Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Reinaldo e Ciro concordam que sentença contra Lula é injusta e sem nexo

Por Miguel do Rosário

27 de julho de 2018 : 19h40

Na entrevista a Reinaldo Azevedo, apresentador da Bandnews, Ciro Gomes diz que a sentença de Lula é injusta. Azevedo concorda e acrescenta que não tem sequer nexo. Ambos também concordam que judiciário e ministério público precisam ser enquadrados para voltarmos ao estado democrático de direito.

***

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

27 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

milton castro

28 de julho de 2018 às 16h31

A FORMULA DE CORRUPÇAO NO BRASIL:
CORRUPÇAO/BRASIL=CONGRESSO+JUDICIARIO+MIDIA
SIMPLES ASSIM.

Responder

NeoTupi

28 de julho de 2018 às 14h26

Deus-do-céu. O único pré-candidato que Ciro atacou foi Lula no fim da entrevista, e um pouco menos Bolsonaro no começo. Ciro está poupando a direita do trabalho impopular de atacar Lula, pois ele mesmo está fazendo esse serviço.

Não fez uma crítica sequer a Alckmin (a quem disse ser amigo de longa data), não o ligou a Temer, não criticou a corrupção no governo Alckmin. E depois ainda tem cirista dizendo que se Ciro perder para Alckmin a culpa é do Lula!

Ciro também não teve coragem de encaixar uma crítica aos abusos da lava jato, se limitando a criticar a “anarquia” judicial por decisões contraditórias. Ora, não se trata de anarquia nenhuma, se trata de totalitarismo mesmo.

Responder

    CezarR

    28 de julho de 2018 às 21h51

    Que ataque filho? A crítica à estratégia do PT, isso é ataque?

    Responder

Elielson Mendes

28 de julho de 2018 às 10h04

Pior que a própria sentença é o Lula ser julgado em Curitiba. Essa é de chorar de rir.
Mora em sp, trabalhou em Brasília, a sede da petrobras é no rio ou Brasília. O que tem a ver o Paraná com a história se o próprio asno escreveu na sentença que os supostos ” crimes ” não tem relação com a Petrobras.
Não sabia que Atibaia e o Guaruja ficam no Paraná.
Enfim, o Supremo é frouxo demais. O super herói de Curitiba manda nos cagões.

Responder

    CezarR

    28 de julho de 2018 às 21h49

    Esse é precisamente o início do problema todo. Moro não tem competência para julgar o Lula, mas o STF entendeu que tinha….

    Responder

samcel

28 de julho de 2018 às 09h23

ESSE AI NAO ÉO MENINO DE RECADOS DO AÉCIO NEVES ?? QUE O JANOT DEMITIU DA VEJA ?? KKK PATETICO ..

CIRO GOMES . NADA A FALAR DESSE LI XO.. AINDA BEM QUE TODA ESSA CORJA NOJENTA SO SOBREVIVE A MAIS ESSA ELEIÇÃO.. NAS PROXIMAS OU ESTAO MORTOS OU ESTARAO ENTERRADOS..

BRASIL ACIMA DE TUDO
DEUS ACIMA DE TODOS..

Responder

    JOÃO BATISTA

    28 de julho de 2018 às 17h56

    Samuel, bolsominion!
    Até o vocabulário é igual. Kkkkkkkk

    Responder

Cláudio

28 de julho de 2018 às 09h10

E daí, não há qualquer relevância na opinião dessas duas .M.E.R.D.A.S. !

Responder

stalingrado Lula da Silva

28 de julho de 2018 às 08h50

Ciro Jeirissati não precisa de inimigos, ele mesmo se enrola sem ajuda.
Agora que perdeu o centrão, quer voltar às bases do PT.
Agora é tarde. Poderia ter sido ungido o candidato de Lula se houvesse ido aoe ato anterior a prisão onde Manuela é Boulos estiveram.
#HaddadNoGovernoLulaNoPoder

Responder

    JOÃO BATISTA

    28 de julho de 2018 às 18h01

    O que Ciro quer do pt é distância.
    Ciro faz campanha apresentando ideias, propostas e compromissos.
    Lula seguiu sua trajetória.
    Ciro segue a dele.

    Responder

      zuleica jorgensen malta nascimento

      29 de julho de 2018 às 20h09

      A questão é que Ciro sabe que só terá chances se Lula não for candidato. Isso significa o óbvio: Ciro não está nem aí para a ilegalidade da condenação/prisão do Lula, ele só quer os votos que, acha, herdará do petista.

      Responder

baltazar pedrosa

28 de julho de 2018 às 07h06

Nessa sexta feira o coronel do ceará, criticou a estratégia do PT em reafirmar a candidatura de Lu la,dizendo que Lula e o PT não estar respeitando ao povo, e que o pais não aguenta mais eleger um candidato por procuração,vejam só a petulância desse fascista,é melhor eleger um candidato por procuração, do que eleger um candidato que não possui votos.Aos fans de Ciro Gomes peço que fiquem tranquilos.porque não demorará mais uma vez ele ser enforcado com sua própria língua,isso estar em seu DNA,mais cedo ou mais tarde, ele pegará o seu chicote que herdou do coronelato nordestino e irá querer levar alguém para o tronco.

Responder

    JOÃO BATISTA

    28 de julho de 2018 às 18h04

    Calma, ptminion!
    Você está nervoso, e um homem nervoso é um homem doente.
    Ciro continuará apresentando ideias, propostas e compromissos.
    Enquanto Ciro propõe, a escumalha petista ladra.

    Responder

Alberto Jorge

28 de julho de 2018 às 06h27

Agora é tarde… Pois Inês é morta!

Quem sabe em 2026…

Quando defender a Democracia de forma incondicional e com a veemência que lhe é característica.

Responder

Sergio Furtado Cabreira

28 de julho de 2018 às 03h59

AGORA É TARDE CIRO GOMES…
VOCÊS AJUDARAM E ESTIMULARAM O FASCISMO JUDICIAL NO BRASIL!
VÃO PERDER AS ELEIÇÕES PORQUE O POVO TEM PERCEPÇÃO TOTAL DA VERDADE!
PERDERAM KOXINHAS!

Responder

    JOÃO BATISTA

    28 de julho de 2018 às 04h09

    É mesmo, Cabreira? Kkkkkkkkk

    Responder

Ultra Mario

28 de julho de 2018 às 02h10

Sem provocações por parte do entrevistador, apenas perguntas e ponderações inteligentes.

É nesse tipo de entrevista que o Ciro brilha, e concordo plenamente que a mídia brasileira é mal preparada, quantas dessas entrevistas não viram um show de horrores por besteira? Como os idiotas do Roda Viva falando de Stalin pra Manuela só por causa do nome do partido dela…

Responder

Alberto Jorge

27 de julho de 2018 às 23h52

Então que apoie o direito de Lula ser candidato!

Com veemência! Atitude! Com sua característica pessoal. Diante de todos os públicos e meios de comunicação

Responder

    Marcos Gurgel

    28 de julho de 2018 às 01h10

    Muito simples, ele não é militante do PT e moralmente não o deve fazer.
    Cansou do fogo amigo e partiu em busca do seu caminho.
    Lula não é o centro do mundo, temos Ciro Gomes com propostas concretas e uma bela história pública no currículo.

    Responder

JOÃO BATISTA

27 de julho de 2018 às 23h04

Entrevista em que Ciro, mais uma vez, fez excelente exposição de suas ideias, propostas e compromissos.
Ciro falou sobre reformas política, tributária, previdenciária, fiscal, apresentando os caminhos a percorrer para alcançar cada uma delas, além de diversos outros temas de interesse nacional como segurança pública, combate à corrupção, investimento e outros. De forma direta disse que durante a campanha detalhará suas propostas de forma que a população saiba claramente o que ele pensa em fazer, se eleito.
Sobre Lula, especificamente, repetiu o que já disse muitas vezes: não há provas no processo por isso a condenação é ilegal, o que torna a prisão injusta.
Ciro deixa claro em que campo político atua e que sua prioridade é o bem-estar daqueles que mais merecem e precisam da ação do Estado, os pobres.
Ciro está seguindo seu caminho e se apresentando, cabendo à sociedade a escolha soberana do futuro presidente.

Responder

    NeoTupi

    28 de julho de 2018 às 14h45

    Proposta da previdência do Ciro vai tungar a aposentadoria do povão pelo menos em dois tópicos:
    1) Ele disse que quer tirar da previdência o Benefício de Prestação Continuada e passar para a renda mínima. Traduzindo: Em vez do inválido ou idoso em situação de pobreza ganhar 1 salário mínimo como é hoje, ganhará algo como o bolsa família (cuja função hoje é complementar renda e não ser a renda).
    2) Quer transformar seu tempo de contribuição para quem ainda está na ativa em título podre (porque ele disse que poderia ser vendido com deságio) para capitalizar a aposentadoria. Uma medida neoliberal que não garante o valor da aposentadoria no futuro.

