Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Crédito: Ricardo Stuckert.

Wanderley Guilherme: PT converteu “solidariedade” a Lula em “inaceitável culto à personalidade”

Por Miguel do Rosário

24 de julho de 2018 : 15h26

A SEDUÇÃO DA TIRANIA

Por Wanderley Guilherme dos Santos, no Segunda Opinião
24 de julho de 2018

A eleição presidencial de 2018 esteve ganha pela oposição enquanto a única referência dos conservadores era a associação com o monumental desastre de Michel Temer. Hoje, “Michel Temer” virou espantalho a ser inflado e agitado durante a campanha eleitoral. Mas não está claro se o eleitorado votará contra os conservadores por sua conexão ao golpe parlamentar ou se os favorecerá na renovada expectativa de derrotar um candidato, imbatível há quatro disputas, sustentado nuclearmente por PT, PSB, PDT e PC do B. Hoje, dilacerou-se o conjunto quatro vezes vencedor: o Partido dos Trabalhadores, hegemônico, não contará com os votos unânimes dos partidos que sempre o apoiaram e nem mesmo com a totalidade de seu próprio eleitorado.

Hoje, a nuvem da política mudou drasticamente de silhueta.

Depois de sucessivas derrotas jurídicas e tímida resposta dos movimentos nas ruas, o PT iniciou o afastamento da realidade com a campanha autodestrutiva de que uma eleição sem Lula seria fraude. Não registrou a indiferença do aparato judiciário e policial às ralas manifestações de adesão nas grandes cidades, adotando o contraditório movimento de negar legitimidade às decisões da justiça e a ela recorrer, confiando no nobre critério de neutralidade dos operadores. Parecia agir na presunção de que ou as críticas contra o judiciário convinha como propaganda ou de que conseguiria persuadi-lo pela força dos argumentos.

As acusações da esquerda contra o Judiciário, contudo, têm granítica procedência. Infrações e arbitrariedades jurídicas fazem parte do consenso que inclui a avassaladora maioria dos partidos políticos, o eficaz mecanismo do sistema globo de informação para iludir a opinião pública, todos os órgãos de representação do capital e, por fim, a maioria do Judiciário, extensamente comprometido com aberrações jurídicas desde o julgamento da Ação Penal 470. E a cláusula pétrea do golpismo consiste em impedir o retorno da centro-esquerda ao circuito de poder político. Não se trata, aqui, de frívolo recurso de retórica partidária, mas refletido juízo sobre a dissimulada conspiração que o caricato impedimento de Dilma Rousseff desnudou.

Depois de reconhecido o vazio das ameaças de que o MST, substituindo a já clara impotência da CUT, ocuparia cidades e praças contra as arbitrariedades de Sergio Moro, a discussão sobre eventual resistência à ordem de prisão elevou os dirigentes petistas a superior patamar de desvario. Em seguida ao que jamais aconteceria, a prisão de Lula, o roteiro delirante aproveitou a solidariedade à indiscutível vítima de perseguição política, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, convertendo-a, por intimidação, em inaceitável culto à personalidade de um irreconhecível candidato presidencial Lula.

Hoje, há um Lula indulgente com o totalitarismo dos diretores do PT, da CUT, do MST, transtornado em fanatismo em muitos militantes, e candidato que mantém refém grande parte das forças populares. Mais preocupado em derrotar competidores em seu próprio lado do que impedir a vitória da reação. Todos os quadros do PT e partidos próximos, além de personalidades historicamente admiradoras do extraordinário ex-metalúrgico, têm sido apresentados a um enigmático Lula, messiânico e expropriador da vontade autônoma das forças populares.

Antes, o destino de Lula se associara ao destino dos pobres; hoje, Lula pretende que o destino das massas se associe ao seu, aprisionado a um combate mesquinho contra um personagem nanico – o juiz Sergio Moro. Os democratas esperam que o preço não seja a vitória da reação, com o encarceramento real da população pobre a seu destino miserável.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

73 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Fernandes

27 de julho de 2018 às 02h41

Ajudei o Presidente Lula a fundar o PT no Rio de Janeiro minha cidade natal , Presidente Lula está preso injustamente e hoje está fora desta eleição por causa da Lei da Ficha Limpa que foi ele que sancionou , o PT deseja que ele permaneça preso pelo Picolé de Chuchu ou deseja Lula Livre? podendo ser Ministro das Relações Exteriores ajudando a recuperar o que foi queimado pelo Temer e cia. Presidente Lula está vivo e precisamos dele mais do que nunca , união dos Progressistas que precisamos urgentemente , chega de ilusões que não nos levam a nada , tenho 70 anos de idade , sempre serei do PT !

