Jornal da Forum: Lula quer reindustrializar o Brasil!

PRIVATIZAÇÃO DA ELETROBRAS – Xadrez de mais um Crime Contra o Povo Brasileiro

Por Tiago Bitencourt Vergara

16 de janeiro de 2018 : 23h56

O governo federal está se mostrando cada vez mais refém de um sistema financeiro sem escrúpulos e desrespeitoso com as regras democráticas do Brasil. Fazem de tudo para forçar seus intentos de colocar a mão na maior empresa do setor elétrico da América Latina: a Eletrobras e suas subsidiárias.

O povo brasileiro já não suporta mais aumento nas contas dos serviços básicos. O fornecimento de energia elétrica para a população é um dos serviços que serão afetados com a privatização caso não consigamos resistir!

Em países vizinhos como a Argentina, o povo sofre com o neolilberalismo e financeirismo dando as cartas no fornecimento de energia elétrica. São realizados cortes diários, a inadimplência aumentou juntamente com o descontentamento com um governo eleito mas que está a serviço do capital e não do povo que o colocou lá.

Do lado de cá, ao lado do povo brasileiro e ao lado do proletariado (palavra cada vez mais atual), estão os sindicatos como das poucas instituições capazes de fazer frente ao avanço neoliberal (não é à toa que enfraqueceram os sindicatos com o desmonte da CLT). Estas entidades estão lutando diariamente contra o processo de privatização da Eletrobras em um jogo de xadrez interminável.

Do lado de lá do balcão, os gráficos da bolsa de valores são quase tratados como um jogo de videogame, onde os jogadores (investidores) vibram com cada pouco que ganham. Para ganharem, quebram as regras existentes no país, colocando em xeque a democracia dia após dia em uma sequência de estupros.

Foi para isso que alteraram o resultado da eleição de 2016, retirando do poder executivo a presidenta Dilma Rousseff, sem ter cometido nenhum crime. Na sequência, já no governo golpista, nomearam para os principais cargos nas estatais (Eletrobras, Petrobras, Correios) pessoas nomeadas pelo candidato perdedor das eleições de 2014. Estes, passaram a ditar regras e comandar as empresas, travando os avanços que estavam em curso.

Os efeitos podem ser catastróficos a médio prazo. A falta de investimento e tentativa de sucateamento das empersas estatais, promovidos pelo governo golpista neste curto espaço de tempo, pode trazer racionamento e até apagão novamente.

Já se pode fazer comparações entre as gestões do PT e a gestão golpista, são gritantes. Enquanto a gestão petista buscava desenvolver as empresas, investir no setor e fortalecer o sistema elétrico, a gestão golpista trata de entregar a todo custo as empresas para o mercado financeiro, sem se importar com o povo que já sofre com a precariedade do trabalho pós desmonte da CLT.

Na sexta-feira (19/1), o governo golpista tentará alterar os estatutos sociais das empresas Chesf e Eletrosul. Dentre as várias alterações propostas, há algumas em destaque: aos conselhos de administração serão dados plenos poderes para inclusive vender e acabar com as empresas. Esta alteração, passa inclusive por cima do congresso nacional que hoje é a única instância de poder que poderia realizar alterações nas estatais.

Enquanto isso, os surfistas do mercado financeiro vão lucrando em um processo sem freio onde a ganância é o principal valor.

Abaixo, uma síntese da luta dos trabalhadores neste momento difícil da nossa história:

“O diretor do Sindicato dos Urbanitários de Pernambuco, José Hollanda, disse na segunda (15/1) que vai tentar suspender ou anular a assembleia geral extraordinária da Chesf, marcada o próximo dia 19 de janeiro de 2018. Os servidores alegam que a reunião visa retira a autonomia e esvaziar a Chesf, centralizando o poder na Eletrobras, dentro da estratégia geral de privatização do sistema Eletrobras.

As entidades farão, na porta de Chesf, no dia 19 de janeiro, uma assembleia de protesto contra a AGE que altera o estatuto.

