Vila Militar do Chaves (Adnet satiriza Bolsonaro)

Print (tosco, eu sei) da conta oficial do twitter do presidente da República.

Bolsonaro chama cargo de segundo escalão da Petrobrás de “posto do governo”

Por Tadeu Porto

11 de janeiro de 2019 : 11h27

Soma-se a esse tweet o fato de um amigo pessoal do presidente ter ido para um cargo de segundo escalão na Petrobrás.

Para deixar claro, não sou contra um presidente eleito escolher um staff  para empresas públicas ou capital misto que ajuda a executar o plano referendando nas urnas. Isso, pra mim, é essência da República (quando bem feito, claro).

O problema aqui é justamente o estelionato eleitoral. O atual presidente foi eleito com um discurso totalmente diferente, deixando a entender que nomeações “políticas” não iriam mais acontecer.

Fica aí para registro.

Tadeu Porto

Colunista do Cafezinho e diretor da Federação Única dos Petroleiros e do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Era dos Boçais

11 de janeiro de 2019 às 22h05

o nojento é quando se pode ajudar filhos, parentes e aderentes nomeando para um cargo para não viver mais na extrema miséria e nada faz.

https://www.facebook.com/LulaDelReyVevo/photos/a.175184493098571/328930641057288/?type=3&theater

Responder

Paulo

11 de janeiro de 2019 às 17h26

Com nomeações políticas, ele quis dizer indicadas pelos Partidos. Mas, sim, cabe algum questionamento, do ponto de vista moral…não haveria, por exemplo, alguém mais capacitado que não fosse conhecido do presidente?

Responder

Deixe uma resposta