O depoimento de Lula à juíza Gabriela Hardt

Paraná Pesquisas: rejeição a Haddad em SP chega a 63%

Por Miguel do Rosário

15 de outubro de 2018 : 10h11

O Paraná Pesquisas divulgou há pouco uma sondagem eleitoral para o segundo turno entre Haddad e Bolsonaro no estado de São Paulo, feita entre os dias 10 a 14 de outubro.

Bolsonaro tem 70% dos votos válidos no estado, maior colégio eleitoral do país. O petista, que já foi prefeito da capital, tem apenas 30%.

Além disso, a rejeição a Haddad chegou a 63%, quase o dobro da rejeição de Bolsonaro, de 32%.

A íntegra da pesquisa pode ser baixada aqui.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

67 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Robert

17 de outubro de 2018 às 18h05

É importante apontar e colocar o guizo no pescoço do grande responsável pela derrota da esquerda e vitória da extrema direita: Lula e sua megalomania e egocentrismo. Será que o PT e suas lideranças não perceberam, quando da prisão do grande líder que não foram às ruas as multidões que esperavam? Que já se sinalizava que o carisma de Lula só vale para seus fiéis seguidores? Por que permitiram a pantomina de uma candidatura falida ? Mais um ponto para que o PT se penitencie pelos próximos 4 anos. Ou mais.

Responder

Steve

17 de outubro de 2018 às 14h08

Você precisa de um empréstimo urgente se sim e-mail: financialservicesolution@gmail.com

Responder

sempre Voltaço

15 de outubro de 2018 às 18h27

Fora da pauta.
Empresária de AM é confundida com travesti e leva porrada.
Pergunto: em quem ela vota?
Respondo: no coiso.
Então fodam-se todos. Negros, gays, e paulistas, estes, já adoram sofrer.
Primeiro turno voteri no Ciro, no segundo turno, “Andrade” conseguiu fazer eu anular meu voto. Depois que encontrou com o capitão do mato, o dotô JB…liguei o botão foda-se pra sempre.

Responder

Leo

15 de outubro de 2018 às 18h20

Se fosse Ciro o candidato seria alvo do fascismo da mesma forma. Que ele foi ministro disso, que o irmão foi ministro daquilo.
Iriam inventar também mentiras criminosas enviadas pelo whatsapp.

Responder

Alan Cepile

15 de outubro de 2018 às 17h20

O maior fenômeno desta eleição é o antipetismo.
Só cresceu e destruiu o campo progressista.

Responder

    André Romero

    15 de outubro de 2018 às 19h22

    Prezado Alan, quem quebrou o campo progressista foi o PT e sua “estratégia” de jerico, sua absurda ganância eleitoral e sua estúpida disposição para brigar com os fatos.

    Responder

      Alan Cepile

      16 de outubro de 2018 às 01h42

      É uma outra forma de dizer o que eu disse.
      Aquela patacoada do Lula ou nada só fez aumentar o antipetismo.
      As idas à carceragem da PF pra pegar consultoria só fez aumentar o antipetismo.
      A total ausência do reconhecimento de um único errinho em 14 anos só fez aumentar o antipetismo.
      O antipetismo fez caciques petistas não se reelegerem e levou à reboque nomes importantes que deram apoio ao PT (ex: Graziotin e Requião).
      E o antipetismo criou o monstro que será o nosso presidente…
      Tive medo que esta eleição não iria terminar bem pra esquerda, mas sinceramente não imaginava que seria tão ruim como foi.

      Responder

Ulysses

15 de outubro de 2018 às 17h18

O alckimin passou boa parte do tempo na estratégia fascista de bater na esquarda
e quase não fez campanha. Alias fez campanha para o candidato nazifascista.
Não moro no tucanistão mas pela internet outros candidatos fizeram uma campanha criminosa e mentirosa contra a esquerda.
Tem uma guerra “invisível” destruindo nosso pais que no momento esta nas
mãos de um regime fascista e passará para um muito pior.

Responder

    Lucas

    15 de outubro de 2018 às 18h00

    Vc não deve ter assistido a campanha, pq o Alkimin resumiu TODA a sua campanha a atacar o Bolsonaro.