    Responder

      JOÃO BATISTA

      28 de julho de 2018 às 18h20

      Ciro disse algo muito diferente do que você descreveu. Ciro disse que separará da contabilidade da previdência os benefícios de quem não contribuiu. Ou seja, os pagamentos dos benefícios desse pessoal, cujo reajuste é regulado por lei e não pela vontade do presidente, será lançado diretamente na conta do tesouro.
      Os benefícios de quem contribuiu para a previdência lá permanecerão.
      O Estado garantirá benefícios entre 3 e 5 salários mínimos, conforme o que for aprovado no congresso, com o cidadão contribuindo para uma previdência pública, mas pelo regime de capitalização, caso queira receber mais que o teto estabelecido. Você deve tê-lo ouvido falar em direito adquirido, o que é intocável em nossa Constituição.
      Defenda o candidato em quem você acredita, mas não seja desonesto falando mentiras sobre as propostas dos demais.
      Aguarde a publicação do plano de governo, o programa eleitoral e os debates para avaliar melhor e evitar escrever asneiras, pois seu texto mostra que você é melhor do que isso.

      Responder

        NeoTupi

        28 de julho de 2018 às 21h54

        Reveja a entrevista. Ele diz que passará as aposentadorias de quem não tem tempo de contribuição para renda mínima. Quando estes benefícios estão dentro do regime previdenciário como hoje tem o valor mínimo do salário mínimo. Renda mínima não tem esse valor. Hoje é o bolsa família. Note que simplesmente mudar a rubrica contábil não reduziria em nada o déficit público, não havendo nenhuma “reforma” só mudar o nome e rubrica da despesa.
        Quanto a quem contribuiu e não tem tempo para aposentar, a proposta que ele disse é apurar o valor que foi contribuído até hoje corrigido pelo índice da poupança e transformar esse valor em um título público previdenciário, que o contribuinte pode vender no mercado se quiser (e ele diz que seria com deságio porque o resgate seria só a longo prazo, como se fosse resgatado aos poucos a cada desembolso da aposentadoria) ou depositar em fundo previdenciário (fundo de pensão) com capitalização para aposentadoria.
        Ele disse que o estado garantirá até o TETO de 3 a 5 salários mínimos, o que é abaixo do teto atual. E o resto, pelo que ele disse, seria aposentadoria complementar por capitalização (o que já existe hoje nos fundos de pensão ou planos privados).
        Direito adquirido, pela jurisprudência passada, tem valido para quem já se aposentou. Dependendo da cabeça dos juízes poderia valer proporcional ao tempo de contribuição anterior à lei, mas isso depende muito da interpretação que os tribunais vierem a dar. E como o judiciário é mais sensível às pressões do mercado financeiro, receito que a corda arrebente do lado mais fraco, o do aposentado, como sempre.

        Responder

CezarR

27 de julho de 2018 às 21h41

A essa altura o 247 deve estar noticiando: Reinaldo e Ciro concordam que o Lula é filho da puta….

Responder

baltazar pedrosa

27 de julho de 2018 às 21h10

O cafezinho virou replicador da análise de colunista com plumagem e bico de tucano,será que o senhor Miguel do Rosário, tem como ídolo, aquele que se orgulha em propagar que foi o criador da grande obra literária de codinome petralha,ou será que ele seja um deles, que fugiu do ninho dos tucanos depois que Aécinho, foi flagrado com as malas de dinheiro,me parece que estar faltando alguma coisa no cafezinho,creio que seja identidade,hoje não sei mais dizer, se o seu perfil, é de centro,de direita ou ultra direita,só sei que de esquerda não é mesmo.

Responder

    Miguel do Rosário

    28 de julho de 2018 às 07h49

    O Reinaldo é conservador sim, mas é o maior defensor da inocência jurídica de Lula na grande imprensa… Deus meu, quanta cegueira!

    Responder

Felipe Brasileiro

27 de julho de 2018 às 20h28

Ciro é a retomada da industrialização brasileira. Voto 12!

Responder

Deixe um comentário