Responder

Sempre Voltaço

25 de julho de 2018 às 19h30

Ou é Lula (com meu voto) ou é qualquer um (sem meu voto).
Agora uma pergunta: Vocês acham que após o golpe, após a caçada ao Lula, eles os capitalistas, rentistas, e o diabo a quatro, vão deixar uma esquerda governar??
Faz me rir.

Responder

    Alan Cepile

    25 de julho de 2018 às 20h53

    Não faz sentido… Pq seguindo seu raciocínio é uma das alternativas abaixo (ou as duas):

    1) Já que não vão deixar a esquerda governar então não adianta votar no Lula.

    2) Lula não é de esquerda.

    Responder

      Sempre Voltaço

      26 de julho de 2018 às 09h02

      Entendi seu argumento, mas Lula é Lula e o medo mora ai. Ninguém terá coragem de peitar o cara quando ele tiver na presidência.

      Responder

Liliana

25 de julho de 2018 às 19h03

Ciro Gomes afirma que a eleição de 2018 é sua, só faltando os votos que, na opinião do PHA, Wanderley Guilherme (já demonstrando desespero) e Miguel do Rosário, Lula está obrigado a lhe ceder para não ter sobre si mais essa acusação de fazer a esquerda perder a eleição. Ora, façam-me o favor: vão catar coquinho! É Lula ou Lula!

Responder

    Alan Cepile

    25 de julho de 2018 às 20h54

    Não é uma questão de votos, é uma questão de contexto.

    Quanta choradeira!

    Responder

Carlos Lima

25 de julho de 2018 às 15h50

O Wanderley é tipo aquele peixe que nada junto ao tubarão, sua visão crítica sobre LULA e o PT, sofreu uma metamorfose estranha até para ele mesmo, quando se torce contra o motivo da comemoração é outro. O que não precisamos neste momento é de outro Joaquim Silvério. Caia no real Wanderley, tá é pegando mal e colocando sua intelectualidade política sob suspeita. Seu texto teve classificação A, mas A de “ASNEIROL TOTAL”.

Responder

CLER

25 de julho de 2018 às 14h56

Convença o povo de abandonar o Lula e a votar no Ciro… O povo quer o Lula e o PT tem a obrigação de lançar Lula como candidato e de garantir a presença de dele na urna (fazer todo o possível). Se a justiça impugnar, será mais uma fraude, ou vc concorda com a impugnação?,,, se o povo quiser o Ciro e expressar isso no voto, então o Ciro será nosso presidente, mas não parece ser o caso… eu quero votar no Lula e não no Ciro,,, e sinto que no campo da esquerda há quem está contra o meu direito de votar no Lula…

Responder

Marina

25 de julho de 2018 às 14h03

Pelo que entendi esse tal “culto à personalidade” é um devaneio quase religioso dos petistas. Todos petistas são carolas e não tem aquela capacidade de pensar com profundidade. Como podem cultuar o Lula que não fez absolutamente nada pelo Brasil, não é mesmo? Deviam fazer novenas para que o Santo Moro tivesse compaixão e perdoasse o Lula pelo crime inexistente. Mandar cartas e mais cartas ao Lula na prisão num gesto de solidariedade. Isso é tudo que ele merece. Bom mesmo é o Ciro que é um articulador com capacidade de se transmudar de acordo com a ideologia de seus desejados parceiros. Pena que levou uma rasteira dos golpistas que resolveram se associar ao “picolé de chuchu”. Aí, como de costume, mira suas baterias contra Lula e o PT. Ué! Que culpa tem o PT pela traição da noiva que Ciro vinha cobiçando? Não adianta rechear o blog de comentários dos ciristas recalcados para atacar o PT e os petistas. Somos assim mesmo. Solidários sim, sem perder a coerência e a fidelidade ao projeto de país que Lula representa.

Responder

Alberto Jorge

25 de julho de 2018 às 13h55

Sinceramente, todas as considerações devem ser lidas e compreendidas. Porém, chega o momento político que exige firmeza de propósitos.

O que vale agora é a participação nas ruas de todos! Inclusive dos Blogueiros e intelectuais !

Professores e alunos nas ruas!

Profissionais liberais e demais trabalhadores nas ruas!

PHA!

MIGUEL DO ROSÁRIO!

GUIMARÃES!

Fernando Brito!

Fernando Morais!

Todos no Arco da Lapa e todos juntos no dia 15 de agosto para registro da candidatura de Lula!

Lula LIVRE e apto para disputar as próximas eleições presidenciais.

