Bahia: Refinaria privatizada provoca desabastecimento de Gás de Cozinha

Foto: Bloomberg

1 bilhão confinados nas residências, 13.000 mortos e a China continental tem apenas um caso novo “nacional “

Por Tulio Ribeiro

21 de março de 2020 : 23h51

Quase um bilhão de pessoas em todo o mundo foram confinadas em suas casas, pois os estados dos EUA implementaram ordens de permanência em residências semelhantes às da Europa , já que as mortes pela pandemia global de coronavírus aumentaram para 13.000.

Mais de um terço dos estadunidenses estavam se adaptando à vida em várias fases do bloqueio – inclusive em Nova york, Los Angeles e Chicago, três das cidades mais populosas do país – com a expectativa de que mais estados aumentem as restrições.

O número de mortos pelo vírus aumentou para 12.725 em todo o mundo, com a Itália sendo a mais atingida registrando um número recorde de mortes em um dia – quase 800, com o número total de mortos em 4.800 – e a Espanha registrou um aumento de 32% nas novas mortes.

O número de mortos na França saltou de 112 para 562, quando oficiais da polícia disseram que helicópteros e drones estavam sendo enviados para impulsionar as tentativas do governo de manter as pessoas em suas casas.

No domingo, a China continental registrou 46 novos casos, 45 dos quais foram importados. O país confirmou mais seis mortes, cinco das quais da província de Hubei, ponto zero do surto da China.

A China continental já registrou 81.054 casos de coronavírus desde o início do surto e 3.261 mortes, incluindo seis no sábado. Um total de 59.432 pacientes haviam se recuperado, de acordo com a Comissão Nacional de Saúde.

Hubei relatou seu quarto dia consecutivo sem novos casos. A Organização Mundial da Saúde disse que a cidade central de Wuhan, onde o vírus foi detectado pela primeira vez no final do ano passado, ofereceu uma caminho de “esperança para o resto do mundo”.

Mas há preocupações de uma nova onda de infecções importadas na região, com Hong Kong notificando 48 casos na sexta-feira – seu maior salto diário desde o início da crise . Leia o balanço do dia na SCMP China.

Tulio Ribeiro

Túlio Ribeiro é graduado em Ciências econômicas pela UFBA,pós graduado em História Contemporânea pela IUPERJ,Mestre em História Social pela USS-RJ e doutorando em ¨Ciências para Desarrollo Estrategico¨ pela UBV de Caracas -Venezuela

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

10 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Basílio

22 de março de 2020 às 16h22

Fora de Pauta mas nem tanto

EU PENSAVA QUE O LOBÃO TINHA MUDADO.
MAS PORRA NENHUMA! CONTINUA A MESMA MERDA

Lobão: Bolsonaro é o inimigo público número 1 do Brasil e todos precisam se unir contra ele.

No final da entrevista ao 247, a merda:

No final da entrevista ao 247 ele culpou o Pt pela eleição de Bolsonaro, e cobrou autocrítica do partido. “O responsável pela eleição do lixo é justamente o PT. O PT foi o responsável de colocar todo o povo brasileiro no colo do Bolsonaro. O PT tem que fazer uma autocrítica. Não fomos nós que elegemos o Bolsonaro”.

https://www.brasil247.com/cultura/lobao-bolsonaro-e-o-inimigo-publico-numero-1-do-brasil-e-todos-precisam-se-unir-contra-ele

OU SEJA, os PTistas mandaram os bolsonaristas enfiarem os dez dedos da mão no próprio cu e cravaram o número 17 na urna eletrônica. Esses PTistas são fodas!

Responder

chichano goncalvez

22 de março de 2020 às 11h45

Mais uma vez está provado e comprovado, que o sistema capitalista não serve para nada, não investe em saude, em educação, em segurança, só pensa em dinheiro, e o resultado é esse ai. Veja a pequena Cuba, com um bloqueo criminoso ( apesar da ONU condenar, será que adianta alguma coisa ? Será que a ONU serve pra alguma coisa ? ) estar combatendo esse virus, com recursos proprios e principalmente humanos, o que seria do mundo sem Cuba hoje ? China, Italia, España , Reino Unido, paises do Caribe, etc e mais cinco etc…..

Responder

    Renato

    22 de março de 2020 às 16h24

    O que seria do mundo sem Cuba ? A ilha caribenha já descobriu a cura para o novo coronavírus o pobre mundo ainda não sabe ? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Responder

augusto

22 de março de 2020 às 10h59

a Naçao de maior poder, e de maior softpower (poder de difusao de ideias) do mundo esta, (ou será estava? ) prestes a sofrer o maior e mais destrutivo CONTRAGOLPE, a propaganda negativa do universo… que será (ou seria) a divulgaçao de seu caos social e economico do USA por força do coronavirus…
Parece que está tentando evitar. nao evitar o contagio como deveria mas evitar a desmoralizaçao planetaria seu WAY OF LIFE…
Ha noticias, ainda a confirmar por favor, de que nao divulgará seus numeros da peste em seu territorio como vinha fazendo. A ver.
Será que acredita que adianta? O mundo fica sabendo essas coisas rapido.

Responder

Paulo

22 de março de 2020 às 10h11

Deveria ser investigada a suposta demora do Governo chinês em reconhecer os riscos de uma epidemia. Isso é sério e, se confirmados os fatos, caberia à China alguma forma de indenização ao resto do mundo…

Responder

    Alan C

    22 de março de 2020 às 14h21

    Isso é só pra coronavírus? Ou o ressarcimento será pra todas as doenças desde que o mundo é mundo? E as guerras, as invasões, os dumpings? Tudo isso vai ser ressarcido tb?

    Responder

      Paulo

      22 de março de 2020 às 20h52

      Alan, sabemos que as condições sanitárias não são boas em muitos lugares do mundo. Ninguém imagina possível cobrar de países africanos pela irrupção do ebola, por exemplo, ou do Peru pelo cólera, que vicejou aqui na América do Sul há alguns anos, embora nem de longe com a repercussão e o alcance da pandemia atual. Mas, no caso da China, há possíveis negligência e/ou tentativa do Estado chinês em ocultar o problema que precisam ser melhor investigadas…

      Responder

        Redação

        22 de março de 2020 às 20h54

        Sim, Paulo. Os próprios chineses já admitiram isso. Houve negligência no início. Coisas que se agravem num estado autoritário. Mas depois que isso foi superado, a China tem sido um modelo para o mundo.

        Responder

        Andressa

        22 de março de 2020 às 22h12

        Jogar cachorros vivos na água fervendo para tirar o pelo e depois meter uma paulada na cabeça para matar e depois comer vai além do meu entendimento…são animais não são pessoas.

        Muitos países possuem “tradições” bizarras e escassa igiene mas não possuem nem 1% da influência mundial que a China tem hoje, são completamente inofensivos.

        Responder

          Valdeci

          23 de março de 2020 às 12h26

          Tem matadouros, que dão pancadas na cabeças das vacas, más mesmo elas morrendo ou não, tomam banho de água quente e são sangradas e cortadas. Você come o bife em casa, sem nem imaginar como ele chegou a sua mesa.


Deixe um comentário