Live do Cafezinho (18 h): Pós-verdade na política brasileira (uma conversa com Fabio Palacio)

Ajufe volta a desautorizar picaretagem política da Unajuf

Por Redação

21 de fevereiro de 2020 : 23h53

No Conjur

Ajufe desautoriza associação que pediu que Cid Gomes fosse denunciado

21 de fevereiro de 2020, 21h41

A Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) divulgou na noite desta sexta-feira (21/2) nota pública em que afirma que a Unajuf não tem legitimidade para se colocar como uma entidade representante da magistratura brasileira.

A desconhecida União Nacional dos Juízes Federais do Brasil divulgou um pedido protocolado na Procuradoria Geral da República em que pede que o senador licenciado Cid Gomes seja denunciado por tentativa de homicídio “com emprego de meio resultante em perigo comum” e de “impossibilidade de defesa das vítimas”.

O pedido está relacionado com o episódio em que Cid Gomes foi alvejado por dois tiros de pistola ao tentar derrubar com uma retroescavadeira o portão de um quartel da PM ocupado por policiais amotinados em Sobral, no interior do Ceará, no último dia 19.

Na nota, a Ajufe afirma que a Unajuf é uma entidade inexpressiva, com pouco mais de dez associados e que que defende posições desconectadas com o pensamento preponderante da magistratura federal brasileira. Leia a nota na íntegra abaixo:

A AJUFE – Associação dos Juízes Federais do Brasil, entidade de âmbito nacional que representa cerca de 2 mil associados, vem a público alertar que uma inexpressiva associação de juízes federais de primeiro grau, com pouco mais de 10 associados, denominada UNAJUF, não tem legitimidade para falar em nome da magistratura federal brasileira.

A única entidade que representa nacionalmente a magistratura federal é a AJUFE, amplamente conhecida pela imprensa, por outras entidades associativas do sistema de justiça e reconhecida pelos representantes dos três poderes.

Assim, reiteramos a todos os veículos de comunicação e à toda sociedade que não se deixem confundir por entidades que defendem posições desconectadas com o pensamento preponderante da magistratura federal brasileira.

Somente a AJUFE, fundada há quase 50 anos, tem legitimidade para ecoar a voz e os posicionamentos dos Juízes Federais do Brasil.

AJUFE – Associação dos Juízes Federais do Brasil

Revista Consultor Jurídico, 21 de fevereiro de 2020, 21h41

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe uma resposta