Responder

devanir Maech

25 de julho de 2018 às 10h15

Belo texto, o difícil e fazer com esses petebas entendam alguma coisa, quando acordarem, será tarde demais, o Pt terá se transformado o partido neymar, a maior chacota do país

Responder

    Fehnelon

    25 de julho de 2018 às 13h07

    Vc já pensou no ridículo do seu argumento?
    O que espera? Que o PT abra mão de seus planos políticos, do candidato lider nas pesquisas, da luta de vida ou morte que é promovida contra o partido? E porque? Pra seguir um bando de aventureiros, que sequer controlam os instintos e cobiças pessoais ao farejarem sangue… Fora, que a alternativa proposta, não faz o menor sentido, politico, eleitoral, ou simplesmente de marketing…

    Me taxe como quiser, não sou “radical”, “peteba” ou coisa assim, sou filiado ao PT e me sentiria traído se o partido não agisse exatamente como está agindo.

    Justiça Vergonha!
    Justiça Mentira!
    Brasil Livre!
    Lula Livre!

    PT Forte!
    Lula Livre!

    Responder

    Carlos Lima

    25 de julho de 2018 às 15h52

    Agora é a temporada dos profetas do acontecido. Com o PT e LULA só tem duas alternativas, ganhar ou perder. A de não ser candidato não existe na urna.

    Responder

Dio

25 de julho de 2018 às 09h02

Outro motivo q faz ciro cultivar antipatia: seus cabos eleitorais tratam os pobres, quem eles teoricamente deveriam conquistar, como ignorantes manipulados – tem alguns q colocam até lula no bojo.
É um problema clássico da esquerda pequenl burguesa, se afasta dos pobres (por ter horror?) e tenta decifra-los dos castelos de seus centro academicos. Quando o pobre não aceita o seu comando, (pois é, pobre não tem opinião pra essa gente, são sempre pau mandado de alguém, geralmente de quem o corrompe com uma cesta básica) fica revoltado e usa de ofensas, chamando-os de ignorantes, e tentam impor uma “otoridade” como se autoridade possuissem.

Responder

Companheiro Staline

25 de julho de 2018 às 04h20

Eleição sem Lula não é fraude, o PSB e o PC do B precisam tomar coragem e deixar o PT na cela de Curitiba e apoiar urgentemente o candidato do PDT Ciro Gomes, e fazer uma linda campanha, só assim derrotar-se-á o golpe e tirará o Lula da cela fria de Curitiba

Responder

Jose Vicente Pereira Da Costa

25 de julho de 2018 às 03h41

Desculpe, não há culto nenhum…o que eco ate é.devolver para o Brasil seu melhor presidente

Responder

Damião Bonfim

24 de julho de 2018 às 23h57

O PT, na sua “plataforma de governo”, coloca como prioridade para o País, a liberdade do Lula (que não será conquistada na urna, mas pelas vias judiciais – bem depois da eleição).

Se o problema fosse mesmo o Golpe, por justiça, a candidata do PT seria Dilma – porque ela, antes do Lula, foi injustiçada (mas esse poste não serve mais, buscam outro, então. E nesse sentido, até o Lula vira instrumento na mão do PT, que se aproveita da situação para vender uma imagem de vítima que a maioria da população não quer comprar. Porque uma coisa é falar do Lula em si, outra é falar de um partido.

Nesse discurso suicida, o mesmo PT está realizando uma proeza: se coloca contra a esquerda, ao insistir num ponto que se antes unia (Lula), hoje separa. Afinal, quem da esquerda conscientemente apoiará investir na candidatura de um não-candidato?

A ala mais radical do PT cria essa de que a esquerda tem que se unir a Lula. Mas francamente: para quê? Lula – ela sabe – não terá sua candidatura mantida. E pior é que seus defensores acham que entre se unir em torno de alguém que realmente É candidato e pode sustentar isso e unir-se a alguém que depois terá de passar o bastão, é mais vantajoso unir-se a alguém que não poderá entregar o que promete (sua candidatura).

Pior que isso é ter que ouvir bobagens do tipo: com Ciro não pode, porque ele não disse que a prisão do Lula é política. Ciro é candidato, já disse diversas vezes que no seu sentir, a sentença contra Lula é frágil. O que querem mais? Que ele, conhecedor do Direito, diga que Lula terá êxito em sua candidatura pelas vias judiciais? Ou que ele (Ciro) quer votar em Lula? Essa turma que comenta cheia de sentimentalismo (sem uso da razão) se assemelha muito aos “bolsominons”, por que não consegue expressar uma opinião sem misturá-la com desejo, ou sem olhar para a realidade atual do Lula tal como ela é: o PT está desgastado; não terá Lula pedindo voto na TV nem em palanque para um petista – que seja quem for – não é Lula. Mas por amor ao protagonismo, que se dane o Brasil!

