Live do Cafezinho: balanço dos partidos de esquerda

Suplementos podem trazer resultados mesmo sem prática esportiva

Por Redação

31 de outubro de 2019 : 08h27


O principal objetivo da suplementação é compensar a carência de nutriente, não sendo apenas produtos para melhorar a performance na academia

O corpo humano é como uma máquina que necessita das quantidades ideais de combustível para funcionar corretamente. Existem vitaminas e nutrientes que são produzidos pelo próprio organismo, mas há outros cujo abastecimento depende da alimentação. Como o dia a dia agitado nem sempre permite que tenhamos uma dieta perfeita, muitas pessoas optam por incluir suplementos alimentares na rotina, a fim de obter uma melhor adequação nutricional.

Mas é permitido tomar suplementos mesmo sem fazer exercícios físicos? A resposta é sim. Isso porque os suplementos nada mais são do que um complemento da alimentação, não um medicamento. Compostos por carboidratos, proteínas, vitaminas e minerais, seu principal objetivo é enriquecer nutricionalmente certos alimentos, não sendo produtos indicados apenas para aumentar a massa muscular, melhorar a performance na academia ou ainda emagrecer.

Suplementos como os polivitamínicos são reconhecidos por levar em suas formulações as quantidades necessárias de nutrientes para conseguir manter o corpo nutrido a fim de que todas as suas funções sejam executadas da melhor forma. Ele também possui antioxidantes que contribuem para o rejuvenescimento celular, da pele, cabelos e unhas, além de auxiliar no fortalecimento do sistema imunológico, prevenir a anemia e melhorar o sistema nervoso e cardiovascular.

Os polivitamínicos podem ser consumidos diariamente e são grandes aliados principalmente para aquelas pessoas que não têm uma alimentação saudável rica em frutas, verduras e legumes, e que fazem suas principais refeições fora de casa, sem saber a procedência dos alimentos. Assim, acabam apresentando deficiência de vitaminas ou minerais. O suplemento ajuda a melhorar a saúde e o bem-estar de maneira geral.

Para melhorar a absorção, a orientação é ingerir uma dose do polivitamínico durante uma refeição. Nos casos em que o usuário consumir mais de uma porção do produto por dia, o ideal é tomar cada uma das doses em horários diferentes.

Emagrecimento

Se a principal meta é o emagrecimento, o ideal mesmo é que se adote uma dieta balanceada e que exercícios físicos sejam incluídos na rotina. No entanto, existem suplementos que contribuem para a perda de gordura corporal mesmo que não se adote a prática esportiva. 

É o caso da L-Carnitina, um nutriente que até é produzido pelo corpo humano, no fígado, rins e cérebro, mas cujas principais fontes são as carnes e os produtos lácteos. Esse suplemento atua no organismo promovendo a saciedade e fazendo com que a necessidade de ingestão de alimentos diminua.

Além disso, a L-Carnitina estimula o metabolismo, pois desempenha um papel crucial na geração de energia transportando ácidos graxos para as mitocôndrias das células. Esse composto utiliza a gordura do tecido adiposo como fonte de combustível, para criar energia utilizável. Além disso, a L-carnitina pode auxiliar na eliminação da gordura localizada com base na estimulação da circulação sanguínea.

Os benefícios da L-Carnitina incluem também a redução dos riscos de doenças cardíacas, contribuição para o ganho de massa magra, prevenção do estresse metabólico, fortalecimento do sistema imunológico e diminuição dos riscos de danos nos tecidos musculares. 

Apesar desse suplemento contribuir para o emagrecimento por si só, os maiores benefícios são sempre decorrentes da interação com a prática esportiva. Os diferentes programas de exercícios criam demandas específicas que podem ser melhor atendidas e terem seus efeitos potencializados pela suplementação adequada, na dose correta.

No caso da L-carnitina, recomenda-se que a quantidade diária consumida seja de duas a seis gramas, mas a inclusão desse suplemento em sua dieta só deve ser feita após uma consulta com o nutricionista.

É preciso ressaltar também que, por melhor que seja, nenhum suplemento substitui completamente os nutrientes presentes em uma salada ou nas frutas, por exemplo. Esse tipo de suplementação não terá os compostos bioativos presentes nos alimentos in natura. Por isso, o conselho é alimentar-se bem e compensar alguma deficiência com suplementos.

Por agência de marketing digital emarket

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Bruno do nascimento

01 de novembro de 2019 às 20h53

Dieta e vida e saúde devemos nos cuidar
http://bit.ly/dietalowcarb300receitas

Responder

Deixe uma resposta