Boulos em Recife

Comentários sobre o último Datafolha

Por Miguel do Rosário

14 de outubro de 2018 : 15h08

O Datafolha publicou a íntegra de seu último relatório, referente à pesquisa feita no último dia 10.

Os dados gerais já são amplamente conhecidos. Bolsonaro largou na frente, com 16 pontos de vantagem. Mas vamos ver os detalhes.

Vou printar algumas tabelas para a gente comentar por aqui. Por exemplo, essa com a estratificação por religião.

Entre evangélicos, a vantagem de Bolsonaro é esmagadora: 70% X 30%.

Entre pessoas de raça branca, idem: 68% X 32%.

Entre eleitores de Ciro Gomes, 75% já votam em Haddad.

Haddad tem vantagem entre eleitores com instrução até o ensino fundamental, e que recebem menos de 2 salários, mas sua situação se deteriora muito conforme avançam a escolaridade e a renda.

Entre famílias com renda de 2 a 5 salários, Bolsonaro tem 66% das intenções dos votos válidos, contra 34% de Haddad.

 

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

18 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Thiago Melo Teixeira

15 de outubro de 2018 às 11h42

Pobres, Espíritas, Umbandistas, Negros, Pardos, Índios e Mulheres votando em Bolsonaro é pra acabar. Desisto desse país.

Responder

    Lione

    15 de outubro de 2018 às 16h52

    Se manda já….Está em tempo…

    Responder

    Paulo

    15 de outubro de 2018 às 21h57

    Thiago, mais uma razão para repudiar a ideologia de gênero, as cotas raciais e a divisão do povo brasileiro. Juntos, seremos um grande país. A população mais humilde dá uma lição às esquerdas, às quais impende o humilde aprendizado…

    Responder

Alan Cepile

15 de outubro de 2018 às 00h10

Bolsonaro já levou essa, podemos começar a discutir ações pós eleição, novas estratégias, oposição e etc.

Responder

Eu Mesmo

14 de outubro de 2018 às 19h23

Essa é a eleição do anti-lulismo. Essa eleição já está resolvida.

Responder

Paulo

14 de outubro de 2018 às 18h59

Gozado, a esquerda tem fama de educada mas o Bolsonaro é quem ganha entre os mais letrados? Arrisco dizer que, se não fosse o bolsa-família, provavelmente o Capitão ganharia em todas as faixas…

Responder

    Alexandre Neres

    14 de outubro de 2018 às 23h02

    Eu arrisco dizer que a pesquisa mostra de forma cabal e irrefutável a ignorância de nossas elites supostamente esclarecidas, que nem sequer têm um projeto de nação, que só governam para 10%, que só sabem acumular o vil metal e subjugar os mais desfavorecidos, impedindo tanto estes quanto a nação de dar um passo adiante. Apoiar Bolsonaro é um retrato escarrado dessa ignorância.

    Responder

      Lione

      15 de outubro de 2018 às 16h54

      Só vc sabe das coisas…..

      Responder

        Alexandre Neres

        16 de outubro de 2018 às 00h00

        Quem é você? Qual das alternativas está correta?

        a) troll
        b) hater
        c) bolsominion
        d) todas estão corretas
        e) precisa perguntar ao Posto Ipiranga

        Responder

          Mariana T Noviello

          16 de outubro de 2018 às 04h45

          O Texto é irônico, é necessário ir além do título. Estou dizendo que se Bolsonaro ganhar, todos podem ficar tranquilos, o PSDB, Marina, pq a midia, como sempre, e outras partes da sociedade vão culpar o PT. Já mudei o título que causou polêmica.

          Responder

      Paulo

      15 de outubro de 2018 às 17h08

      Alexandre, Bolsonaro é um fenômeno popular! A super-elite financeira e intelectual da direita extrativista teve que aturá-lo. Foi (está sendo) uma avalanche. Vamos ver no que vai dar!

      Responder

        Alexandre Neres

        16 de outubro de 2018 às 00h01

        Já dizia o saudoso Barão de Itararé: de onde não se espera nada, é daí que não sai nada mesmo.

        Responder

carlos

14 de outubro de 2018 às 17h07

Propostas de Bolsonaro reduzir as taxas dos produtos importados , com isso ele vai criar mais empregos nos países exportadores e aumentar o desemprego para o Brasil, além de frear o consumo.

Responder

    NeoTupi

    15 de outubro de 2018 às 15h17

    Bolsonaro é continuação do Temer: se submete à política colonizada por Trump: “América first”. No governo do Bozo o brasileiro vai ralar para gerar emprego nos EUA e enriquecer o cidadão estadunidense.
    A turma da bufunfa das Bolsas de Valores não tá nem aí: especulam aqui e ganham na Bolsa de Nova Iorque.

    Responder

Gelmar

14 de outubro de 2018 às 16h33

Bom, acho que se o PT nao bater forte no Bolsonaro, dificilmente irá tirar a diferença.
Mas o Ciro poderia ajudar mais.

Responder

    Ricardo

    14 de outubro de 2018 às 16h41

    Ajudar em quê? Ciro perdeu para Bolonsonaro até no nordeste ? Bolsonaro 26% x 17% Ciro !

    Responder

Gabriel

14 de outubro de 2018 às 15h50

Com 75% de transferência de votos, ainda vão culpar o Ciro pela derrota? Foi mais eficiente que o Lula (lembram que ele ganhava no primeiro turno?)

Responder

    NeoTupi

    15 de outubro de 2018 às 15h12

    Não é culpa de Ciro, mas também não foi propriamente ele quem transferiu votos.
    Acho que esses 75% de eleitores simplesmente tem Haddad como plano B diante de Bolsonaro. E tenho a impressão de que se Ciro fosse para o segundo turno contra o Bozo, perto de 100% dos votos de Haddad iriam para Ciro.

    Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com