Até parece que a eleição vai aferir o que queremos para o Lula (todos queremos sua liberdade, mas isso não é projeto de país, até porque ANTES de elegermos um presidente (que não será Lula) Lula não será solto (só depois). Acordem para a realidade!

Responder

baltazar pedrosa

24 de julho de 2018 às 22h05

Se eu fosse esse pobre pseudo analista de Baje,sairia logo do armário e reforçaria os blogs de direita,a sua análise é rasa,breve e sem consistência cientifica alguma,esse senhor estar a serviço da direita.Porque o Lula o incomoda tanto,na opinião dele o PT não estar errado,então porque NÃO faz uma careira solo,o que ainda ninguém disse,o partido dos trabalhadores não precisa desses partidos nanicos, com diminutas representações no congresso e ainda mais,o erro da executiva do PT,é achar que PMDB,PP,PR e outros OPORTUNISTA votaram em algum momento no LULA,ledo engano.O PT tem que ir com uma candidatura do tipo puro sangue.

Responder

Darcy Brasil Rodrigues da Silva

24 de julho de 2018 às 21h49

Muito se fala da liderança de Lula nas pesquisas, pouco se fala no gigantesco crescimento do antipetismo, fator que será determinante no confronto com o candidato da direita. Pouco importa se o tamanho relativo do PT é maior que o tamanho relativo desse ou daquele partido. A questão a ser resolvida é a de quem pode levar o campo da esquerda a uma vitória de todos nós, petistas ou não. O único nome do PT que, talvez, consiga superar a força do antipetismo construido por uma campanha violentíssima da grande mídia é Lula. Porém, Lula terá certamente a sua candidatura impugnada pelo Judiciário golpista. A esquerda ficará sem um candidato viável, porque o PT, motivado pelo seu sectarismo, pelo seu exclusivismo cego, realizará a insana aventura de substituir o nome de Lula por um nome incapaz de confrontar o acentuado antipetismo vigente, nome (Haddad?) que sera inelutavelmente derrotado pela direita. Para mim, se o PT se recusa a agir como parte de um todo, insistindo em cultuar o exclusivismo e o sectarismo, então só restará ao PCdoB e ao PSB tentar salvar o mínimo possível de uma frente, unindo-se ao PDT no esforço bastante difícil de levar um candidato capaz de derrotar a direita ao segundo turno, que não tenha contra si a pecha do antipetismo instituído. E que os deuses nos ajudem, nos dando forças para derrotar a direita e também o exclusivismo irresponsável do PT!

Responder

Luiz Felipe

24 de julho de 2018 às 21h22

Me desculpem, mas o Blog O cafezinho vem tentando desmerecer Lula, fazendo campanha pro CIRO. Não voto em Ciro, Bolnossauro, Alkimin. Meu voto é LULA, vou votar 13 seja lá quem estiver sob este número, simples assim

Responder

    Juca Cirandinha

    25 de julho de 2018 às 07h17

    Foi assim que Temer chegou ao poder. 13 sem olhar quem ta na tela

    Responder

Marcelo PeTista de Faria

24 de julho de 2018 às 21h17

Pois então “seu Miguel”, essa estória de culto personalista na imagem do Lider real Lula, é a cara do reacionarismo por vulgar vaidade de quem não compreende/aceita qu trata-se da velha luta de classses. LULA é lider amado pelos seus liderados da classe trabalhadora e ponto.

Responder

Marcola

24 de julho de 2018 às 21h05

Postura do PT é lamentável. E como isso de ataques gratuitos ao Lula? Que ataques? O homem está PRESO. ENCARCERADO. É injusto, é parte do Golpe de Estado de 2016, é o reflexo da Justiça de classe e do ódio aos pobres. Sim, é tudo isso. Mas e amanhã? Como faremos? Não é possível que esta seja a postura do próprio Lula.

PCdoB pediu unidade. Flávio Dino há meses já falou que o campo progressista deve se unir em torno da candidatura de Ciro. Falta sensatez daqueles que não tem nada a ganhar com esse jogo sujo e derrotista. Quem ganha com isso é quem tem plena consciência de que a candidatura de Lula não é possível (pasmem, ele está preeeeeeso) e continua cega e falsamente a apoiar isso para se reeleger ou se eleger. Isso é um crime contra o Brasil e contra os mais pobres, contra a classe trabalhadora.

Responder

    Dio

    24 de julho de 2018 às 22h09

    Que “culto à personalidade” a Ciro (passado pra trás por maia) Gomes.

