Live diária do Cafezinho, hoje às 19:00

Ricardo Stuckert: Lula em SP pela democracia

A condenação de Lula foi sua (nossa) vitória

Por Tadeu Porto

26 de janeiro de 2018 : 16h02

Foto: 

Por Tadeu Porto*

“Os fracassos são minhas vitórias. E eu odiaria estar do lado de quem me venceu” (Darcy Ribeiro)

Dizem por aí que a velocidade do projétil que atravessou o coração de Getúlio Vargas é diretamente proporcional à entrada do seu nome para a história.

Particularmente, no passado questionei se esse foi o melhor caminho a ser seguido pelo gaúcho mais mineiro de todos os tempos, contudo mudei de ideia quando passei a considerar que esses 10 anos de sobrevida que Vargas deu à democracia brasileira trouxeram, entre outros feitos, a maturidade política que elegeu Jango e que, em outro cenário senão o suicídio, teríamos uma ditadura militar ainda mais duradoura.

Ou seja, saiu do coração estático de Getúlio um dos poucos sopros de democracia que temos e, considerando nossa história golpista, qualquer brisa de pensamento democrático consegue fazer a diferença de um tornado.

E se pensávamos que o Golpe deixou de ser regra na nossa política, 2016 foi como um balde de água fria para quem acreditou numa república democrática e, claro, consequentemente a aristocracia nacional se assanhou em aprofundar sua eterna guerra contra o povo e, portanto, tentar aniquilar qualquer força popular do país.

Por essas e outras Lula é tão massacrado.

Não há em toda nossa história quem representa melhor a força do povo do que um operário nordestino que venceu a fome e o preconceito para ser o melhor presidente que esse país já teve. Obviamente, a elite nacional (e mundial) nunca aceitaria isso. Cada vitória do eterno presidente – e não foram poucas – aumentou o recalque de seus algozes que aproveitam a ocasião covarde, onde são protegidos por togas e revistas, para desopilar todo seu ódio guardado contra o petista.

Sendo assim, e dói meu coração em escrever isso (não deixo de ter solidariedade ao sofrimento do Luis Inácio), o pior cenário possível seria o de absolvição do presidente Lula. Afinal, o Golpe de 2016 não aliviaria (jamais!) a vida de quem joga contra a agenda neoliberal.

Guardada as devidas proporções, seria como se a República do Galeão amenizasse a perseguição a Getúlio, o deixando vivo e pavimentando melhor o caminho para que o Golpe de 64 se antecipasse em uma década.

Portanto, Lula condenado de maneira cruel, pela mídia e pela justiça, significa, dentre várias análises, que a direita brasileira o vê como um grande adversário. E, convenhamos, ser o inimigo número um de uma elite escravocrata que prefere beber whisky de segunda em Miami ao invés de tomar uma boa cachaça em Minas Gerais é digno das mais variadas homenagens, desde estátuas em praça pública a músicas do Chico Buarque.

Por isso, se essa casta burguesa perdoasse o Lula significaria, única e exclusivamente, que ele deixou de representar algum tipo de perigo para ela. E isso, indubitavelmente, não condiz com a história do operário mais querido do Brasil.

A guerra continua e nossa luta também. E nessa disputa injusta onde um lado mata o outro de fome para poder jogar comida fora, o pior cenário seria estar do lado da falsa vitória.

*Tadeu Porto é editor do Cafezinho e diretor da Federação Única dos Petroleiros e do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense

Tadeu Porto

Colunista do Cafezinho e diretor da Federação Única dos Petroleiros e do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