“As entidades sindicais e os acionistas minoritários estão notificando a Chesf da ilegalidade de tal AGE e se farão um protesto formal no início da Assembleia e, se efetivada a Assembleia, entrarão na Justiça com uma ação para anular e suspender seus efeitos”, disse Hollanda. (fonte: Blog de Jamildo)

 

http://www.fnucut.org.br/funcionarios-da-chesf-temem-agora-retirada-total-da-autonomia-da-estatal/

 

 

 

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

10 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

TProfessor Mauro

18 de janeiro de 2018 às 08h59

No desmonte dos APAGÕES planejados pelo governo de Washington (consenso de Washington assinado por FHC em 1993) e levados a cabo por FHC e Pedro Parente entre 1999 e 2002, TODAS as empresas de distribuição de energia foram alvos de desmonte, corte de verbas de manutenção subestações, redes de distribuição de energia e linhas de transmissão, elas foram cuidadosamente sabotadas no governo TUCANO para justificar privatizações fraudulentas na bacia das almas. Não escapou nem a gigante Eletropaulo doada pelo corrupto genro de FHC SR David Zylbersztajn em troca de propinas na empresa de fachada DZ ENERGIA e no ESQUEMA BANESTADO.
Nessas PRIVATARIAS foram entregues ao capital estrangeiro 32 empresas estatais de energia em quase todos os estados do Brasil, só escapou naquela época a gigante CEMIG porque o então governador Itamar Franco travou uma feroz batalha no estado contra o crime de lesa pátria ele anulou o leilão fraudulento da Cemig feito pelo governador tucano corrupto Eduardo Azeredo, Itamar conseguiu anular o leilão e colocou TROPAS da PMMG para desocupar as instalações da
CEMIG.
Entretanto, com o GOLPE parlamentar e judiciário de 2016 financiado pelas mesmas multinacionais no ESQUEMA BANESTADO e os mesmos juízes e procuradores aliados aos tucanos lesa PÁTRIAS a CEMIG foi finalmente doada para o capital estrangeiro sendo entre a um consórcio chinês e europeu que levou na mão grande gigantesca CEMIG incluindo no pacotes dezenas de usinas hidrelétricas.
A terra dos tupiniquins foi totalmente dominada pelo entreguismo não escaparem nem a petrolífera que fez as maiores descobertas de petróleo no planeta a ex estatal Petrobras foi empresa que mais sofreu DESMONTE e foi privatizada num processo fraudulento de entrega de 100% das ações preferenciais na BOLSA DE NEW YORK num processo obscuro de privatização branca baseada numa lei criminosa de FHC para o setor de petróleo (lei 9.478/97 artigo 62 que definiu um novo conceito de empresa nacional e entregou 60% do capital da Petrobras na BOLSA DE NEW YORK na data histórica de 10 de Janeiro de 1999).
Esses criminosos de colarinho Branco lesa PÁTRIAS ficaram impunes mesmo tendo recebido MEIO TRILHÃO DE REAIS em propinas no ESQUEMA BANESTADO no Paraná pois FHC criou a sinistra TEIA TUCANA DE PROTEÇÃO JUDICIÁRIA na PGR com GERALDO BRINDEIRO, no STF com o jagunço do Mato Grosso Gilmar Mendes e no Paraná estado onde ocorreu o crime da captação de propinas de multinacionais foi também montado um pesado ESQUEMA DE PROTEÇÃO JUDICIÁRIA usando o serviço sujo de pessoas ligadas aos tucanos fundadores do PSDB no Paraná JOEL MALUCELLI E OSVALDO MALUCELLI MORO. COMO LEMBROU REQUIÃO NO YOUTUBE O ESQUEMA BANESTADO FOI O MAIOR CRIME DE CORRUPÇÃO DA HISTÓRIA DO BRASIL

Responder

Professor Mauro

17 de janeiro de 2018 às 23h29

Esses CANALHAS terminarão o desmonte nacional e a completa colonização anglo americana do que sobrou das criminosas PRIVATARIAS TUCANAS, farão o mesmo que fizeram com a VALE DO RIO DOCE a maior mineradora do mundo doada em 1997 entregaram por menos que 1% do valor patrimonial em máquinas instalações (avaliada em 300 bilhões de US$) tudo foi doado pelo sinistro José chirico Serra e FHC em troca de propinas das multinacionais para familiares no ESQUEMA BANESTADO (BANCO DO ESTADO PARANÁ blindado e abafado por SÉRGIO MORO e equipe) no pacote com TODAS as subsidiárias da VALE DO RIO DOCE incluindo a frota de navios DOCENAVE),
entregaram Também 500 bilhões de toneladas de jazidas minerais de metais nobres que estavam no controle da VALE DO RIO DOCE (8;trilhões de dólares em reservas de niobio, titânio, manganês, como, silício e outros metais nobres; entregaram as 42 empresas de telefonia fixa celular (também com propinas no limite da irresponsabilidade como confessou Sérgio Mota), entregaram também nas PRIVATARIAS TUCANAS as LUCRATIVAS PETROQUÍMICAS subsidiadas da PETROBRAS (BRASKEM, COPENE, COPESUL, FAFEN, PETROQUISA, PQU POLO PETROQUÍMICO UNIÃO TODAS PERTENCIAM AO GRUPO PETROBRAS) elas foram DOADAS por FHC e José chirico Serra e outros corruptos vira latas lesa PÁTRIAS do quadrilhao de FHC, TEMER, O ex presidente da TELERJ sr Eduardo Cunha braço direto de TEMER, AÉCIO CHEIRA NEVES, JOSÉ CHIRICO SERRA e Sérgio Moro no golpe PLANEJADO pela CIA e as petrolíferas estrangeiras

