Mano Brown para o canal Pronto, falei!

Esquerda faz 22 das 23 capitais em disputa na Venezuela

Por Tulio Ribeiro

11 de dezembro de 2017 : 01h02

O chavismo foi mais uma vez grande vitorioso da eleição para prefeituras no país, na terceira eleição somente neste ano.

Neste ano, houve eleições pra governador e para Assembléia constituinte.

Vamos aos números (que ainda pode sofrer pequena oscilação), que o Cafezinho publica em primeira mão para o Brasil:

Gran Polo Patriótico: Fez 22 das 23 capitais; elegeu a primeira mulher (Erika Farías Peña) para cidade de Caracas com 66,17 % dos Votos; deve eleger mais de 300 mandatários (em apuração) das 335 prefeituras em disputa pelo país.

Ganhou o único governo em disputa com Omar Prieto(PSUV) para estado de Zulia (com grandes reservas de petróleo por ter o lago de Maracaibo).

Oposição: Fez uma capital de San Cristóbal, no estado de Táchira; deve eleger 30 das 335 prefeituras em disputa (ainda pode oscilar).

Participação de 47,32%; significa que 9.139.564 foram votar.

População total: 30.825.752 com 19.504.106 autorizados a votar.

A eleição foi feita com 31.800 máquinas cobrindo 97,02% do total.

Ps: Notícia em desenvolvimento, onde dados podem oscilar em pequena proporção.

Tulio Ribeiro

Túlio Ribeiro é graduado em Ciências econômicas pela UFBA,pós graduado em História Contemporânea pela IUPERJ,Mestre em História Social pela USS-RJ e doutorando em ¨Ciências para Desarrollo Estrategico¨ pela UBV de Caracas -Venezuela

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

97 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Vitor

12 de dezembro de 2017 às 11h30

Não foram só as prefeituras que a esquerda fez na Venezuela.
Fez tb uma crise humanitária de proporções gigantes…
https://www.brasil247.com/pt/247/mundo/331707/Onda-de-imigrantes-da-Venezuela-pode-criar-crise-humanit%C3%A1ria-em-Roraima.htm
É sério que Temer ainda não fechou a fronteira???

Responder

Sebastião Farias

11 de dezembro de 2017 às 23h11

Uma nação se mede pela unidade de seu povo; pela aspiração de bem-estar geral para todos; pelo compromisso e defesa da pátria e de sua soberania; pelo respeito à CF, ao estado de direito e à democracia, pelo respeito à cidadania e às ética na sociedade, etc.
Sem dúvidas, não é o caso de nosso país, neste momento em que vivemos.
O mais curioso, é que nós e, especialmente, a elite e classe média, nem de perto, chegam próximo ao padrão, Primeiro Mundo, que tanto idolatram (pois lhes falta educação, respeito ao ser humano, ética, compromisso com o bem-comum e com uma justiça imparcial, etc,), tampouco, com o padrão Venezuelano, que tanto desprezam ( pois lhes faltam amor à Pátria; consciência cidadã, cultural e política, etc).
Esses são os exemplos que temos que nos espelhar, entendendo que, nunca alcançaremos o Padrão Primeiro Mundo sem que juntos e sem um Projeto Sustentável de Nação, por no mínimo, de dez anos, com o compromisso respaldo pelo povo, de erradicar-se: o analfabetismo, o desemprego, a fome e a miséria, o sub-desenvolvimentismo; de resgatarmos a fraternidade, a confiança do povo é o respeito da comunidade mundial.
Tudo isso, com metas anuais a serem buscadas e aferidas, em: Economia, Educação, Ciência & Tecnologia, Produção Sustentável, Segurança, Saúde, Infraestrutura e Mobilidade, Bem-Estar Social, etc.

Responder

Bruno

11 de dezembro de 2017 às 17h03

Em uma população de 30.825.752 pessoas, 19.504.106 são autorizados a votar e 9.139.564 participaram efetivamente do pleito… Assim, 10.364.542 eleitores habilitados não participaram das eleições (53,14%) e apenas 29,64% da população efetivamento votou (46,85% dos eleitores). Diante dos comentários de pessoas tão “estudiosas”, melhor esconder que a população votou sob coação moral, uma vez que o cidadão teve que apresentar o “Carnê da Pátria” para votar, vinculando o voto no governo ao recebimento de benefícios sociais, entre os quais cestas-básicas, em contexto de gravíssima crise de abastecimento e quando parte da população foge do território na busca pela sobrevivência. Realmente, um exemplo de democracia! Certamente, Stalin concederia a “Ordem de Lenin” ou a medalha “Herói da União Soviética” a toda essa turma verdadeiramente democrata, a exemplo dos heróis Fidel e Prestes, respectivamente!