    Responder

      degas

      15 de outubro de 2018 às 19h28

      Exatamente. E por isso ele perdeu os votos antipetistas e se ferrou.

      Responder

cid elias

15 de outubro de 2018 às 17h15

Egua… o cafezinho virou um pantano fedorento infestado de fakes e bozoasnos! Pena paga na ruma! Canalhas

Responder

Virgilio

15 de outubro de 2018 às 17h03

Miguel, depois de alguns dias resolvi passar por aqui para ver o que vc está publicando no atual momento. Buscardo sentir qual o seu lado. Primeiro vejo esta matéria com título claramente negativo em relação a Hadadd. E, passeando pelos comentários, vejo que você tem agora um novo público de antipetistas bolsomínios. Parabéns! Estou me despedindo do site…

Responder

Justiceiro

15 de outubro de 2018 às 16h59

O objetivo agora é partir com tudo para o nordeste e conquistar também a maioria. ainda mais depois que Addad se queimou entre católicos e evangélicos.

Vamos golear nas cinco regiões.

Responder

vinicius

15 de outubro de 2018 às 16h31

Estou imaginando os tipos de cerceamento de liberdades que vão ocorrer no próximo governo meio Junta Militar legitimado pelo voto. Afora os ataques dos bolsonaristas tresloucados, os revanchismos pra cima de grupos de esquerda, minorias, etc etc. A nível institucional, o que será que ocorrerá? Uma incógnita. Sem falar nas periferias do país todo que sofrerão com mão pesada da polícia, agora que terão licença para pintar e bordar. E não, quem sofre na perifa não são bandidos, assassinos hediondos, traficantes e ladrões pé de chinelo, sofrem os moradores condenados a viver em local insalubre e violento. Será que estou louco e paranoico? Haverá censura a livros, ou coisas assim? Prisões arbitrárias por ”crime político”? A Lei AntiTerrorismo agora cairá no colo dos milicos. A quem se direcionará? Meus caros, que futuro.

Responder

    Vanderlei Mileo

    16 de outubro de 2018 às 07h35

    Eu percebo que vc e um daqueles que defende bandidos , e também vc não pode falar sobre o que vai acontecer será Deus pra ser iniciante vou te falar uma coisa pior de que isso não vai ficar porque está insustentável viver num país que quem manda e traficantes e políticos ladrão

    Responder

Bozo & Andrade Artigos para Festas Infantis

15 de outubro de 2018 às 15h31

Em breve passeio pelo sítio do 2+4+7=13, pudemos constatar clima de velório já instalado nas hostes da turma da estrelinha.

Responder

    Justiceiro

    15 de outubro de 2018 às 16h42

    Desculpe, amigo, mas nem a estrelinha vermelha tem mais. Foi jogada no lixo junto com a bandeira vermelha e o grande chefe Lula.

    Responder

devanir marchioli

15 de outubro de 2018 às 14h36

Haddad só esta cumprindo tabela neste segundo turno, os votos já está imobilizados. a rejeição ao PT é imensa e não há como reverter isso….

Responder

Ulisses Simon da Silveira

15 de outubro de 2018 às 14h22

Não adianta discutir com o povo do sudeste! O povo foi descerebrado pela globo! São todos zumbis. Todos tem ódio ao PT mas não justificam o porque. Será que foi pelo emprego pleno, pelo aumento do salários e empregos. Pelo projeto soberano de investir no pré-sal, nos estaleiros, na engenharia,nas ferrovias, na transposição do são francisco? Será que foi pelos programas sociais? Minha casa minha vida, luz para todos, educação? Ou será que foi pela corrupção anunciada pela globo mas até agora não provada? Estranho, estes zumbis sabem dos corruptos provados dos outros partidos, até do próprio monstrinho que estão cevando, mas ódio só ao PT. Haddad não tinha aprovação em SP? Mas foi ele que acabou com a mafia das sub prefeituras, foi ele que ganhou grau de investimentos para sp, deixou a prefeitura com crédito e ganhou prêmio de melhor prefeito, mas o povo de lá o odeia por que assiste rede globo. Então venha o monstrinho. Os primeiros a pagar a conta serão seus próprios eleitores e a classe média descerebrada, estúpida e egoísta.

Responder

    Serg1o Se7e

    15 de outubro de 2018 às 14h41

    Eu não tenho ódio do pt.
    Mas justifico porque não gosto do partido e quero que ele seja banido das urnas:

    * LULA (ex-Presidente da República. Condenado e preso)
    * DILMA ROUSSEFF (ex-Presidenta da República. Cassada e lamentavelmente em liberdade);
    * JOSÉ DIRCEU (Deputado Federal e ex-Chefe da Casa Civil. Cassado, condenado e preso);
    * JOÃO PAULO CUNHA (ex-Deputado Federal e ex-Presidente da Câmara dos Deputados. Condenado, foi preso, mas hoje está em liberdade);
    * JOSÉ GENOÍNO (ex-Deputado Federal e ex-Presidente do PT. Condenado, foi preso, mas hoje está em liberdade);
    * ANTONIO PALOCCI (ex-Deputado Federal e ex-Ministro da Fazenda. Condenado e preso);
    * DELÚBIO SOARES (ex-Tesoureiro do PT. Condenado e preso);
    * JOÃO VACCARI NETO (ex-Tesoureiro do PT. Condenado e preso).
    * FERNANDO HADDAD (ex-prefeito, ex-ministro, candidato à presidência, tem 32 processos judiciais em andamento)

    E vem mais gente por aí.

    Responder

      Ulisses

      15 de outubro de 2018 às 21h21

      E para você juiz é honesto. A condenação do Lula é um primor jurídico. Só não tem prova, a PRG disse uma coisa e o morinho condenou por outra. Dirceu condenado sem prova por que a literatura jurídica a permitia. E assim o judiciário nazista condenou todos petistas, como condenou todos os judeus na Alemanha. Por isto canalha covarde troll sem vergonha. Que tu seja juiz e participe da quadrilha. Senão vai ser o primeiro a ser comido. Como todo pobre de espirito do brazil

      Responder

        Serg1o Se7e

        17 de outubro de 2018 às 08h57

        Ulisses, isso é tudo que você consegue?
        Parabéns!

        Só outra coisa: escreva lá nas suas redes sociais que você é contra a corrupção e a favor de corrupto preso. Escreva em letras grandes. Consegue?
        Não, não consegue.
        Preciso explicar o porquê?
        Não.

        Responder

      Adonei Mota

      17 de outubro de 2018 às 02h08

      HADDAD,32 Processos?Se isso fosse verdade o próprio capitão do mato já teria falado.Houve sim várias tentativas de incriminá-lo por causa da Procuradoria estadual que é controlada pelo psdb.O HADDAD ganhou todas às tentativas!! Não satisfeitos logo que ele foi anunciado candidato a mesma Procuradoria Estadual abriu 3 processos! Um absurdo! Depois das eleições serão arquivados.Agora o capitão foi condenado por apologia ao ESTUPRO!!!

      Responder

    Ricardo

    15 de outubro de 2018 às 15h37

    Nem com o povo do Sul, nem do Centro-oeste, nem do norte e nem de parte do nordeste (26%). Só lhe resta conversar os povos da Venezuela e de Cuba .Garanto que com eles você conseguirá ter uma boa prosa !

    Responder

    Daniel Sander

    15 de outubro de 2018 às 16h24

    ” O povo tem ódeio do PT mas não justifica porque ”

    Sério isso ? Saia da sua bolha, vai dar uma volta no seu bairro, conversar um pouco com trabalhadores, pessoas normais, lá eles lhe falarão sobre o Mensalão, Petrolão, idolatria à corruptos, apoio à ditaduras alinhadas ideologicamente, etc…

    Acorda pra vida.

    Responder

      degas

      15 de outubro de 2018 às 19h31

      testando

      Responder

    Lucas

    15 de outubro de 2018 às 18h02

    Pra vc, quando o Lula e a Dilma ganharam no sudeste, sul e centro-oeste, a população de lá era super inteligente (e não zumbi, usando as suas palavras). Na verdade vc é um preconceituoso com esses comentários.

    Responder

Pacheco

15 de outubro de 2018 às 13h08

O cara falou que a primeira ação que ele iria fazer seria soltar um presidiario.
A população nao quer ver um bandido solto.
Olha o resultado

Responder

ALGOPI

15 de outubro de 2018 às 12h50

Acho uma irresponsabilidade querer atribuir a vitima a culpa do crime. O PT foi massacrado pela midia e pelo judiciario, Nâo há relação nenhuma entre a realidade dos fatos e a avaliação do PT. Lula saiu com mais de 80% de avaliação positiva. Depois toda uma estrategia de desconstrução de sua reputação foi colocada em pratica. Agora não podemos nos unir às forças que elaboraram toda essa estrategia antipetista para dizer que a solução é jogar o PT no lixo da história. Que estrategia é essa? Por que permitimos que lideranças populares fossem criminalizadas e difamadas ? Essa questão é muito grave. Está chegando a hora de fazermos uma autocritica, não do PT, mas de todas as forças democráticas que se insubordinaram a hegemonia petista se colocando ao lado dos anti-democratas.

Responder

Paulo

15 de outubro de 2018 às 12h43

Se o PT não fizer um profundo “mea culpa”, pedir perdão ao povo brasileiro, abandonar Lula e Zé Dirceu (o mentor de tudo), não vai mais conseguir cargo majoritário fora do âmbito de eleições municipais ou no NE…

Responder

NeoTupi

15 de outubro de 2018 às 12h38

Muito parecido com 2014. Aécio teve 64% dos votos válidos no Estado de São Paulo no segundo turno. E Dilma era bem mais conhecida do que Haddad (fora da capital).

Responder

Ronan

15 de outubro de 2018 às 12h04

O problema não é o Andrade, pois, todo mundo sabia que ele era fraco. Mas ao tentar colar o seu nome ao do condenado, ele carregou toda rejeição dele e do PT. O povo não quer mais nem ouvir falar do condenado e do PT.

Responder

Ronaldoxxx

15 de outubro de 2018 às 10h47

Acho q a pesquisa esta certa.. Sou da mooca e nao vejo ninguem q declare voto em haddad.. Alguns amigos meus e familiares votaram.no ciro.. Sinceramenre acho q nenhum deles votara no pt!!

Responder

    Serg1o Se7e

    15 de outubro de 2018 às 14h43

    É a arrogância petista em ação.
    Eles não aceitam que o poste laranja foi varrido das urnas com 16% de votos e foi indicado como pior prefeito de São Paulo.
    Humildade e vergonha na cara – você não vê isso no pt.

    Responder

JOÃO BATISTA

15 de outubro de 2018 às 10h45

A postura sempre afável de haddad não o poupou de atrair a imensa rejeição a lula, que o indicou para as candidaturas para a presidência e para a prefeitura de são paulo, onde se elegeu, mas foi fragorosamente derrotado na reeleição, quando joão dória venceu no primeiro turno. E todo aquele que ocupa cargo no executivo tem sua própria rejeição, pois não é possível agradar ou dizer sim a todos.
haddad parece ser o caso, pelo legado de sua obra à frente do ministério da educação e também da prefeitura de são paulo, do homem certo, mas no momento errado.

Responder

    Bozo & Andrade Artigos para Festas Infantis

    15 de outubro de 2018 às 14h59

    Andrade é bom moço, ele poderá nos visitar em nossa empresa para pormos o papo em dia e apreciarmos um bom café, responsabilidade total é de quem o colocou nessa enrascada.

    Responder

Roger

15 de outubro de 2018 às 10h19

Não há nada, absolutamente nada que justifique essa rejeição a Haddad. Foi ele que manteve funcionária fantasma? Que não fez absolutamente nada em 28 anos de política? Que planejou por bombas em quartéis? Que embolsou propina da JBS através de manobra de lavagem de dinheiro? Que é suspeito de ocultação de patrimônio? Que demonstra racismo, machismo, homofobia, xenofobia, quer liberar caça indiscriminada?! Ou a maioria dos paulistas são uns trastes iguais ao fascista ou é mais uma pesquisa suja.

Responder

    CézarR

    15 de outubro de 2018 às 10h44

    O Haddad não tem culpa de nada, o coitado foi lançado aos tubarões pelo Lula e será trucidado. Não adianta brigar com os fatos, o PT tornou-se um partido que depende única e exclusivamente do Nordeste, foi assim em 2014 e esperava-se que a Dilma conseguisse reverter essa imagem, mas ela piorou o que estava ruim. Quando o PT tinha que sair das luzes e dar a vez, preferiu manter a hegemonia; pode ser uma estratégia vitoriosa para o PT no médio ou longo prazo, mas nós, que teremos que conviver com o facismo, entreguismo, tosquice, violência e perseguição, nós e nossos filhos sairemos perdendo de uma forma que até agora não consigo prever.