37 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Claudio

26 de janeiro de 2018 às 22h48

A quem faz chacota do resultado do golpe, ironizando o LULA, saiba que estar no lugar dele como ser humano é muito melhor e muito mais grandioso do que estar na pele dos togados, piores que juízes de futebol, e dos golpistas que não aceitaram nunca a ascensão de um operário, representante legítimo do povo ao poder. E se um dia provarem seu envolvimento com provas documentais, e não o tal do domínio dos fatos, então mudarei de ideia quanto a perseguição ao Presidente Lula, mas manterei meu desprezo a quem faz chacota sem conhecer a verdade, seja contra o Lula ou contra outro qualquer. A historia um dia será contada de forma verdadeira e valerá para quem acreditou no Lula como eu e para quem acreditou cegamente na Globo ou nas “vejas da vida” porque não buscou se informar melhor, ou por que não gostou de ver o pobre dividir o mesmo espaço, antes ocupado apenas pela “pseudo elite”. Repudio veemente a forma sagaz de agirem daqueles que se alinham a forma mais demoníaca de se manifestarem a favor ou contra o réu, pois um dia serão cobrados, não importando qual seja a religião, pela conduta mórbida. Conclamo a todos, que como eu que acredita na inocência por falta de provas, a defender o Presidente até que apareça uma ÚNICA prova concreta, que faça a população refletir de verdade sobre os acontecimentos, afinal a busca por imóvel do Lula começou antes dos idos de 90, quando diziam que ele possuía uma mansão no Morumbi (os mais velhos hão de se lembrar). Vasculham a vida dele desde o tempos do sindicalismo e até hoje nenhuma prova. A quem eles pensam que enganam? Ao povo? não creio, mas sim a “falsa elite”, que aos poucos começam a retornar a sua condição social antes da era Lula. Pena que será tarde demais!

Responder

Antonio Passos

26 de janeiro de 2018 às 22h14

Concordo plenamente e foi o assunto de uma conversa que tive ontem com um amigo. Lula NÃO podia ser absolvido, seria mais uma “conciliação” que não levaria a nada. Não existe mais espaço para conciliações no Brasil, agora é guerra. A agenda fundamental para o Brasil agora é:
1 – recuperar a democracia
2 – tirar do ar a rede Globo
3 – revisão constitucional

Responder

    Marcelo Moreira

    26 de janeiro de 2018 às 23h10

    Antonio
    Também concordo com o Tadeu.
    Só que temos que ser objetivos, como alcançar os 3 pontos da sua agenda????

    Hoje nós somos basicamente isso:

    40% quer levar vantagem em qualquer coisa.
    30% não está nem aí para o que está acontecendo.
    20% caiu do caminhão de mudança e não sabe nem aonde esta.
    10% (que incluo você) são os únicos que sabem e estão preocupados com o que está acontecendo no Brasil e no mundo.

    Sinceramente não sei como solucionar essa equação.

    Responder

Jar Borah

26 de janeiro de 2018 às 20h09

Putz… Será que se iguala. Getúlio se suicida estadista… Lula nem coragem tem.

Responder

    Antonio Passos

    26 de janeiro de 2018 às 22h15

    Ainda bem que seu comentário foi curto. Disse menos imbecilidades.

    Responder

Do

26 de janeiro de 2018 às 18h41

Engraçado mencionarem Getúlio ditador fascista admirador do nazismo que matou mais pessoas que a ditadura militar,que não só não respondeu pelos seus crimes como voltou a ser presidente em eleições suspeitas,e você o compara a Lula não sei percebeu as implicações dessa tese.

Responder

    ari

    26 de janeiro de 2018 às 20h44

    Getúlio teve duas fases, sendo a primeira o Estado Novo a que vc se refere. No entanto, eleito em 50, mostrou-se um governante nacionalista, criando, por exemplo, as bases para nossa indústria e trazendo um grande benefício para o trabalhador, a CLT. Assim, obviamente a comparação com o Lula é válida em vários aspectos, não obstante o seu passado. Se você reparar, a história é cheia de personagens que mudaram radicalmente suas posições ao longo da vida

    Responder

Nestor Bender Bender

26 de janeiro de 2018 às 20h38

Só resta a desobediência civil coletiva como forma de precionar para transformar. Tomemos exemplos em outros países.