    (Viu como é desonesto?)
    Falando sério, vcs podem discordar da estratégia de Lula, achar q vai dar errado e tals…
    Mas ,por favor, não usem isso pra tentar alavancar a candidatura de Ciro.
    Ao fazerem isso, soa oportunista.
    Além do mais, ele por si só já mostrou não estar preparado pra tarefa de enfrentar o golpe e já foi descartado.

    Responder

Ro

24 de julho de 2018 às 21h02

não será o primeiro nem o último a discorrer sobre a “irracionalidade”, o “messianismo” dos petistas, e o egoísmo e burrice política (hahaha inacreditável!) de Lula.

discurso que já cansei de ouvir de muita gente besta da direita mais tacanha. as palavras do prof. podem ser um tanto mais empoladas mas são mais do mesmo

Responder

    Dio

    24 de julho de 2018 às 23h56

    Quando leio esse tipo de “opinião” sinto um mal estar de tanto preconceito de classe contra lula e seus eleitores que é exalado em cada palavra desses professores.
    É uma subestimaçao da inteligência do povo que não consigo entender como alguém que se diz esquerdista acha norma cultivar.
    Antes ir logo pro lado dos “cacos antibes” para quem pobre não serve pra nada.
    O pior é a prepotência de alguém que nem consegue liderar um gremio estudantil querer ensinar a lula fazer política. Kkkkk
    É um elitismo academico de dar nojo.

    Responder

      Pocotó da malhação

      25 de julho de 2018 às 04h26

      O povo pobre brasileiro possui déficit educacional e de cidadania, vota em qualquer demagogo que lhe prometer uma cesta básica; e, na falta de orientação, os professores estão certos em cultivar certo elitismo contra a ignorância dos mais humildes

      Responder

        Dio

        25 de julho de 2018 às 09h24

        E diante da ignorância dos mais abastados, o correto é se curvar.
        E olha q é muita ignorância dinheiarada, só ver quantos bolsominions são de classe média e nunca vi ninguém tentando tutorar essas almas perdidas.

        Responder

          Ro

          25 de julho de 2018 às 19h12

          Nossa, Dio, sim!
          Petistas são acusados muito mais frequentemente de irracionais e fanáticos dentro do próprio espectro de esquerda do que os bolsomions.

Fábio Ribeiro

24 de julho de 2018 às 20h51

https://jornalggn.com.br/noticia/xadrez-da-logica-do-pt-com-as-eleicoes-por-luis-nassif
Wanderley, ofereço um texto para sua reflexão.

Responder

Filipe

24 de julho de 2018 às 20h41

Como é que o Cafezinho pode repercutir um lixo de texto de um ilustre desconhecido como Wanderley Guilherme, que acusa Lula de sequestrar a autonomia popular? Miguel do Rosário deve ter endoidado…

Responder

    Alan Cepile

    25 de julho de 2018 às 21h12

    Wanderley Guilherme desconhecido?!?!!?!?!?!?!!?!?!??!?!!?!?!?!?!!?!?

    Meu Deus do céuuu!!!!

    Quem seria conhecido? Willian Bonner????

    Entende-se pq petistas são tão limitados…

    Responder

Dio

24 de julho de 2018 às 20h22

Estou chocado com esses “ainda esquerdistas” . Quanta raiva, quanta agressividade, quanta desonestidade, quanto ataque a lula e ao pt de fazer inveja a mais fina flor golpista.

Me pergunto quantos pularão o muro após outubro.

Responder

    Jailson

    24 de julho de 2018 às 21h03

    Fico imaginando se o Lula tivesse indicado um desses caras para o STF. Hoje seria mais um Fux ou Barroso ou Fachin da vida.

    Responder

Jandui Tupinambás

24 de julho de 2018 às 20h17

PT > (PDT + PSOL + PCdoB + PSB) * 10

Sendo assim, esses micro-partidos tem a obrigação de apoiar Lula até o fim e aguardar novas orientações em meados de setembro. Em política precisamos de ser pacientes e acalmar nossos desejos infantis.

Uma grande peça nunca que se enrosca em um parafuso. É o parafuso que tem que se virar para se enroscar na peça. E se fixar bem fixado pois precisaremos de muita união para vencer.

Entendeu, Wanderley?

Posso desenhar…

Responder

    Alan Cepile

    25 de julho de 2018 às 21h14

    Ah, a tal hegemonia que um dia teve….

    Saudades dela…

    Responder

Dio

24 de julho de 2018 às 20h08

Fud
Fud everywhere

Pensei q já tinham superado essa fase. Mas as circunstâncias impuseram uma regressão, né?

Responder

Dio

24 de julho de 2018 às 20h06

Quanto ataque gratuito à lula e ao pt.
Querem saber pq não há união na esquerda?
Há muito cacique sem índio por aí querendo ditar regra, a sua regra.
Wanderley, cirista de primeira hora, acha q forçar uma união em seus termos vai salvar a candidatura de seu escolhido depois de ele te-la destruido com a sua aventura equivocada pela direita.
Um conselho: não é atacando lula e o pt q vai conseguir isso não. #fikdik

Ps: com cabos eleitorais como esse, dá pra entender o motivo de ciro depender do eleitorado alheio pra não morrer em alto mar.

Responder

Francisco

24 de julho de 2018 às 19h54

À realidade, o candidato Ciro ficou sem chão a partir da puxada de tapete pela velha ‘direitona’, com quem finalizava acordo de apoio em bloco, mas que bandearam-se de última hora para o time do Picolé de Xuxu.
O pessoal que o aconselhava na estratégia, certamente Wanderley Guilherme presente, desesperados ao sentirem-se, do nada, no vácuo político, quando pensavam-se bem sucedidos no negócio, para não submergirem de vez, apelam para o bote salva-vidas da Frente de Esquerda, para resgatarem Ciro, com o discurso chantagista que, se o PT e Lula não aderirem e anabolizarem a candidatura Ciro, serão responsáveis por elegerem o candidato golpista.
Mais uma semana com as novas pesquisas e camisas-de-força faltarão, à esquerda e à direita.
Endoidaram de vez.

Responder

Pedro Cândido Aguarrara

24 de julho de 2018 às 19h44

Continuo sem conseguir postar!!!

Wanderley e Miguel perdem MUITAS oportunidades de ficarem calados.

E falam MUITAS bobagens nesse blog como as que vemos nessa matéria.

Não há necessidade de maltratar as pessoas como forma de atingir objetivos claros de ver a sua opinião levada em consideração ou respeitada.

Tanto o Wanderley como o Miguel têm sérias dificuldades de argumentar seus pontos de vista sem produzir textos insinceros, dúbios e manipuladores. Como esse!!!

Não existe NENHUM culto à personalidade de Lula. E isso é argumento apenas pra quem quer por que quer que o seu “achismo” obrigue Lula a definir logo a chapa ou apoie o Ciro ou quem o “achista” quizer.

Desistam de querer ter alguma influência em decisões de Lula. Recolham-se às suas ridículas competências, em matéria política, e parem de ofender à inteligência dos seus leitores.

Responder

Fred

24 de julho de 2018 às 19h34

Não tiro uma única vírgula… Como eleitor outrora de Lula, hoje me sinto angustiado com este jogo arriscado e mesquinho do PT e de Lula… Quer se destruir? Faça sozinho, não leve o Brasil junto…

Responder

    Alan Cepile

    25 de julho de 2018 às 21h15

    Um comentário sensato!

    Responder

Pedro Cândido Aguarrara

24 de julho de 2018 às 19h32

Caso Lula não possa concorrer considero uma chapa com Roberto Requião para presidente e Celso Amorim para vice a melhor chapa possível. E com o apoio de Ciro, que ficaria com a Fazenda, com potencial de Vitória no 1o turno, uma vez que seria muito fácil unir toda a esquerda com essa chapa.

Celso Amorim não seria um vice decorativo, tipo Temer, pois acumularia as funções de Ministro das Relações Exteriores.

Uma chapa impecável, para ninguém botar defeito. Que traria também a banda boa do PMDB.

E com competência para reverter a situação em que o golpe nos pôs.

Responder

    Camilo Coelho

    25 de julho de 2018 às 00h12

    Roberto Requião é do PMDB, que já tem candidato.

    E já passou o prazo para filiações de candidatos em outros partidos.

    Responder

Régis

24 de julho de 2018 às 17h53

Tudo isso para tentar desqualificar o carinho e respeito que grande parte da população tem por Lula?
Lula não será mais candidato, seu destino já está selado pelo poder das trevas do nosso subserviente Judiciário.
Lula merece nosso respeito e admiração, jamais idolatria, e creio que depois das eleições fajutas de 2018, é possível que seja solto para passar sua velhice em paz.

Responder

    Vania Lucas

    24 de julho de 2018 às 18h37

    Esse povo não tem competência! Eu quero o Lula. Confio no Lula e só. Não adianta esses desqualificados virem com papo de que o Lula seria culpado de algo, ele está preso injustamente! E não há nesse país alguém pra merecer meu apoio. O desespero de quem não tem os votos que o Lula tem. É pra ter pena dessa gente! Como disse o próprio Ciro Gomes, voto não tem cabresto. Né ciro? E eu voto em quem eu acredito, que no caso é LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA 13 PT. Precisamos desenhar, pra eles entenderam? ✌

    Responder

      Jessé Guimarães

      24 de julho de 2018 às 22h37

      Sabe-se que o Lula não vai ser eleito. A lei da ficha limpa foi sancionada por ele e o atinge. Eu sem ser petista ou lulista, mas tendo votado em Lula desde 1989, gostaria que um candidato afinando com suas idéias, vencesse a eleição. Wagner, Haddad, Ciro ou outro qualquer. Vejo no entanto que o tempo urge. Não serão frases de efeito que resolverão o problema. Temo e já quase estou certo que Alckimin ou Bolsonaro ocuparão este lugar. Que se há de fazer? A desconstrução do que somos como País que começou com Temer, vai ser completada. Será Lula mais importante que o Brasil ? Eu acho que não.

      Responder

Pedro

24 de julho de 2018 às 17h38

Esse papo de eleição sem fulano ser fraude é balela. Se 27-33% do povo acredita nisso, de nada vale, pois a grande maioria restante não liga se”a” ou “b” está preso. Lula sequestrou o PT e quer sequestrar a esquerda nesse factóide pois sabe que não é mais o mesmo campeão de audiência.
Enquanto isso, o segundo turno ruma pra Bolsonaro x Alckmin….
Qdo isso ocorrer a turma vai fazer o quê? Correr pras montanhas?

Responder

Marcos Videira

24 de julho de 2018 às 17h20

A cada visita que recebe, Lula envia para o PT as determinações do que deve ser feito.
Se sua estratégia for vitoriosa, cabe a pergunta: como governará contra uma maioria antipetista ?
Se sua estratégia der errado, a direita golpista terá obtido pelo voto a legitimidade que hoje não tem.
O gênio político é Lula. Eu sou um ignorante, mas parece-me que alguma coisa está errada.

Responder

Ramirez

24 de julho de 2018 às 17h19

Intervenção psiquiátrica já!

Responder

Rafael

24 de julho de 2018 às 17h13

“Em seguida ao que jamais aconteceria, a prisão de Lula, o roteiro delirante aproveitou a solidariedade à indiscutível vítima de perseguição política, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, convertendo-a, por intimidação, em inaceitável culto à personalidade de um irreconhecível candidato presidencial Lula.”
Nossa, isso resume meses de dor de cabeça…

Responder

Anderson Abreu

24 de julho de 2018 às 17h11

Será que o ilustríssimo professor não entende, que uma eleição, sem o líder das pesquisas, que é um preso político, se torna uma eleição ilegítima. Por que tanto medo em disputar uma eleição contra um Lula livre. Eleição sem Lula não somente é fraude, mas principalmente o assassinato da democracia.

Responder

    Vania Lucas

    24 de julho de 2018 às 18h41

    Muito simples!!!!!! Perdem de uma lavada tão grande. Que ficariam anos tentando se refazer. Quem não sabe perder é assim mesmo, tem medo de correr o risco.

    Responder

L@!r M@r+€$

24 de julho de 2018 às 17h10

Definitivamente, cada povo tem o governo que merece! Na prática, Lula foi ABANDONADO pelo povo! Se fizessem METADE do barulho que os apoiadores do golpe fizeram quando levaram
MAIS DE MILHÃO de coxinhas pra Paulista, o cenário era outro! Não creio que Lula esteja dando uma banana pro povo, mas claramente a direita vencendo fortalece a imagem de Lula no longo prazo. Entretanto, se Lula estiver mesmo dando uma banana pro povo, ela é mais do que merecida, pois o povo o abandonou… E tudo é Lula agora? Se mexe, Esquerda!!!

Responder

wanderley kusma de faria

24 de julho de 2018 às 17h06

Eu sempre admirei o professor Wanderley, apesar dele ser eleitor do Ciro vai com as outras, ele que vote no Ciro, que nos continuamos com LULA.

Responder

Alexandre Neres

24 de julho de 2018 às 16h55

Por tudo que estamos passando em nosso país, estou mais alinhado às posições do PT, pois a injustiça sofrida pelo Lula cala fundo. Desconsiderar isso é aceitar a barbárie, baixar a cabeça ante as instituições brasileiras que estão em frangalhos. Porém, os pontos de vista do Wanderley Guilherme dos Santos e do Gilberto Maringoni, entre outros, merecem respeito. Pode-se divergir, discordar, mas devem ser considerados.

Responder

SERGIO EUCLIDES DE SANTANA

24 de julho de 2018 às 16h34

Nunca li tanta besteira escrita. O professor foi muito infeliz nas suas palavras.

Responder

SERGIO EUCLIDES DE SANTANA

24 de julho de 2018 às 16h32

Nunca li tanta besteira escrita. O professor Wanderlei Guilherme foi muito infeliz nas suas palavras.

