com a dor e a tristeza expressa num gesto simbólico. Mesquinhamente alardeia o dinheiro gasto. Se o Fernando Morais quiser ou precisar, a gente começa uma vaquinha para te devolver os 10.000 dólares. Ah, e sugiro que você leia o artigo do Mauro Santayana, A LAVA-JATO, A OPERAÇÃO MÃOS LIMPAS E A CUECA DE SANREMO.

Responder

    Eddie Sampaio

    10 de agosto de 2016 às 17h55

    Então devolve, pow?????

    Responder

levi Eliphas zahede

02 de agosto de 2016 às 13h36

Resposta do Cristóvam Buarque:

Cristovam Buarque: “Que pena que nossos gênios estejam tão obtusos. E
tão viciados no aparelhamento. O PT corrompeu mais do que a política,
corrompeu a inteligência e o caráter. E aos poucos vão mostrando que a
volta da Dilma por mais dois anos, com essa gente, vai embrutecer o País
e seguir se apropriando do Estado. Pior que não tem juiz Moro para este
tipo de roubo: da inteligência e do caráter. Ele não falou em devolver
os dez mil que recebeu do prêmio. Na época eram dez mil dólares. Nem o
que ele fazia no governo do Quércia”.

Responder

Deixe um comentário