Responder

Casendey Casendey

26 de janeiro de 2018 às 19h43

Aguentar tanta porrada com dignidade não é para qualque um. É só para os fortes, os vencedores. Tem político aí que não aguenta uma ediçãozinha de JN. Se batem tanto tem um pq!! Quando não se tem força para vencer dentro das regras do jogo os covardes compram a vitória! Mas a história conta a verdade!

Responder

Vladisval Ferreira Aparecido Pinto

26 de janeiro de 2018 às 19h33

antes o molusco podia contar os anos de prisão nos dedos… agora não pode mais!!!!!! é gópi!!!!

Responder

    ari

    26 de janeiro de 2018 às 20h46

    O Brasil vem sendo tomado por uma onda de imbecilidade nos últimos anos. Muitos desses zumbis que postam seus comentários aqui talvez ajam de boa fé, já que perderam sua capacidade crítica graças a nossa mídia de pensamento único, sem contraditório. Você talvez seja um deles e vou investir em sua boa fé
    1. Você acompanhou a fala do Gebran? (provavelmente não) Pois bem, esqueça o Lula, o PT. Imagine você acusado de roubo por colegas de trabalho e sendo condenado unicamente com base no depoisento deles. Supondo que você seja intelectualmente honesto, após acompanhar o julgamento, você manteria a mesma opinião?
    2. Vc esbraveja contra a corrupção. Será mesmo? No mesmo dia do julgamento, foi pedido o arquivamento de inquérito contra o Serra. Contra o Aécio, nada prospera na “justiça”. Vc ajudou a colocar no governo um quadrilhão que está destruindo o país. Você foi para a rua ou veio para as redes sociais protestar? Nãããão?
    3. Agora voltemos ao Lula. Vá no IBGE, no IPEA, consulte a imensa literatura a respeito ou venha aqui onde moro, área rural do sertão baiano e você verá o imenso trabalho feito em favor dos mais fracos e dos excluídos, cujas vidas mudaram radicalmente nos governos do PT. Isto nunca ocorreu antessabia.
    4. Se você me leu até aqui, já é um bom sinal. Vc sabe quem foi Umberto Eco, não? Pois bem, digite no Google “Como se nasce e como se morre de fascismo”. Tenha paciência e leia. É um texto longo. E você talvez fique surpreso ao descobrir que tem sido peça importante para desenterrar esse monstro que julgávamos morto e sepultado.
    Se depois de tudo isto você continuar com as mesmas opiniões, então continuarei dizendo que você é mesmo um zumbi. Mas um zumbi de boa fé

    Responder

Pedro Cândido Aguarrara

26 de janeiro de 2018 às 17h24

O Estado de Direito no nosso país ACABOU!!

Só vamos dar certo com PAREDÃO!!! Só BALA e VALA!!!!

Só vamos dar certo quando organizarmos a LUTA ARMADA e começarmos a LIQUIDAR FASCISTAS!!!

Não há diálogo político possível com fascistas. Fascistas só matando!!

Responder

Joara Minharo

26 de janeiro de 2018 às 18h52

Responder

Valdeci Elias

26 de janeiro de 2018 às 16h42

Vitória ???? Os desempregados da construção civil e da industria naval , discordam. Os trabalhadores sem férias e decimo terceiro discordam .
A Esquerda brasileira , tem uma estranha noção de vitória .

Responder

    Valdeci Elias

    26 de janeiro de 2018 às 16h44

    A única vitória da Esquerda brasileira, é ter conseguido evitar a prisão e humilhação pública de Lula.

    Responder

      Joao Batista Ramalho

      26 de janeiro de 2018 às 19h22

      Se voce tivesse vergonha na cara nao estaria aqui defecando pela boca.

      Responder

    Do

    26 de janeiro de 2018 às 18h46

    Valdeci porque países do terceiro mundo possuem tantos direitos trabalhistas e continuam sendo do terceiro mundo ,já as grandes potências econômicas não possuem CLT e vivem com prosperidade mesmo após crises,resolva esse paradoxo para mim por favor.