Responder

    Nelson

    11 de dezembro de 2017 às 17h53

    Democracia é quando eu mando em você, ditadura é quando você manda em mim” [Millôr Fernandes].

    O Sr Bruno não consegue esconder que o que ele entende por democracia é expressado, exata e cabalmente, pelo genial Millôr.

    Responder

      Bruno

      12 de dezembro de 2017 às 09h54

      Realmente, Sr Nelson, uma ambiguidade terminológica tática e proposital, notadamente após Gramsci, faz com que tenhamos diferentes sentidos para alguns conceitos básicos e historicamente reformulados, como ocorre com “democracia” e “cidadania”. Certamente, nossos entendimentos sobre esses termos não devem ser coincidentes. E essa discordância eu não quero “esconder”, mas explicitar: na democracia, como eu a entendo, não existem “mandões”, muito menos a solução de 1940 contra opositores; e a experiência atual da Venezuela não é democrática! E creio que não será também para aqueles que hoje defendem o “governo cívico-militar” de Nicolás Maduro, que “manda” na Venezuela, daqui há alguns anos, como ocorre com todas as demais experiências de socialismo real. Será mais um desvirtuamento da emancipação pregada por Marx.

      Concordamos, entretanto, que Millôr Fernandes era genial. Mas é difícil entender o pensamento de alguém apenas por uma frase, fora do seu contexto… Para mim, a definição de ideologia por ele elaborada pode nos dar uma melhor ideia da sua linha de raciocínio, cuja lucidez sempre me impressionou:

      “Ideologia: Bitola estreita para orientar o pensamento. Não existe pensador católico. Não existe pensador marxista. Existe pensador. Preso a nada. Pensa, a todo risco. A ideologia leva à idolatria, à feitura e adoração de mitos. E, finalmente, ao boquete ideológico.” (Millôr Fernandes)

      Genial Millôr!

      Responder

Jose Francisco Oliveira

11 de dezembro de 2017 às 15h49

A Globo golpista, sonegadora, fraudadora, corrupta e corruptora vai dizer que é fraude. Pode apostar.

Responder

Rafa Andrade

11 de dezembro de 2017 às 15h48

Sem opsicao ate eu

Responder

Jin Kant

11 de dezembro de 2017 às 15h14

A esquerda começa a se levantar e já deu o recado para o Brasil, não tem jeito temos que colocar pessoas mais sensíveis ás dificuldade socioeconômica que esse Paí enfrenta. Esquerda neles em 2018.

Responder

Manoel Martins De Araujo Junior

11 de dezembro de 2017 às 14h35

Pátria grande latino-americana

Responder

Rafael Monticelli

11 de dezembro de 2017 às 13h43

Por isso que a Venezuela está nesta merda, varios Venezuelanos, estão atravessando a fronteira com o Brasil. E os idiotas acham bonito o chavismo que acabou com um país riquissímo.

Responder

    Nelson

    11 de dezembro de 2017 às 18h01

    Sugiro que o senhor deixe de lado o PIG, por alguns momentos que seja, e vá se informar em fontes fidedignas, como este blog, por exempo. Assim, nos poupará dessa arenga tediosa que o mesmo PIG repete à exaustão, diariamente, a todo momento. E, de quebra, deixará de aparecer por aqui a dar mancada.

    Ademais, eu lhe digo, senhor Monticelli que passei a gastar o mínimo de meu tempo possível com a mídia hegemônica, justamente, para evitar, primeiro, perder tempo, e segundo, emburrecer. Por isso, eu lhe pediria que, se não é para nos oferecer comentários de qualidade, que possam elevar nossa consciência sobre determinado tema, que o senhor escreva o mínimo possível neste blog.

    Responder

Clodoaldo Canuto

11 de dezembro de 2017 às 13h31

VITORIOSO ???
Pessoal na fila do Pão as 3 da manhã isso é uma vitória ??
Aqueles que estão fugindo pra Roraima procura pra ele o motivo ??