Responder

Professor Mauro

17 de janeiro de 2018 às 22h13

NAS MAIORES NAÇÕES DO MUNDO A ÁREA DE ENERGIA
(PETRÓLEO E ENERGIA) ESTÃO NO CONTROLE DO ESTADO DE FORMA DIRETA OU INDIRETA

Nos EUA TODAS as usinas hidrelétricas do país são consideradas ÁREAS SEGURANÇA NACIONAL inclusive são controlados e protegidas pelo Exército e pela força aérea.
Na Noruega a energia é tão estratégica que existe uma estatal ÚNICA para GERIR petróleo e as USINAS HIDRELÉTRICAS a STATOIL HYDRO. Pasmem aqui na terra dos tupiniquins políticos corruptos picaretas e lesa PÁTRIAS entregaram SEIS BILHÕES DE AÇÕES PREFERENCIAIS DA PETROBRAS ENTREGUES PARA O MEGA AGIOTA GEORGE SOROS E OUTROS 262 MEGAESPECULADORES NA BOLSA DE NEW YORK EM 1999. DESDE O ANO 2000 A UNIÃO REMETE AO NYSE 60% DOS LUCROS DA EX ESTATAL PETROBRAS
PASME VIVAMENTE ESSES MESMOS POLÍTICOS PICARETAS E VIRA LATAS ENTREGARAM O MAIOR E MAIS PRODUTIVO CAMPO PETROLÍFERO DO MUNDO O PRÉ-SAL DOADO APÓS UM GOLPE ORQUESTRADO PELA CIA E PELAS MULTINACIONAIS DO PETRÓLEO ANGLO AMERICANAS QUE REMUNERARAM O MESMO
QUADRILHAO DAS PRIVAYARIAS TUCANAS
A febre privatista do governo FHC tinha uma explicação lógica; todo esse quadrilhao de FHC, Temer, José chirico Serra, Aécio cheira Neves e outros 300 políticos corruptos foram remunerados no governo FHC pelas multinacionais no ESQUEMA BANESTADO o propinoduro das PRIVATARIAS TUCANAS feitas entre 1995 e 2002 rendeu MEIO TRILHÃO DE REAIS no BANESTADO tudo foi abafado pelos mesmos juízes e procuradores da operação lava a jato cuidadosamenteplanejada pela CIA para golpear o Brasil e garantir a entrega do presal e a revogação da LEI DA PARTILHA ou seja a isenção de impostos sobre o petróleo. ESSA renúncia fiscal arrasou com as finanças nos estados produtores de petróleo

A ELETROBRAS foi criada pelo ilustre e nacionalista presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira nosso conterrâneo de Diamantina eke foi médico oficial do Hospital Militar da PMMG e atuou de forma heroica salvando vidas na época dos conflitos militares da Revolução Integralista.

O presidente JK foi um faraó brasileiro e um grande empreendedor. Em 1945 JK desligou se dos quadros de oficiais médicos da PMMG passando para o quadro da reserva não remunerada da PMMG e canditatou-se à prefeitura de BH e fez obras fantásticas da avenida Antonio Carlos, a Lagoa e o aeroporto da Pampulha, projeto de urbanização da avenida Amazonas a gigantesca praça Raul Soares e muitas outras obras.

MAS AS MAIS GRANDIOSA OBRAS DE JK SEM DÍVIDA FOI A CRIAÇÃO DA CEMIG E FURNAS EM MINAS GERAIS QUANDO FOI GOVERNADOR DE MINAS GERAIS E A CRIAÇÃO DA ELETROBRAS QUANDO INICIOU O SEU GOVERNO COMO PRESIDENTE DO BRASIL EM 1955.

O presidente JK realizou um grande sonho de milhões de brasileiros ao criar a ELETROBRAS e a construção de 68 usinas hidrelétricas no Brasil e criar um SISTEMA ELÉTRICO BRASILEIRO INTEGRADO E INTERLIGADO POR LONGAS LINHAS DE TRANSMISSÃO .

