O Cafezinho

domingo

22

outubro 2017

38

COMENTÁRIOS

Cresce escalada repressiva na Argentina: polícia invade partido e prende candidatos da frente de esquerda sem ordem judicial

Escrito por , Postado em Tulio Ribeiro

    Diante do processo eleitoral parlamentar, a polícia “Bonaeresnse” na cidade de Mar del Plata invadiu o escritório do Partido dos Trabalhadores Socialistas (PTS). Os policiais prenderam dois candidatos a deputados estaduais por estarem em reunião com fiscais do partido. A medida é totalmente ilegal, já que não estavam fazendo boca-de-urna e se encontravam no interior do partido, portanto a polícia precisaria de ordem judicial.

    A ordem partiu de uma denúncia anônima ao numero 911, segundo policiais, vindo de uma vizinha por “desconfiar de um suposto crime” eleitoral. A ação foi violenta e contou com 20 militares, que imobilizaram os partidários e aplicaram golpes até conseguirem prender-los.

    Foram presos 6 militantes dentre eles Gustavo Vincini e Libertad Martiñez Larrañaga que ambicionam ser parlamentares estaduais. “É uma injustiça, repudiamos e queremos que tenha consequências a todos, incluso a Governadora Vidal e todos envolvidos(…) toda cidade está consternada porque não existe precedentes que num dia de eleição, em um lugar do partido que esteja aberto com atividades ligadas a eleição, se passe isto”, declarou Alejandro Martinez, do PTS.

    Myriam Bregmand, da Frente de Esquerda, refutou totalmente a ação ilegal e cobrou responsabilidade para a Governadora de Buenos Aires, Maria Eugenia Vidal aliada de Presidente Maurício Macri.

    domingo

    22

    outubro 2017

    38

    COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

38 COMENTÁRIOS

  1. Renato
  2. Felipe
  3. Luiz Carlos P. Oliveira
  4. HOCUS POCUS
  5. Luis
  6. Fauzi Achoa
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com