Responder

    Nelson

    11 de dezembro de 2017 às 18h16

    Alguma vez o senhor ouviu falar que mais de 5 milhões e 500 mil colombianos foram embora de seu país, em direção à Venezuela, desde os anos 1950, sr Canuto? Claro que não, pois a mídia hegemônica nunca ousou divulgar tais números.

    Desde aquela época, a Colômbia é um país dominado pelas grandes empresas multinacionais, notadamente as estadunidenses, que estão a roubar as terras dos campesinos e as riquezas nelas existentes, para estenderem suas fontes de lucros.

    Grande parte desses migrantes teve que fugir para a Venezuela como forma de poupar suas vidas. Então, sr Canuto, se a grande mídia nos escondeu esses dados, será que eu devo acreditar no que ela divulga hoje sobre a Venezuela?

    Responder

Gabriele

11 de dezembro de 2017 às 11h14

O PIG esconde essa notícia! O Cafezinho sempre na frente.

Responder

Geraldo Souza Freitas

11 de dezembro de 2017 às 13h08

Não entendo que é esquerda ou direito, só tolos divide corruptos.

Responder

Joao Patricio Hoebert

11 de dezembro de 2017 às 13h02

Tony Couto…paizinho ruim não é mesmo?

Responder

    Tony Couto

    11 de dezembro de 2017 às 14h14

    Muda pra lá ..será que houve fraude?kkk pessoal passando a fronteira será pq?

    Responder

    Joao Patricio Hoebert

    11 de dezembro de 2017 às 14h18

    Não sei. Sempre t inconformados, né? Vc não queria morar em Miami?

    Responder

      Vitor

      12 de dezembro de 2017 às 11h35

      Nem sempre tem inconformados por não terem o que comer, querido imbecil…

      Responder

    Tony Couto

    11 de dezembro de 2017 às 15h34

    Joao Patricio Hoebert sabe sim ..vc sAbe tudo da Venezuela ,,,deve ser os inconformados com a fome ..povinho mal agradecido né

    Responder

Francisco Rezende

11 de dezembro de 2017 às 12h57

O PT precisa seguir o exemplo

Responder

Jaqueline Verdam Retameiro

11 de dezembro de 2017 às 11h44

É nisso que precisamos focar no Brasil.

Eleger políticos progressistas tanto para as prefeituras quanto para o legislativo.

Responder

Reinaldo Novelli

11 de dezembro de 2017 às 11h08

Eita ditadura fantástica ,se não fosse a interferência da CIA e o boicote dos milhonarios a Venezuela estava em um padrão social muito bom ,infelizmente sofreu um golpe igual todos países da América latina dado pelo americanos

Responder

Lucia Velasco

11 de dezembro de 2017 às 10h24

Venezuela resiste!

Responder

Diego Araújo

11 de dezembro de 2017 às 10h08

A fraude começa logo pela urna: se não for a eletrônica fraudada, é uma caixa de papelão sem controle (foto)

Responder

Diego Araújo

11 de dezembro de 2017 às 10h04

Só um idiota pra acreditar na honestidade das eleições venezuelanas! Blogzinho lixo que defende ditador socialista sanguinário!

Responder

    Gabriele

    11 de dezembro de 2017 às 11h17

    Quem venceu mesmo foi o Aécio?
    Por favor, estude mais sobre o assunto antes de postar isso.

    Responder

Hamilton Fernando

11 de dezembro de 2017 às 10h03

Se o PSDB/Temer transformou o Brasil num paraíso, por que tantos brasileiros tentam entrar ilegalmente nos Estados Unidos, Canadá, Espanha e Portugal? Toda a America Latina sofre com o desemprego. O que atrai nossos vizinhos, sejam eles: venezuelanos, colômbianos, Peruanos, bolivianos e os demais latinoamericanos para o Brasil não é a crise do PSDB/Temer, mas sim a prosperidade de Lula. Fato é que a Venezuela é uma democrácia bem mais sólida que o Brasil. Naquele país o voto é opcional. Foram o eleitores que derrubaram a oposição golpista pro Estados Estados. O que será que vai acontecer em 2018 no Brasil? Vamos manter no poder essa bando que tomou o país de assalto e está entregando nossas riquezas para ingleses e chineses?