Antes da criação da ELETROBRAS os brasileiros eram REFÉNS das multinacionais da energia que viviam SABOTANDO os nossos recursos hídricos e manipulado os preços das tarifas de energia através de BOICOTE no fornecimento de energia. Isso era uma prática padrão sabotagem das multinacionais LIGHT, AMERICAN ENERGY SYSTEM AES e DUQUESNE e da ELETRICITE DE FRANCE.
Toda vez que eles desenhavam um aumento de tarifas pelo governo as multinacionais boicotaram e as grandes cidades e capitais brasileiras ficavam sem luz até quando o aumento da tarifa fosse liderado.

A MÚSICA DE CARNAVAL DE 1940 ATÉ 1950 ERA UMA CRÍTICA AO ESTADO DEPENDÊNCIA DO BRASIL COM AS MULTINACIONAIS NORTE AMERICANAS FRANCESAS E CANADENSE LIGHT. “RIO CIDADE QUE RELUZ, DE DIA FALTA ÁGUA E DE NOITE FALTA LUZ!!!@@@

OS GOLPISTAS QUEREM VOLTAR O “BRAZIL” PARA A CONDIÇÃO DE COLÔNIA DA INGLATERRA E DOS EUA E DOS APAGÕES DE FHC

Responder

Professor Mauro

17 de janeiro de 2018 às 20h07

OS APAGÕES FORAM CUIDADOSAMENTE PLANEJADOS PELO FMI E PELO CONSENSO DE WASHINGTON ASSINADO PELO MINISTRO DAS RELAÇÕES EXTERIORES DO GOVERNO ITAMAR FRANCO SR FHC

Os apagões de FHC, planejados cuidadosamente a mando de Washington, incluiu sabotagem do governo no sistema elétrico brasileiro e geraram ENORMES
prejuízos para milhões de pessoas no Brasil e mais
gravemente para os comerciantes que perderam seus
produtos.

O sistema elétrico brasileiro era uma referência mundial e essa imagem tinha que ser mudada pelos apagões para justificar as privatarias de 32 empresas lucrativas de energia e desestruturar a ELETROBRAS.

Esse plano desmonte foi montado em 1993 pela consultoria do Banco de Boston (FIRST CREDIT SUISSE BANK OF BOSTON) contratado pelo FMI em 1990 para elaborar um PLANO passo a passo para ações de sabotagem nos governos da América Latina tendo como ferozes aliados velhos políticos picaretas e lesa PÁTRIAS com discurso neoliberal a favor dos banqueiros e mega especuladores e da CIA.
Um documento sigiloso altamente lesivo ao Brasil vazou na mídia no Brasil no jornal RELATÓRIO RESERVADO sobre toda essa sujeira dos apagões e as privatarias planejadas pelo ministro das relações exteriores sr FHC é PEDRO PARENTE na época era funcionário do FMI. Também trabalhou no BANCO DE BOSTON o sr HENRIQUE MEIRELES que anos depois também fez parte de governos no Brasil.
O documento que trata de um plano de ação para as PRIVATARIAS tem o seguinte título;
“PRELIMINARY IDEAS STEP BY STEP FOR A PRIVATISATION MASTER PLAN IN BRAZIL OF ELETROBRAS GROUP, TELEBRÁS GROUP, VALE DO RIO DOCE, PETROCHEMICAL GROUP, PETROBRAS GROUP AND INFRAERO GROUP- CONFIDENTIAL MEMORANDUM – INTERNATIONAL MONETARY FUND ”
PREJUÍZOS AO BRASIL:
1- BILHÕES DE DÓLARES EM 47 OBRAS DE USINAS TERMELÉTRICAS SUPERFATURADAS TEVE PHC COMO REPRESENTANTE DAS EMPRESAS MULTINACIONAIS AMERICANAS

2- SABOTAGEM NO SISTEMA ELÉTRICO BRASILEIRO GEROUPREJUÍZO DE BILHÕES PARA COMERCIANTES COM OS APAGÕES PLANEJADOS DE FHC E O FMI

3- CONTRATO LESIVO AO BRASIL DA OBRA DO GASBOL GASODUTO BRASIL BOLÍVIA ASSINADO EM 1996 COM A PRÉ FALIDA EMPRESA AMERICANA ENRON DEIXOU UM PREJUÍZO DE 10 BILHÕES DE DÓLARES PARA A EX ESTATAL PETROBRAS E O BRASIL