Responder

alberto Lima

24 de julho de 2018 às 16h24

É exatamente isso!
Ótimo texto!
E a população já percebeu isso!

Responder

Claudio Almeida

24 de julho de 2018 às 16h09

Sou fá do Prof. Wanderley mas, sinceramente, essa eu não alcancei.. Li, reli e não consigui entender o motivo de tanta agressividade e o que ele realmente acha que seria o certo à fazer. Fiquei com a impressão que ele está praticou o que pretendia denunciar.

Responder

    Claudio Almeida

    24 de julho de 2018 às 16h11

    Correção ; NÃO CONSEGUI. Perdão.

    Responder

      Pablo Herrera

      24 de julho de 2018 às 22h21

      Corrija a crase também. A preposição “a” em português, ao contrário de francês, não leva crase; somente quando está contraída com o artigo “a”, o que não é o caso. Como diz Caetano Veloso, “à” é o feminino de “ao”.

      Responder

    Claudio Almeida

    24 de julho de 2018 às 16h12

    Perdão pelo erro ; NÃO CONSEGUI.

    Responder

    Francisco

    24 de julho de 2018 às 16h52

    Simples, traçaram a estratégia de ficarem distantes do PT e de Lula e assim criarem condições de colocarem-se no tabuleiro com Ciro como candidato do centro e assim poderem negociar acordos com os partidos que dão sustentação ao atual governo, contando ainda que Lula se esvaziaria e os votos petistas viriam de forma automática, por falta de melhor opção.
    Acontece que acabam de serem despejados do tal “centro”, reservado pela classe dominante ao Geraldo e só restou apelarem a tal Frente de Esquerda para abrigarem Ciro e exigir do PT e Lula que se esforcem para que a candidatura Ciro saia do atoleiro em que se encontra, por desejo do próprio, do Wanderley Guilherme, PHA e por aí segue os Luas Pretas.
    Divertido!

    Responder

      Marcos

      24 de julho de 2018 às 20h39

      Exatamente. Fizeram todas essas maracutaias tentando roubar, se apoderar do capital político construído a duras penas em décadas por Lula e o PT com base em CHANTAGENS e, agora que a estratégia fracassou totalmente, estão revoltados.

      Esperneiam como se achassem que têm alguma relevância: são minúsculos, quintas colunas, sabotadores da legítima resistência popular.

      Responder

    CezarRM

    24 de julho de 2018 às 16h59

    Leu, releu e enxergou onde não há, uma suposta agressividade. Lula podia facilmente ganhar a parada apostando na união da esquerda, mas prefere a união de si próprio aprisionando a esquerda com ele. Lula, acho que cansou de ser grande, e opta pela mesquinharia que diminuirá sua biografia. Ainda há tempo….

    Responder

    Carcará

    25 de julho de 2018 às 10h16

    Faça como eu. Não leia os textos deste ignorante que não perderá nada. Leia os comentários para se divertir…

    Responder

Maria Ines Reinert Azambuja

24 de julho de 2018 às 16h00

Nada a ver… simplesmente não aceitamos seguir em frente sem o candidato francamente favorito preso injustamente por golpistas. Eleição com o favorito preso é fraude!

Responder

    Mauro

    24 de julho de 2018 às 16h09

    E com esse argumento vc pretende entregar o país à direita? Porque será isso que acontecerá se o PT continuar cedendo aos argumentos de um político preso que candidato não será e fica mandando “salves” de dentro da cadeia.

    O Miguel do Rosário está é certo!

    Responder

      Marcos

      24 de julho de 2018 às 20h41

      Não é mais racional arrancar nosso líder político legítimo de dentro da cadeia?

      Responder

    CezarR

    24 de julho de 2018 às 17h00

    Isto é uma marcha que segue independente de sua aceitação. Se não nos unirmos, dará em Alckimin. Esse resultado lhe é satisfatório?

    Responder

Romulo Macedo

24 de julho de 2018 às 15h42

O PT não pode se comportar como um clube de futebol que disputa o brasileirão 2018.
Se em seu pior momento político da história, com seu maior quadro político preso, ainda assim não é o momento de abrir mão do estrelismo, dar passagem e ter a grandeza de apoiar alguém, quando será? Se a resposta que vier à cabeça for nunca, então temos um problema muito sério.

Responder

    Maurício

    24 de julho de 2018 às 17h46

    Ótimo comentário! Simples assim. E se não der pra esquerda, não ponham a culpa no Ciro. Afinal, segundo os petistas, Lula sozinho não se basta? E se for impedido, ele não elege um “poste”? Então, deixa quieto :)

    Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?