Jornal da Forum: Lula quer reindustrializar o Brasil!

Delações sem controle começam a ferrar com a vida do brasileiro comum

Por Miguel do Rosário

06 de fevereiro de 2018 : 10h29

Cliquem no link do Tweet abaixo e leiam essa história, de um rapaz do interior, que foi “delatado”, sem provas, e cuja vida virou um inferno.

A jurisprudência criada pelo sistema de “delação premiada” virou uma zona, e a culpa, naturalmente, é da Lava Jato, da mídia e de um judiciário inteiramente vendido à um processo degradante de reação e fascismo.

***

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Cleyton

08 de fevereiro de 2018 às 10h26

É a inquisição moderna.

Responder

Marcelo M

06 de fevereiro de 2018 às 18h50

Trabalho em um Tribunal, e há um processo em que um rapaz foi denunciado por vários furtos e formação de quadrilha. Parte da quadrilha foi presa e, indagada acerca do outro componente, afirmaram que seria fulano (um nome comum). Com base nisso, a polícia exibiu à quadrilha uma fotografia. Tendo como resposta “é esse mesmo!”. O rapaz foi indiciado e denunciado com base nisso, nem mesmo foi ouvido. O detalhe é que os crimes ocorreram em uma comarca do interior de São Paulo, e justamente nas datas e horários dos crimes o rapaz dedurado estava trabalhando, pois era porteiro noturno em um prédio na cidade de São Paulo. O rapaz pediu à síndica do prédio os rigistros que comprovavam que estava no trabalho quando do cometimento dos crimes. A síndica forneceu os registros, mas sem antes despedi-lo. Resultado, está desempregado e respondendo um processo porque foi dedurado. O Ministério Público foi buscar a verdade? Isso não vem ao caso. Provavelmente o rapaz será condenado.

Responder

Maria Thereza

06 de fevereiro de 2018 às 16h14

Tem que ser muito pateta pra achar que esse “método” não ia se espalhar. Esqueceram com quem está o poder, quando a lei é letra morta? A gente avisou. Basta um vizinho não ir com a cara da gente está feito o rolo. Não precisa provar nada mesmo

Responder

Reginaldo Gomes

06 de fevereiro de 2018 às 12h43

Minha primeira fake news!!!
“””””A cagüetagem premiada irá fechar todos os blogs progressistas!!!!!!””””” , da seguinte forma:
1) Um indecente será preso acusado de fake news;
2) O indecente irá cagüetar o blog progressista;
3) Cagüetagem é prova;
4) Blogueiro preso;
5) Blog fora do ar;
(Ainda bem que isso é uma fake news!)

Responder

Andre Rs T

06 de fevereiro de 2018 às 12h38

Clique na imagem do twiter para ler o relat do advogado….por ironia do destino o delatado era um coxinha…nem adiantou ser tucano ou bolsomito

Responder

Andre Rs T

06 de fevereiro de 2018 às 12h35

Republica Federativa da Deduragem
Qualquer um de nós está a mercê de delaçao de um inimigo ou bandido que use a delaçao para ter a pena diminuida e ainda por cima premiado por delatar sob tortura

Responder

Deixe um comentário

O 2021 de Bolsonaro O 2021 de Ciro Gomes O 2021 de Lula Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade