Cafezinho 2 minutos: Posse de Bolsonaro e alegações finais contra Lula

Foto: Reprodução.

A entrevista de Cid Gomes a CBN

Por Miguel do Rosário

04 de dezembro de 2018 : 10h53

O senador eleito pelo PDT, Cid Gomes, deu uma entrevista hoje (4/12/2018) pela manhã à rádio CBN. Ouça o áudio e dê sua opinião.

Abaixo, o texto publicado no site da CBN:

‘Para o PT, Brasil é um acessório e não está em primeiro lugar’, diz Cid Gomes

Senador eleito pelo PDT disse que o Partido dos Trabalhadores, antes de pensar no Brasil, pensa neles mesmo. Ele fez uma ressalva em relação a Haddad, afirmando que o diferencia do PT. Apesar de fazer críticas ao governo Bolsonaro, Cid foi enfático ao afirmar que é preciso “dar um voto de confiança a quem está chegando”.

DURAÇÃO: 00:17:00

O senador eleito pelo Ceará Cid Gomes (PDT) voltou a fazer críticas ao Partido dos Trabalhadores, em entrevista à CBN, nesta terça-feira (4). O político afirmou que os integrantes do partido, antes de pensar no país, pensam neles mesmos. “Para eles, o Brasil é um acessório e não está em primeiro lugar”. Cid fez uma ressalva apenas ao candidato à Presidência da República Fernando Haddad, afirmando que o diferencia do PT.

Ao menos três partidos se organizam para formarem um bloco de oposição ao governo de Bolsonaro no Senado. Capitaneado pelo PDT, o bloco não teria a participação do PT, que conta com uma das maiores bancadas do Congresso. Na avaliação de Cid Gomes, o Partido dos Trabalhadores continua com a postura de “quanto pior, melhor”, que é diferente da que ele pretende adotar. “Nós somos de oposição, mas teremos o cuidado de analisar as propostas que venham do executivo. Se forem boas para o país, não teremos a visão simplória de simplesmente ser contra”, garantiu.

O pedetista, inclusive, por diversas vezes fez questão de destacar que torce para que o governo Bolsonaro dê certo. “Eu quero me despir de qualquer preconceito e diferenças que obviamente tenho ao governo Bolsonaro. […] Se a iniciativa for boa, nós não teremos o preconceito de rejeitá-la só porque foi uma iniciativa do executivo”, afirmou.

Ainda assim, Cid Gomes criticou algumas decisões do presidente eleito, como a nomeação de Sérgio Moro para assumir o Ministério da Justiça. Em sua avaliação, Moro tem “zero experiência” em Segurança Pública, “que é um tema que aflige as pessoas no dia a dia”. “Eu vejo com preocupação, mas sempre me esforçando para dar um voto de confiança”, concluiu.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Justiceiro

04 de dezembro de 2018 às 20h41

“Lula tá preso, babaca”.

Essa frase antológica, vai ficar na história.

Responder

    Nostradamus ( banquinho & bacia )

    04 de dezembro de 2018 às 21h19

    Ah!… é…? Obrigado, tu sabes que eu não sabia. Pensei que seria solto hoje, mas vai ser na terça que vem…

    Responder

Nostradamus ( banquinho & bacia )

04 de dezembro de 2018 às 15h28

” A meu juízo ” esses Gomes são uns intriguentos e boçais, fazem política do fígado… mentirosos sempre se ligando ao PT de forma negativa, porém, para manter uma fachada de esquerda! Sem vergonhas! Não tem vida própria sem fazer referência ao PT. Vai se meter com os Bolsonaro. Na hora que der um daqueles chiliques vai apanhar na cara lá dentro do Congresso!!! Vão dar com os burros n´água! São muito antipáticos. Simpáticos com Camarotti e catrefa…

Responder

    ELTON LUIZ DE SOUZA

    04 de dezembro de 2018 às 18h52

    PLENO ACORDO, CID E CIRO, NAI SÃO AS PESSOAS MAIS RECOMENDAVEIS COMO OPOSIÇÃO DO NOVO GOVERNO BOLSONARO, LIGAÇÕES COM EXECUTIVO. TENHO COMIGO, QUE AMBOS VIERAM PARA DESMANTELAR A ESQUERDA OPOSIÇÃO CARTAS MARCADAS DE UMA DIREITA, COM CONCEITOS DEFINIDOS. AS REGORMAS PROPOSTAS POR TEMER, E TURBINADAS POR BOLSONARO(GUEDES), SÃO PARA TIRAREM DIREITOS, DAS CLASSES ASSALARIADAS, E QUE ESTE BLOCO FICARAM A FAVOR.

    Responder

Alan Cepile

04 de dezembro de 2018 às 13h46

Mídia não tem mais o que fazer, pra que ficar perguntando sobre o PT toda hora pra qq político de esquerda?? Eles fazem isso com a direita por acaso?? A mídia brasileira é a pior, mimada, infantil e vendida.

Responder

Marcos Videira

04 de dezembro de 2018 às 13h25

Pelas informações de que disponho, penso que não será possível a formação da Frente Ampla Única com objetivo de defender a Democracia e recompor o Estado Democrático de Direito.
Perdemos nós que somos democratas e Bolsonaro deve estar feliz da vida…
Não vou fomentar a discórdia, mas eu tenho clareza de onde se encontra o obstáculo maior.

Responder

Aliança Nacional Libertadora

04 de dezembro de 2018 às 12h44

Cafezinho acompanhado de coxinha….autocrítica nos olhos dos outros….do partido que apoiou mais o Bozo e xinga o PT…..estrela da campanha do racista….

Responder

Aliança Nacional Libertadora

04 de dezembro de 2018 às 12h41

Cafezinho acompanhado de coxinha.

Responder

Deixe uma resposta