Câmara discute privatização da Eletrobras

Tentando lidar com o fim do Fotos Públicas

O Brasil não é mesmo para amadores

Por Tadeu Porto

16 de fevereiro de 2019 : 21h37

O telecatch governista promovido pelo Presidente da República e um dos seus ministros mais fieis mostra que o Brasil chegou mesmo ao fundo do poço em matéria de política. O país virou uma nau à deriva completa, institucional e ideologicamente (militantes de todas as vertentes estão se pegando e não é daquele jeito legal do carnaval).

[Sem falar no clima de barbárie. Impossível deixar de citar que esse clima de “vale tudo” que estamos vivendo em Brasília inspira pessoas a assassinar adolescentes a troco de nada. Se for preto e pobre então (mais desumanizado) é batata.]

Enfim, voltando ao assunto: a Ética básica nas relações políticas vem sendo totalmente reformulada,  principalmente com a criminalização do presidencialismo de coalizão e com o fim da Nova República. Isso não seria de todo ruim pois nosso Estado realmente é organizado, gerido e pensando para manter privilégios. Contudo, o amadorismo do novo governo (pra mim não é coincidência mas isso são outros 500) está aprofundando essa crise pois gerou um clima de desconfiança generalizada. 

É público e notório que política, essa maneira que encontramos de medir conflitos individuais em prol do coletivo, sem confiança é impraticável. Arriscar a confiança interna de um governo é como um All In no Poker.

Vamos aos fatos: a trajetória do Bebianno é um pouco desconhecida. Mas analisando o que se tem de registro, parece que ele se apresentou para o mundo da política para ser capacho do Bolsonaro. Era um mero desconhecido até se aproximar do ídolo, daí pra frente, teve uma ascensão meteórica no campo institucional (PSL e Governo).

O clã Bolsonaro queimou em praça pública um fiel aliado e que tinha alta influência no passado recente do presidente. Até outro dia o cara tinha uma dos ministérios mais importantes. Eu não consigo imaginar outra coisa senão despreparo, honestamente.

Dá para imaginar que tal atitude não tem nem sustentação coerente no médio prazo. Para citar um exemplo apenas: o laranjal do Flávio – Bolsokid 01 – parece ser muito pior que do Bebianno. Só de ter a probabilidade de envolvimento com milícia dá elementos para que a pós-verdade (tão aliada do capitão) se vire contra ele. 

E olha que não falei de Ricardo Salles (já condenado); Damaris (acusada de tráfico infantil) e Lorenzoni (réu confesso daquilo que Bebianno supostamente fez).

Enquanto isso, a crise se aprofunda, devido ao amadorismo desse arremedo que chamam de governo e as instituições vão se esfacelando tentando – por boa ou má fé – ter mais protagonismo do que a cultura política estava acostumada. Há uma clara guerra de diversos interesses institucionais que, simplesmente, impedem que o Brasil funciona minimamente. 

Colocaram irresponsáveis infantis na frente do país e deu nisso. Definitivamente, o Brasil não é para amadores.

Tadeu Porto

Colunista do Cafezinho e diretor da Federação Única dos Petroleiros e do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

18 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

J Fernando

18 de fevereiro de 2019 às 11h24

O Cafezinho já foi melhor que isso…
O texto é sobre o desastre que é o governo bolsonaro.
Os comentários (14 até o momento)… não vale rir… são sobre outros governos e, em sua maioria, sobre os governos petistas (TODOS os comentários contêm citações sobre governos anteriores de Itamar a Temer), nenhum sem adentrar os problemas do governo atual.

Responder

    Alan Cepile

    18 de fevereiro de 2019 às 13h10

    O que vc sugere? Que o Miguel expulse todos que não concordem com o campo progressista? Quer que isso vire uma música de uma nota só?