Responder

Mar

11 de dezembro de 2017 às 08h02

Estes números mostram que o povo venezuelano é politizado e resiste bravamente as investidas dos EUA contra a soberania do seu país, dando exemplo para o mundo. Mais uma derrota para os ianques. Em breve muitos venezuelanos que tiveram que fugir devido a opressão da direita financiada pelos EUA votarão para suas casas. É digno de nota que a direita tentou tocar terror por lá, incendiando balcões de alimentos, donos de supermercado escondendo alimentos e meliantes da direita até tocaram fogo em pessoas. Felizmente o governo venezuelano está controlando a situação e a direita pró-imperialismo cada está vez mais fraca.

Responder

    Vitor

    12 de dezembro de 2017 às 11h36

    Estes números mostram que a oposição desistiu de disputar eleições e que a estratégia do “carnê da pátria” funciona…

    Responder

Marines Pin Alba

11 de dezembro de 2017 às 10h01

De vez em quando, boas notícias!

Responder

Rafael de Paula

11 de dezembro de 2017 às 09h45

O Paraíso brasileiro!
Críticas aos outros que têm mais ” cojones” que nosotros.
Se a imigração americana liberasse a entrada de brasileiro, este paraíso aqui…
Minas toda atravessaria a nado rumo aos states.

Responder

Alex Clemente

11 de dezembro de 2017 às 09h41

É por isto q não falam mais do venezuelano. Mauricio Ribeiro

Responder

    Mauricio Ribeiro

    11 de dezembro de 2017 às 10h20

    É
    Um bom país para se viver.
    Muito desenvolvimento, governo honesto.
    Eleições confiáveis, com 46 % dos eleitores em condições de votar, indo as confiáveis urnas da smart matic, que por sinal é Venezuelana.
    Olha, a oposição teve até candidato, que tiveram coragem de se candidatar contra o Maduro, lugar de homens de coragem,enfrentar o bondoso Maduro.
    Olha,vou mudar pra lá, vou aguardar a aposentadoria. Vamos nessa?

    Responder

Sidnei R. Castilho

11 de dezembro de 2017 às 09h32

O que a direita raivosa mais tem medo é de eleições , é de democracia .

Responder

Ny Cris

11 de dezembro de 2017 às 09h30

O caminho é esse, eleições sempre!

Responder

Hildermes José Medeiros

11 de dezembro de 2017 às 07h19

Esses números mostram que venezuelano adora a opressão, curtem viver com privações, como vém mostrando a mídia no Brasil;. Inacreditável, ou quem não merece nenhum crédito é a mídia brasileira, que tenta contrainformar toda a população do que acontece no mundo e no Brasil, que não sirva aos interesses dos golpistas, aliados da capital espoliativo internacional.

Responder

    leonardo-pe

    11 de dezembro de 2017 às 13h05

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. ou seja: você só mostra o que é. ALIENADO MIDIOTA!

    Responder

Maria Ilma Cardoso

11 de dezembro de 2017 às 09h09

A votação para a assembleia constituinte, foi um marco para o povo venezuelano. O mundo teve opirtunidade de ver de forma inequívoca; com a presença em massa do povo, votando no chavismo. Uma eleição onde a oposição não participava, para poder dizer que parte dos eleitores eram seus e que seus votos foram roubados. Venezuela é um país onde o povo assumiu o poder pela democracia e o Brasil pode também ser um país onde o povo assume o poder pela democracia. Vamos aguardar 2018, para saber.

Responder

    Diego Araújo

    11 de dezembro de 2017 às 10h07

    O povo protesta todo dia contra o Chavismo! Milhões nas ruas. O sanguinário Maduro usa a polícia e milícia pra reprimir o movimento. Pare de bostejar que já está feio.

    Responder

      João Paulo Cardoso Gómez

      11 de dezembro de 2017 às 12h00

      Milhões nas ruas??? Não vi essa notícia nem na Globo.

      Responder

      leonardo-pe

      11 de dezembro de 2017 às 13h06

      kkkkkkkkkkkkkkkkkk. mais 1 retardado mental esse BURRO desse Diego.

      Responder

Luiz Coelho

11 de dezembro de 2017 às 08h51

Agora vai!

Responder

Kelly Naldo Pedro

11 de dezembro de 2017 às 08h45

Coitado do povo venezuelano. Graças a Deus que essa infelicidade não teremos mais no nosso país. A esquerda está sendo “massacrada” e logo será extinta e esqucida, ficando no buraco de onde nunca deveria ter saído. Bolsonaro 2018.

Responder

    Ny Cris

    11 de dezembro de 2017 às 09h33

    E viva o nosso retorno ao mapa da fomeeee !

    Responder

    Gabriele

    11 de dezembro de 2017 às 11h22

    Você gosta dos pobres morando nas ruas das capitais brasileiras? Bolsonaro não é aquele que está em segundo lugar e recebeu 200 mil da JBS? Lula lidera as pesquisas eleitorais (55% dos votos)!

    Responder

Nonato Santana

11 de dezembro de 2017 às 07h59

Quero ver qual é o esquerdista hipócrita e embusteiro que tem coragem de morar lá. Me mostre algum brasileiro se mudando pra lá. Agora pesquisem a quantidade de Venezuelanos se refugiando no Brasil.

Responder

    Fernando Gouveia

    11 de dezembro de 2017 às 09h42

    Mano o foda é ver as pessoas aplaudirem esse absurdo, kkkkk não é possível eu não encontro uma lógica precisa ser estudada a pessoa de esquerda

    Responder

Nonato Santana

11 de dezembro de 2017 às 07h54

Quem foram os loucos desses 2% que tiveram coragem de se candidatar contra o ditador?

Responder

    Everaldo

    11 de dezembro de 2017 às 19h09

    Ditador que ganha tudo no voto… Ditador que quando perde no voto, reconhece a vitória do adversário(como fez o Chávez quando o seu candidato perdeu a prefeitura de Caracas)… Ditador que zera o analfabetismo…
    Ora, pare de bostejar e vá se informar!!!

    Responder

Edilson Nora de Oliveira

11 de dezembro de 2017 às 07h48

Chupa Bolsomerda

Responder

Jose Carlos lima

11 de dezembro de 2017 às 04h06

Ao invés de Globosta, o Chavez levou conhecimento a populaçao, levou ao povo o saber sobre a CF por exemplo

Responder

Luiz Gouveia

11 de dezembro de 2017 às 04h41

Me explica uma coisa se lá é tão bom porque o povo da Venezuela está tudo vindo pro Brasil se lá é tão bom porque o povo lá não tem emprego e nem comida pra comer. Outra coisa vcs que defendem estes tipo de governo porque vcs não mudam pra lá ou pra Cuba vai lá vcs vão adorar

Responder

    Fernando Santos

    11 de dezembro de 2017 às 07h30

    E o povo do Brasil indo pra Portugal, o de Portugal indo pra França ou Alemanha…. é o fluxo migratório, próprio do capitalismo.

    Responder

    Gerson Pompeu

    11 de dezembro de 2017 às 07h35

    É verdade.
    Eu vi na Globo e li na Veja.

    Responder

    Jay Rama

    11 de dezembro de 2017 às 08h02

    E porque os EUA sempre fazem bloqueios econômicos?

    Responder

    Ny Cris

    11 de dezembro de 2017 às 09h31

    Pelo mesmo motivo q brasileiros SEMPRE migraram p os EUA, será?!

    Responder

    Alexandre Alves

    11 de dezembro de 2017 às 09h37

    Se o capitalismo é tão bom pq tem muro? Pq não implantam esse mesmo capitalismo dos EUA no México?

    Responder

    Fernando Gouveia

    11 de dezembro de 2017 às 09h39

    Olha aí a solução para nosso pais e o chavismo, combina bastante com povo burro e ignorante que passa fome e mesmo assim vota no.mesmo governo, não ia ter mais protesto na rua não ia ter luta por um país melhor, e o melhor de tudo a imprensa não.ppderia mais dar falsas noticias!

    Responder

      Gabriele

      11 de dezembro de 2017 às 11h32

      Na Venezuela, 60% dos canais dos canais de televisão são privados, ou seja, são contra o governo. A Venezuela, segundo a ONU é livre da fome ( abaixo de 5%) desde 2013. O IDH da Venezuela é melhor do que o do Brasil, Colômbia, México e Peru. Os trabalhadores votam no mesmo governo pelo surgimento de ganhos sociais.

      Responder

    Carlos Roberto

    11 de dezembro de 2017 às 10h02

    Mostra como eles estão vindo?
    Migração, refugiados.
    Quantidade.
    Mostra bostejador!

    Responder

    Simone Fellegger

    11 de dezembro de 2017 às 10h16

    Deveria conhecer primeiro o próprio país pra depois dá pitaco nos países agora?

    Responder

    albert Fanon

    11 de dezembro de 2017 às 08h58

    Você só pode ser leitor de Veja ou outro tipo de mída-lixo, e provavelmente nem sabe direito onde fica o país na América do SUl.