    Responder

      Valdeci Elias

      27 de janeiro de 2018 às 17h13

      Do, o ser humano só da importância , ao que está lhe falando. Por isso é normal, que países onde o Trabalho, é na verdade a Escravidão remodelada, tentem criar meios de defender os mais fracos, ou seja Direitos Trabalhistas.
      Agora você me responda,por que tem brasileiros que se acham vira-latas, e ao invés de lutarem pro país se trona uma Noruega ou Finlândia, lutam pra o Brasil virar um México, Índia ou China ???

      Responder

      Valdeci Elias

      27 de janeiro de 2018 às 17h14

      Faltando

      Responder

Aaliyah Hajra Hussain

26 de janeiro de 2018 às 18h40

Lula sempre . PT

Responder

Suely Simone Bispo Alves Pereira

26 de janeiro de 2018 às 18h37

Lula.

Responder

Fátima Costa

26 de janeiro de 2018 às 18h36

Lula tu és grande demais. São poucos os que odeiam você.

Responder

Valdir Foizer Silva

26 de janeiro de 2018 às 18h35

Com certeza meu voto é do Lula

Responder

Jose Correia

26 de janeiro de 2018 às 18h30

13

Responder

Nilma Lucas

26 de janeiro de 2018 às 16h27

Que texto lindo, mexe com o coração da gente que se encontra tão sensibilizado, diante das injustiças desencadeadas contra Lula! Esse sentimento de impotência corrói a alma, mas ao mesmo tempo nos desafia a continuar lutando!

do povo brasileiro!

Responder

JULIO CEZAR DE OLIVEIRA

26 de janeiro de 2018 às 16h25

cara será porque em todo comício do lula,as praças lotam de gente,se viu em curitiba,75 mil pessoas,e estão dizendo que o pt só nesses últimos dias aumentou em dez por cento suas filiações.

Responder

    ari

    26 de janeiro de 2018 às 20h52

    O PT, segundo o Datafolha, é de longe o partido brasileiro que mais cresce. Qual outro político seria capaz de fazer uma mobilização sequer parecida como a que houve no dia 24 em várias partes do país?

    Responder

Greice Bastos

26 de janeiro de 2018 às 18h24

Lulala

Responder

José Barbosa Lourenço

26 de janeiro de 2018 às 18h18

#Lula2018
#PT13

Responder

Eliana Araujo

26 de janeiro de 2018 às 18h13

Eu tb

Responder

Reginaldo

26 de janeiro de 2018 às 16h09

Texto fluflu demais. Esse negócio de entrar para histária já me dando nausea.

Responder

    Ultra Mario

    26 de janeiro de 2018 às 17h11

    Essa é a realidade brasileira. Um mero presidente que só fez o seu dever (representar o povo) é herói nacional.

    Se isso te dá nausea espero mesmo que você tenha vomitado muito durante tantos outros governos que nunca levantaram um dedo sequer para ajudar os oprimidos.

    Responder

      Do

      26 de janeiro de 2018 às 18h57

      Ultra se o Lula resolveu a vida dos oprimidos porque eles precisariam de bolsa família sendo ela menos que um salário mínimo,esse por sua vez é comido pelos os impostos em cascata como por exemplo em alimentos,remédios ,combustível,(que aumenta os preços mais ainda ,mesmo o petróleo sendo nosso).O Lula acabou com o imposto de importação?Que diminuiria dramaticamente os preços dos produtos para os pobres e não me venha dizer que isso acabaria com a indústria e empregos brasileiros porque quem emprega mais no Brasil é o setor de serviços.

      Responder

    Joao Batista Ramalho

    26 de janeiro de 2018 às 19h18

    Aprenda a escrever seu orelhudo.

    Responder

Denize Moraes

26 de janeiro de 2018 às 18h05

Obrigada Lava Jato se antes eu tinha alguma dúvida agora eu tenho certeza com ou sem Lula meu voto é do PT!

Responder

Deixe uma resposta