Boulos na Carta Capital (ao vivo!)

Foto: Metropoles / Mulher do ministro Aloysio Nunes também fez parte da missão à Asia com gastos de R$ 279,700 mil em pleno colapso de abastecimento

Crise? Chanceler e comitiva desfrutaram de hotéis de luxo por 23 dias

Por Redação

10 de junho de 2018 : 12h39

Publicado no Metropoles

Enquanto o cidadão comum sofria com o desabastecimento de gasolina e gás de cozinha durante a greve dos caminhoneiros, uma comitiva de dez integrantes do Ministério das Relações Exteriores (MRE) se hospedou em hotéis com até 7 estrelas. A viagem da equipe do ministro Aloysio Nunes, que incluiu a mulher do titular da pasta, a jornalista Gisele Sayeg, gastou R$ 279,700 mil com estadia e passagens aéreas em viagens oficiais à Àsia, entre 2 e 25 de maio.

Além desses gastos, um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) levou o chanceler e os diplomatas brasileiros em 17 trechos na mesma missão. Segundo os registros da FAB (veja todas as viagens na tabela abaixo), a comitiva incluiu mais três dias até o retorno em Guarulhos no dia 28 de maio e outros destinos na Europa (Portugal), África (Cabo Verde) e nos Estados Unidos (Anchorage, Denver e Fort Lauderdale).

Só com hospedagem, a missão gerou gastos de U$$ 54.057,89, (em média R$ 210 mil). As passagens dos servidores do Itamaraty custaram ao contribuinte US$ 17.872,79 mil, ou cerca de R$ 69,700 mil, além dos custos com o avião da FAB. Os dados foram obtidos pelo Metrópoles via Lei de Acesso à Informação (leia também a íntegra da resposta enviada pelo MRE).

De acordo com o Itamaraty, os bilhetes foram emitidos em classe econômica pelas companhias Latam, Singapore Airlines, Gol, Lufthansa, Emirates, Thai Airways, Vietnam Airlines, All Nippon Airways, China Eastern, Air France, Korean Air e Air China. Mas, no registro da FAB, a previsão de número de passageiros, 10 pessoas, é a mesma dos integrantes da equipe listados na resposta por meio da Lei de Acesso à Informação.

“O périplo por sete países da Ásia (China, Coreia do Sul, Indonésia, Japão, Singapura, Tailândia e Vietnã) visou explorar o enorme potencial inexplorado nas relações do Brasil com a região”, ressaltou o órgão. Ainda segundo a assessoria, a viagem “busca recuperar o tempo perdido, colocando a Ásia no centro da política externa brasileira”.

Para executar a tarefa oficial, a equipe ficou comodada em hotéis 5 estrelas e um deles de 7, o Wanda Reign Xangai, o primeiro da categoria na região.

“Ao entrar no saguão, os visitantes atravessam os pisos incrustados de jade inspirados na Art Déco em direção a uma pintura abstrata do renomado artista contemporâneo chinês Shi Qi. Grandes colunas de mármore se estendem até um teto de 10 metros de altura”, descreve a CNN Travel. As diárias custam de R$ 368 a R$ 1.429 (com base nas tarifas médias de quartos standard, segundo o Tripadvisor).

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo Nogueira

11 de junho de 2018 às 14h37

É o mesmo que jogar dinheiro no lixo, pois nenhum dirigente de país sério quer esses golpistas por perto.

Responder

Carlos Augusto De Bonis Cruz

11 de junho de 2018 às 08h33

Conseguiram o “meu país de volta”. Enquanto lutamos pela sobrevivência,, outros rasgam nosso suado dinheirinho de massacrantes impostos. Uns em “prospeção” de mercados, outros tramando golpes e subversões. Realmente conseguiram o “meus pais de volta” . Pobres pais de patos!

Responder

Assim Falou Golbery

11 de junho de 2018 às 00h24

Por outro lado, quando Lula e Dilma viajavam e se hospedavam apenas em espelunca de quinta categoria, apenas fazia o povo morrer de vergonha. Longe de nós negar a qualquer dos nossos ocupantes de cargo de responsabilidade pública até os maiores caprichos

Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com