    Responder

    Luiz Gouveia

    11 de dezembro de 2017 às 13h31

    Se o político o governante realmente está disposto a agir pelo bem do povo por que quando o cara é eleito não passa a usar o SUS porque não matrícula os filhos em escola pública abre mão do apt funcional e assume as suas despesas porque não abre mão dos seguranças pagar a gasolina que usa aí sim este seria um político sério e preocupado com o povo. Por que não se vê nenhum brigar de verdade pelo fim do foro privilegiado pelo fim das mordomias afinal de contas o exemplo vem de cima e outra coisa se realmente o cara tá lá falando que quer o melhor pro povo mostra isto de verdade. Mas na realidade a gente não vê em nenhum momento os caras tomando atitudes que realmente mostre interesse pelo bem do povo nem os de esquerda e nem os de direita a única coisa que vemos é historinha e as migalhas que eles dão como bolsa família que na realidade sempre existiu com outros nomes bem como outros benefícios que servem como compra de voto disfarçado. No dia que um político ou governante tomar as atitudes que falei acima aí sim vou bater palmas e defender ele fora isto pra mim é tudo pilantra e safado todos políticos e todos os partidos tudo safado.

    Responder

    Fernando Gouveia

    11 de dezembro de 2017 às 13h38

    Carlos Roberto se vc usa a internet só para falar merda no Facebook e usa o Facebook com seu principal conteúdo cultura e informativo me desculpa mas vc é um ignorante!!!

    Responder

    leonardo-pe

    11 de dezembro de 2017 às 13h12

    é um Verme BURRO esse Luiz. mais 1 debi lóide formentado pela imprensa brasileira.

    Responder

José Das Couves

11 de dezembro de 2017 às 04h29

Aí a coxinhada pira… kkkkkk

Responder

Juarez Jose Soares Das Neves

11 de dezembro de 2017 às 04h20

País onde o povo tem consciência de quem governa voltado aos interesses dos mais pobres, sem explora-los.

Responder

    Goncalo Eifler Pérez

    11 de dezembro de 2017 às 06h22

    Sim e sob o tacão da vigilância, tb, hehehe… Se não perde o emprego e sofre perseguições, sob uma espécie de “democracia alternativa”…hehe…

    Responder

    Fernando Gouveia

    11 de dezembro de 2017 às 09h44

    Claro o governo sempre pensando no mais pobre kkkk vamos dar uma validade de terceiro mundo para vc venezuelano com todo carinho
    Projetos sociais dá vanezuela
    Bolsa fome
    Família analfabeto na escola
    Falta luz

    Responder

      leonardo-pe

      11 de dezembro de 2017 às 13h07

      mais 1 RETARDADO BURRO MIDIOTA!. se informando pela”imprensa brasileira”. acorda seu imbecil.

      Responder

Alexandre Villela

11 de dezembro de 2017 às 04h19

em tempo.. mas que papelão nosso anfitriao nessa pagina faz quando defende a ditadura de Maduro…

Responder

    Gerson Pompeu

    11 de dezembro de 2017 às 07h41

    Ditadura com três eleições em um ano?
    Um de nós tem que rever o conceito de ditadura.
    Tenho a impressão que não seja eu.

    Responder

    albert Fanon

    11 de dezembro de 2017 às 08h59

    Ditadura? Maduro foi eleito e tem o apoio da maioria da população. Já Temer….

    Responder

Alexandre Villela

11 de dezembro de 2017 às 04h18

98% de aprovaçao!!! paraiso na terra a nossa Venezuela bolivariana!!!! que beleza isso… Pena que ha pouco a comemorar quando o estomago anda vazio… toda solidariedade ao povo honesto da Venezuela !!!

Responder

    Fernando Santos

    11 de dezembro de 2017 às 07h28

    Preste solidariedade aos argentinos que morrem de fome tbm.

    Responder

    Luiz Henrique Primo

    11 de dezembro de 2017 às 09h16

    Alexandre Villela, preste solidariedade aos brasileiros, haitianos, panamenhos, costariquenhos, nicaraguenses, peruanos e boa parte dos africanos que também morrem de fome.

    Responder

    Alexandre Alves

    11 de dezembro de 2017 às 09h34

    Preste solidariedade aos 50 mil moradores de rua de NY.

    Responder

    Diego Araújo

    11 de dezembro de 2017 às 10h05

    Os 50 mil moradores de ruas de NY vivem como um classe média brasileiro

    Responder

    Alexandre Alves

    11 de dezembro de 2017 às 10h22

    Diego Araújo, que bobagem é essa?