    Responder

    Marcelo

    15 de outubro de 2018 às 10h49

    Bem, quando Haddad deixou a prefeitura de São Paulo, saiu com aprovação de apenas 14%.

    Considerando que a pesquisa foi feita no estado de SP, mas a capital sozinha tem 13 milhões de pessoas, isso deixa uma boa margem de pessoas com uma possível reprovação à ideia de tê-lo governando o país.

    Responder

      NeoTupi

      15 de outubro de 2018 às 12h47

      Quando o candidato é de esquerda esquecem de contar a avaliação regular (que não significa reprovação).
      A pesquisa que você cita é:
      Ótimo/bom: 14%
      Regular: 35%
      Ruim/péssimo: 48%
      Na prática metade reprovavam o gestão e metade ou achavam bom ou achavam que seu desempenho foi médio (regular).

      Agora o mais curioso é que o prefeito que saiu melhor avaliado da série histórica foi Paulo Maluf com 48% de ótimo/bom. Para se ver os critérios do paulistano médio do que seja um bom governo.

      Responder

    Renato

    15 de outubro de 2018 às 10h49

    Pra você ver como o Haddad é ruim, pois mesmo não tendo nem 10% dos defeitos do Bolsonaro, o ex-prefeito consegue nem a piedade dos eleitores !

    Responder

    Elena

    15 de outubro de 2018 às 10h55

    SP é terra dos descerebrados, resultado de mais de 24 anos de reinado do PSDB. Estão ameaçando até os ciclistas da cidade de SP. Li na internet que um bolsonarista quase atropelou 2 ciclistas e disse que a partir do ano que vem vai partir pra cima das pistas reservadas aos ciclistas. https://www.viomundo.com.br/denuncias/eleitores-de-bolsonaro-atacam-mulher-trans-com-barra-de-ferro-e-ameacam-ciclistas-na-avenida-paulista.html

    Responder

      Paulo

      15 de outubro de 2018 às 12h44

      Não seja injusta, Elena! Sem SP, o Brasil não existiria mais como Nação…

      Responder

      CezarR

      15 de outubro de 2018 às 13h54

      E Minas também? E o Rio? Espírito Santo? Por favor, não adianta brigar com os fatos. O brasileiro prefere políticas da esquerda em termos de economia, aí estavam as chances de um progressista levar essas eleições, desde que não estivesse atrelado ao PT. Vocês xiitas não acreditaram nisso (ou acreditavam e tinham outros planos)

      Responder

        Lucas

        15 de outubro de 2018 às 14h05

        Mas não se engane, CezarR, essa mentalidade de que o “brasileiro prefere políticas da esquerda em termos de economia”, ainda bem, está mudando.

        Responder

          CezarR

          15 de outubro de 2018 às 14h51

          Está mudando em uma certa classe pretensamente esclarecida que o PT ajudou a formar, botando todo mundo para dentro de universidades da pior espécie que abriram aos borbotões. Gente que se acha informada e vota Bolsonaro. Quando digo “polítcas de esquerda” quero dizer Estado forte, que no Brasil está associado à esquerda, mas no resto do mundo pode ser tanto de esquerda quanto de direita. Aliás, a população em geral, principalmente a mais pobre, enxerga no Bolsonaro um estatista, por isso ele cresce em redutos do Lula

          Responder

            CezarR

            15 de outubro de 2018 às 14h52

            Um reparo apenas, culpa também do PSDB que iniciou essa política de deixar qualquer fundo de quintal virar uma universidade.

            Responder

            Lucas

            15 de outubro de 2018 às 15h38

            Errado, CezarR. Está mudando porque viu que, no final das contas, quem paga a conta acaba sendo sempre ele mesmo. As pessoas se cansaram de ver governos populistas querendo fazer “caridade” com o dinheiro alheio.