4- PROPINAS MILIONÁRIAS PAGAS PELAS MULTINACIONAIS NAS 32 PRIVATARIAS TUCANAS FEITAS EM 32 EMPRESAS DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA NOS ESTADOS LEILOADAS NA BACIA DAS ALMAS POR MENOS QUE 1% DO VALOR PATRIMONIAL

5- TROCA DE ENERGIA LIMPA (GERADA EM HIDRELÉTRICA) POR ENERGIA SUJA (GERADA POR USINAS TÉRMICAS COM PETRÓLEO E GÁS)

6- CEM MIL DESEMPREGADOS COM O PROGRAMA DE TERCEIRIZAÇÃO NAS EMPRESAS ALVOS DAS PRIVATARIAS TUCANAS NO SETOR ELÉTRICO GERANDO TAMBÉM 2 MIL MORTES POR ANO COM CONTRATAÇÃO DE TRABALHADORES TERCEIRIZADOS COM SALÁRIOS MUITO MAIS BAIXOS E COM MENOR QUALIFICAÇÃO QUE OS TRABALHADORES PRIMEIRIZADOS

Responder

Professor Mauro

17 de janeiro de 2018 às 19h11

Na época dos apagões o sr FHC e seus comparsas ministro dos apagões de FHC sr Pedro Lalau Parente, o corrupto genro de FHC sr David Zylbersztajn e o testa de ferro dos tucanos o paraense parente de tucanos no Paraná, sr Paulo Roberto Costa (nomeado por FHC na diretoria de gás), assinaram dezenas de contratos lesivos ao Brasil que geraram enormes prejuízos (35 bilhões de dólares) para a ex estatal Petrobras e para a ELETROBRAS, negociatas assinadas com empresas norte americanas, a ENRON empresa se num general americano de Westpoint (pasmem ela estava com processo de falência e roubo de bilhões de dólares em golpes no mundo inteiro em tramitação na Suprema
Corte Americana e foram alertados pelo governo americano) e com a sinistra EL PASO, Siemens.
A EL PASO se comprometeu a entregar as USINAS TERMELÉTRICAS, FHC colocou o filho PHC como “representante” testa de ferro da multinacional nos contratos SUPERFATURADOS das USINAS TÉRMICAS PHC ficou bilionário via ESQUEMA BANESTADO conta TUCANO imóveis no exterior e negócios no PANAMÁ PAPERS. FHC SABOTOU o sistema elétrico brasileiro para justificar essas obras superfaturados das TÉRMICAS e acabou priorizando a obra da TERMO RIO (exigência do GATUNO ANGORÁ MOREIRA FRANCO) e a TERMO BAHIA (exigência de ACM)

O ESCÂNDALO DA ENRON ESTOUROU NA IMPRENSA BRASILEIRA E DO MUNDO EM ABRIL DE 1999

A sinistra empresa petrolífera especialista em obras de gasoduto ENRON se comprometeu construir o gasoduto GASBOL Brasil-Bolívia uma obra gigantesca de 3.600 km de dutos orçada em 10 bilhões de dólares

Como revelou o JORNAL GAZETA MERCANTIL o crocodilo caimao, rei da PRIVATARIA, sr FHC empurrou a ENRON para um contrato sinistro turn key com a ex
estatal Petrobras e a estatal ELETROBRAS nessa canoa
furada JUSTIFICADAS PELOS APAGÕES SABOTAGEM
no sistema elétrico brasileiro feita por FHC e o ministro dos apagões de FHC sr Pedro Parente, eles sabotaram a ELETROBRÁS e as 32 empresas de distribuição de energia, corte de verbas de manutenção nas redes e
subestações e linhas de transmissão para justificar as
PRIVATARIAS, as obras superfaturados das 47 USINAS
termelétricas entendeu 200 milhões de dólares em propinas para PHC como relatam os livros sobre a PRIVATARIA TUCANA.
Quando a ENRON faliu em abril de 1999 o escândalo causou indignação ao Brasil e ao mundo todo. Não foi por falta de aviso como alertou Bill Clinton pois a ENRON estava com processo de falência na época da assinatura do contrato mas FHC e o DIRETOR nomeado por ele se Paulo Roberto Costa assinaram o NEFASTO contrato mas esses atos derivados dos apagões (GASBOL E USINAS TÉRMICAS) geraram propinas milionárias para o filho PHC que atuou como testa de ferro representante dessas multinacionais.
Com a falência da ENRON a ex estatal Petrobras amargou prejuízos de bilhões de dólares pois teve que ASSUMIR TODOS OS COMPROMISSOS FINANCEIROS COM OS FORNECEDORES E PRESTADORES DE SERVIÇO DA OBRA DO GASBOL.
A REDE GLOBO E TODO O PIG ESCONDERAM O ESCÂNDALO DA ENRON E DAS OBRAS SUPERFATIRADAS DAS USINAS TÉRMICAS
O SILÊNCIO DA MÍDIA FOI ESTARRECEDOR

