Lançamento do livro “Lawfare: uma introdução”, com Lula

Foto: renovamidia (https://renovamidia.com.br/bolsonaro-convoca-ministros-para-discutir-precos-da-petrobras/)

Bolsonaro pode inviabilizar venda de refinarias da Petrobrás

Por Tadeu Porto

16 de setembro de 2019 : 21h44

Nesse momento, UOL e G1, maiores portais de notícia do país, dão destaque para o escolha do governo Bolsonaro em segurar o preço dos derivados nas refinarias brasileiras.

A atitude é controversa pois desagrada fortemente ao mercado. O tucano Pedro Parente preparou a política de preços com paridade internacional para preprar o mercado brasileiro para a privatização do parque de refino.

Josias de Souza, com destaque de capa no portal UOL, colocou uma lupa na crise e já deu o recado do mercado:

De resto, a conturbação tende a beneficiar também o plano de venda de pelo menos oito refinarias da Petrobras. Mas a compra de refinarias pode se revelar um negócio arriscado se os interessados perceberem que os preços da Petrobras são regulados não pela variação da cotação no mercado internacional, mas pela conveniência política de Bolsonaro. É nesse ponto que entra Paulo Guedes.


Josias de Souza: alta do petroleo testa prestigio de paulo guedes

Para privatizar as refinarias da Petrobrás a política de preços não pode ter o mínimo de interferências, pois as empresas internacionais só demonstram interesse em adquirir alguma refinaria se tiverem liberdade para controlar o preço dos derivados, que sofrem com a forte especulação do petrodólar.

Como bem lembrou a Federação Única dos Petroleiros (FUP), apenas um parque de refino público pode garantir a proteção da população e da economia das grandes flutuações do petróleo.

Ou seja, se o preço do petróleo não se instabilizar em uma semana, Bolsonaro terá que escolher entre desagradar o mercado e fritar ainda mais Paulo Guedes ou queimar (a lenha, com o gás de cozinha tão caro) ainda mais gordura da sua popularidade.

É bem provável uma nova crise dos combustíveis, seja pela a insatisfação do mercado, seja pela insatisfação da população.

Soma-se isso a mobilização madura de petroleiros e caminhoneiros, prontos para uma greve contra a política de preços e teremos um cenário bem complicado para o governo.

É bom o Allan Terça Livre liberar mais documentos para a seleção digital da militância bolsonarista pois vão faltar caracteres para debater o assunto.

Tadeu Porto

Colunista do Cafezinho e diretor da Federação Única dos Petroleiros e do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

15 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

José Cândido Amado

18 de setembro de 2019 às 13h44

Antes de entregarmos qualquer patrimônio que pertence a Nação pensem que as empresas somente entrarão no negócio por largas vantagens. No caso das refinarias e em se tratando do nosso Pré-Sal são altamente estratégicos para o Brasil e não podemos nos desfazer de uma forma tão destruidora.

Responder

    César

    18 de setembro de 2019 às 18h57

    Não estão sendo vendidas as jazidas, mas a sua exploração, já que a Petrobras não tem recursos, só dívidas!… e riquezas embaixo da terra não ajuda ninguém!… O governo esta certo e segue o exemplo de países que tem a sua economia liberal.

    Responder

Marcelo Psigate

18 de setembro de 2019 às 10h17

Se houvesse um meio legal de manter a Petrobras como estatal,
sem mão de obra concursada, cheio de privilégios, salários incoerente e muitos puxadinlos,
numa alusão ao art 37 CF,
Certamente teríamos alguma chance !!!

Responder

Andre

17 de setembro de 2019 às 12h28

Foda-se!!!!

Responder

    Alan C

    17 de setembro de 2019 às 16h16

    …o bozo!!!

    Responder

Guilherme Nagano

17 de setembro de 2019 às 11h02

Kkkkkkkk o desespero p parar as privatizações….se a própria Arábia Saudita quer fazer uma IPO (privatização) da estatal Aramco, o q dizer da Petrobras q foi saqueada e mal gerida até a beira da falência?

Responder

    Gilberto Cavalcanti Ramos Jr

    17 de setembro de 2019 às 14h35

    Prezado, melhor vc parar de ver e ler a Globo e se informar melhor, a Petrobras nunca se quer chegou perto da falência ao contrário sempre foi o avalista do Brasil em todas as grandes operações internacionais. Ninguém empresta ou negocia com empresa falida.

    Responder

Alan C

17 de setembro de 2019 às 10h54

Não tem mistério, pra saber se privatização é bom ou ruim basta ver o que os outros países estão fazendo, o mundo inteiro está segurando seus ativos e muitos países estão inclusive reestatizando empresas de diversas áreas.

Empresa privada visa unica e exclusivamente seu próprio lucro, mais nada. Não tem nenhuma responsabilidade com o estado e muito menos com o povo, somente com seus proprietários e acionistas.

A direitosca brasileira que se acha liberal não acha bom a privatização, usa esse argumento tosco somente como muleta pra saquear o Brasil como vem fazendo desde 2016, com o aval do voto de um monte de trouxa.

Responder

Wellington

17 de setembro de 2019 às 10h30

Desde quando os sindicalistas acertam uma…?

Responder

    Gilberto Ramos

    17 de setembro de 2019 às 14h31

    Desde que sempre conseguiram arrancar em mesa de negociação aumentos salariais, garantias de emprego e benefícios para os trabalhadores ou você acha que foram os patrões bonzinhos que deram de presente?

    Responder

Xdu VK

17 de setembro de 2019 às 08h10

As refinarias são patrimônio nacional brasileiro.

Responder

    Alan C

    17 de setembro de 2019 às 16h15

    A bozolândia só se interessa pelo patrimônio nacional brasileiro para saqueá-lo.

    Responder

Paulo

16 de setembro de 2019 às 22h22

Por ora, o mais lúcido a se fazer é segurar as privatizações (por mim, nem seriam cogitadas, em tempo algum). Não sabemos se há uma crise de proporções econômicas mundiais, e tampouco se ela durará ou não.

Responder

    Xdu VK

    17 de setembro de 2019 às 08h09

    Verdade. Refinarias são patrimônio nacional.

    Responder

      Oscar

      18 de setembro de 2019 às 00h09

      A telefonia também já foi e hoje em dia ninguém mais quer vê-la nas mãos do Estado,nem mesmo os esquerdopatas !

      Responder

Deixe uma resposta