    “Falar bem do PT pra torcida do PT é fácil” (Mano Brown)

    Responder

      J Fernando

      19 de fevereiro de 2019 às 12h33

      Como eu disse: o Cafezinho já foi melhor que isso…
      Onde eu disse para expulsar comentaristas? Onde eu disse para concordar com campo progressista?
      Se você não entendeu meu comentário, vou resumir:
      A reportagem fala sobre erros do início do governo Bolsonaro. Eu pensei que haveria comentários sobre este assunto, com críticas (a favor ou contra) o governo.
      No entanto, os comentários desandam a discutir governos anteriores.
      Mais um ponto que você não entendeu: eu não disse somente governos petistas, eu disse a maioria. Estão inclusos os governos de Itamar a Temer.

      Seu comentário valorizou minha crítica. Realmente, o Cafezinho já foi melhor que isso!!
      (acompanho o Miguel desde os tempos do Óleo do Diabo).

      Responder

Luis Campinas

18 de fevereiro de 2019 às 09h39

Os governos Lula e Dilma foram os menos corruptos que o Brasil já conheceu. A unica dúvida nesse quesito e em relação a Itamar. Gente progressista que entra nesta de imputar os erros desses governos em função de atos de corrupção, não entende nada de nada. O PT é perseguido pelo seu lado de esquerda. Errou muito na sua relação com as instituições, inclusive tornando as pior do que eram. Mas os progressistas no Brasil nunca tiveram saquer 1/3 do parlamento e sempre com todas as instituições contra os interesses nacionais. A razão de passarmos o que passamos deve ser creditada a incapacidade política de qq país no mundo hj, com exceção de três ou quatro, se contraporem aos interesses do grande capital. Quem não é reacionário, tem obrigação de entender isso!

Responder

Baron

18 de fevereiro de 2019 às 08h59

O Michelzinho dá bem menos trabalho que esses Três Patetas…

Responder

Carcará

17 de fevereiro de 2019 às 11h10

Não dá nem para comparar esses cambacicas bucicos rastaqueras, cadelos vira latas, com os governos do PT. O que eles gostam é de fazer rolos e ficar fazendo patrulhamento falso moralmente com o tabaquinho dos meninos e com as borboletinhas das meninas estes safados e safadas! Todo dia tem uma nova mamadeira de piroca na televisão para desviar de um novo fiasco e o povo não aguenta mais isso. Agora esses guapecas querem refundar a UDN… quem sabe vão exumar o Lacerda e fazer uns enxertos para botar na foto do WhatsApp kkkkkkkkkkk… phoderam com as reformas já antecipadamente, abortaram os planos de estarem muito tempo no planalto… logo vão estar junto com o Cabral! Quem aqui faz aqui paga! É a lei do universo, do eterno retorno… cospem para cima e cai na cara fsdsps. O povo encheu o saco Nazaroppi! Pé de chinelo de uma figa, ca.gão, bur.rão, doi.dão, agora dito loucão !!! Vai Bebiano! Entrega este idiota!

Responder

    Renato

    18 de fevereiro de 2019 às 06h19

    “Quem aqui faz aqui paga! É a lei do universo, do eterno retorno… cospem para cima e cai na cara fsdsps”. Deve ser por isso que Lula está terminando seus dias no xilindró e Dilma foi chutada pelo Congresso e pelos mineiros e esta terminando seus dias no ostracismo. É a lei do universo, do eterno retorno .

    Responder

      Nostradamus ( Consultores psiquiátricos e políticos )

      18 de fevereiro de 2019 às 08h10

      Conheço um empresário nazista catarinense que investiu milhões em acelerar mentiras no WhatsApp. A exemplo de muitos pelo Brasil a fora a Havan foi diferencial de peso na roubalheira agora desnudada do partido, milicianos, filhos e presidente. Seria de ficar calado e não insistir em defender esses malucos. Quanto aos dois governantes do PT continuam a ser perseguidos de forma tão clara que não vou me alongar. Reacionário de meia tigela.

      Responder

      Alan Cepile

      18 de fevereiro de 2019 às 13h14

      Tenho perguntado isso constantemente aos coxinhas do fórum, porém, sempre sem resposta:

      Pq vc acha que Dilma e Lula roubaram isso dá direito do palhaço bozo roubar???

      Vamos ver se algum responde rs

      Responder

Paulo

16 de fevereiro de 2019 às 22h51

Concordo que o Brasil não é para amadores. Mas…seria para “profissionais” do naipe de Dilma, Lula,Temer, FHC, Sarney? Na Nova República, só relevo o grande Itamar Franco…

Responder

    Ultra Mario

    17 de fevereiro de 2019 às 02h35

    Honestamente, sinto que depois que o Bolsonaro terminar de fazer a sua mágica, o povo vai sentir saudades da velha política.

    Pelo menos aquela gente produzia resultados. O bom e velho “rouba mas faz”. Esse governo até o momento só aparenta querer saber da parte do “rouba”.

    Responder

      Paulo

      17 de fevereiro de 2019 às 10h21

      O “rouba mas faz” é um engodo que produziu essas figuras todas. Quem rouba, faz sempre menos. Mas entendo seu ponto. E eram outros tempos, também, nos quais, apesar até da hiperinflação, o Brasil sempre crescia. Aí fica fácil governar, veja o caso Lula/commodities. Dilma foi o começo do fim, e, se quer saber, o golpe parlamentar foi bom para o PT, pois, na memória afetiva (fugidia) do povo, os bons tempos de Lula vão equivaler ao “eu era feliz e não sabia”

      Responder

    José Ricardo Romero

    17 de fevereiro de 2019 às 09h46

    Concordo exceto pela Dilma. Nada se comprovou contra ela até agora.

    Responder

      Paulo

      17 de fevereiro de 2019 às 10h22

      Pasadena?

      Responder

        Luiz Felipe de Oliveira Lopes

        17 de fevereiro de 2019 às 11h45

        Paulo se você olhar direitinho para Passadena, verá que não houve erro estratégico. O problema do Brasil na área de petróleo, é o diesel. O petróleo brasileiro é o petróleo pesado que não possui tanto diesesl assim. Por isso o Brasil exporta petróleo pesado e importa petróleo leve que tem mais diesel, ou melhor, que produz mais diesel. Essa Refinaria estava a venda e seria uma maneira de colocar o petróleo brasileiro dentro dos EUA, pois, o petróleo mais pesado produz mais óleos pesados como o bunker C (não sei se a grafia está correta) além de outros subprodutos. Com a queda da economia mundial, as margens reduziram-se e não passou a ser um bom negócio. O valor que foi condenada a pagar, foi em função da justiça norte americana, não foi benesse brasileira. Não acho que tenha havido má fé de nossa presidente ou algo que o valha. Ocorre que nossa justi$$a……..e esse MP…………..

        Responder

        Jessé Guimarães

        17 de fevereiro de 2019 às 21h26

        Quando da delação de Nestor Cerveró sobre Pasadena ele falou sobre outra compra, que não foi do interesse dos procuradores divulgar. Eu me lembro que depondo ao Moro ele dizia que a outra compra fora mais danosa que Pasadena.
        “O ex-diretor da área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró, disse à Procuradoria-Geral da República (PGR), antes de fechar o acordo de delação premiada, que a venda da petrolífera Pérez Companc envolveu pagamento de propina no valor de US$ 100 milhões ao governo de Fernando Henrique Cardoso (FHC).” Moro como sempre, seletivo.

        Responder

          Renato

          18 de fevereiro de 2019 às 06h16

          “que não foi do interesse dos procuradores divulgar”….Nem dos procuradores , nem do Petê. Por que será que o Petê, partido composto só por gente honesta, não teve interesse em divulgar , em colocar a boca no trombone? Afinal, a partir de 2003 foi o Petê que governou o país…

          Carlos Eduardo

          18 de fevereiro de 2019 às 09h58

          O famoso “não vem ao caso”


Deixe uma resposta