            Responder

              CézarR

              15 de outubro de 2018 às 15h51

              O que seria populista? O New Deal de Roosevelt seria populista? A malha de proteção social de vários países europeus é populista? O Brasil que entre a década de 30 e 80 foi o país que mais cresceu no mundo, o fez por políticas populistas?

              Responder

                Lucas

                15 de outubro de 2018 às 16h40

                Populista é aquele que promete resolver todos os problemas das pessoas sem ter condições de fazê-lo. É o típico “salvador da pátria”. Aquele que diz q fará tudo sem dizer de onde tirará o dinheiro para tanto. Aquele que promete cobrar dos ricos sem dizer que os ricos depois cobrarão justamente dos pobres essa conta, via demissões ou aumento de preços. Populista é aquele que mente para o coitado ignorante que o tirará do SPC sem em troca lhe dar educação financeira para que ele não se endivide novamente. Enfim, populistas são aqueles que mentem para as pessoas menos instruídas que há como fazer milagre em economia, mas escondem que no fim quem paga é o coitado iludido!!

                Responder

        Serg1o Se7e

        15 de outubro de 2018 às 14h52

        “O brasileiro prefere políticas da esquerda em termos de economia,”

        Ãh?
        De onde você tirou isso?

        Responder

          CezarR

          15 de outubro de 2018 às 14h56

          De um Datafolha do ano passado, muito criticado pela própria Folha. O Brasileiro gosta de políticas estatistas e é conservador nos costumes. Em resumo bem tosco: brasileiro é de esquerda na economia e de direita nos costumes.

          Responder

          CézarR

          15 de outubro de 2018 às 15h01

          E mais uma vez apenas, quando falo em esquerda, adoto a senso comum brasileiro segundo o qual só esquerda é que é estatizante. Aliás, nesse Brasil da jabuticaba, liberal gosta de Estado Mínimo, mas aposta todas suas economias em títulos da dívida pública, portanto, até nossos “liberais” gostam de Estado, só que o querem com exclusividade.

          Responder

            Bozo & Andrade Artigos para Festas Infantis

            15 de outubro de 2018 às 15h10

            Bingo! Liberais brasileiros gostam de dois tipos de Estado: no plano da idealização, do Estado mágico, aquele que presta bons serviços sem, contudo, arrecadar impostos (ou, pelo menos, que só os arrecade dos segmentos sociais desprivilegiados); no plano da concretude, que é o que mais nos interessa, do Estado mini-maxi, que é aquele que é mínimo em políticas e programas sociais, e máximo em subvenções às grandes corporações privadas.

            Responder

            Lucas

            15 de outubro de 2018 às 15h35

            Também pudera, os títulos públicos brasileiros oferecem relativamente bons rendimentos (no mínimo SELIC), baixo risco (ainda) e liquidez imediata. É tudo o q qualquer um quer.

            Responder

              CezarR

              15 de outubro de 2018 às 15h55

              Mas é justamente para isso que governos Temer e caras como Paulo Guedes querem as reformas, para que os excedentes do governo não sejam gastos com saúde, educação, segurança, emprego. Querem que o excedente continue a sustentar essa farra. O problema do país não é o bolsa família (que é uma nota de rodapé no orçamento) mas a dívida interna.

              Responder

                Lucas

                15 de outubro de 2018 às 16h30

                Teu raciocínio tá invertido CezarR. Os juros são altos pq o governo gasta demais ou o governo gasta demais pq os juros são altos? Que sentido faria o governo pagar 6,5% de SELIC se ele ñ precisasse desse dinheiro de quem aplica nos títulos públicos?? Que lógica teria o governo buscar aprovar reformas que diminuam o gasto público se a suposta intenção seria aumentar juros? Não faz sentido!! Pq vc acha q a bolsa tem subido com a iminente vitória do Bolsonaro? Pq a tendência justamente é de os juros caiam e a bolsa (leia-se renda variável) fique então mais atrativa. Títulos pré-fixados negociados a mercado já tem caído por isso tbm. Nesse sentido faria mais lógica para quem tem dinheiro aplicado em títulos do governo votar em Haddad: é certeza de a renda fixa subir novamente.

                Responder

                  CezarR

                  15 de outubro de 2018 às 17h23

                  CARA, vamos lá. O seu raciocínio é que está invertido. Veja, a bem grosso modo, o orçamento da União está assim: 50% com despesas financeiras, 30% com previdência (que depende de fontes de custeio próprios), 20% com saúde, educação, segurança, infra-estrutura e todo o resto. Logo, o governo pega dinheiro emprestado, para pagar sua maior despesa, que ele contraiu justamente fazendo empréstimos!!!!!! Isso faz sentido pra você???? E ainda mais com a carga tributária que temos????? Você acha que o governo utiliza os empréstimos conseguidos com a negociação de títulos para para os 20% de despesas obrigatórias ou os 50% de despesas financeiras???

                  Responder

                    Lucas

                    15 de outubro de 2018 às 17h35

                    Ah tá, entendi. Vc acreditou naquela lorota do Ciro Gomes sobre o gráfico de pizza e o gasto do governo. Me diga uma coisa: vc sabe a diferença entre gasto primário e gasto nominal?? Eu te explico: gasto nominal é tudo, incluindo juros de dívidas; já gasto primário é excluido os juros de dívida. Logo, se estamos com déficit PRIMÁRIO, é pq gastamos mais do que arrecadamos com despesas correntes, ou seja, ANTES de somar as despesas com juros. É como se vc estivesse no rotativo do cartão de crédito, ganhando menos do que o teu gasto mensal e ainda comprasse mais um ar condicionado parcelado para por na sala…

                    CezarR

                    15 de outubro de 2018 às 18h34

                    Mas quem aqui disse que não temos déficit primário? Se a arrecadação despenca, há déficit primário! Isso não altera o fato de que tomamos empréstimo para pagar empréstimo. O seu argumento não exclui o meu.

              CezarR

              15 de outubro de 2018 às 18h44

              Ah… e o gráfico “lorota”do Ciro Gomes consta no portal da transparência conforme link abaixo. Veja que 46% são despesas financeiras. http://www.portaltransparencia.gov.br/orcamento

              Responder

                Lucas

                15 de outubro de 2018 às 20h21

                Ora, vc sabe o que é rolagem da dívida?? Vc sabia que a dívida pública não é paga, mas sim, apenas trocada? Pelo jeito não. Por isso vc não compreende aqueles gráficos.

                Responder

          Bozo & Andrade Artigos para Festas Infantis

          15 de outubro de 2018 às 15h03

          Entendemos que o brasileiro médio, por assim dizer representativo da sociedade nacional, não é adepto do laissez-faire. Por sua vez, Pauliceia desvairada não consegue ser representativa do Brasil.

          Responder

            CézarR

            15 de outubro de 2018 às 16h00

            As características de formação do Brasil e o seu estado de evolução econômica diante de grandes potências não podem recomendar a solução de seus problemas pelo laissez-faire. A uma, porque sem Estado investindo, o empresariado local e estrangeiro não tem interesses maiores, que não os imediatos; a duas, porque diante de nossas características, privatizar significa desnacionalizar, muito diferente de países como os EUA onde grandes petroleiras, por exemplo, são empresas privadas nacionais e sem uma burguesia local forte, identificada com seu país, não é possível evolução.

            Responder

              Lucas

              15 de outubro de 2018 às 20h47

              O empresariado não tem interesse?? Quem não tem interesse em lucrar?? Ora que balela isso! Havendo demanda haverá quem queira explorá-la. Simples assim! Ao governo cabe não atrapalhar!
              E privatizar, na verdade, significa acabar com tetas no setor público. Na iniciativa privada ou se é eficiente ou fecha-se as portas! Na iniciativa pública sempre se pode cobrir os ralos com o orçamento público.

              Responder

    Serg1o Se7e

    15 de outubro de 2018 às 14h50

    32 processos nas costas não contam?
    Ser um fantoche de um presidiário corrupto não conta?
    A criação das piores ciclovias do mundo não conta?
    A invasão recorde de terrenos municipais não conta?
    O abandono das ações para recolhimento de mendigos, sem-teto e “nóias” das ruas não conta?
    A desvalorização do patrimônio histórico não conta?
    A deterioração da Vila Madalena não conta?
    R$ 245 milhões em contratos sob suspeita não conta?
    Das 80 promessas de campanha só ter cumprido 39 não conta?

    Vou parar por aqui se não a página vai ficar muito grande.

    Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com