Responder

Reginaldo Gomes

17 de janeiro de 2018 às 12h48

Eu quero mesmo é a quarta frota.
Moro e Bretas presos pelo Exército Brasileiro por crimes de LESA PÁTRIA . (condução coercitiva, busca e apreensão e tudo!!!)
Aí, é só aguardar na Baia da Guanabara e no litoral do Paraná os vingadores chegarem para salvar seus pau-mandado.
Miséria pouca é bobagem!!

#quartafrota

Responder

Professor Mauro

17 de janeiro de 2018 às 11h11

Trabalhei na construção de usinas hidrelétricas no Brasil na década de 1970 em Itumbiara, Furnas e Itaipu. Também fui professor em faculdades de engenharia disciplina conversão eletromecanica.
O setor elétrico brasileiro era considerado uma referência mundial até meados dos anos 1990, noventa e dois por cento da matriz energética do Brasil era obtida por fontes hídricas e com o mais eficiente sistema de transmissão do mundo.
Por essa razão o CONSENSO DE WASHINGTON criou um plano de ação para reverter essa invejável eficiência energética e criar os APAGÕES PLANEJADOS e ainda fazer a PRIVATARIA das maiores empresas nacionais. Esse acordo para o desmonte nacional foi elaborado em Washington com ajuda do lesa pátria sr FHC o maior signatário defensor do entreguismo das nações de ibero América para os EUA.
Em dezembro de 1969 FHC obteve uma gorda aposentadoria precoce com poucos anos de desserviço na USP e no mês seguinte FHC foi coaptado pela CIA e FUNDAÇÃO FORD para ajudar a CIA a desestabilizar o governo de Salvador Allende comandando badernas de rua e os BLACKBLOCKS no Chile para “ajudar as multinacionais americanas mineradora de cobre a Hanna e a BRADDER Cooper e a ITT na preparação do golpe militar”. Por esse serviço sujo FHC recebeu num milhão de dólares e na semana do golpe ele fugiu para os EUA E lá gastou o dinheiro sujo da FUNDAÇÃO FORD. ESSA PASSAGEM ESTÁ BEM CLARA NO LIVRO: “QUEM PAGOU A CONTA” Sebastião Nery.
Nessa mesma época o lesa pátria FHC escreveu um livro defendendo a entrega das riquezas minerais e petrolíferas dos países da América Latina para os EUA como sendo um caminho para o desenvolvimento. O livro de FHC é uma colcha de retalho plagiado de autores americanos tem o título: “DEPENDÊNCIA E DESENVOLVIMENTO DA AMÉRICA LATINA” nele o sinistro sr FHC sugere o entreguismo e foi apoiado por políticos vendilhões da pátria a serviço da CIA.
Recentemente Edward Sniwden revelou que a FUNDAÇÃO FORD que REMUNEROU FHC e outros traidores da América Latina era uma empresa de fachada da CIA para ajudar a frear o desenvolvimento na América Latina, África, Leste Europeu e Ásia.

O SINISTRO CONSENSO DE WASHINGTON 1993

Um seleto grupo de lesa PÁTRIAS reuniu-se em março de 1993 em Washington oferecendo ajuda aos EUA e às multinacionais para fazer privatizações fraudulentas nas maiores nações da América Latina (Brasil, Chile,
México e Argentina). Um documento sigiloso de um PLANO SECRETO DE AÇÃO (passo a passo) foi elaborado pelo “FIRST CREDIT SUISSE BANK OF BOSTON” foi assinado pelo diretor do FMI sr Paul Volcker e James Backer e Nelson ROCKEFELLER e pelos lesa pátrias da América Latina FHC, MIGUEL DELLA MADRID, SALINAS, MENEM E CAVALO. ESSE DOCUMENTO VAZOU NO BRASIL EM 1993 PELO JORNAL EMPRESARIAL RELATÓRIO RESERVADO;

