Lançamento do livro “Lawfare: uma introdução”, com Lula

Audiência pública sobre endividamento dos brasileiros

Por Redação

09 de outubro de 2019 : 15h31

Comissão especial debate superendividamento do consumidor

08/10/2019 – 09:49

Agência Câmara — A Comissão Especial de Superendividamento do Consumidor (PL 3515/15) discute hoje formas de reduzir o endividamento da população e retomar a capacidade de consumo das famílias. O debate atende a requerimento apresentado por diversos parlamentares.

O vice-presidente do PDT, Ciro Gomes, foi convidado para discutir o assunto com os parlamentares.

Durante a campanha presidencial de 2018, Ciro apresentou uma proposta para restabelecer o crédito das famílias e sua capacidade de consumo através de um sistema de refinanciamento coordenado pelo governo federal. Apelidado de Nome Limpo, a proposta de Ciro prometia tirar 63 milhões de pessoas do SPC.

O deputado Franco Cartafina (PP-MG), que é o relator do colegiado, afirma que o acesso fácil ao crédito é algo relativamente novo para a sociedade brasileira. “Apenas depois da estabilização da economia e da evolução de nosso mercado de consumo, o País começou a ostentar níveis de rendimento familiar e de disponibilidade de bens capazes de assegurar expansão efetiva da oferta de crédito”, afirma.

No entanto, ele acrescenta que, junto com os inegáveis benefícios da ampliação do crédito, entretanto, o País passou a experimentar um de seus principais inconvenientes: endividamento excessivo dos consumidores.

“A associação da pouca familiaridade com o crédito e da precária educação financeira de nossa população, por um lado, e as eficientes – e nem sempre transparentes – ferramentas de marketing do setor financeiro, por outro, redundam frequentemente em contratações irrefletidas, cujos custos restam, infelizmente, por sobrecarregar a capacidade econômica dos devedores e por colocar em risco a subsistência de muitas famílias”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

chichano goncalvez

09 de outubro de 2019 às 20h36

O que o governo tem que fazer em vez de dar esmola , tipo bolsa familia, deveria abrir uma linha de credito bem maior que uma bolsa familia, e juros bem abaixo do mercado, pois a gente tira emprestimos em cima de emprestimos que acabam não resolvendo nossos problemas e entramos em outro emprestimo e assim sucessivamente.

Responder

Deixe uma resposta