Haddad na Caravana Lulalivre na Amazônia

O ex-presidente peruano Alan García, em Lima, em 15 de novembro de 2018 - AFP/Arquivos

Alan Garcia atira em si mesmo após Lava Jato peruana tentar prendê-lo

Por Redação

17 de abril de 2019 : 10h25

O Peru, pelo jeito, acaba de repetir a tragédia vista no Brasil com o suicídio do reitor da UFSC, Luiz Carlos Cancellier, que se matou após ser perseguido por setores do Estado ligados ao modus operandi da Lava Jato.

***

Ex-presidente do Peru Alan García atira em si mesmo após polícia tentar prendê-lo por caso Odebrecht

LIMA (Reuters) – O ex-presidente do Peru Alan García atirou em si mesmo após a polícia chegar à casa dele em Lima para prendê-lo, nesta quarta-feira, por ligação com investigação de suborno relacionada à empreiteira Odebrecht, disse uma fonte de polícia.

García foi levado imediatamente ao hospital Casimiro Ulloa, disse a fonte, que pediu anonimato porque não estava autorizada a falar com a mídia.

A TV local America informou que García passa por uma cirurgia de emergência e estava em situação crítica. Imagens do filho de García e de apoiadores chegando ao hospital foram televisionadas.

(Reportagem de Marco Aquino)
Publicado no Extra

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

16 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

euclides de oliveira pinto neto

18 de abril de 2019 às 06h34

Todos os governos da América Latina, que não seguiam as instruções dos USA Inc., foram objeto de ações promovidas pela NSA/CIA, buscando substituir tais governos por outros vassalos. Tal modelo é realizado pela colonia sionista khazarian, seguindo a sua “doutrina monroe”, que considera a América Latina um “quintal dos fundos” para enriquecer a colonia norte-americana. Desde que foi instituída, a colonia USA já promoveu mais de 250 agressões contra outros países, desde a guerra de ocupação até promoção de “movimentos libertários” e golpes de estado, adequando o tipo de agressão conforme a necessidade. Sempre com o objetivo de “restaurar a democracia e proteger os direitos humanos”, o mantra oficial… Não é uma ação isolada contra um país, faz parte do programa de implantação do “Governo Mundial”, sob controle de Israel, que é o local escolhido para centralizar a atuação do “novo governo”. Na América Latina, desde a década de 70, países adotaram uma postura voltada para o social, na tentativa de reduzir a pobreza na região. E obtiveram resultados importantes, que desagradou a máfia sionista, que viu grande parte dos países da região ficarem fora de seu controle. Através dos mecanismos canalhas que sempre utilizaram, foram removidos governos sob as acusações mais diversas, principalmente sob acusações de corrupção, como se essas práticas fôssem privilégio dos países latino-americanos… Apoiados pela mídia canalha e pelas minorias privilegiadas desses países, promoveram mudanças no Uruguai, Paraguai, Argentina, Brasil, Honduras, Chile, Peru, Equador, entre outros, que estavam se aproximando de países como China e Russia, que ofereciam condições vantajosas nas trocas comerciais e participação em grandes projetos de desenvolvimento na região, contrariando a politica escravagista da canalha khazarian para manter o controle e a exploração da América Latina, fonte barata de recursos minerais estratégicos. Alan Garcia foi um desses líderes populares que nunca aceitou essa subordinação irrestrita aos interesses neoliberais e, portanto, sofreu processo “lawfare”. Preferiu retirar-se da vida para não ser submetido a humilhações. Uma grande perda para o povo peruano e para a humanidade.

Responder

    Alécio

    18 de abril de 2019 às 08h44

    Tamo ferrado, quando votamos direita somos quintal dos EUA, quando votamos na esquerda somos quintal de Cuba e Venezuela e Bolivia e pagamos todas suas obras…

    No fim só escolhemos o quintal de quem seremos.

    Responder

      Sergio Araujo

      18 de abril de 2019 às 09h27

      O Brasil precisa de tudo menos que ajudas externas para fazer merda, consegue perfeitamente sozinho.

      O resto sào cretiniçes ideologicas.

      Responder

Justiceiro

17 de abril de 2019 às 17h33

Se ‘alguém’ quiser seguir o exemplo de Alan Garcia, eu compro as balas com o maior prazer.

Responder

Gustavo

17 de abril de 2019 às 15h23

Entregar a própria vida assim de graça ? Sem esgotar todas as instâncias ? Sem exercitar a plenitude do a defesa ? Ou é fraco da cabeça ou é culpado. A coragem para exercer a presidência de um país é um pouco conflitante com uma atitude assim o que me leva a pensar que aquele que partiu talvez não fosse tão inocente assim

Responder

    LUPE

    17 de abril de 2019 às 16h16

    Caro Gustavo

    Mesmo se não tivesse crime nenhum,
    seria inútil,
    se a prisão dele fosse “necessária”,
    de algum modo.

    Haja vista a prisão do melhor presidente que o Brasil jamais teve,
    sem ter ele cometido nenhum crime.
    Sem ter ele cometido qualquer crime………..

    Tudo depende dos interesses de nossos inimigos.

    Observe Aécio livre e eleito deputado federal por Minas Gerais.>>>>>>>>>> Corrupto ESCANCARADO , televisionado e tudo………………..

    Por essas e por outras é que Alan Garcia preferiu não arriscar ………. com ou sem culpa no cartório………………

    Responder

      Justiceiro

      17 de abril de 2019 às 17h37

      Lupinho, Lupinho…

      Está dizendo que Alan Garcia é inocente? Você conhece o processo?

      Você é mais do mesmo: se alguém é preso por corrupção, vocês tratam de inocentá-lo

      Quanto a Aécio, lembre-se que quando o STF tentou suspender o mandato dele, Gleisi saiu em sua defesa.

      Aliás, o PT foi o único partido que emitiu nota em defesa de Aécio. Nem o PSDB fez isso.

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      Gosto de surrar gente otária como você.

      Responder

LUPE

17 de abril de 2019 às 15h01

Caros leitores

Os bandidos

>>>>>>>>> Jefferson
>>>>>>>> Renato
>>>> Roque
>>>>>> Sérgio Araújo
(ou é uma pessoa só?)
traidores da Pátria,
pagos em dólares pelos nossos inimigos
para virem ao Cafezinho
fazerem comentários sórdidos
à altura da sordidez deles ,
manter aceso o ódio
ao melhor presidente
que o Brasil jamais teve (clique no link abaixo)

https://jornalggn.com.br/noticia/fhc-vs-lula-dilma-um-quadro-comparativo/

Responder

    Gustavo

    17 de abril de 2019 às 15h24

    Mas o que isso tem a ver com o artigo do suicídio do ex-presidente do Peru ?

    Responder

      LUPE

      17 de abril de 2019 às 16h19

      Caro Gustavo

      E o que tem a ver com o artigo
      os comentários para lá de sórdidos
      desses bandidos traidores da Pátria?

      Responder

Jeferson

17 de abril de 2019 às 14h45

Pelo menos ele foi homem.Ja um tal de “santo” deveria ter vergonha na cara de pau e fazer o mesmo…

Responder

Renato

17 de abril de 2019 às 14h32

Quem dera Lula tivesse a mesma dignidade e metesse uma bala na própria cabeça !

Responder

Sergio Araujo

17 de abril de 2019 às 13h39

E’ a prova que as armas matam mesmo…quando quem atira o gatilho quer.

Responder

    Sergio Araujo

    17 de abril de 2019 às 18h57

    Atira nào…aperta.

    Responder

Roque

17 de abril de 2019 às 11h46

Mais um bandido Pixulequento covarde tentando escapar da justiça.

Responder

Sergio Araujo

17 de abril de 2019 às 11h42

Atè um quase cadaver de um Pais extrangeiro conseguem associar (jogar nas pernas) a Lava Jato …?

Deve ser um plano des Estados Unidos para fazer o que com o Perù…? Destruir a produçào de amendoim do Perù e ganhar o mercado ?

O Brasileiro precisa de limites, de rigoror e um minimo de disciplina (vergonha na cara).

Responder

Deixe uma resposta

x
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com