“PRELIMINARY IDEAS STEP BY STEP FOR A PRIVATISATION MASTER PLAN IN BRAZIL OF ELETROBRAS GROUP, TELEBRAS GROUP, VALE DO RIO DOCE GROUP, PETROCHEMICAL GROUP, PETROBRAS GROUP AND INFRAERO GROUP – CONFIDENTIAL MEMORANDUM” INTERNATIONAL MONETARY FUND, WASHINGTON DC, 1993. ERA UM PLANO COMPLETO DE PRIVATARIAS FRAUDULENTAS COM AÇÕES PASSO A PASSO PARA O DESMONTE NACIONAL INCLUINDO SABOTAGEM DO SISTEMA ELÉTRICO BRASILEIRO COM OS “APAGÕES PLANEJADOS PELO FMI” LEVADOS A CABO NO BRASIL POR FHC E SEU COMPARSA SR PEDRO LALAU PATENTE.
O plano do FMI assinado pelo então ministro das relações exteriores de Itamar Franco O lesa pátria FHC PREVIA TUDO que FHC colocou em prática:

1- rasgar os estatutos das maiores empresas nacionais
ELETROBRAS, PETROBRAS, TELEBRÁS e VALE DO RIO
DOCE e INFRAERO para permitir a nomeação de FEROZES ALIADOS desmonte e nomear estrangeiros no comando das estatais ALVOS das multinacionais e prepara-las para a privatização fraudulentas. FHC nomeou em 1996 dois estrangeiros no COMANDO das estatais na presidência da Petrobras colocou o banqueiro francês Henry PHILLIPE REUSCHTULL e na Nova Diretoria Internacional FHC nomeou espanhol Nestor Cervero. Na diretoria de gás FHC NOMEOU em 11 dw agosto de 1996 o sr PAULO ROBERTO COSTA que foi o mais feroz aliado nas TERCERIZACOES na Petrobras. Na chefia da ANP FHC nomeou O sinistro GENRO DAVID ZYLBERSZTAJN que vendeu centenas de campos petrolíferos na Bacia das almas por preços de Honda Civic. EM FURNAS FHC nomeou O corrupto
DIMAS TOLEDO que montou com Aécio o ESQUEMA DE FURNAS e o MENSALÃO TUCANO e para o ministério dos apagões FHC pasme NOMEOU o ex funcionário do FMI o sinistro lesa pátria sr PEDRO LALAU PATENTE que SABOTOU o sistema elétrico brasileiro cortou verbas de manutenção de subestações e linhas de transmissão e gerou os APAGÕES para justificar privatizações FRAUDULENTAS de 32 empresas nacionais de energia incluindo a maior da América Latina a ELETROPAULO doada por FHC Mário COVAS e o corrupto genro de FHC SR David Zylberszyajn para o grupo americano AES AMERICAN ENERGY SYSTEMS

2- RASGAR os acordos coletivos de trabalho para provocar sindicatos e empregados

3- Fatiar as maiores estatais do Brasil em UNIDADES DE NEGÓCIO de modo a facilitar as privatizações aos pedaços. Esse CRIME FHC e seus aliados fizeram na VALE e na PETROBRAS elas foram divididas em unidades de negócio;

4- Vender todas as subsidiárias das empresas estatais e entregar os equipamentos e máquinas e obrigar as estatais a alugar e contratar das empresas privadas os serviços que foram terceirizados. Esse crime ocorreu com a VALE (FROTA de navios da DOCENAVE e com o DEPARTAMENTO DE SONDAS DA EX ESTATAL PETROBRAS. FHC extinguiu a FRONAPE, O DEPEX e passou a alugar navios sonda da Hallibourton a petrolífera americana que pertence ao corrupto Dick Cheney o sinistro vice presidente de George Bush, pasme, O aluguel de sonda custa meio milhão de dólares por dia!!!. Esse corrupto sr FHC é o maior LESA PATRIA da América Latina.

5- O sinistro consenso de Washington também previa a entrega de campos petrolíferos e reservas de metais nobres TITÂNIO NIOBIO ESTANHO E COBRE muito abundantes no Brasil, Chile e Bolívia. Esse entrega foi feita no Brasil de forma descarada após a entrega da VALE DO RIO DOCE em 1997 foi doada pelo Sr FHC e o seu comparsa José chirico Serra e desde 1999 foi iniciado o CONTRABANDO DE NIOBIO. Esse contrabando de niobio gerou SOBRECARGA nas represas de rejeitos e causou CINCO desastres ambientais em Minas Gerais GERANDO a CPIDA MINERAÇÃO em 2009 abafada nos governos Aécio e ANASTÁSIA em troca de propinas na Alemanha em LIECHTENSTEIN e ainda provocou o maior crime ambiental da história da mineração em MARIANA a BHP SAMARCO E BILLITON despejaram no Rio Doce 63 milhões de toneladas de lama tóxica contendo arsênio e mercúrio e outros metais pesados destruiu a fauna e matou o Rio Doce, matou milhões de peixes, destruiu as estações de tratamento deixando sem água seis milhões de pessoas em MG e AS e ainda gerou a epidemia de febre amarela no sudeste do Brasil. Esse quadrilha da PRIVATARIA TUCANA na VALE DO RIO DOCE nunca foi punida pelos crimes ao patrimônio e nem pelos crimes ambientais

