Jornal da Forum: Lula quer reindustrializar o Brasil!

Plenário do Senado Federal durante sessão deliberativa extraordinária para votar a Denúncia 1/2016, que trata do julgamento do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Roussefff por suposto crime de responsabilidade. Em pronunciamento, o procurador do Tribunal de Contas da União (TCU), Júlio Marcelo de Oliveira (informante). Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Segunda testemunha dos golpistas desmascarada

Por Redação

26 de agosto de 2016 : 13h19

Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

na Agência PT no Senado

O senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) encurralou a segunda testemunha de acusação contra a presidenta Dilma Rousseff. Ele escancarou a parcialidade de Antônio Carlos D’Ávila Carvalho, ex-auditor de controle externo do Tribunal de Contas da União (TCU) — o mesmo que em depoimento à Comissão Especial do Impeachment (CEI), em 8 de junho passado, disse ter sentido “um frio na barriga” ao constatar irregularidades que teriam sido cometidas pelo governo Dilma Rousseff. A essas irregularidades ele deu o nome de “pedaladas fiscais”.

O que Randolfe revelou ao plenário do Senado, porém, é bem diferente: D’Ávila, encarregado de dar o parecer sobre a representação feita pelo procurador Júlio Marcelo, auxiliou a elaboração dessa mesma representação. Durante a oitiva da testemunha, no julgamento do impeachment, na noite desta quinta-feira (25), o senador pôs a nu a clara trama que levou à elaboração da peça construída pelo procurador do Ministério Público de Contas do TCU.

D’Ávila admitiu que Júlio Marcelo pediu seu auxílio na construção do que se transformou na principal peça de acusação contra a presidenta Dilma – a representação do TCU. “Conversei com ele, passei a ele alguns conceitos, Auxiliei sim”, confessou.

Aí estava caracterizada a estranha “coincidência”. Ele auxiliou na elaboração de um processo que, estranhamente, depois foi enviado justamente à área do TCU onde ele atuava. “Coincidentemente”, como anotou Randolfe, a representação caiu exatamente com D’Ávila para que ele desse o parecer.

“Embora o processo apresentado por Júlio Marcelo devesse ter sido distribuído para a Secretaria da Fazenda do TCU, estranhamente foi distribuído para a Semag (Secretaria de Macroavaliação Governamental) onde atuava quem? O doutor Antônio Carlos D’Ávila”, disse Randolfe.

“A testemunha admitiu aqui que subsidiou a representação. A mesma que foi julgada por ele!”, prosseguiu. Ao lado, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) parecia não acreditar.

“A distribuição do processo no TCU foi feita para assegurar que a representação caísse justamente nas mãos de D’Ávila e não para a secretaria de origem”, concluiu.

Confrontado, D’Ávila Carvalho disse que não havia nada de estranho ou irregular em sua conduta. “Eu poderia ter representado; e não há nada de não republicano na minha conduta”, esquivou-se.

Cardozo: “Fraude que colocou o País em cheque”

O advogado de defesa da presidenta Dilma Rousseff declarou-se “estarrecido” com a conduta combinada dos dois servidores públicos. Afinal, o Ministério Público — que é parte no processo— pedir ajuda para elaborar uma peça justamente à autoridade que vai avaliar e dar parecer sobre essa peça “é o mesmo que um advogado pedir para um juiz que vai julgar um processo para ajudar na elaboração da petição inicial”.

Ele destacou que a conduta de D’Ávila e Júlio Marcelo fere os artigos 5º, 13º e 14º do Código de Ética do Tribunal de Contas, além da ação de Júlio Marcelo estar em desacordo com a Lei 8.112, que rege o funcionalismo público. Ele solicitou ao ministro Lewandowski, em caráter de urgência, as atas e notas taquigráficas da sessão para tomar as providências disciplinares e tipificadas cabíveis.

“Juntos, eles formularam a tese das pedaladas, da operação de crédito que não houve. A tese fabricada para condenar Dilma. Formularam a fraude que colocou o Brasil em cheque”, denunciou.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Caipora

26 de agosto de 2016 às 18h23

Olhem a cara do pilantra: Parece uma raposa faminta que recebeu a promessa do melhor galinheiro ! Um fascista safado, um pulha pior que os bolsonarescos! Pior que que o antinacionalista dos 23 milhões, uma desgraça chamado José Serra! Não é normal isso!!!!

Responder

Andre_Gotha

26 de agosto de 2016 às 16h42

Gente…é G-O-L-P-E, golpe é golpe…tolo é quem fica discutindo “regras”, “direito de defesa”…nada disso existe, este circo no Senado é só para nossa elite dormir tranquila se convencendo (mas não convencendo ninguém mais) de que não houve uma cucarachice…

Responder

Maria Thereza

26 de agosto de 2016 às 15h53

depois ainda tem quem pergunte porque sou a favor da extinção do MP. Mas isso é o de menos. Um golpe ilegítimo, baseado em mentiras e criações desde o começo, não poderia ter testemunhas com alguma credibilidade. Vem coisa pior por aí

Responder

Dilson Magno

26 de agosto de 2016 às 14h08

O nosso poder público está minado de golpistas, tem que fazer uma limpa para mudarmos esse pais, 500 anos infestando nossa administração pública, verdadeiros sanguessugas. Todos anti-patriotas.

Maçonaria – Grande Oriente de São Paulo e Forças Armadas.
Nossa guerra não é contra os irmãos ainda que midiotizados. Nosso principal alvo deveria ser a maçonaria que foi a mentora do golpe e agora encabeça, dirige, controla todas as ações; eles são os verdadeiros inimigos do povo brasileiro… Se não enxergarmos isto corremos o risco de jogar veneno demais e prejudicar os animais e plantas ao redor… E tem mais: Os verdadeiros responsáveis estão nos mais altos graus…os de baixo são somente idiotas úteis, Um fato quer não podemos deixar de considerar como muito importante é que eles são extremamente diligentes e articulados e não têm qualquer pudor….usam qualquer arma ao alcance pára destruir o inimigo….
https://www.youtube.com/watch?v=nM35keNiic8
O plano maligno está se revelando, primeiro os Illuminatis comandados, no Brasil, pelo maçom Aécio, retira a Dilma do poder, depois eles governam, escravizando a população, pois servimos apenas de caixa dois. Vale lembrar que a crise atual, foi causada por eles, infiltrada nos partidos. Dilma e a parte boa do PT não têm culpa. Quem está a fim de dominar o Brasil são os Illuminatis, com sede nos Estados Unidos. A Maçonaria é liderada no Brasil pelo PSDB, O Aécio é o líder no Brasil. A Dilma é vitima de militantes dos Illuminatis, comprados pelos Estados Unidos. Vejam os vídeos: Governo sob ataque – https://www.youtube.com/watch?v=tkYATwjAwJk
AÉCIO MAÇONARIA – https://www.youtube.com/watch?v=wlUrtQ14Hdo
REUNIÃO DOS ILLUMINATIS E SEU LÍDER – https://www.youtube.com/watch?v=1nuh3kbGYU0
O QUE SÃO OS ILLUMINATIS – https://www.youtube.com/watch?v=LBz69H2l84E
https://www.youtube.com/watch?v=BjeRcPdsanI

Responder

Deixe um comentário

O 2021 de Bolsonaro O 2021 de Ciro Gomes O 2021 de Lula Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade