Análise da reunião ministerial de Bolsonaro

Crédito: Dida Sampaio / Estadão.

Ibope: cai rejeição a Lula, explode a de Bolsonaro!

Por Miguel do Rosário

21 de agosto de 2018 : 15h13

O Ibope liberou o relatório completo da pesquisa nacional divulgada ontem, o que nos permite fazer algumas comparações com o relatório de junho.

Em comentários anteriores, eu havia alertado para a rejeição gigante de Lula entre alguns segmentos influentes do eleitorado, como aqueles com ensino superior e com renda familiar acima de 5 salários.

Em junho, o percentual de entrevistados que responderiam que não votariam “de jeito nenhum” em Lula entre eleitores com ensino superior era de 45%, e o de Bolsonaro, de 38%.

Passados três meses a situação se inverteu: a rejeição a Lula entre os mais instruídos continua alta, mas caiu 4 pontos, para 41%, enquanto que a de Bolsonaro subiu 7 pontos, para 45%.

Entre eleitores com renda familiar acima de 5 salários, a rejeição a Lula ao final de junho, segundo o mesmo Ibope, era realmente perigosa, 53%. Bolsonaro era rejeitado, no mesmo segmento, por 34%. Na pesquisa de agora, a rejeição de Lula entre este mesmo eleitorado caiu cinco pontos, ficando em 48%, número que é, todavia, ainda preocupante. Bolsonaro, por sua vez, viu sua rejeição aumentar para 37% entre eleitores com renda familiar acima de 5 salários, cinco pontos de aumento sobre a pesquisa anterior.

É importante analisar, portanto, a dinâmica do processo: a rejeição a Lula está caindo, apesar de ainda ser muito alta, ao passo que a de Bolsonaro está subindo rapidamente.

É interessante (e preocupante) notar ainda que Fernando Haddad experimentou um salto de rejeição entre eleitores que ganham mais de 5 salários, naturalmente como resultado da perpepção de que pode ser ele o candidato do PT: em junho, a rejeição desse segmento a Haddad era de apenas 14%, típica de nomes “inofensivos”; hoje pulou para 26%, similar à rejeição de candidatos mais conhecidos, como Geraldo Alckmin (28%) e Ciro Gomes (24%).

Um certo grau de rejeição, contudo, não é negativo. Ao contrário, candidatos competitivos sempre tem índices de rejeição beirando os 30%, pois isso espelha o sentimento dos eleitores dos candidatos concorrentes.

Na média, Lula tem rejeição de 30%, contra 37% de Bolsonaro. É um tanto irônico que o candidato preso, condenado, açoitado dia e noite pela grande mídia, tenha menos rejeição que Bolsonaro…  Em junho, Lula tinha 31% de rejeição média, e Bolsonaro 32%.

O pior desempenho de Lula é no Sudeste, onde ele tem rejeição de 37%, tendo oscilado um ponto para baixo em relação à junho.  A rejeição a Lula no Sul, por sua vez, caiu 7 pontos: era de 43% em junho e está 36% agora. Bolsonaro viu sua rejeição explodir no Sul: esta era de apenas 27% em junho, e agora é de 39%, um aumento de 12 pontos! No Nordeste, a rejeição a Bolsonaro é de 46%.

 

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

13 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Tico

21 de agosto de 2018 às 19h49

Miguel, podes responder às questões no fim do meu comentário?
Foram realizadas 2002 entrevistas em 142 municípios.
Pessoas com escolaridade superior entrevistadas: 427.

Ou seja, foram entrevistadas 3 pessoas por município que possuem escolaridade superior (427/142 = ~3,00…)

Como que essa pesquisa pode ser representativa com esse número tão baixo de pessoas com curso superior por município? Com essa amostra extremamente baixa, que dificuldade o instituto de pesquisa tem para não enviesar a pesquisa (por exemplo, priorizando pessoas com curso superior ligadas aos contrantes dela)?

Responder

hocuspocus

21 de agosto de 2018 às 17h11

As rejeições por salário e idade dependem da quantidade de eleitores nas diferentes faixas.
Por exemplo ,quantos brasileiros ganham acima de 5 salários ? uma minoría.
Somos um país de jovens ou de velhos ?
Conclusão,não se pode analisar sem levar em conta as outras variáveis .A campanha recèm começa ,mas quem é mais vulnerável as mentiras e armações que por aí virão ? ,os pobres ,os ricos,os jovens ,os velhos ?( que poderão mudar)qual é a faixa de salários e etária que comprende as pessoas com pensamento político definido? ( que não mudarão).
PENSAR QUE TODAS ESTAS INCERTEZAS NÃO TERIAM PESO SE AS PESSOAS FOSSEM INSTRUÍDAS DESDE Ó INÍCIO DA ESCOLARIDADE EM TEORIAS POLÍTICAS.
ALGUÉM TERÁ QUE FAZER ESSA MUDANÇA.

Responder

Justiceiro

21 de agosto de 2018 às 15h53

O outro post é melhor, o que diz que Addad tem 80% de rejeição.

Jochann Daniel já pode começar a chorar. Aliás, acho que ele nem parou ainda desde 07 de abril.

Responder

    Jochann Daniel

    21 de agosto de 2018 às 16h14

    “Justiceiro”
    Colaborador do inimigo.
    Troller, agente do Mal.
    Pago em dólares
    para denegrir,
    sujar,
    ridicularizar
    a imagem de Lula,
    do PT,
    do petismo.
    Pago em dólares
    para garantir
    a tranquilidade
    de seus patrões
    que estão levando
    (por enquanto)
    com tranquilidade
    as riquezas do Brasil
    e o Trabalho dos brasileiros.
    Reles traidor da pátria,
    ao qual infelizmente
    Miguel do Rosário
    dá guarida
    no Cafezinho….

    Responder

      Daisy

      22 de agosto de 2018 às 08h39

      Não é estranho é estratégia que ele escolheu, inspirado pelo seu candidato.

      Responder

Justiceiro

21 de agosto de 2018 às 15h38

Miguel, por que gastar vela com mau defunto? Vamos ver o desempenho do poste como vai se dar. Mais isso só depois que ele for efetivado

Responder

    Jochann Daniel

    21 de agosto de 2018 às 16h18

    “Justiceiro” (ou será “Brasileiro da Silva” ou “Sérgio Sete” ou gN, ou “Ricardo” ou ou ou ou )
    Manjado troller,
    manjado agente
    do Mal….

    Responder

      Daisy

      22 de agosto de 2018 às 08h41

      Será que o sujeito tem tantas caras assim?

      Responder

Jochann Daniel

21 de agosto de 2018 às 15h33

Acho
que os resultados
são excelentes para Lula.
Cair 4 pontos percentuais
(45 para 41%)
na rejeição
entre os eleitores
das classes mais altas
supera
2,5 pontos percentuais
e passa a ser
um crescimento REAL.
Isto indica
que algum fato novo
deve ter influído
para isto acontecer.
Observe-se
que os índices de rejeição
entre esses eleitores
se mantinham constantes
(em torno de 45%)
em várias
e muitas outras
pesquisas
realizadas anteriormente.
O mesmo raciocínio
se aplica
às famílias
com renda superior
a 5 salários mínimos,
onde a rejeição a Lula
caiu 5 pontos percentuais
(de 53 para 48%).
No mais,
ajude Lula a crescer
e ser reconhecido
como o grande amigo
e herói
do Brasil
e dos brasileiros.

Responder

Jefferson

21 de agosto de 2018 às 15h27

Mais um site ridículo de esquerda comunista

Responder

    Jochann Daniel

    21 de agosto de 2018 às 15h43

    Para um comentário tão ridículo
    e imbecil
    como este
    chego até a duvidar
    que você é um troller,
    como eu imaginava.
    Tem um remédio
    para sua sandice
    política.
    Veja e divulgue este imperdível, definitivo e fundamental vídeo >>>>>

    >>>>>>> https://www.youtube.com/watch?v=I2TEtQgpgD0&t=2s

    Responder

    hocuspocus

    21 de agosto de 2018 às 16h58

    Vota no estuprador?

    Responder

Deixe uma resposta