    Responder

    Gabriel Carlos Motta

    11 de dezembro de 2017 às 13h40

    “Os 50 mil moradores de ruas de NY vivem como um classe média brasileiro”… Que? Kkkkkkkkkkkkkk

    Responder

    Alexandre Villela

    11 de dezembro de 2017 às 14h22

    Alexandre alves , voce esta MESMO querendo comparar o padrao de vida nos EUA com a Venezuela. sugestao – pega um aviao e vem pra cá, tire suas proprias conclusoes… atualmente , a taxa de desemprego nos EUA e de 4.1%… situaçao de pleno emprego… se informe para nao passar vergonha

    Responder

    Vitor Hugo Osorio

    11 de dezembro de 2017 às 14h45

    Lá com 5 cinco reais enche o tanque de um carro de 50 litros

    Responder

Ricardo Feijó

11 de dezembro de 2017 às 03h42

Eu nunca vi um Ditadura sanguinária, promover tantas eleições em um ano só!e o q é mais surpreendente a oposição mesmo afirmando que o governo Maduro é corrupto as eleições são fraudulentas mas mesmo assim os oposicionistas participam das eleições. Q ditadura é essa? Maduro não quer entregar o tesouro do povo venezuelano aos americanos, coisa que o ladrão geral da República fez com o nosso petróleo, sem ter respaldo popular pra isso!

Responder

    Goncalo Eifler Pérez

    11 de dezembro de 2017 às 06h13

    Na prática são obrigados a votar, os que forem funcionários públicos ou familiares desses e são devassáveis as escolhas que eles fizerem, ficando sujeitos a perderem o próprio sustento, “seu jumento”, com o perdão da expressão! Lá nem liberdade existe pra internet, quanto mais para as besteiras e agressões expostas aqui(meu caso, mas n.tenho paciência para mediocridade desinformada ou psicopata).

    Responder

    Gerson Pompeu

    11 de dezembro de 2017 às 07h37

    É um absurdo que as pessoas não assistam a Globo nem leiam a Veja, Goncalo Eifler Pérez.

    Responder

    Goncalo Eifler Pérez

    11 de dezembro de 2017 às 10h42

    Valeu, tb, Gelson Pompeu!

    Responder

Gustavo Chaves Gimenez

11 de dezembro de 2017 às 03h37

Que Vitória expressiva, para os alienados é uma ditadura.

Responder

Silvia Marina Mourão

11 de dezembro de 2017 às 03h14

A voz do povo.

Responder

    Goncalo Eifler Pérez

    11 de dezembro de 2017 às 06h31

    Uma minoria arregimentada, q faz parte do regime ou não, vota, sendo que funcionários públicos e familiares, assim como os q recebem assistência, sob pena de n o fazendo, tudo perderem, ainda mais que as suas escolhas são devassáveis e em votando contra tb correm perigo de represálias. “Democracia controlada de cima”? Talvez, seja o nome q for !…

    Responder

Jose Luis Maia Gusmao

11 de dezembro de 2017 às 03h10

Como de costume vão dizer que foi fraudada. Uma das táticas golpistas dessa direita sem moral, sem votos e sem vergonha na cara tem sido nuca reconhecer derrotas, por mais evidentes que sejam.

Responder

    Goncalo Eifler Pérez

    11 de dezembro de 2017 às 06h07

    Tão golpista como a União Europeia, OEA, o secretário “mujicano” Luiz Dalmagro e caterva. Sem dúvida essa república bolivariana é pra lá de democrática , como a do norte-coreano que teve 100% de aprovação. Engraçado que todo o mundo está querendo entrar nesse “paraíso” , donde ninguém foge, onde não há “fartura” de tudo, com muito empreendedorismo do setor privado e eficiência do setor público.
    Em resumo, “no popular”: és uma grande besta quadrada e psicopata. Vê se te enxergas! Kkk…

    Responder

    Carlos Roberto

    11 de dezembro de 2017 às 10h01

    Deixa de bostejar na Net imbecil.

    Responder

    Rafa Andrade

    11 de dezembro de 2017 às 15h48

    Sem oposição, ate eu

    Responder

Fidel Matos Castelo Branco

11 de dezembro de 2017 às 03h03

Viva Chávez!

Responder

Deixe uma resposta

x
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com