No desastroso desgoverno entreguista de FHC assistimos com muita tristeza o planejamento e ações de sabotagem de FHC e Parente nos terríveis apagões que geraram enormes prejuízos aos comerciantes e aos cidadãos afetados por essa tragédia tucana dos apagões e aquele entreguismo lesa pátria dos campos gigantes de petróleo doados por FHC e o corrupto genro e a entrega de lote bilionário das ações da Petrobrás na BOLSA DE NEW YORK entregue na Bacia das almas em Janeiro de 1999 pelo corrupto genro David Zylbersztajn e o sinistro francês Henry PHILLIPE Reischtull. Desde 2000 a União repassa aos mega especuladores da bolsa de NEW YORK 60% dos lucros da ex estatal Petrobras.
Agora essas figuras carimbadas da corrupção o quadrilhao do golpe transformaram o Brasil numa MEGA colônia dos EUA e Inglaterra, criaram o trabalho escravo, destruíram as leis trabalhistas, entregaram na Bacia das almas enormes reservas petrolíferas do pré-sal transferindo para os EUA seis milhões de empregos na indústria, e pasme ainda isentando as petrolíferas
estrangeiras dos impostos sobre o petróleo por 40 anos fazendo uma enorme quebradeira nos estados
produtores de petróleo.
Só ficou faltando completar o desmonte entregar o sistema de geração de energia o maior sistema hidrelétrico do planeta agora será o alvo dos golpistas do quadrilhao de TEMER, ETC, CUNHA en do JUIZ TUCANO treinado pela CIA às Sérgio Moro o pavão de Curitiba a serviço dos banqueiros e das multinacionais do petróleo e ele foi o maior protetor de tucanos no ESCÂNDALO BANESTADO BANCO DO ESTADO DO PARANÁ o propinoduto das PRIVATARIAS TUCANAS

Responder

Cláudio

17 de janeiro de 2018 às 06h13

Prezado Miguel,

recebi hoje (ontem), terça-feira (16jan18), os 5 livros adquiridos junto a você, sobre o Golpe e a resistência a ele, e também o “Comentários A Uma Sentença Anunciada O Caso Lula”. Os cinco exemplares chegaram perfeitos, primorosamente bem embalados e em excelentes condições. Grato e muito bom sucesso. Cláudio (Carvalho Fernandes), Teresina | PIauí.

Responder

    Cláudio

    17 de janeiro de 2018 às 06h16

    O Processo Lula

    Responder

Cláudio

17 de janeiro de 2018 às 04h13

:
: * * * * 04:13 * * * * .:. Ouvindo As Vozes do Bra♥♥S♥♥il e postando:

“A Frente Brasil Popular está organizando um grande encontro de solidariedade ao presidente Lula nos dias 23 e 24 de janeiro em Porto Alegre. Lá reuniremos movimentos sociais e populares, juristas, intelectuais, artistas, partidos de esquerda, e nomes internacionais em defesa da democracia e do direito de Lula ser candidato. Para garantir as condições de infraestrutura e receber as Caravanas que virão de diferentes locais do Brasil, estamos realizando uma vakinha virtual.”…

Caso seja de sua livre e espontânea vontade e disponibilidade financeira, acesse o “link”

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/em-defesa-da-democracia-e-de-lula-ser-candidato-fbp-rs

[ou acesse o “site” Vakinha e, lá, na busca interna, procure por EM DEFESA DA DEMOCRACIA E DE LULA SER CANDIDATO FBP/RS, de Misiara Oliveira] e saiba como contribuir [o valor mínimo de contribuição é igual a 20 reais], “vamos todos às ruas em defesa da democracia!”, diz a frente.

.:.

♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
* * * * * * * * * * * * *
* * * *

Por uma verdadeira e justa Ley de Medios Já pra antonti (anteontem. Eu muito avisei…) ! ! ! ! Lul(inh)a Paz e Amor (mas sem contemporizações indevidas) 2018 neles/as (que já PERDERAM, tomaram DE QUATRO nas 4 mais recentes eleições presidenciais no BraSil) ! ! ! ! !

* * * *
* * * * * * * * * * * * *
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

Responder

Deixe um comentário

O 2021 de Bolsonaro O 2021 de Ciro Gomes O 2021 de Lula Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade